Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Estas Inglesas são hilariantes

Diga-se o que se disser, a típica Inglesa é bem diferente da típica Portuguesa. Para pior claro está, que a típica Portuguesa moderna é uma "mulher e pêras" como deve de ser. OK, sendo Portuguesa não estou propriamente a ser muito imparcial. Mas lembrei-me de pensar no assunto hoje quando estava a vir para casa do trabalho. Era por volta das 20h e à minha frente íam 3 Inglesas algures entre os 20 e os 30 anos de idade.

 

Note-se que está frio, OK, não está tão frio como na semana da Páscoa, mas mesmo assim ainda está temperatura para andar de casacão comprido na rua.

 

Notava-se perfeitamente que estas Inglesas estavam prontas para sair à noite. A da esquerda, com uma bruta duma mini mini-saia vermelha, estava com cabelo muito bem arranjado e sapatos de salto altíssimo. A do meio, com o cabelo de raízes muito escuras e o resto do cabelo pintado de louro fortíssimo que quase ofuscava a vista. Muito desengonçada a andar nas suas plataformas, e mesmo asim era a mais "vestida" de todas por ter uns leggings em baixo da saia (sempre ajuda a tapar o frio). A da ponta da direita também de cabelo arranjadinho, estava com as chamadas "hot pants" ou seja aqueles calções mini, muito giros no VERÂO. Mas ela com certeza que pensa que estamos no verão porque para além dos mini calções ainda andava com aquelas sandálias de verão de salto em cunha coberto com um material tipo em corda e com a parte superior em pano (daquelas mesmo boas para levar para a praia ou para saídas em noites de verão).

 

Portanto elas tinham o look todo. Para quem não sabe, as Inglesas, quanto mais frio está, mais despidas elas gostam de andar na rua à noite. Se se imaginar, por exemplo, aquelas noites mesmo de raspar o dente em que se tem que andar na rua de casacão, cachecol, luvas e gorro e mesmo assim quase que não se aguenta de tanto frio. Ora pois é nessas noites mesmo que as Inglesas gostam de sair à noite de mini-saia, top, sem casaco e de sandalinha. Lindo! Se é atenção que elas querem, têm-na toda concerteza.

 

Ora então as meninas vão a andar à minha frente quando a do lado esquerdo pára, descalça um dos seus sapatos de salto altíssimo, depois descalça o outro, e lá vai ela feliz e contente descalça pela rua a fora. É verdade que as Inglesas têm imenso esta mania de andar descalças na rua, mas tipo, ainda eram só 20h e elas estavam provavelmente a dirigir-se para o bar. Será que a rapariga já tem os pés tão inchados assim no início da noite que se justifique descalçar? E mesmo que tivesse os pés em sangue, será que esta gente não pensa nas doenças que podem apanhar por andar descalças na rua? Não pensam nos pregos ou vidros que podem enfiar no pé? Na urina de cão que estão a pisar,.... arghhh. Esta gente é doida.

 

Com o seu andar todo desengonçado enquanto vão rua abaixo as meninas andam devagar e eu passo-lhes à frente. Quanto me cruzo com elas apanho esta parte de conversa: "aii, odeio quando as estradas não têm sinais para peões. Sem sinais parece que não sabemos quando devemos de andar ou parar. Eu gostava era de ter um GPS para trazer na mala quando vou a andar. Bastava ligar o GPS e sabia sempre para que lado devia de ir."

 

Portanto ela quer Navegação a Bordo mas para peões em vez de ser para carros. Ora aí está uma excelente ideia. Aliás nem sei como é que as empresas ainda não pensaram em tal coisa.  Em inglaterra até que a coisa era capaz de resultar principalmente se vendessem os GPS com capas em côr-de-rosa, azul petróleo, verde água, ou outras tantas que é para as meninas quando sairem à rua poderem combinar o GPS com a roupa que estiverem a usar nesse dia.

 

Reformulando o início deste post, as típicas Inglesas nem sequer têm comparação com as típicas Portuguesas. Não conseguem atingir um nível tão elevado, nem mesmo com as suas plataformas.

 

30 comentários

Comentar post

Pág. 1/3