Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

O meu jantar de Natal em Londres

Como nunca passo cá o Natal, todos os anos, antes de ir de férias para Portugal, tenho feito um jantarinho de Natal para alguns poucos amigos cá em casa. O deste ano decorreu ontem mesmo e, modéstia à parte, devo dizer que não me saí mesmo nada mal com o jantar desta vez.

 

Queria fazer um jantar de Natal tradicional Inglês por isso tinha que incluir o Perú recheado. Como só haviam perús dos grandes congelados e, achei que isso poderia estragar um bocado o sabor da carne, decidi-me a comprar uma das "coroas de peito de Perú" (pelo menos é esse o nome que os Ingleses dão à parte superior do Perú sem contar com as pernas) fresquinha e, pensando que talvez não fosse suficiente para 6 pessoas, comprei também um naco de "gammon" de porco, cuja definição em Português não consigo encontrar mas é basicamente, um naco fumado de uma parte da perna do porco, que é muito semelhante ao fiambre. Para acompanhar servi com couves de Bruxelas, batata e cenourinhas no forno, e a carne foi servida regada com um molho de gravy.

 

Esse basicamente é o prato principal tradicional do Natal inglês havendo algumas variantes. Como outros elementos tradicionais costumam servir-se salsichas enroladas em bacon como entrada, entre outras coisas e para sobremesa o Christmas Pudding e mince pies serão mesmo os mais tradicionais.

 

Neste caso eu resolvi ser um pouco mais original com as entradas e sobremesa e, em vez dos elementos mais tradicionais resolvi servir para entrada "salmon wrapps" em que basicamente barrei uma base de tortilha com queijo para barrar, cobri com folhas de alface, salmão fumado fininho, salsa e sumo de limão; enrolei bem enroladinho, levando umas horas ao frigorífico e depois servi cortado em tiras. Deu imensa côr à mesa e ficou delicioso. Também como entradas fiz uns croquetes de atum e uns canapés (daqueles mesmo de compra que não tinha tempo para fazer tudo).

 

 

Quanto à sobremesa estava sem saber o que fazer até que encontrei no supermercado um molho de Bailey's para sobremesa. Deu-me logo àgua na boca e decidi que o que quer que a sobremesa fosse teria que incluir esse molho. Por isso decidi o resto da sobremesa em torno desse molho e o resultado foram tacinhas com morangos cortados às rodelas e amoras a cercarem três profiteroles recheados de nata, e tudo coberto com um molho castanho de chocolate e o molho branco do creme de Bailey's. Ficou delicioso! Ah, e claro, para completar seguiram-se as mini mince pies com o café.

 

Outro hábito tradicional do Natal Inglês que também tivemos no jantar de ontem, é a abertura das Christmas Crackers (vejam em cima na foto) antes de se iniciar a refeição. Basicamente estas são tubos de certão decorados com cores natalícias, fechadas pelos lados como se fossem um rebuçado grande, e que contêm presentes lá dentro. Para se abrirem as Christmas crackers cada pessoa que está na mesa cruza os braços à sua frente agarrando a ponta do "rebuçado" de cada Christmas Cracker com cada uma das mãos, sendo que a pessoa que está ao lado estará a agarrar na outra ponta. Conta-se até três e puxam as pontas das Christmas Crackers com força até que estas se abram de um dos lados deixando saltar os presentes de lá de dentro. A pessoa que tiver ficado com a ponta e o corpo do "rebuçado" fica com os presentes que lá sairam de dentro e a pessoa ao lado que ficou a agarrar só na outra ponta do "rebuçado" fica sem nada. Entre os presentes é costume encontrarem sempre um chapéu de papel tipo coroa para cada qual manter na cabeça durante o jantar e um papel com uma adivinha ou piada. Os restantes presentes encontrados serão melhores quanto mais tiverem pago pelas Christmas crackers, basicamente.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.