Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

O que fazer em Londres em Janeiro?

 

Com o comeco do novo ano novos eventos enchem as ruas da cidade tal como as celebracoes do novo ano Chines ou do dia da Austrália. Apesar do frio que se sente, chegando aos graus negativos, estao mesmo assim planeadas algumas festividades ao ar-livre se bem que a grande maioria será realizada em espacos interiores. Aqui fica aqui entao uma seleccao do que poderao encontrar a acontecer por Londres este mes e se souberem de mais algum evento interessante, por favor coloquem nos comentários.

 

Época de bilhetes para teatro descontados  O que é? Digamos que é uma espécie de época de Saldos para o Teatro do West End. Ideal para quem é fa de musicais, pecas de teatro, comédia ou danca e aplicavel a todos os grandes teatros da zona do West End de Londres. Quando? A época de precos baixos decorre entre 1 de Janeiro a 13 de Fevereiro.  Quanto? Existem tres tipos de precos disponíveis entre os quais poderao escolher entre as performances disponíveis que sao para £15, £25 ou £35. Onde? Marcar os bilhetes online através do “Get Into London Theatre

 

Feira de Arte de Londres O que é? Feira com mais de 100 galerias que apresentam o seu trabalho em arte Britanica moderna e contemporanea. Quando? De 14 a 18 de Janeiro. Quanto? Bilhete para 1 dia comprado em avanco custa £11 e na porta custa £15. Onde? Business Design Centre de Islington. Estacao? Angel.

  

Celebracoes do Ano Novo Chines O que é? O ano novo Chines tem início a 26 de Janeiro, no entanto as celebracoes em Londres irao ocurrer no domingo 1 de Fevereiro. As celebracoes decorrem em vários locais no centro da cidade e incluem performances de dancas e música, stands de comida e bebida, fogo de artifício, dancas dos dragoes, entre outros eventos. Quando? 1 de Fevereiro das 12h ‘as 18h. Quanto? Gratuito. Onde? Em Trafalgar Square, Leicester Square, Chinatown e Shaftesbury Avenue.

  

Festival Internacional de mímica de Londres O que é? Apresentacoes e espectaculos de varios Mimos de nível Internacional. Quando? De 10 a 25 de Janeiro. Quanto? Precos variam dependendo dos espéctaculos. Onde? No Barbican Centre, No Southbank Centre, Na Royal Opera House e nos Shunt Vaults.

  

Feira de Estudantes Internacionais 2009 O que é? Esta feira tem por objectivo informar e ajudar os estudantes internacionais que pretendam tirar um curso universitário, politécnico ou apenas um curso de Inglês no Reino Unido. Quando? Sábado 17 de Janeiro das 11h às 16h. Quanto? Gratuito quando se registarem online. Onde? New Connaught Rooms em Convent Garden. Estação? Convent Garden ou Holborn.

 

Dia da Austrália O que é? A Austrália celebra o seu dia nacional no aniversário do dia da sua fundação e os Australianos residentes em Londres celebram este dia um pouco por toda a cidade. Quando? Sábado, 26 de Janeiro. Onde? Juntem-se aos festejos no pub Australiano mais próximo da vossa casa. Os pubs Walkabout costumam ser muito populares neste dia.

 

Festa de encerramento do The End O que é? “The End” é uma das discotecas mais conhecidas da noite Londrina que já existe à 13 anos e que vai encerrar as portas este Janeiro. As festas de encerramento no seu último fim-de-semana em funcionamento prometem ser de arrasar. Quando? 23 e 24 de Janeiro. Quanto? Os preços dos bilhetes ainda não estão definidos mas estarão à venda online ou na porta no próprio dia. Onde? O "The End" fica localizado na rua West Central Street, paralela à New Oxford Street. Estação? Tottenham Court Road. 

 

Imaginem uma cidade onde a época de saldos é interminável...

Está confirmado publicamente que este ano, para que os retalhistas consigam sobreviver à crise, vão manter os Saldos até ao mês de Março.

Segundo um artigo pulicado hoje nos jornais, para muitas empresas retalhistas, manterem-se em saldos vai ser a única forma de sobreviverem durante os primeiros meses do ano mesmo que tenham os seus lucros cortados durante um longo período de tempo. E a partir de Março os planos são de continuarem a efectuar promoções cada 2 ou 3 semanas para continuar a incentivar à compra e chamar os clientes às lojas. Ó seja, isto significa que este ano serei parva se comprar alguma coisa que não esteja em saldo porque mais vale ir esperando um bocadinho e vou encontrar sempre produtos descontados. Mas por outro lado, isto pode ser mais uma daquelas técnicas dos tipos de Marketing (ora não seria eu uma tipa de marketing também) que fazem estas campanhas de relações públicas para chamar a atenção do pessoal que adora "bargains" como eu, produzem publicidades enganosas onde indicam "Saldos até 70%" e depois quando entramos na loja deparamo-nos com a realidade de que apenas a porcaria que ninguém quer comprar já de épocas anteriores é que está a 70%, as peças de roupa só com números muito grandes ou muito pequenos estão a 20% de desconto e tudo o resto encontra-se a 0% descontado. Mas apesar de nos apercebermos que fomos enganados, já que ali estamos, mais vale comprar qualquer coisita à mesma para fazer render a viagem. E é assim que estes retalhistas conseguem manter o negócio em época de crise.

A realidade que encontro em Londres

Às 9:30h da manhã de ontem já tinha aterrado em Heathrow para me deparar com um lindo dia de céu limpo muito azul e um sol brilhante. Infelizmente, a acompanhar o lindo sol deparei-me com o seguinte ao chegar a Londres:

  • O frio era tal que o sangue não fluía nos meus dedos.
  • Desde que cheguei a temperatura máxima tem sido 2ºC e a mínima já chegou aos -2ºC.
  • O valor da Libra Esterlina vai de mal a pior encontrando-se agora a valer 1,04€.
  • Se o valor da libra continuar por aí abaixo tão depressa não posso sair da ilha para não andar a perder dinheiro.
  • O preço mensal do passe de metro que até ao mês passado era £93 aumentou para £99.10!!!! Mal queria acreditar quando o representante da TFL me vendeu o passe.
  • E muito mau foi descobrir, ao desfazer as malas, que me tinha esquecido dos meus lindos sapatos novos em Portugal.

Novo ano e o que ficou para trás

E já estamos no ano de 2009. Para trás fica um ano que trouxe algumas coisas boas e muitas más. O primeiro semestre do ano de 2008 principalmente foi o mais complicado com os problemas que tive ao nível das mudanças de casa, alguns projectos aborrecidos no trabalho, e os altos e baixos de uma relação turbulenta  que terminou já no segundo semestre do ano. Depois dessa fase parece que acordei para a vida e tenho tentado aproveitar ao máximo embora sinta que os resultados não foram os suficientes possivelmente porque o esforço para alcançar os meus objectivos também não o foi.

Não costumo fazer resoluções de ano novo, mas desta vez tenho vários objectivos que quero cumprir. Estou mais decidida que nunca de que certas coisas VOU TER QUE FAZER este ano! Não quero mais anos como o passado de 2008 que parece ter sido um ano que simplesmente me passou por entre os dedos.  É certo que as coisas boas existiram em 2008 e estou muito grata por todas elas, mas a vida tem que ser mais do que alguns bons momentos. E se não lutar pelo que eu quero enquanto estou jovem e saudável, quando é que o irei fazer?

Ontem à noite deu-se a entrada no ano novo que, ironia das ironias também não me correu lá muito bem já que alguns acontecimentos me deixaram triste e um bocado em baixo. Mas nem pensar deixar que isto de entrar mal no ano me vá influenciar a minha perspectiva para 2009. Por isso mesmo é que decidi escrever aqui este post. É público. Deitei para fora o que tinha cá guardado e agora tenho que honrar o que aqui escrevi. Talvez tenha ficado um bocado chateada com a noite de ontem mas nada que daqui a uns dias não passe e a partir do momento em que tocar novamente com os pés em solo Londrino vou começar a cumprir os meus objectivos!

Pág. 2/2