Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

As primeiras semanas na nova casa

Não me tinha apercebido de há quanto tempo não vinha aqui escrever mas já passaram 7 semanas! Sei que de forma normal, já não consigo vir escrever tão frequentemente como o fazia há alguns anos atrás, mas 7 semanas?! É o que faz fazer uma mudança de casa tão significativa que me consome todo o tempo em que não estou a trabalhar. 

 

Fizemos a mudança a 27 de Agosto. Apesar dos construtores terem prometido que tudo estaria completo em termos das remodelações que tinham para fazer, quando nos mudámos ainda não tinham terminado. Algumas coisas essenciais como pintar escadas, chão da cozinha e algumas paredes ainda estavam por fazer. Então durante as primeiras duas semanas ainda tivemos pessoas a trabalhar na casa diariamente. Isso atrasou a possibilidade de arrumarmos as coisas e tivemos que viver a tentar descobrir em que caixa é que estava aquilo que queríamos. 

 

Quando eventualmente o trabalho principal terminou, depois ainda haviam os vários acabamentos finais que, sendo trabalhos pequenos, eles demoraram a voltar para os acabar, e finalmente terminaram na semana passada ao mudarem a caixa do autoclismo que eu tinha mencionado no post anterior que estava extremamente descontente com ela. Mas ao menos entre as últimas semanas já deu para ir arrumando as coisas, comprar os electrodomésticos essenciais etc. 

 

No primeiro fim-de-semana de Outubro íamos receber as primeiras pessoas em casa para a minha festa de aniversário, combinada com a nossa 'house warming' portanto tínhamos essa data como um marco para nos incentivar a ter a casa o mais organizada possível, e conseguimos livrar-nos das caixas todas que ainda estavam no meio de um quarto a tempo. OK, sinceramente algumas dessas caixas simplesmente foram colocadas na arrecadação que ainda não temos mobília suficiente para colocar tudo organizado nos respectivos locais, mas ao menos, os quartos estavam todos com ar organizado. Altamente minimalistas com quase nenhuma mobília, mas ao menos não tinham caixas no meio. E a partir dessa data finalmente comecei a sentir-me mais confortável em casa. 

 

Também sabe bem poder passar algum tempo fora do trabalho em que não estou a pesquisar por mobília online. Ainda falta muita coisa mas já nada é super urgente por isso torna o processo mais descansado agora. 

 

Algo que ainda queria resolver o mais rapidamente possível são os roupeiros que, neste momento, ainda temos a roupa pendurada naqueles charriots do IKEA e não consigo encontrar ninguém que me construa os roupeiros. O espaço para roupeiros é pequeno pelo que queremos construí-los à medida para aproveitar o espaço ao máximo. Idealmente queria contactar um carpinteiro local por serem mais baratos, e talvez mais prestativos que uma grande empresa, mas estes carpinteiros locais estão com trabalho marcado com meses de avanço e demoram um tempão para responder, e alguns nem nunca responderam. Comecei então também a pesquisar por empresas que fazem esse tipo da carpintaria, mas são caríssimas! Então não sei muito bem o que fazer. Tenho que continuar a contactar mais carpintarias e ver o que se consegue, mas para já ainda não tenho isso marcado, e a partir da data de marcação ainda vão ser pelo menos mais 1-2 meses até poderem vir construí-los. 

 

Aparte desta coisa entre organizações e mobílias, estou a gostar de descobrir mais o novo bairro que é bem calmo e quase parece que não estamos na cidade por ser tão residencial. Adoro também o nosso rio e parques locais e estou ansiosa para poder ter mais fins-de-semana livres para poder começar a aproveitar melhor a zona local. 

river-lea.jpg

 

2 comentários

Comentar post