Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

O que fazer em Londres em Setembro 2011

Este mês, como teve ocupado com férias no início, acabei por não ter a oportunidade de escrever este post mensal habitual e agora, já indo quase a meio do mês não me parece muito significante fazê-lo, no entanto, não queria deixar de indicar aqui um evento importante a acontecer este mês que acho que vale a pena visitar, que é o Thames Festival, a decorrer já este fim de semana na zona sul do rio com eventos desde Westminster Bridge até Tower Bridge. Incluídos vão estar palcos de música, pistas de tango e jive, exibições de fotografia e outras performances artísticas assim como muitos comes e bebes e um mercado. Incluídos vão estar também uma parada no sábado e outra no domingo com o final do festival a ser celebrado no domingo com fogos de artifício. Este festival, marca também o final do verão.

E o verão chegou oficialmente ao fim

Segundo a Câmara Municipal de Londres, o festival do Tamisa celebra o encerramento oficial do verão Britânico. Como tal, isso significa que já acabou mesmo porque este festival teve lugar no fim-de-semana com o grande final de fogos de artifício ontem à noite.

 

Engraçado como, apesar de já cá estar há uns anos, ainda acho estranho esta coisa de se ter fogos de artifício pelas 9h da noite, ou mais precisamente 9:45h. Sem dúvida que tem lógica. Afinal é domingo, mas acho que em Portugal nunca vi fogos de artifício tão cedo quanto isso. Geralmente são lá para a meia-noite que isto das 9h ainda é hora mas é do pessoal estar no café a tentar decidir se vai ou não ver os fogos de artifício. Por cá acho que os únicos fogos de artifício que decorrem tão tarde como à meia-noite só mesmo na passagem de ano.

 

Bem, mas numa coisa eles têm razão, vê-se o fogo de artifício cedo, vai-se para casa cedo, dorme-se mais, acorda-se cedo no dia seguinte depois de uma noite bem descansada e o dia seguinte torna-se muito mais produtivo. Ou pelo menos é essa a ideia...

 

Desta vez a área junto à Tate Modern tinha um palco de música Rock n' roll tipo anos 60 e, não só colocaram um chão de madeira daqueles escorregadiços bem apropriado para se conseguir dançar a deslizar bem ao som da música, como devem ter anunciado previamente junto de escolas de dança desse género que ía haver aquele palco no festival porque haviam imensas pessoas por lá vestidas à ocasião bem ao estilo 60's. Foi muito giro principalmente porque uma grande parte das pessoas que estavam na pista sabiam dançar bastante bem ao estilo anos 60.

 

O facto é de que gostei tanto daquela onda do Rock n' Roll que já fui pesquisar onde é que posso eventualmente ir ter umas aulas deste tipo de dança. O que encontrei:

 

  • Swing Time - Indica vários locais um pouco espalhadas pela cidade onde existem aulas de dança de segunda a domingo.
  • London Swing Dance - Tem aulas em bares/espaços reservados todos os dias da semana em zonas centrais da cidade.

Já estou entusiasmada com esta ideia do Swing. Depois digo como foi quando experimentar. Entretanto, ficam as fotos de ontem do Festival do Tamisa:

 

 

Palco de Rock n' Roll do Thames Festival

 

Dançarinos de Swing 1

 

Dançarinos de Swing 2

O que fazer em Londres em Setembro 09?

Este mês é a altura de um dos meus festivais de rua favoritos, o Thames Festival. Mas não é o único, já que, como sempre a cidade está cheia de actividades, festivais e animação. É de notar o dia de encerramento dos conhecidos Proms e o reconhecido Festival da Torre de Londres. Ainda mais, este mês abre o tão esperado centro de Darwin. Talvez seja boa ideia, no entanto, e para quem estiver em Londres durante mais tempo, evitar visitas no primeiro dia ou no primeiro fim-de-semana já que se espera um grande número de turistas e visitantes com interesse a ir ao centro.

 

Thames Festival O que é? O festival do Tamisa decorre ao longo de um fim-de-semana. No sábado à noite há discoteca ao ar-livre e no domingo há desfile de carnaval e fogos de artifício que valem bem a pena ver. Durante ambos os dias há sempre muita música, comida e espectáculos ao longo de toda a zona da Southbank. Quando? 12 e 13 de Setembro Quanto? Gratuito Onde? Southbank, desde Waterloo a Tower Bridge Estação? Waterloo, Southbank ou London Bridge

 

Festival da Torre de Londres O que é? Festival de música incluíndo música clássica, ópera, coros e música do mundo, assim como performances artísticas e culturais a decorrer no terreno da Torre de Londres. Quando? De 10 a 20 de Setembro. Quanto? A partir de £5 até £200 dependendo das performances e dos lugares. Onde? Torre de Londres. Estação? Tower Hill.

 

Proms in the Park O que é? A última noite dos Proms (concertos de música clássica a precos acessíveis) decorre em Hyde Park com um grande show final. Quando? Sábado, 12 de Setembro. Quanto? £25 Onde? Hyde Park Estação? Hyde Park Corner ou Marble Arch.

 

Brick Lane Music Festival O que é? Festival de música organizado pelo Vibe Bar todos os anos em Setembro. Quando? Domingo, 13 de Setembro Quanto? Gratuito Onde? The Old Brewery, Brick Lane Estação? Aldgate East ou Liverpool Street

 

Brick Lane Curry Festival O que é? Música, ofertas e descontos especiais nos vários restaurantes Indianos de Brick Lane. Quando? De 13 a 27 de Setembro Quanto? Variado dependendo dos restaurantes Onde? Brick Lane Estação? Aldgate East ou Liverpool Street

 

Abertura do Darwin Centre O que é? Abertura do novo espaco de exposição cientifica com diversas experiências, exposição de raros especimens animais e muitas actividades de interesse cientifico. Este espaço será permante no Museu de História Natural. Quando? Abertura do espaço decorre no dia 15 de Setembro Quanto? Entrada gratuita Onde? Museu de História Natural Estação? South Kensington

 

Festival Japonês O que é? Festival com influência Japonesa que irá contar com a presença de muitos stands de comida Japonesa, arte, artesanato, música, dança e outras actividades. Quando? Sábado, 19 de Setembro. Quanto? Gratuito Onde? Spitafields Estação? Liverpool Street

 

Open House O que é? Dias em que as portas de vários edifícios arquitectonicamente importantes de Londres estão abertas para a visita gratuita do público em geral. Quando? 19 e 20 de Setembro Quanto? Gratuito Onde? Vários locais de Londres

 

Escultura em gelo de Londres O que é? Instalação de uma escultura em gelo representativa dos principais edifícios de Londres. Quando? 11 de Setembro e até derreter. Quanto? Gratuito Onde? No centro da Piazza de Convent Garden Estação? Convent Garden

 

Encontro mensal de Portugueses em Londres O que é? Encontro mensal de Portugueses bloguistas, leitores e amigos que vivem em Londres ou arredores para uma tarde bem passada de muita conversa de pub onde iremos também jogar uma partidinha de dardos, para quem quiser. Quando? Sábado, 26 de Setembro pelas 14:30h Quanto? Gratuito (só pagam o que consumirem ao pub) Onde? The Stamford Arms, 62 Stamford Street, London SE1 9LX. Estação? Southwark ou Waterloo

 

Mais uma despedida e Thames Festival

Desta vez foi uma amiga Portuguesa que decidiu voltar para a Pátria. Estas festas de despedida fazem-me sempre pensar se eu não deveria fazer o mesmo. Mas rapidamente chego à conclusão de que Não. Ainda não chegou a minha altura e com credit crunch ou sem credit crunch ainda gosto muito de viver por cá.

 

Mas lá passámos uma noite divertida em festança que acabou no Zoo bar em Leicester Square. Já não ía lá à cerca de 1 ano e sinceramente apesar de nos termos divertido como grupo fiquei um bocado desiludida com a discoteca desta vez. Já passei umas noites mesmo muito divertidas no Zoo bar, mas agora talvez esteja mais habituada a outro tipo de discotecas, mas o facto é que a vi com outros olhos este fim-de-semana. É um autêntico "meat market" para os jovens Ingleses que não vivem em Londres e para os turistas que, em ambos os casos, não conhecem mais nada de Londres por isso vão a estes locais bem no centro de Londres (tal e qual como eu fazia também). Para quem não conhece a expressão "meat market" em bom Português pode-se dizer que "andam à caça" ou "tentam a sorte" ou "têm as hormonas aos saltos",... Portanto quem quizer vir para Londres, divertir-se à grande e conhecer as Inglesas ou os Ingleses mais intimamente, vão ao Zoo bar em Leicester Square, não tem nada que enganar.

 

No domingo comecei a tarde num almoço num pub em Greenwich com um grupo de amigos. Daí apanhamos o barco até Westminster onde fomos depois passar o resto da tarde no Thames Festival. Gosto bastante deste festival, e tenho vindo sempre desde que estou em Londres.

 

O melhor do festival para mim foi mesmo a demonstração de freerun e de Beatbox. Muito, muito bom mesmo! Para quem não sabe "Freerun"  é o conjunto de movimentos fluídos e saltos que  se conseguem fazer com o corpo humano após muito treino e dedicação que demonstram que o free runner tenha uma flexibilidade e força enorme no corpo. Geralmente os free runners são duplos em filmes, aparecem em vídeos (muito famosos nos anúncios da Nike, por exemplo) e conseguem fazer coisas tal como andar nas paredes à "Matrix".

Vários grupos de free runners vieram fazer a sua apresentação no Thames festival, sendo que o mais conhecido deles era o grupo "Urban free flow".

 

Podem ver em baixo um pouco do que eles fizeram:

 

 

Depois veiu a apresentação do "The Pete Box" que fez uma apresentação fenomenal de Beatbox. Beatbox é basicamente o som musical que se consegue fazer apenas com a voz e a boca. Geralmente utilizado em músicas de rap.

Primeiro ele fez uma apresentação em que se ouviam definitivamente os diferentes sons de vários instrumentos só que todos eram produzidos pela boca em simultâneo. Depois, numa segunda fase utilizou um gravador que lhe permitia gravar um certo som, carregava no play e esse som tocava repetidamente, enquanto ele começava com outro som que gravava e juntava ao som inicial, e sempre assim continuamente até conseguir fazer músicas inteiras. Bem, mas só vendo e ouvido é que percebem, se bem que ao vivo era muito melhor:

 

 

E aqui fica o final da apresentação com freerun e beatbox em simultâneo em que o The Pete Box já usou o sistema do gravador para conseguir fazer aquela música:

 

A noite acabou com o fogo de artifício às 21:45h que deu a conclusão a um fim-de-semana bem passado.

O que fazer em Londres em Setembro

O mes de Setembro marca oficialmente o fim do verao (se bem que na práctica nunca chegou bem a comecar aqui para estes lados). Como tal, há que aproveitar as últimas grandes festas e festivais de rua que decorrem pela cidade que podem encontrar descritos em baixo.

 

Open House London O que é? Dia em que serao abertas as portas de edificios importantes de Londres para a visita gratuita do público incluíndo o London Eye em certos horários. Quando? 20 e 21 de Setembro. Quanto? Gratuito. Onde? Variados edifícios localizados por toda a cidade de Londres.
Volta ao Reino Unido de bicicleta O que é? Corrida de bicicletas que tem início na cidade de Londres. Quando? Corrida decorre de 7 a 14 de Setembro sendo que o dia de Londres será no dia 7. Quanto? Gratuito para ver a corrida passar. Onde? O início e a chegada decorrem na zona de Embankment. Estacao? Charing Cross ou Embankment.
The Thames Festival O que é? Festival em celebracao de Londres e do rio Tamisa que decorre durante um fim-de-semana cheio de animacao com muita música, arte, espectáculos e rua e fogo de artifício de encerramento. Quando? Fim-de-semana de 13 e 14 de Setembro. Quanto? Gratuito. Onde? Ao longo da zona da Southbank, no sul do rio entre Waterloo e Tower Bridge. Estacao? Waterloo ou London Bridge.
Regents Street festival O que é? Festival de rua em Regent Street, em que a rua estará encerrada ao tráfico das 12h ‘as 20h, com vários espectáculos e entretenimento de rua. Quando? Doming, 7 de Setembro. Quanto? Gratuito. Onde? Regents Street. Estacao? Picadilly Circus ou Oxford Circus.
The Great River Race O que é? Corrida de barcos ao longo do Tamisa num percurso de 22 milhas. Os barcos presentes vao incluir os desde os comuns barcos a remos, passando por canoas havaianas de guerra, barcos compridos dos vikings ou até barcos com o tema do dragao chines. Quando? Sabado, 13 de Setembro. Quanto? Gratuito para assistir. Onde? Ao longo do rio desde Richmond até Greenwich. Estacao? Podem ir ao Thames Festival nesse dia e ver a corrida passar ao mesmo tempo ou entao aconselho a zona da meta final, cuja estacao de DLR é Greenwich.
A corrida dos Gorilas O que é? Esta corrida de 2 horas é ideal para quem se gosta de vestir de Gorila, ja que é esse mesmo o objectivo com o intuito de que os fundos angariados através desta corrida serao doados para caridade. Quando? Sábado, 27 de Setembro. Quanto? Os participantes pela primeira vez pagam £75 e tem que angariar outros £400 através de patrocínios. É gratuito para ir apenas ver a corrida. Onde? Desde Tower Bridge até Aldgate. Estacao? Tower Hill ou Aldgate.
Quem souber de mais algum evento interessante a decorrer em Londres no mes de Setembro por favor indique aqui nos comentários.

 

Thames Festival na capital Londrina

É impressionante como por Londres está sempre algo a acontecer. Ou um evento em Trafalgar Square, ou um cafe concerto, ou uma premier dum filme, uma festa de rua, peças de Shakespeare num parque ou concertos gratuitos em Hamstead Heat entre tantas outras coisas. Este fim-de-semana que passou foi a vez do Thames Festival, um festival de rua que, como o nome indica é celebrado ao longo do Tamisa para celebrar o final do verão. Não que este ano tenha havido grande verão que, não passou mais do que um longo e doloroso inverno chuvoso, mas de qualquer forma, o Thames festival tem sempre presença nesta altura do ano.

Claro que eu não podia deixar de ir por isso, juntamente com uns amigos lá nos metemos rumo aos concertos que decorriam ao longo do dia junto a Tower Bridge e, mais tarde aos comes e bebes, é parada carnavalesca e ao fogo de artificio para acabar o festival que decorreu ao longo do fim-de-semana.

 

Durante o dia, já se sabe, muitas barraquinhas de comes e bebes e artesanato entretinham as pessoas que por lá passavam. Com a pequena diferença dos festivais Portugueses onde, geralmente a cerveja é mais barata, por aqui não é bem o caso. Afinal o país é capitalista á grande e vai vender cada cerveja a £3 tal como se fosse num pub. Mas enfim, não se tem a vantagem da cerveja barata, mas também os Londrinos estão tão habituados aos preços que vai de abrir a carteira para se enfrascarem à mesma de cerveja o dia e a noite toda.

 

Também havia um evento de skaters tipo competiçao que juntou muito pessoal durante algumas horas. Sempre gostei muito de skate e in-line logo, não podia perder esta competição pelo menos durante uma pequena parte da tarde. Percebia-se que os participantes não eram profissionais mas mais miúdos mas mesmo assim era interessante ver como eles ficavam delirantes quando conseguiam se aguentar de pé depois de um grande salto :-)  

 

Fui também ver a parada carnivalesca onde não faltaram imitacoes do carnaval brasileiro com vestimentas à maneira. Pena é que a maioria das pessoas que estavam no desfile não tenham tanta energia como os Brasileiros logo não se nota tanta aquela energia que se vê na tv (ou ao vivo para quem teve a oportunidade de ir ao Brasil nessa altura). Mas mesmo assim lá nos divertimos em grande a ver a festa passar.

 

O fogo de artificio era, sem dúvida o mais esperado da noite e correspondeu bem às expectativas. Aliás já vi tantos fogos de artifício mas nunca tinha presenciado um que tivesse tido tanta aderência do pessoal que se encontrava à minha volta a ver o fogo. Estou-me a referir mais especificamente ao Japoneses que se encontravam perto de nós que, a cada foguete lançado faziam sons de "wowwww", "ahhhhhhhhh" e "ohhhhhhhh". Principalmente a Japanesa que estava ao meu lado não parava. Foi tão engraçado ouvi-la tão emocionada com o fogo de artifício. parecia que tinhasido o primeiro fogo de artifício que ela já alguma vez tinha visto. Estava encantada a rapariga. Aemoção que ela transmitia até nos fazia acreditar que, de facto, aquele fogo era fora do normal. Não era, mas tornou a experiência dessa noite mais interessante sem dúvida.

 

Londres sem dúvida que é uma cidade que não para e adoro estar sempre rodeada de tantas coisas para fazer, tantos sítios onde ir. Não é por acaso que é uma das cidades preferidas de muitos milhares de pessoas que vêm de todos os cantos do mundo para visitar ou viver em Londres.