Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Natal com os sogros - Parte III

O meu primeiro Natal com os sogros está passado. O resultado foi positivo.

 

Basicamente passámos o tempo na sala a falar e beber gin & tónico ou chá e vimos os especiais todos de Natal na televisão - Especial 'Stricly Come Dancing'; Especial 'Gavin & Stacey'; Especial 'Christmas Carol'; Especial 'Not Going Out'. Os nossos dias em Leicestershire incluíram também a visita (aparentemente essencial) ao pub na tarde da véspera de Natal onde o meu inglês se costuma encontrar com os amigos de infância. O pub estava à pinha, e aparentemente o volume de clientes ainda ia ser maior no dia de Natal, quando o pub está aberto das 11h às 13h e a vila inteira vai àquele pub durante essas duas horas enquanto têm os perus no forno. Não foi o nosso caso felizmente que já achei o pub cheio demais na véspera.

 

No dia de Natal em si, a minha sogra fez todos os preparativos e nós apenas tivemos a ajudar nas pequenas coisas. Em comparação com os Natais em casa dos meus pais, a diferença grande está na quantidade de comida servida. Cá comemos uma sopa para entrada, seguida de galo no forno com legumes assados, e um pudim de Natal para sobremesa. A minha sogra até tinha feito também um Bolo do Natal que leva imensas frutas, mas nem o chegou a colocar na mesa porque estávamos cheios. 

fullsizeoutput_45b8.jpeg

Em casa dos meus pais, temos sempre uma mesa cheia de petiscos para entrada - camarões, saladas de polvo e cogumelos, queijos, salada e sopa; depois lá vem o galo com legumes também e terminamos sempre com pelo menos 5 ou 6 sobremesas.

 

Isto de só se colocar uma sobremesa na mesa, para mim não tem lógica nenhuma! - Claro que vamos estar cheios, mas o interessante é colocar-se tudo na mesa e vai-se comendo aos bocadinhos durante o resto da tarde. 

 

Chega ao Boxing Day, e é a minha vez de cozinhar. Eu já tinha feito o salame na véspera de Natal para estar bem sequinho e para repartir o tempo demorado na cozinha em dois dias. Em vez de fazer entrada decidi servir Pastéis de Bacalhau como prato principal, com arroz de tomato, que é algo que lá em casa também não costumam fazer, e acompanhados com uma salada bem temperada com azeite e ervas aromáticas mediterrânicas. Não só porque essa é a forma de servir uma salada Portuguesa, mas também porque não gosto nada dos molhos para saladas cheios de maionese e afins que os Ingleses costumam enfiar nas saladas. - Resultado? Adoraram! Não posso dizer que enquanto estava a cozinhar, não tivesse sido um pouco stressante, principalmente quando reparei que estava a demorar mais tempo do que o calculado, mas quando repetiram a comida não tive dúvida que gostaram. 

IuAJRf3lQpK7XX6HR0auBQ.jpg

Foi assim. Agora para o ano será a vez de mostrar ao Inglês como decorrem os detalhes de um Natal Português. 

As festas em Dezembro estão ao rubro

Estamos naquela época do ano em que há festa e animação constante nas ruas, no trabalho, entre os grupos de amigos. Isto é tudo muito bom e sabe bem de forma geral, mas estas festas não vêm sem as suas desvantagens, que achei por bem deixar aqui porque acho que muitos de nós pensamos sobre elas mas não falamos muito sobre o assunto:

  • A falta de tempo para nós próprios - basicamente não se tem tempo para mais nada.
  • Os excessos - cada festa vem com muita bebida e muita comida - os níveis de álcool, açúcar e gordura estão ao seu nível mais alto do ano inteiro, pelo que não é por acaso que muitos escolhem o mês de Janeiro para entrar em grandes dietas para tentar compensar o mal que fizeram ao corpo durante Dezembro;
  • A pressão social dessas festas - Nem todos gostamos de ir a este tipo de festas mas existe uma certa pressão social para se estar presente pelo menos nas três ou quatro festas mais importantes do mês:
    • A festa de Natal do trabalho - quer se goste dos colegas ou não, parece mal aos gerentes e aos colegas quem não estiver envolvido, e é melhor terem uma desculpa muito boa se não poderem comparecer;
    • A festa dos amigos antigos - é habitual que num ou noutro ano os antigos amigos de trabalho, escola ou faculdade se queiram encontrar. Mas com esses encontros existe aquela expectativa de falar sobre como as respectivas vidas têm progredido desde a última vez que se viram - cada um quer falar das últimas viagens entusiasmastes; dos novos namorado(a)s, casamentos ou crianças; das promoções de trabalho e afins; mas e quem não tem coisas novas e entusiasmastes para contar, que de forma geral até que somos muitos de nós? Ou quem simplesmente não quer estar a responder a todas as questões sobre a vida? Torna-se um tipo de encontro muito pouco desejado, mas se não forem ao tal encontro também se sentem postos de parte;
    • A festa de família - nem todos os Natais em família são cheios de boa comida e gargalhadas como se vê nos filmes, e nem sempre apetece estar a passar um, dois ou mais dias com o tio que tem valores fundamentais muito diferentes dos vossos, ou com os pais com quem se chatearam por causa de dinheiro; ou com os avós que não vos param de perguntar quando vão ter filhos; ou com o primo que está sempre a fazer piadas de mau gosto,… mas o Natal é o ‘dia da família' e como tal querem fazer o esforço para estar presentes, mesmo que tudo o que desejassem nesse dia era estar calmos em casa sozinhos a ver um filme e beber um bom vinho;
    • A passagem de Ano Novo - já perdi a conta da quantidade de pessoas que me disseram este ano que não gostam nada do Ano Novo. E não gostam basicamente pela pressão que vem com o Ano Novo - a pressão de estar numa festa bombástica com um grande grupo de amigos. As expectativas da festa dessa noite são sempre tão grandes, que muitas vezes passam meses a organizar a festa, e no final acaba por ser uma noite desapontante simplesmente porque o nível de expectativa era muito mais alta do que realmente foi a festa que decorreu.

christmas-tree.jpeg

 

Pensando bem nisto tudo, não é de admirar por haver tantas pessoas a não apreciar muito esta época Natalícia, mas acho que o melhor será mesmo lidar com cada evento um de cada vez.

É preciso ir a todas as festas para que são convidados? - não.

É preciso stressar por não se aceitar ir a uma festa? - não.

Há que lidar com esta altura do ano, como vos sabe melhor. Nunca é porque a maioria parece fazer isto ou aquilo que todos temos que sentir que é necessário fazer o mesmo. Simplesmente aproveitem aquilo que, desta época vos sabe bem, e o que não souber bem, ignorem. 

O que quer que decidam fazer durante os próximos dias e como quer que prefiram lidar com o mês de Dezembro, tomem as decisões que vos fazem mais felizes. Feliz mês de Dezembro para todos!

Natal com os sogros - parte II

Ora e tinha dito eu no primeiro post sobre o assunto que ía fazer uma entrada e um doce para trazer um gostinho Português ao Natal em casa dos sogros. Bem, ao menos foi isso que sugeri à minha sogra. Ela não me respondeu a essa mensagem.

 

Um dia depois, mandou uma mensagem a mim e ao meu Inglês sobre outro assunto e mencionou que depois responderia ao assunto da comida para o Natal. Achei isto tudo muito estranho... Porque é que tem que responder mais tarde ao assunto? Apenas sugeri ajudar a fazer comida para o Natal. Achei que iria ficar contente com o assunto? Não? 

 

Eventualmente respondeu ao assunto da comida a dizer que achava uma óptima sugestão para eu fazer no dia a seguir ao Natal porque já tinha a refeição para o Natal planeada 

Hmm,... OK. Bem sugestão está oferecida, não posso voltar atrás. Posso fazer uma refeição, mas não será bem a mesma coisa no dia após ao Natal quando já ninguém pode ver comida à frente e as festividades já tiverem acabaram.

O Natal chegou mais cedo

Foi mesmo já este fim-de-semana que celebrei o Natal de 2019, contou com ceia de Natal com bacalhau, prendas e tudo. Vai ser o primeiro ano que não passo o dia 24 de Dezembro em Portugal com a família, mas quem diz que não podemos celebrar o dia na mesma uns dias antes? E assim foi:

natal-2019-3.jpg

Mercado de Natal no largo do Palácio da Vila - Sintra

 

natal-2019-2.jpg

natal-2019-1.jpg

 

Natal com os sogros - parte I

Este vai ser o primeiro ano que não vou passar o Natal com a família em Portugal. Como fizemos por lá a festa do casamento, achámos por bem que os pais do meu Inglês tinham direito a ser os primeiros a receber-nos no Natal. Mas também não posso deixar de passar o Natal com os meus pais, por isso vamos já neste próximo fim-de-semana passar a 'consoada' Portuguesa com os meus pais. 

 

Entretanto, começaram as conversas sobre os preparativos para o Natal com os sogros. A minha sogra está entusiasmada por me apresentar às tradições do Natal Inglês, mas eu também quero trazer comigo algo do Natal Português. Não vou influenciar o prato principal do almoço de Natal, que já se sabe que nessa parte da refeição nunca se pode mexer com as tradições, mas estou a pensar fazer uma entrada e uma sobremesa. 

 

Como entrada estou a pensar fazer pastéis de bacalhau e talvez uns canapés. Não consigo pensar em canapés que sejam tipicamente Portugueses, mas acho que só pastéis de bacalhau também será uma entrada fraquinha? Agradeço sugestões! 

Quanto à sobremesa, estava a pensar fazer arroz doce que é sempre uma sobremesa essencial do nosso Natal, mas quando sugeri essa sobremesa ao meu Inglês, ele encolheu a cara em desgosto e disse que arroz doce só se come nas sobremesas da escola.  - OK, não faço arroz doce se é assim tão mal vindo. Em alternativa talvez faça antes pudim flãn que adoro. 

 

Quaisquer outras sugestões serão também muito bem vindas. Isto há que causar uma boa primeira impressão ao meus primeiro Natal com os sogros das tradições que levar comigo. 

Feliz Natal!

Enquanto estou estes dias por Portugal, aproveito para desejar aos leitores do blog uma época Natalícia muito feliz! 

O gato dos meus pais também vos quer desejar as Boas Festas! 

image.GIF

 

O que fazer em Londres no Natal de 2018

O que fazer em Londres.png

Adoro o mês do Natal!! Adoro percorrer as ruas enfeitadas de Londres, adoro as inúmeras festas de Natal e a necessidade constante para encontrar amigos para bebidas de Natal. Vêm-se tantas pessoas bem-dispostas que só tenho pena que este ambiente não se prolongue pelo ano inteiro. Se bem que, se fosse assim o ano inteiro, este ambiente não seria especial. Quer uma pessoa tenha muitos amigos e familiares com quem passar esta época ou não, Londres tem muito para oferecer para agradar a todos e para que ninguém tenha que se sentir sozinho nesta cidade tão grande. Por isso, este mês, em vez de escolher os variados eventos do mês inteiro, apresento antes aqui algumas opções onde passarem o dia do Natal ou os dias próximos do Natal, caso estejam por cá nessa altura. 

 

A fazer no Natal, sozinhos

 

Voluntariado - se quiserem ajudar aqueles que são menos sortudos que vocês, há muitas instituições que procuram voluntários para ajudar nos vários eventos e serviços de comida e acomodação que operacionalizam nesta época de Natal e não só. Preferencialmente, contem com mais que um dia para estar disponíveis para ajudar porque será necessário receberem treino. Existem muitas formas como podem ajudar, desde servir refeições de Natal, a visitar idosos, apoiar jovens, etc. Algumas associações que estão a aceitar voluntários incluem - Crisis, FoodbankMagic MeTimebank, Community Christmas

Jutem-se ao GoodGym - é um clube de corrida que, quando se juntam para fazer exercício, fazem também alguma actividade para ajudar a comunidade.

Passem o Natal com Londrinos através do couchsurfing - se estiveram a viajar sozinhos para Londres durante a época do Natal, uma boa forma de conhecerem pessoas locais e, talvez até passarem o Natal com elas, é ficando em casa das mesmas através do couchsurfing.

Meetup Almoço de Natal - através do Meetup.com existem grupos que organizam vários eventos, inclusive no dia de Natal.

Ir ao cinema ver filmes Natalícios - o cinema Prince Charles em Leicester Square conta com uma longa sessão de filmes Natalícios nos dias adjacentes ao dia de Natal.

Meditação no Buddhist Centre - se gostam de meditação e reflexão, o Bhuddist Centre em Bethnal Green proporciona um dia destinado a isso mesmo no dia de Natal. 

Ouvir coros de Natal na Westminster Abbey - no dia 24 e dia 25 podem contar com vários eventos de oração e também de música na Westminster Abbey.

 

A fazer no Natal, acompanhados

 

Cocktails no Miracle- Localizado no Henrietta hotel, este bar temático ao famoso Miracle on ninth Street bar em Nova York com decorações Natalícias dos anos 50.

Bailey's Treat Bar - Até dia 22 de Dezembro, podem ir tomar um cocktail de Bailey's original no Bailey's Treat Bar em Convent Garden, e, se forem ao website primeiro, podem lá fazer o download de um voucher de desconto.

Winterville - Até 23 de Dezembro encontram bares, música, teatro, comédia, e discotecas no Winterville em Clapham Common.

 

A fazer no Natal, sozinhos ou acompanhados

 

Noites de Quarta-Feira em Columbia Road - Até à quarta-feira dia 19, as lojas de Columbia Road (onde há habitualmente o mercado das flores aos Domingos) estão abertas até às 21h e podem contar com um ambiente animado e mulled wine quentinho para vos aquecer o estômago na noite fria. É na Columbia Road que podem também encontrar a conhecida loja Portuguesa 'A Portuguese Love Affair'.

The Nomad Cinema - Até dia 21 podem ver cinema aconchegados num puff dentro de um igloo instalado no City Point até dia 21 de Dezembro.

Winter Wonderland - Nos dias adjacentes ao Natal, podem ir passear e divertir-se no mercado de Natal, Winter Wonderland em Hyde Park. 

Alice in Winterland - Aberto até dia 31 de Dezembro, inclusivé no dia de Natal, é esta instalação de luzes e lanternas no parque de Southwark onde percorrem um caminho na descoberta do País das Maravilhas da 'Alice no País das Maravilhas'. 

Luzes do Zoo - Todos os dias de 12 de Dezembro até 31 de Dezembro, inclusivé no dia de Natal, o Jardim Zoológico de Londres vai estar aberto para visitarem uma bonita instalação de luzes pelo parque. Decorre todos os dias às 16:45h. 

Peter Pan Cup - No dia de Natal, podem ir ver alguns bravos homens e mulheres a competirem numa competição de natação nas águas do lago de Hyde Park.

 

O que oferecer de presente quando não se sabe o que oferecer

A minha amiga fez 40 anos e, sendo uma data tão importante, fiquei bem na dúvida sobre o que seria um presente apropriado para a ocasião. Primeiro pensei oferecer-lhe algo com que ela fique de lembrança, tipo um fio ou algo para o apartamento novo. Ao mesmo tempo ainda nunca tinha ido ao apartamento dela e não sabia o que ela já tinha ou deixava de ter. Também achei que o fio seria difícil de comprar para ela, porque é uma estilista e tem um gosto muito selecto, portanto o fio ou algo de acessórios podia ser arriscado. Outra ideia seria um voucher para massagem, mas essa ideia já está mais que usada ou eu a ela ou ela a mim, e não parecia única o suficiente.

Então pensei no que eu gostaria de receber quando chegar aos 40. Acho que algo que é sempre agradável são experiências em conjunto com a pessoa que oferece o presente. Lembrei-me de que ela é uma foodie, adora comer bem e ir a bons restaurantes com decoração moderna e interessante. Ora eu já há uns meses que ando a seguir no Instagram este café em Hackney que abriu à não muito tempo, e que acho que tem óptimo aspecto, e lembrei-me que eles ocasionalmente fazem supperclubs no café. Fui ver quando era o próximo, comprei os bilhetes, e fomos agora no fim da semana passada. Ela adorou! Muito interessante e original, a comida tinha bons paladares Italianos, visto ser organizada por três irmãs de origens Sicílianas, que decidiram abrir este negócio de supperclubs e catering Italianos, chamado Strazzanti. Decorreu no Hackney Coffee Company em Hackney Road, e ficam aqui algumas fotos para terem uma ideia da noite.

IMG_8214.jpg

IMG_8211.jpg

IMG_8212.jpg 

Isto faz-me pensar também nos vários outros presentes que tenho para comprar para o Natal e ainda não sei bem em que me decidir. Dar supperclubs a toda a gente não fica assim tão barato, mas há várias outras opções semelhantes que estou a considerar - bilhetes para peças de teatro locais; bilhetes para passeios com pistas para se ir à descoberta de vários caminhos, não só em Londres, como no Reino Unido inteiro, por exemplo através da Treasure Trails; voucher para um jantar caseiro (feito e servido por mim em minha casa); bilhetes de comboio para ir passar o dia a Cambridge ou outra cidade bonita próxima de Londres. Estou a gostar destas ideias de experiências e estou cá a pensar numas quantas pessoas que vão receber experiências este Natal. 

O que fazer em Londres em Novembro 2018

fazer em Londres 2018.png

Já mudou a hora, os dias ficam escuros mais cedo, e a temperatura está cada vez mais fria. mas este frio também sabe bem quando estamos agasalhados a ver os fogos-de-artifício da Bonfire Night ou a passear pelos mercados de Natal. São esses alguns dos eventos que marcam o mês de Novembro todos os anos, assim como os eventos do acender das luzes de Natal, as pistas de patinagem no gelo e afins. Este mês conta também com o evento organizado pela revista Stylist - o Stylist Live - dedicado a mulheres e que conta com palestras interessantes, moda, comida e afins. Eu vou novamente este ano, mas inicialmente comprei bilhetes para Domingo e, já não vou poder ir ao Domingo, por isso comprei outro bilhete para Sábado e estou a tentar vender os meus dois bilhetes de Domingo. Comprei-os no preço Early Bird, por isso se algumas das leitoras estiverem interessadas, é de aproveitar. Estou a vendê-los directamente através do mercado Fan to Fan do See Tickets, e são os primeiros que estão aqui listados a £9 cada um.

 

Aqui ficam então a minha selecção de eventos do mês:

 

Pistas no gelo - O que é? Londres vai estar cheia de locais onde podem fazer patinagem no gelo este mês. Desde patinagem no terraço da loja de departamento do John Lewis, ou no terraço da tobacco Dock, até à pista com uma vista monumental na Somerset House ou no Natural History Museum, as opções são mais que muitas. Ver no link sugerido várias listagens e as datas de quando abrem. 

 

Bonfire Night - O que é? De 2 a 5 de Novembro vão ouvir os fogos de artifício praticamente em qualquer local onde estejam em Londres. Existem vários locais dedicados a shows de fogos, alguns gratuitos e outros pagos. Encontram uma lista de opções no link indicado.

 

Enchanted Forest - O que é? Este parque, pode não ser o mais acessível para todos em termos de localização, mas contém uma atracção com instalações de luzes por uma grande área de bosque, que o torna um destino muito interessante para famílias. Quando?  De 9 a 25 de Novembro.  Quanto? Bilhetes por adulto de £10-£12 e £5 para crianças.  Onde? Syan Park, Brentford. 

 

Stylist Live - O que é? Este festival de 3 dias conta com seminários sobre empreendorismo, política, maternidade, moda, saúde, conta também com workshops, salões de beleza, uma passarele, muitas amostras e oportunidades para conhecer algumas celebridades. Quando? 9, 10 e 11 de Novembro. Quanto? A partir de £15 (ou podem comprar os dois bilhetes que estou a vender a preço early bird de £9). Onde? Olympia

 

Mercados de Natal - O que é? Desde ao pequeno mercado de Southbank Centre ao grande Winter Wonderland de Hyde Park, não faltam opções onde fazer as vossas compras de Natal. Ver aqui uma listagem de vários mercados por toda Londres.

 

EFG London Jazz Festival - O que é? Uma série de eventos de jazz em vários locais em Londres. Quando? 16 a 25 de Novembro. Quanto? Alguns eventos gratuitos outros pagos. 

 

Queen of Hoxton French Winter Terrace - O que é? Todos os anos o terraço do Queen of Hoxton costuma ser transformado num local acolhedor para noites com amigos. Desta vez o tema é de bar dos anos 1900s de França. Quando? Abriu esta semana e vai ficar todo o inverno. Quanto? Gratuito. Onde? Shoreditch.

 

Um fim-de-semana em Norfolk

Desde que vi este artigo pelo Guardian que indica 10 das melhores localidades na Europa para fazer compras de Natal (onde Lisboa conta com a posição no. 1) que fiquei com vontade de ir passar um dos fim-de-semanas de Natal a Ledbury em Hertforshire. Ainda nunca tinha ouvido falar de Ledbury antes, mas já noutros anos experimentei ir passar um fim-de-semana fora numa vila ou pequena cidade Inglesa que tivesse um mercado de Natal e gostei muito da experiência (uma visita a Rye no Natal é altamente recomendada). Ledbury parecia a opção perfeita para ir experimentar uma nova vila este ano, mas afinal os fins-de-semana da época Natalícia não são assim tantos e já os tinha todos planeados, por isso não vou conseguir ir a Ledbury este ano. Fica aqui a nota marcada no blog, para me relembrar para o próximo Natal.

 

De qualquer forma, no fim-de-semana passado fui para Norfolk. A experiência é completamente diferente porque fiquei todo o fim-de-semana na quinta que aluguei com mais 15 amigos e não vi nada da aldeia local (se bem que segundo os meus amigos que lá foram ao supermercado, não havia muito que ver). De qualquer forma, foi muito divertido passar o fim-de-semana fora com um grupo de amigos em celebrações Natalícias. Fui logo após o trabalho na sexta-feira à noite. Tínhamos escolhido a quinta pelo espaço e interior da casa mas acho que devíamos ter pensado melhor na localização, que ainda demorou umas quantas horas a lá chegar e, se uma amiga não nos tivesse ido buscar à estação de comboios de carro, teríamos pago uma boa pipa de massa pelo táxi que a estação de comboio ficava a 45 minutos da casa!

 

norfolk1.JPG

A ideia era fazer decorações, jogos e preparar comida para a noite durante o Sábado, e ir dar um passeio pelo campo no Domingo. No meu caso, passei o dia todo na cozinha no Sábado, porque efectivamente cozinhamos uma refeição de natal tradicional Britânica com o peru recheado, os legumes no forno, e afins; e no Domingo choveu (não chegou a nevar em Norfolk ao contrário do que aconteceu no resto do país) por isso acabámos por não sair da casa. 

 

Mas mesmo sem ter saído de casa, foi tão giro passar uns dias num casarão como aquele onde até tínhamos uma sala de snooker e um piano de cauda com que nos entretermos (um amigo sabe tocar maravilhosamente) que só nos apetecia estar a aproveitar o tempo ali naquela casa. 

 

norfolk2.JPG

Algo que tinha organizado antes do fim-de-semana e que já há muito que queria fazer, foi um  'murder mystery', que basicamente é um jogo onde cada participante representa uma personagem numa cena onde acabaram de descobrir que alguém foi assassinado e, como tal, têm de fazer perguntas uns aos outros para tentar descobrir o assassino. Estava com um pouco receio de como isso ia correr porque uma pessoa tinha dito que não estava interessada em jogar e outras também não pareciam muito positivas ao jogo. Mas para surpresa minha, todos até encararam bem os seus personagens, todos fartámos-nos de rir, e no final a rapariga que não queria jogar inicialmente até me veio pedir desculpas por ter sido negativa e que efectivamente ela gostou do jogo. Portanto fica a dica, para uma próxima que tenham um 'dinner party' com amigos, que o 'Murder Mystery' é uma boa opção para entretenimento. Para os interessados, comprei o nosso através do site do Red-herring.

 

 

De volta a casa, agora faz-se a contagem decrescente para o Natal oficial.