Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Uma semana para o teste Life in the UK

Estou a uma semana para o dia do meu primeiro teste do Life in the UK. Digo o primeiro, porque sei lá se vou ter que voltar a fazer novamente. Eu já tinha lido o livro todo e tirado notas, mas mesmo assim estou sempre a esquecer-me das datas e do que aconteceu em cada batalha e afins. Ou seja, de vez em quando passo os testes de prática, outras vezes não passo. Como isto vai ter mesmo que ser mais relacionado com memorizar do que perceber, tenho adiado o estudo porque acho que vá ser mais fácil ao estudar próximo da data do exame. Então ontem dediquei a tarde à coisa. Reli a parte de história, tomei notas mais sumarizadas e por ordem cronológica para tentar fazer com que a leitura mais visual de forma cronológica, ajude a memorizar. Consegui passar os 4 testes que fiz depois da sessão de ontem, mas agora vou ter que continuar a fazer testes todos os dias para não me esquecer, e ainda me falta reler o resto do livro que trata de informação mais específica sobre política e o dia-a-dia da sociedade actual, se bem que essa parte já me parece mais fácil. 

 

Acho que valeu a pena fazer o download da aplicação oficial do teste, intitulada também Life in the UK test. Custa £4.99, mas conta com informação de estudo e testes práticos, onde se podem fazer testes só sobre uma das secções do teste em que se tenha maior dificuldade. Eu fiz maioritariamente os testes de história, exactamente por essa ser a parte em que preciso de decorar mais informação. 

 

Para terem uma noção do tipo de questões, ficam aqui os exemplos de algumas questões que falhei nos testes de prática que fiz. Tentem responder às questões antes de ver os resultados que coloquei no final do post.

 

1 - What do Sir William Golding, Seamus Heaney and Harold Pinter have in common?

A) They are all famous British athletes

B) They have all been Prime Ministers

C) They were part of the first British expedition to the North Pole

D) They have all been awarded the Nobel Prize in literature

 

2 - A very impressive hill fort can still be seen today at Maiden Castle, in the English county of ______

A) Danesbury

B) Cornwall

C) Dorset

4) Sussex

 

3 - Which of these forts were part of Hadrian's Wall?

A) Housesteads

B) Skara Brae

C) Sutton Hoo

D) Chesters Hill

 

4 - What happens when a Member of Parliament (MP) dies or resigns?

A) The post remains vacant until the next general election

B) Their party chooses someone to fill the post until the next General Election

C) A by-election is held to replace the MP

D) A neighbouring MP looks after the constituency

 

5 - The Civil War between Charles I and Parliament in the mid-17th century led to Oliver Cromwell becoming King of England

A) True

B) False

 

6 - King Richard III of the House of York was killed in the Battle of Bosworth Field in:

A) 1485

B) 1490

C) 1495

D) 1498

 

7 - Big Ben bell, housed in the Elizabeth Tower is over ____ years old and is a popular tourist attraction

A) 150

B) 180

C) 200

D) 210

 

8 - ___________ abolished slavery throughout the British Empire

A) The Abolition Act

B) The Emancipation Act

C) The Freedom Act

D) The Slavery Act

 

9 - The most serious cases in Scotland, such as murder, are heard at a _______ with a judge and a jury

A) Crown Court

B) Magistrates' Court

C) High Court

D) Youth Court

 

10 - There are _____ who are specialists in particular areas, and their knowledge is useful in making and checking laws

A) House of Commons

B) House of Lords

C) MPs

D) Peers

 

lifeuk-study.JPG

 Algumas das notas que me entretive a tirar ontem

As respostas correctas são:

1 - D

2 - B

3 - A

4 - C

5 - B - é falso porque Oliver Cromwell ficou como lider da república, no entanto, a forma como a frase está construída é enganadora, porque ao ler rapidamente, parecia que iria ser uma resposta positiva, caso não se tenha atenção e não se repare na parte que se refere ao facto de o chamarem de rei. Já encontrei muitas questões enganadoras semelhantes.

6 - A

7 - A

8 - B

9 - C

10 - D

 

Então que tal? Passavam com mais de 60% se vos aparecessem estas perguntas no teste? (O teste real tem 24 questões, mas estas questões dão uma boa noção do nível de dificuldade)

Quanto mais testes faço melhor fico, mas sem dúvida que não é fácil passar sem se estudar.

 

Eventos de cultura geral e tecnologia em Londres

Para quem segue o Instagram do @tugaemlondres terá visto durante a semana que fui à festa de lançamento da Startups Magazine na quinta-feira passada. Gosto de ir a este tipo de eventos, não só pela comida e bebida gratuitas , mas pelo facto de sair destas sessões muitas vezes inspirada para eu própria fazer coisas novas com o meu dia-a-dia, ficar com novos conhecimentos e, também pelas oportunidades de networking neste tipo de eventos. O lançamento desta revista em particular foi muito interessante, porque tive a oportunidade de ouvir vários empreendedores contarem as histórias de como começaram os seus negócios, o seu processo para encontrar a ideia certa para o negócio, e as dificuldades e sucessos que encontraram pelo caminho.

startupsmag-launch.JPG

Temas sobre empreendedores, tecnologia e marketing interessam-me, por isso estes são o tipo de tópicos de eventos a que tento ir sempre que posso, mas existe uma grande diversidade de eventos e temas de interesse em Londres, pelo que qualquer pessoa pode encontrar eventos semelhantes nas suas áreas de interesse.

 

Alguns são pagos, e outros gratuitos. Na sua maioria, os eventos de interesse geral são pagos, tipo os eventos organizados pela Funzing, mas existem eventos de temáticas mais específicas para certas indúsrias e carácter mais profissional, que são gratuitos. Na sua maioria, é mais esse tipo de de sessões a que tento ir. 

 

Onde é que encontro informação sobre os mesmos? Numa variedade de sites e newsletters, por exemplo:

  • Programa de eventos do Google Campus - A base do Google Campus em Shoreditch é utilizada como espaço de co-working space, onde vários startups podem aplicar para se tornarem membros gratuitamente, e além disso, lá organizam vários eventos quase todos os dias da semana, que são todos ou quase todos gratuitos e geralmente são de interesse para os profissionais da área da tecnologia ou marketing e abertos para membros ou para o público em geral. 
  • Eventbrite - Ao subscreverem à newsletter do Eventbrite, recebem notificações todas as semanas sobre os eventos do vosso interesse a decorrer nos dias seguintes, o que é uma boa forma de descobrirem eventos. Também podem ir directamente ao site e pesquisar por eventos gratuitos em certas áreas e zonas de Londres. 
  • Tech London - Para os interessados na área de tecnologia, este site oferece uma grande variedade de eventos e informação de forma geral sobre a área da tecnologia em Londres.
  • Second Home - A Second Home são espaços de co-working space em Londres e Lisboa. Podem pesquisar no website por eventos em qualquer uma das localizações destes escritórios. Notem que alguns são pagos e outros são exclusivos para membros.
  • Meetup.com - Podem encontrar aqui todo e qualquer tipo de eventos desde temáticas profissionais a sociais, para todos os gostos e a maioria deles são gratuitos.

Se conhecerem outros sites com informação sobre eventos gratuitos ou de baixo custo de carácter de desenvolvimento profissional e pessoal em londres, por favor indiquem nos comentários.

Life in the UK - O teste está marcado

O meu plano era estudar para o teste do Life in the UK até me sentir preparada e depois marcar o teste. Já li o livro todo, tirei as minhas notas, mas dos 11 testes de prática que fiz até agora só passei 4. Ou seja, isto não está a resultar. Portanto decidi marcar o teste a sério para ver se, com uma data fixa eu consigo dedicar-me mais à coisa. Sem data marcada, estava a estudar de vez em quando, e cada vez que voltava a fazer um teste já me tinha esquecido de muitas das datas, reis, batalhas e outras coisas que tinha aprendido antes, por isso acho que só mesmo fazendo mais pressão vai ajudar. Agora está marcado para o final do mês portanto tenho mais dois fins-de-semana para me dedicar à coisa. A ver se consigo melhorar. 

 

 

O que fazer em Londres em Abril 2018

O que fazer em Londres 2018.png

 

Já estamos em Abril?! Eu sabia que estávamos em Abril, mas só cheguei mesmo à realização de que estamos em Abril e o que isso significa, agora que vim escrever o post. Já estão 3 meses do ano passados, assim sem mais nem menos, num abrir e fechar de olhos?! Sinto que ainda não aproveitei bem o ano. Relembro-me dos objectivos que defini no início do ano, e verifico que parei de pensar nalguns deles em fim de Janeiro. Não pode ser. Tenho que voltar a dedicar-me mais a eles. Não posso deixar o ano passar-me assim entre os dedos. 

 

Estes posts sobre os eventos a decorrer cada mês, são úteis para mim, exactamente porque um dos meus objectivos envolve fazer mais actividades, ir a mais eventos, principalmente eventos de networking ou que me permitem ficar a conhecer algo novo, quer seja um novo artista, ver um novo filme, conhecer uma nova banda de música, etc. Aqui fica então a minha selecção para Abril.

 

East End Film Festival - O que é? Apresentação de vários filmes independentes em variados locais e cinemas no Este de Londres. Quando? De 11 a 29 de Abril. Quanto? Preços variados Onde? Este de Londres, zonas de Hackney e Tower Hamlets

 

London Games Festival O que é? Festival espalhado pela cidade onde vão poder experimentar diferentes tipos de jogos, desde jogos de Realidade Virtual a computador, conferências, expo e mais. Quando? De 5 a 15 de Abril. Quanto? Vários preços dependendo do tipo de evento. Onde? Vários locais.

 

London Coffee Festival O que é? Exibição de várias marcas de café, baristas, workshops para aprender a fazer um bom latte e conta também com uma festa de Expresso Martinis. Ideal para quem trabalha na indústria e para quem simplesmente adora café. Quando?  De 12 a 15 de Abril. Quanto? De £16.50 por meio-dia até £45 pelo dia inteiro. Onde? Truman Brewery

 

Bad Girls O que é? A história das sufragettes que, ao lutarem pelos direitos das mulheres, foram as primeiras a parar na Prisão de Holloway. Quando? 22 de Abril. Quanto? £9 Onde? Conway Hall

 

Prosecco Springs O que é? Evento dedicado a Prosecco que incluí provas de prosecco, comida Italiana, masterclasses e música. Quando? 26 a 29 de Abril. Quanto? De £40 a £55.  Onde? Oval Space.

 

Hope to Nope - Graphics and Politics O que é?  Exibição que apresenta alguns dos melhores trabalhos gráficos que representam a evolução política dos últimos dez anos.  Quando? Até 12 de Agosto. Quanto?  £12. Onde?  Design Museum, Kensington

Dois dias no Porto

Foi muito pouco tempo mas, durante esta minha curta visita ao Porto deste fim-de-semana, deu para passear pelas zonas principais e ficar com um cheirinho da cultura local do Porto. Novamente, muito obrigada à Isa, à Cabeça no Ar, à Andreia Ferreira, aos outros leitoresanónimos do blog e também à @susana__martins no Instagram que me deram óptimas dicas que utilizei durante a viagem. Para quem segue o @tugaemlondres no Instagram terá visto nas 'stories' por onde me aventurei, mas de forma geral, foram assim os meus dias por lá:

 

Dia 1:

  • Ao chegar, gostei tanto do airbnb que tinha marcado que quase não me apetecia sair para a rua chuvosa. Localizado no topo de um edifício recentemente renovado, o apartamento tinha uma decoração moderna e de bom gosto, com imensas janelas, inclusivé uma vista para os Clérigos da janela do quarto. Mais barato que um hotel razoável, e muito mais agradável e espaçoso que um quarto de hotel. Vale a pena na vossa próxima viagem pesquisar por apartamentos no airbnb que, sem dúvida, que se encontra umas pérolas por lá. 
  • O passeio do primeiro dia começou por São Bento, passando pela Rua das Flores e parando lá para uma Francesinha na Cantina 32. Muito bom!! Fiquei com imensa vontade de experimentar os outros pratos que tinham por lá também que tinham um aspecto de chorar por mais, mas queria mesmo ir para a Francesinha que achava que não ía encontrar nos restaurantes que tinha marcado para a noite. Valeu bem a pena que era deliciosa. 
  • O passeio continuou pela Ribeira e tive de passar a Ponte D. Luís muito rapidamente para fugir à chuva. Eventualmente do lado de lá, a chuva abrandou até parar. Tive pena de não conseguir ter feito um visita a nenhuma das caves porque ou não estavam abertas no feríado ou porque estavam esgotadas para visitas esse dia, mas ainda aproveitei uma prova de vinhos do Porto no Porto Cruz, seguido de uma visita ao terraço, para aproveitar os raios de sol que, entretanto, apareceram. 
  • Nessa noite, o restaurante escolhida foi o Porta 4, e devo dizer que foi a experiência em termos de restaurante, de que gostei de mais durante a estadia. Tal como a 'cabeça no ar' tinha indicado, o restaurante é mesmo muito pequenino, com apenas 5 mesas, mas o facto é que, isso o tornava super charmoso, e o dono era extremamente simpático, e fez-nos sentir como se tivesses em casa dele a jantar com amigos. O menú era de petiscos de cozinha moderna, de bom valor e deliciosos. Gostei muito.
  • A noite foi mesmo na Rua Cândido de Reis, onde fomos a um dos bares antes de recolher.

porto (1).JPG 

Dia 2:

  • No segundo dia tinha todas as boas intenções de ir à Livraria Lello logo de manhã, mas assim que lá cheguei já estava uma fila que descia a rua toda e dava a volta à esquina!!!  Mas o pessoal está maluco? Eu até percebo que a livraria seja bonita e que os fãns do Harry Potter gostem de visitar um dos lugares que inspiraram a autora dos livros, mas vá lá ter paciência! Um bocadinho de fila, tipo esperar 5 ou vá, 10 minutos, ainda ía, mas aquela fila tinha pelo menos 1 hora de espera, se não mais. Escusado será dizer que não a visitei. 
  • Tentei ir à parte do brunch no Brick Clérigos, mas descobri que afinal só abre pelas 13h e como tal não iria dar para brunch. Assim sendo decidi ir andar para o lado da Rua da Conceição porque queria ir à loja Mercado 48, e passei pelo Diplomata que me pareceu ter bom aspecto, mas tinha uma fila que saía para a rua por isso não pareceu valer a pena. Acabei por ir tomar o pequeno almoço ao Café Progresso, mas achei um bocadinho decepcionante porque tinham um menú muito normal e reduzido à escolha entre pastelaria ou pequenos almoços com ovos tipo omelete ou semelhante. 
  • Depois do pequeno-almoço andei um pouco à nora pelas ruas a tentar encontrar lojas interessantes onde conseguisse encontrar um presente de anos para a minha mãe, mas nem me lembrei de ir à Rua de Santa Catarina. Então acabei por não visitar nem essa zona nem o Mercado do Bolhão, de que tive pena, mas só me lembrei mais tarde. 
  • Voltando para a zona da Ribeira, apanhámos o eléctrico no. 1 até à Foz e o passeio da tarde foi por ali. Achei muito giro passear por lá, ainda mais porque o mar estava bravo o que fazia uma vista impressionante ao bater por trás do farol. Não cheguei a descobrir mais coisas de interesse por ali aparte do passeio marítimo, mas aproveitei uma das esplanadas à beira-mar que era muito gira.
  • Nessa noite o jantar foi no Museu d'Ávó de que também gostámos em termos de decoração e comida, seguido das Galerias de Paris.

porto (3).JPG

Foi muito agradável mas soube a pouco. Para a próxima o Museu de Serralves está na lista. 

Um fim-de-semana de experiências novas

Primeiro que tudo, obrigada pelos comentários e conselhos que me deram acerca do Porto. Eu pesquisei todas as sugestões e coloquei várias delas na lista, inclusíve já tenho dois restaurantes recomendados marcados para a minha visita ao Porto este fim-de-semana. Muito obrigada a todos. Eu respondi mas por qualquer razão os meus comentários apareceram como anónimo. 

 

Viagens à parte, este fim-de-semana que passou fui a dois eventos que achei mesmo interessantes que gostaria totalmente de recomendar:

 

  • SOMNAI: Eu mencionei este evento no Great Gatsby post e prometi dar feedback, por isso aqui vai ele - vale mesmo a pena! É um teatro imersivo que conta com realidade virtual. Mais não digo porque é preciso passar pela experiência para perceberem bem, e a noção do desconhecido por não se saber bem de que estar à espera, ajuda a tornar a experiência ainda mais interessante. Mas se tiverem um interesse em tecnologia, em teatro e experiiência imersiva, vão gostar do SOMNAI. É diferente de qualquer outro tipo de teatro imersivo onde já tenham ido pelo factor da tecnologia que está envolvida durante a experiência. Os bilhetes são um bocado caros a £50, mas pela decoração, preparação, tecnologia e tudo o que envolveu SOMNAI, até que é um preço razoável. 
  • Paintjam: No sábado foi noite de Paintjam - um evento que decorre em locais abandonados ou em desuso temporário, que conta com a oportunidade de todos de fazer duas pinturas em acrílico durante a noite, com a vantagem de ter um bar e um DJ ao vivo. Portanto torna-se mais como uma forma divertida de passar a noite, que envolve uma actividade interessante. Também gostei bastante. Até descobri que não sou tão péssima na pintura como pensava. Também gostei muito e foi uma boa forma de passar um sábado à noite diferente.

IMG_4585.JPG

Uma das minhas obras de arte à esquerda.

Recomendações para o Porto

Vou ao Porto! Tenho estado com tanta vontade de visitar a cidade do Porto, após mais de 10 anos desde a última vez que lá fui, que no outro dia decidi ir lá no fim-de-semana da Páscoa. Chego sexta de manhã e fico lá até Domingo de manhã, quando apanho o comboio para Lisboa para ir passar o almoço de Páscoa com a família. 

 

Queria ficar numa zona que fosse perto do centro para poder passear principalmente a pé. Acabei por encontrar um apartamento entre a estação de São Bento e a Batalha que me pareceu ser uma boa zona? Como não vou ter muito tempo no Porto penso dar uma volta pelo centro, passar pelos Clérigos e a zona da Miragaia, ir à livraria Lello, aos Aliados, à Ribeira, à Foz, quero ir ver as lojas da Rua da Conceição, passar a ponte D. Luís e fazer uma prova de vinhos a Gaia. 

 

Para os conhecedores do Porto, acham que consigo ter tempo para visitar tambem outras zonas? Se sim, que zonas podem recomendar? E nas zonas que indiquei, conhecem alguns restaurantes, cafés ou bares bons que vale a pena visitar? Pela descrição que li das lojas da Rua da Conceição, parece que vou gostar de visitá-las. Se conhecerem outras semelhantes noutras zonas, adorava ficar a saber delas também. E para a prova de vinhos, existe algum local bom que possam recomendar? E onde ir num sábado à noite? Sabem se vão haver alguns eventos especiais a decorrer no fim-de-semana de Páscoa? 

 

Adorava quaisquer recomendações que possam dar. São todas muito bem vindas. Entretanto fico ansiosa até à visita ao Porto. 

Participar na festa do Great Gatsby

Para quem segue o Instagram do @TugaemLondres, terá reparado no Instagram Stories que esta semana que passou, vesti-me a rigor à anos 20, e fui para a festa do Great Gatsby. É uma festa de teatro imersivo que já está em Londres há vários meses e, juntamente com outras amigas, achámos que seria um bom presente para o aniversário recente de uma amiga. 

 

A peça está planeada decorrer até ao fim de Jullho e, descobri que, para além dos shows normais, também organizam festas especiais, dedicadas só a empresas ou festas de solteiros, etc. 

great-gatsby-drinks.JPG

Já fui a algumas peças de teatro imersivo e gosto bastante. Quanto mais iteração tiver, melhor. Já antes falei aqui sobre teatro imersivo, e o último a que tinha ido fazia parte da Chamber of Flavours, o Juniper Manor (combinava teatro com provas de gin), e antes disso tinha ido a outro evento do Chamber of Flavours mais focado em comida. Também fui ao Alice Underground que leva os espectadores pelo mundo da Alice no País das Maravilhas; fui ver Absent, onde o objectivo era descobrir a vida misteriosa de uma mulher num hotel enquanto percorriamos vários quartos na cave do Shoreditch Town Hall; o You Me Bum Bum Train onde participei como figurante, em vez de espectadora; o Heartbreak Hotel que continua a ser uma das minhas experiências de teatro imersivo favoritas; o Drowned Man de Punch Drunk, também uma das minhas favoritas; e a minha primeira experiência de teatro imersivo foi organizado pela colectiva do Shunt, na sua primeira produção depois do 'Shunt Lounge' que se localizava debaixo da estação de London Bridge, ter encerrado. Já não me lembro do nome da peça, mas sei que se localizava num armazém em Bermondsey e sei que, talvez por ter sido a minha primeira experiência de teatro imersivo, foi também a que considero a melhor. 

 

Portanto, talvez por ter ido a várias destas peças, sou muito crítica da qualidade e experiência de cada uma. Gostei de no Great Gatsby de que a maioria do público se vestiu apropriadamente à época. Também gostei de ter algumas experiências que senti serem semi-privadas, mas mesmo assim, não cheguei a entrar em todas as zonas, e isso deve-se porque é necessário que os espectadores estejam localizados em pé junto aos cantos da sala principal, para terem a oportunidade de ser chamados para os diferentes quartos. Fica a dica de que, se lá decidirem ir, se localizem estrategicamente nos diferentes cantos da sala em cada novo acto. 

 

Sem pensar bem nisso, já tenho, entretanto marcada a minha ida a uma próxima peça de teatro imersivo. Desta vez vai ser uma que vai contar com tecnologia, principalmente realidade virtual e inteligência artificial. Basicamente isso, e o facto da peça se chamar SOMNAI, é tudo o que sei até já. Depois digo se vale a pena.

O que fazer em Londres em Março 2018

O que fazer em Londres 2018.png

 

Ainda não tinha tido a oportunidade de escrever este post, mas aqui ficam algumas sugestões de actividades a fazer durante o resto do mês de Março. 

 

Sufragette City - O que é? Experiência imersiva que vai permitir passar pela experiência de como foi ser uma sufragette. Quando? De 8 a 25 de Março. Quanto? £18.50 Onde? Picadilly Circus

 

St. Patrick's Day O que é?  O dia de celebração do santo padroeiro Irlandês é sempre celebrado com pompa e circunstância na cidade Londrina. Basta irem a qualquer pub Irlandês no dia 17 de Março para se juntarem à festa. Em alternativa podem visitar o festival dedicado ao St. Patrick's Day em Londres que conta com uma parada, exibições, música, etc. Quando? De 16 a 18 de Março. Quanto? Gratuito. Onde? Trafalgar Square. 

 

Pay as you feel market O que é?  O The Bean Shed vai evitar que as frutas e legumes que são imperfeitos para ser vendidos nos supermercados continuem a ser desperdiçados no lixo. Vão buscar essas frutas e vegetais aos supermercados e vendê-las neste mercado pelo preço que voçês estiverem dispostos a pagar como ajuda para esta organização. Quando? A partir de 13 de Março. Onde? The Bean Shed, Hoxton.

 

London Beer Week O que é? 75 bares e cervejarias em Londres participam na London Beer Week, dando aos participantes a oportunidade de fazer uma prova de 3 cervejas por £5. Quando?  De 12 a 18 de Março. Quanto? Passes a £10. 

 

Corrida de barcos Oxford vs Cambridge O que é? Corrida anual no Tamisa entre os estudantes das universidades de Oxford e Cambridge com o apoio da Cancer Research UK. Quando? 24 de Março. Quanto? Gratuito ver a corrida a partir das margens do Tamisa.  Onde? Entre Putney e Mortlake.

 

Páscoa em Londres O que é?  Londres celebra a Páscoa com a apresentação de uma peça de teatro 'A paixão de Cristo' em Trafalgar Square.  Quando? 30 de Março. Quanto?  Gratuito. Onde?  Trafalgar Square.

 

O estado de residência dos Europeus após Brexit

Na semana passada, o jornal Guardian publicou um artigo sobre um novo documento avançado pela Primeira-Ministra, Teresa May, que finalmente veiu dar algumas informações mais específicas relativamente ao futuro de residência dos cidadãos Europeus no Reino Unido após a implementação do Brexit em Março de 2019. É de notar que ainda nada está oficialmente decidido, mas ao menos ficamos a saber quais as intenções da Ministra relativamente à nossa residência. 

Denote-se que vai haver um período de transição do Brexit que começa em Março de 2019 e ainda não tem uma data exacta definida, mas provavelmente será 31 de Dezembro de 2020.

Ficam então as propostas definidas pela Ministra:

  • Os imigrantes da União Europeia que venham morar para o Reino Unido durante após o Brexit entrar em vigor, e desde que ainda venham dentro do período de transição, podem obter um certificado de residência temporária até 5 anos, e se essa fôr a sua intenção, terão que o fazer dentro dos primeiros 3 meses que estiverem a viver no país.
  • Ao ficarem os 5 anos de residência, terão direito, nessa altura de submeter os documentos para pedirem um certificado de residência permanente no país. 
  • Os imigrantes da UE que venham viver para o Reino Unido durante o período de transição, terão menos direitos de trazer família para cá viver do que os imigrantes que já tiverem estatuto de 'residência permanente' por essa altura. Um dos novos requerimentos para trazer família para viver no país vai estar relacionada com a prova de que essa pessoa está a receber o salário mínimo requerido para este efeito, no valor de £18,600 anuais. 
  • Aos imigrantes que vierem viver para o Reino Unido durante o período de transição, vai ser dado o direito de ficarem cá a viver durante 5 anos.

Portanto com tudo isto, significa que ainda vai ser possível vir morar para o Reino Unido até possívelmente o final de 2020, e conseguir ficar cá o número de anos necessários para obter uma residência permanente. Isto também parece aparentar que quem quer que já cá esteja, tenha que também efectuar esse tipo de aplicação para residência permanente, mas de tal não trataram no artigo. Se estiverem interessados em ler o artigo inteiro, aqui está ele.

theresa-may-brexit-eu-residents.PNG

 Fonte: Artigo do Guardian