Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Prémios, prémios e mais prémios!

Nem acredito, finalmente chego a casa com tempo para me sentar e relaxar um bocado. Esta última semana tem side de doidos! Bem, primeiro foram as preparações para uma exposição e depois foi a própria exposição. mas lá acabou finalmente.Com um mês apenas que nos tinham dado para preparar tudo, a pressão era enorme, principalmente nos últimos tempos, mas o resultado foi muito positivo.

 

Como parte desta exposição/congresso "World Low Cost Airlines Congress" havia mais uma cerimónia de entrega de prémios após o jantar. Ou seja, em poucos dias lá fui eu a duas cerimónias de entregas de prémios (mais tarde vim a saber que esta é a "época" dos prémios e todas as industrias decidem-se a ter um prémio qualquer por finais do verão). Enfim, mas também não me vou queixar. É sempre interessante ir a estas coisas. 

 

Já quase no final do jantar, achei estranho quando vejo uma das empregadas de mesa a dirigir-se para o palco. Ela vai mesmo até ao microfone (que nessa altura estava sem ninguém) e começa a falar. Todos param de comer, curiosos com o que a rapariga estava ali a fazer. E ela começa a dizer algo como "ah, estou muito nervosa de estar aqui mas o meu gerente obrigou-me, porque é o meu primeiro dia de trabalho. Ele quer-me obrigar a fazer uma coisa que não quero, estou muito nervosa, nem acredito que vou fazer isto". Ela é só sorrisos envergonhados e nota-se que está muito pouco à vontade da sua situação alí em palco em frente daquelas poucas centenas de pessoas. O público todo continua com um olhar espantadíssimo a pensar o que será que querem que ela faça...? E ela continua: "Pediram-me para cantar uma música, mas eu não sei cantar. Aii, nem acredito que estou a fazer isto". Então lá começa a cantar um bocadinho, mas coitada, não tinha jeitinho nenhum, por isso lá foge do palco passados os primeiros 10 segundos da canção.

 

Vem o apresentador logo de seguida ao palco, a pedir desculpas pelo o incómodo que, não sabia que tinham preparado aquilo e até chegou ao cúmulo de afirmar que deviam ter mais cuidado com a contratação de pessoal. O público chateado com as afirmações do homem começa a fazer "buuuu" em desaprovação quando, de repente, lá desata o apresentador a cantar. E não estava a cantar uma coisa qualquer, estava a cantar ópera! De repente outra voz surge do meio das mesas, e era a tal empregada que, afinal tinha afinado a voz num instante e estava também a cantar ópera. Do lado oposto da sala surge um terceiro, também vestido de empregado que sobe para cima de uma mesa e se junta ao dueto a cantar. E como cantavam!! Totalmente inesperado, e muito bom! Até fizeram que o público participasse colocando-nos a todos de pé com o guardanapo na mão e a abaná-lo de lado a lado ao ritmo da música.

 

Adorei! Espectaculo muito bom mesmo. Quanto aos prémios em si, lá a "RyanAir" ganhou dois prémios, a "Hong Kong qualquer coisa" ganhou "melhor low cost de luxo" (hum,... um pouco contraditório, não?), a Silverjet também ganhou qualquer coisa, e mais uns quantos que já não me lembro.

 

Adorei foi a parte em que o apresentador, antes de entregar os prémios, disse: "Eu sei que muitos de vocês adoram o palco mas... por favor, nada de discursos!"