Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Festas virtuais durante a quarentena

Durante estes últimos meses, com a falta da interacção social cara-a-cara, restou-nos a muitos, a oportunidade de fazermos festas virtuais com amigos. Claro que não é o mesmo que estar numa festa em casa de alguém ou num bar. A interacção nunca é a mesma, até porque enquanto numa festa pessoal, várias conversas podem acontecer em simultâneo, no caso de uma festa virtual isso torna-se mais complicado, mas não deixou de ser uma boa alternativa. Já aqui tinha falado antes no tipo de jogos que muitas pessoas têm estado a fazer em video-conferências, mas desta vez queria antes falar das festas com live streams de música, que também têm sido muito populares. 

 

Nem todos os live stream serão associados a uma 'festa', mas podem sê-lo quando, ou têm um dos vossos amigos a tocar música para vós ou combinam ouvir o mesmo live stream enquanto estão a falar no zoom. Fui a duas festas virtuais desse género. Na primeira, um amigo estava a tocar directamente a partir do zoom, o que não foi ideal, porque o som era transmitido apenas a partir do som do computador, e como tal não se ouvia a música claramente. Mas da segunda vez, outro amigo fez uma sessão de DJ transmitida através de um live stream no Twitch, a partir do qual conseguiu que o som passasse directamente do sistema de DJ para o software do Twitch, e como tal, a qualidade estava perfeita. É necessário alguma preparação para fazer um live stream por ser necessário ter certo equipamento como um 'encoder', e a música tocada não poder infringir os direitos de copyright dos autores da música, mas existem vários tutoriais online que explicam como fazer um live stream a partir do Twitch, Facebook ou Youtube. 

 

De qualquer forma, sintonizarem com amigos ao mesmo livestream também pode ser uma boa ideia para poderem fazer a vossa própria festa virtual sem terem que lidar com a organização de um live stream. 

 

Tal como numa festa presencial, a virtual também começou com conversa em que íamos mandando mensagens uns aos outros no zoom (visto que tinhamos que manter os nossos microfones em silêncio para conseguir ouvir a música), mas depois de algum tempo e algumas bebidas, as pessoas começam a levantar-se e dançar nas suas respectivas casas, como se tivessemos a dançar numa festa no mesmo espaço. É um pouco estranho ao início, mas passado pouco tempo estava tudo habituado à ideia e a dançar ao som da música nas respectivas salas. 

 

Quanto aos live streams, encontram de todo o género de música. Basta irem à secção 'Live' no Facebook ou Youtube e pesquisarem entre os variados live streams que estejam a haver no momento por aqueles que mais gostarem. Ou organizações como o Sofar Sounds também estão a fazer live streams de artistas menos conhecidos espalhados pelo mundo todos os dias. 

 

Empresas também têm organizado festas de zoom com acesso a centenas de pessoas e encontrei esta gravação de uma delas no youtube:

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.