Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Dividir renda em Londres

Parece inacreditável, mas já vai fazer 1 ano em Julho que me mudei para a actual casa onde moro. Como o novo ano, novo contrato e, inevitavelmente o senhorio decidiu aumentar a renda. Felizmente não foi um aumento muito exagerado, mas são cerca de £70 a mais cada mês a dividir entre nós os 3. Mas esta nova renda  veiu fazer com que quizessemos rever a repartição das rendas também. Isto porque temso cá em casa 3 quartos com tamanhos diferentes, mas os residentes de dois dos quartos estavam a pagar o mesmo valor enquanto que só o quarto maior pagava mais. Ora isso traz tanta injustiça para a pessoa do quarto maior como para a pessoa do quarto mais pequeno por estar a pagar o mesmo que a pessoa que tem o quarto médio. 

Entre nós, foi inevitável haver discussøes porque não conseguiamos bem chegar a acordo no valor mais justo para casa um dos residentes. Talvez se não nos conhecessemos, seria mais fácil de fazer a divisão dos valores dado que bastava basear os valores no tamanho dos quartos. Mas não era o nosso caso, portanto outros factores colocam-se em questão e devem também ser considerados quando se pensa na divisão das rendas. Fica aqui uma listagem de critérios que vos possa ajudar a decidir a divisão das vossas rendas, caso, tal como nós, estejam a alugar a casa toda (e não o quarto) directamente com o senhorio, visto que, se esse fosse o caso, seria o senhorio que estabelecia o valor da renda para cada quarto e a discussão não seria colocada em causa. 

 

Comecem por verificar o valor sugerido através de um website imparcial como este https://www.splitwise.com/calculators/rent

 

Essa divisão poderá ser justa considerando que não existem quaisquer outros critérios para comparação. No entanto, podem querer considerar também os seguintes factores para tornar as rendas mais próximas devido a factores que não tenham sido considerados pelo website, tais como:

  • Quem é que trata das contas da casa? - a pessoa que tiver a responsabilidade para tratar das contas, se fôr só uma pessoa, merece um desconto no valor da renda.
  • Quem é que limpa a casa? São todos assiduamente, ou existe alguém que trata da casa mais frequentemente?
  • Existe alguém que passe vários dias fora de casa ou porque vai viajar com o trabalho frequentemente ou porque passa o tempo em casa do namorado/a ou familiar?
  • Para que lado são virados os quartos? Um tem melhor vista que o outro? Ouve mais barulho da rua que outro? Apanha mais sol que o outro? 
  • Algum dos residentes tinha muitos utensílios de cozinha, electrodomésticos, etc., que vai partilhar com os outros?

Todos os critérios indicados em cima são relativos, não se aplicam para todas as casas e nem todas as pessoas dão a mesma importância a uns e outros critérios. Sem dúvida que a decisão sobre a potencial partilha pode ser complicada principalmente quando alguma das partes não está disposta a ceder. Mas para tentarem resolver as coisas da forma mais simples e rápida possível, preparem-se para a conversa com os vossos flatmates com uma listagem de todos os critérios que considerem relevantes e, face aos mesmos, o valor final da divisão que vos parece justo para todos.

 

Pensem sempre no outro lado também. Se fossem vocês na situação dos outros flatmates, iriam achar justa a proposta que lhes vão fazer? Explicando tudo muito bem, nós conseguimos chegar a acordo cá por casa. Mais que tudo, é preciso ter calma nestas conversas e estar abertos a alcançar um meio termo com que todos fiquem relativamente satisfeitos. 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Tuga em Londres 08.07.2014 09:11

    Boa sorte nas mudancas
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.