Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Comer fora para ajudar a economia #EatOutToHelpOut

A partir de amanhã, e de segunda a quarta-feira, durante o mês de Agosto, o governo está a patrocionar o esquema 'Eat Out To Help Out', uma iniciativa para levar mais pessoas a comer em restaurantes ao proporcionar 50% de desconto na comida, até ao desconto total de £10 por pessoa. Desde que os restaurantes abriram, têm visto muitas menos pessoas passar pelas suas portas do que em tempos anteriores à pandemia, e isso está a ser preocupante para se conseguir manter a sobrevivência de muitos restaurantes. O esquema está disponível pelo Reino Unido e, para encontrar os restaurantes participantes mais próximos da vossa zona de residência, podem pesquisá-los a partir do site oficial do Governo

 

Este esquema, no entanto, tem encontrado muitas opiniões divergentes, e se estiverem interessados para ler as grandes discussões sobre o assunto, basta pesquisar por #EatOutToHelpOut no Twitter.

 

Porque é que as pessoas não estão contentes por receber 50% de desconto em restaurantes? Existem duas razões principais:

  • Ao encorajar as pessoas a ir comer em restaurantes, estão a encorajar à socialização e, consequentemente, á possibilidade de distribuição do Covid19.
  • Anunciaram este esquema na mesma semana em que anunciaram outro esquema em que estão a encorajar as pessoas a viver uma vida mais saudável para reduzir os níveis de obesidade, mas no esquema #EatOutToHelpOut, restaurantes de takeaway como o MacDonald's também estão no esquema, e como tal, surgem dois interesses contraditórios.

Quanto à primeira razão, devo dizer que já comi fora desde que os restaurantes abriram e, pelo menos nos locais onde fui, não me senti em risco de contrair o virús por outra pessoa que lá estivesse. Primeiro porque fui a locais muito espaçosos ou com terraço, mas principalmente porque os restaurantes tinham medidas de distanciamento, pelo que teria sido muito difícil essa transmição. Como tal, a não ser que os restaurantes em que decidam ir, não tenham quaisquer medidas de precaução estabelecidas, em princípio, não estarão a fomentar a contaminação. 

 

Quanto à segunda razão, já concordo mais com os comentários negativos porque, o Governo simplesmente não devia ter deixado qualquer estabelecimento tomar partido desta iniciativa. Acho que faz sentido proporcionar este esquema principalmente a restaurantes e cafés independentes que se encontrem mais em risco de sobrevivência do que propriamente a restaurantes de cadeia que têm imenso investimento e recursos para sobreviver, principalmente quando esses restaurantes vendem comida contrária a uma outra iniciativa que o Governo lança em simultâneo, como foi o caso. No entanto, também percebo que esses restaurantes de cadeia também enpregam muitas pessoas, e que o Governo está a tentar reduzir o número de negócios falhados e, consequentemente reduzir o número de desempregados. Se bem que o MacDonald's provavelmente não precisa de incentivos de desconto. 

 

De qualquer forma, devo dizer que fiquei muito satisfeita por ver a variedade de restaurantes e cafés que encontrei no esquema e sem dúvida que vou querer aproveitar o desconto para ir a restaurantes independentes da minha zona. 

Screenshot 2020-08-02 at 20.02.21.png

Fonte da foto: Maybe Tech

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.