Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

A minha primeira experiência no Web Summit

Esta semana que passou estive por Lisboa para ir à Web Summit. Fiquei com interesse em ir quando, uma ex-colega que foi o ano passado, me descreveu tudo o que de positivo achou de ter lá ido. Então nessa altura adicionei o meu e-mail à newsletter do 'Women in Tech' da Web Summit e, quando os bilhetes 'early bird' abriram por volta de Março ou Abril, comprei logo. Ficou a cerca de £85 por dois bilhetes, por isso vale bem a pena marcar logo. Infelizmente esse desconto está só disponível para mulheres, que eu saiba, com o intuito de atrair mais mulheres da indústria à conferência. 

 

Devido a ser uma altura complicada no trabalho, não consegui dedicar os dias todos à conferência, mas estive lá na noite de abertura e o dia todo de Terça-feira. E devo dizer que estava cheia de pena de não ter lá ficado mais, quando me dirigi para o aeroporto nessa noite. Para quem esteja na área da tecnologia, ou que esteja numa empresa que aprecia inovação em tecnologia, acho que a conferência vale mesmo a pena visitar. As palestras em si, são muito variadas e, as que ouvi, foram muito boas. Mas o que é também muito bom é o networking proporcionado. Eu estava sozinha na primeira noite, mas fui à zona do 'Night Summit', que basicamente se refere à zona de entretenimento nocturno, e facilmente comecei a conhecer logo pessoas tive conversas muito interessantes com empreendedores e outros profissionais. Tendo a experiência de outros eventos onde as pessoas costumam ficar nos seus grupos, aqui, sinceramente foi muito fácil conhecer outras pessoas e ter conversas relevantes para a minha área de trabalho. 

 

Este ano anunciaram que a Web Summit está contratada para continuar a decorrer em Lisboa durante os próximos 10 anos, e foi bom ver que uma grande quantidade de empresários Portugueses na área da tecnologia estão envolvidos no desenvolvimento e apoio da realização da Web Summit, já que todos foram chamados ao palco em forma de agradecimento. O que não foi bom ver, foi o facto de que, quando estes cerca de 50 empresários vieram ao palco, entre eles só consegui ver cerca de 2 ou 3 mulheres. Na conferência, de forma geral, não senti essa diferença, e os números entre homens e mulheres até parecia relativamente balançado, mas ali, naquele palco, no momento em que os empreendedores Portugueses foram chamados, ver tão poucas mulheres foi sem dúvida muito estranho. Pergunto-me se isso será por haver menos mulheres em Portugal a interessarem-se por tirar cursos relacionados com tecnologia, ou se têm menos interesse em empreendorismo, ou se se sentem com menos apoio para o fazer? Não sei bem a razão, mas sem dúvida que demonstra a grande disparidade que ainda há. 

 

Nesse primeiro dia de abertura, além de algumas apresentações do inventor da World Wide Web, Tim Berners-Lee, apresentações da Apple, etc., o Presidente da Câmara de Lisboa e o Primeiro Ministro Português também subiram ao palco para dar as boas vindas à conferência. Eu até percebo que, para um evento que traz 70,000 pessoas a Lisboa de todo o mundo, esta é uma óptima oportunidade de Lisboa, não só a se dar a conhecer como cidade, como a dar-se a conhecer como uma cidade que apoia e investe em tecnologia e que o país aprecia investimento do estrangeiro. Como tal, até que acho razoável termos a presença do Presidente da Câmara de Lisboa a vir dar as boas vindas e falar um pouco sobre o que a cidade tem para oferecer, mas daí a termos o Primeiro Ministro a dar as boas vindas à conferência acho um pouco exagerado. Não imagino que qualquer Primeiro Ministro Britânico tenha dado as boas vindas a uma conferência realizada na ExCel (o maior centro de exposições e conferências do país e um dos maiores da Europa). Parece-me que a presença de um Primeiro Ministro neste tipo de eventos é desnecessária e, até transmite a impressão de que somos um país pequenininho onde não é costume realizarem-se encontros destes, já que lhe estamos a dar tanta importância. 

 

De qualquer forma, gostei bastante e só tive pena de não poder ter ficado a semana inteira. 

 

web-summit.jpg

 

2 comentários

Comentar post