Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

As renovações da casa - Parte I

Entre as renovações da casa, o trabalho, e tentar aproveitar o bom tempo o melhor possível, mal tenho visto o verão passar e já estamos quase no final de Julho! Os updates aqui no blog também têm sofrido com a vida em rebuliço dos últimos tempos por isso aqui venho fazer uns updates. E vão estar relacionados com a nova casa que isso é o que me está a ocupar o pensamento na maioria do tempo. 

 

Como indiquei no último post, a casa necessita de uma redecoração total! A última dona vivia lá há 18 anos e nunca fez nada à casa, nem obras, nem remodelações, nem pinturas, nada. E, segundo os vizinhos que já conhecemos, o dono anterior também tinha feito muito pouco. Resultado, tinhamos comprado uma casa coberta de papel de parede antiquado por quase todas as paredes, incluíndo o tecto em alguns dos quartos, e, segundo o construtor que contratamos para nos ajudar com o projecto de remodelação, era possível que o papel estivesse a agarrar muita parede podre e que, no momento em que o tirássemos, a parede podia cair.  E caíu! 

 

Nem todas as paredes estavam podres, felizmente, mas caíu uma parte do tecto no corredor, caíu um bocado de uma parede no quarto, e caíu uma parede da casa-de-banho que, sendo uma parede de partição, já tinha a madeira quase toda podre por dentro.  Essa parte inícial em que os construtores estavam a retirar todo o papel de parede talvez tenha sido das mais assustadoras porque tinhamos receio do quanto mal estivessem as paredes por baixo e dos custos associados para as arranjar. Mas essa fase passou, pelo que espero que as coisas tenham menos surpresas a partir de agora.

 

Também estamos a colocar uma nova casa-de-banho, que só temos uma, por isso queriamos já aproveitar esta fase inicial em que ainda não estamos a viver lá, para fazer as alterações. A casa-de-banho sem dúvida que tem causado um pouco mais de ansiedade. Devido ao tempo que as coisas demoram para entrega e termos que fazer tudo o mais rapidamente possível, acabei por encomendar certos materiais que não eram exactamente o que queríamos mas eram mais rápidos para entrega. Então estou com receio de como ficar o resultado final. Na semana passada já tinham colocado os azulejos, e parece que não ficam mal, mas os azulejos não foram a única encomenda que fiz como não queria por isso a ver vamos como ficará no final. 

 

A parte da casa que vai ficar menos finalizada vai ser a cozinha. Não podemos fazer tudo para já, portanto, vamos simplesmente pintar os armários da cozinha que já lá estão, esperamos que o fogão ainda funcione para não termos que comprar um novo, e vamos pintar o chão da cozinha que actualmente tem aquele material tipo plástico. Se tirarmos o plástico vai ser muito caro de recuperar o chão de madeira por baixo. Portanto vamos ficar com o mesmo chão para já e só pintamos por cima. É altamente provável que a tinta por cima de um chão plástico se vá quebrar mais cedo ou mais tarde, mas esperemos que quando quebrar já tenhamos poupado o sudiciente para poder remodelar a cozinha como precisa. Até lá, vai ter que ficar assim. 

 

Entretanto já comecei a procurar um inquilino para tomar conta do nosso contrato do apartamento que estamos a arrendar de momento em London Bridge e esperamos poder mudar-nos daqui a cerca de mais ou menos um mês. 

 

Remodelações têm muita parte entusiasmante e stressante em igual medida mas, quanto mais progresso vimos na casa, mais ansiosos ficamos para podermos fazer a mudança. Ficam algumas fotos do progresso da casa-de-banho.

 

Antes das obras

IMG_2821 Medium.jpeg

Depois

IMG_3353 Medium.jpeg

Encontrámos a história da casa-de-banho em papel de parede

IMG_3440 Medium.jpeg

Estado actual

IMG_3581 Medium.jpeg