Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

E já terminou a viagem a Istambul

Já voltei a Londres ontem à noite. Depois das primeiras impressões que aqui escrevi no primeiro dia, a viagem continuou à descoberta da capital Turca.

No sábado de manhã começamos por visitar o "Blue Mosque" e a Mesquita de Santa Sofia, seguidos de um passeio pelo palácio, zona ribeirinha, mercado de especiarias com todas as suas muitas cores, e perdemo-nos no meio de um bairro tipicamente Turco. Rapidamente demos com o nosso caminho e encontramos um outro mosteiro do qual andavamos à procura assim como um bar/café Turco bem típico com bancos baixinhos, música ambiente local, muitas shishas e um ambiente agradável frequentado pelos estudantes da universidade que se encontrava também próxima do local. 

 

 

 

 

O passeio continuou ainda com mais uma visita ao Grand Bazzar e um passeio de barco pelo canal do Bosphuro no dia seguinte.  

Nestes dias de passeio descobri que em Istambul existem bilheteiras de monumentos exclusivas para os Turcos, que o Barack Obama apoia uma das lojas do mercado de especiarias e descobri também a razão pela qual os Turcos parecem ser tão vigorosos.

 

 

 

 

De forma geral gostei de Istambul, mas para ser sincera estava à espera de mais da cidade. Pensava que ía encontrar mais zonas históricas, mais edifícios grandiosos que reflectissem melhor a história da cidade, mais zonas com carácter, ruelas típicas e agradáveis, mas em alternativa encontrei antes muitos bairros pouco cuidados e confusão nas ruas. Confesso que, como não vi bem a cidade e apenas dei alguns passeios, não posso generalizar sobre toda a cidade, afinal vivem lá 18milhões de pessoas, por isso de certeza que existem muitos locais interessantes que não faço ideia da sua existência, mas pelo que vi no centro da cidade foi essa a impressão com que fiquei. Depois também o facto dos Turcos estarem sempre a meter conversa para entrarmos nas lojas deles e para lhes comprarmos qualquer coisa também já começava a chatear ao fim de algum tempo. A frase inicial deles era sempre uma das seguintes "Welcome, ladies come in, yes, yes, good price" ou entao "Ola, que tal? Spanish?" ou simplesmente "Where are you from? Spanish?". Ao fim de algum tempo já me estavam a irritar com a mania de que eramos Espanholas, já nem respondia, não valia a pena, e essa era a melhor forma de nos deixarem em paz.

Bem, mas apesar destes dois senãos, gostei muito da viagem e de ter conhecido esta cidade. Foi pena foi ter sido tão rápida. Já estou em casa e algumas das meninas que foram comigo ainda se encontram lá neste momento a deliciarem-se em chás de maçã Turcos, shishas e Baklavas (doces tradicionais) - aguardo os updates do resto da viagem em outros blogs de Tugas Londrinas.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.