Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

The Millennium Dome

Lembro-me de estar a ler um dos meus livros de Inglês por alturas do ensino secundário quando li pela primeira vez sobre a Millennium Dome. Era um novo centro de exposições com um enorme espaço localizado em Greenwich em Londres. Esse projecto não correu tão bem quanto esperado e, falhou trazer o número de visitantes esperados o que fez com que o edifício tenha sido comprado pela rede telefónica O2 para criar o que é agora o maior edifício de concertos de Londres. Acabou assim a Millennium Dome e nasceu o O2 Centre com os seus bares, restaurantes, zona para exposições e concertos. 

 

Já lá tinha estado dentro à cerca de 3 ou 4 anos atrás, mas apenas na zona comercial das lojas. Hoje isso mudou e entrei pela primeira vez na arena de concertos do O2 Centre para ver os Red Hot Chilli Peppers. O concerto foi muito bom, mas o facto da arena ser tão grande tornou as coisas problemáticas porque apenas conseguia ver a banda como pequenas formigas no palco, tal era a distância em que eu estava. 

A situação é que apesar do espaço ser muito grande, a maioria dos concertos tem grande procura e, concertos como os dos Red Hot Chilli Peppers é um dos bons exemplos de que como é importante estar online pronto a comprar o bilhete assim que estes são lançados para venda. Isto porque, para já, os clientes da rede telefónica O2 têm prioridade na compra, sendo que a venda dos bilhetes abre um dia antes para eles. Eu por acaso até sou cliente O2 mas como não fui eu que comprei os bilhetes nós perdemos esse dia de avanço. No dia seguinte quando o meu amigo foi tentar comprar bilhetes já não havia a hipótese de comprar bilhetes para estar na audiência em pé, portanto não tivemos hipótese senão ficar sentados. E depois entre o preço escolhido pediu os melhor lugares disponíveis, mas só mesmo quando lá chegámos é que verificamos que "os melhores" lugares disponíveis eram exactamente na ponta oposta ao palco, que apesar de ter a vantagem de se estar a ver o palco de frente, também tem a desvantagem que é o ponto mais distante; e ficamos mesmo na penúltima fila de todas. Sinceramente, nada de aconselhar para quem tenha vertigens. 

 

Portanto fica o conselho, se forem a um concerto na O2 tentei conseguir os bilhetes na plateia que, não só é muito mais giro em termos de experiência de concerto no meu da multidão, como efectivamente há maior possibilidade de se ver a banda mais de perto.