Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Somos responsáveis pela imagem do nosso país

No outro dia fui a uma conferência de marketing e, quando chegou à altura do público colocar questões, um homem que tinha feito uma pergunta, interrompeu a resposta do apresentador a meio, para fazer um novo comentário e terminou a dizer: "desculpe tê-lo interrompido. Eu sei que não é muito Britânico, mas é porque eu sou Português". O público riu-se, claro está. Eu é que não achei piada nenhuma ao comentário. E isto porquê? Porque ao dizer isso, ele está a indicar que o povo Português não é respeitador; que não tem o sentido de organização e de simples boa educação que o povo Britânico tem, como o básico de deixar a outra pessoa terminar de falar primeiro. 

 

Talvez até no contexto tenha tido lógica ele ter interrompido o apresentador, talvez para clarificar a sua pergunta por exemplo. Já não me lembro qual era a razão, mas independentemente da interrupção ter tido lógica ou não, foi totalmente desnecessário ele ter feito aquele comentário no final, porque é por essas e por outras que os estereótipos de um país são criados pelos estrangeiros. 

 

Nunca mais me esqueci de que uma vez o meu professor de marketing, Pedro Dionísio, nos disse numa das nossas aulas para sermos sempre profissionais nas decisões que tomamos no mundo de trabalho visto que cada um de nós iria estar a representar o ISCTE. Inevitavelmente, se algumas empresas tivessem más experiências ao contratar uma ou duas pessoas do ISCTE, muito provavelmente não iriam querer contratar outros alunos dessa universidade visto que, na sua mente, ficaria implícito que os alunos do ISCTE não tinham sido bem ensinados a actuar num ambiente de trabalho. Claro que, num país estrangeiro, e anos após ter terminado a licenciatura já não é a universidade que estou a representar, mas a lógica do que ele disse mantém-se verídica em representação do meu país. Afinal, são os comentários negativos que fazemos a Portugal ou relativamente à nossa cultura que definem a imagem que os estrangeiros têm de nós. 

 

É da responsabilidade de cada um de nós de representar o nosso país da forma como queremos que os outros nos vejam. Claro que isso está relacionado com as atitudes que tomamos no dia-a-dia, mas mais evidente será ainda se fazemos comentários que indicam que - ah, e tal, eu sei que estou a fazer algo que não é correcto, mas é porque sou Português. Com este tipo de comentários não estão a fazer favor nenhum à imagem que outros têm vossa e das pessoas que vêm do nosso país, o que obviamente não irá contribuir positivamente para a vontade que estas pessoas tenham de nos contratar ou estabelecer relações connosco de forma geral. Assim sendo, por favor pensem duas vezes antes de justificarem alguma atitude incorrecta que façam com o facto de serem Portugueses. Se fazem algo incorrecto, é por vossa culpa, não é culpa do país onde nasceram. 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.