Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

É Carnaval, ninguém leva a mal

Consegui passar pelo Carnaval de Notting Hill durante um pouco tempo este fim-de-semana. Já há dois anos que lá nao ía, dado que me tem calhado estar em Portugal nessa data. Mas desta, como adiei a minha visita habitual por uma semana, ainda consegui por lá passar.

 

O Carnaval de Notting Hill é o segundo maior do mundo (depois do Carnaval do Rio de Janeiro) com cerca de 1 milhao de pessoas a visitarem todos os anos. Mas ao contrário do que parece acontecer no Carnaval do Rio, em Londres a parada carnavalesca nao tem o centro principal. Por cá parece que tudo o que as pessoas tem em mente é conseguir passar por entre a multidao para chegar as zonas dos "sound systems", ou seja, palcos de DJs nas ruas, onde se formam as "discotecas" ao ar-livre.

 

O ambiente é super animado e simpático, com estranhos a dancarem uns com os outros, abracarem-se, sorrirem... A música oficial acaba cedo pelas 19h, para deixar os residentes descansar e haver tempo para se limpar o imenso lixo criado nas ruas durante os dois dias de Carnaval, e Notting Hill poder voltar ao seu aspecto bonito, impecável e composto na manha de terca-feira, como se o mundo de carnavaleiros nunca tivesses passado de um sonho (ou pesadelo, para muitos dos residentes e retalhistas que todos os anos temem pela seguranca das suas propriedades durantes os dois dias de Carnaval). 

 

Apesar de terminar cedo, alguns residentes e carnavaleiros nao queriam cumprir com os horários, e, enquanto me movimentava para sair da zona do festival, ainda apanhei com vários "sound systems" versao doméstica, ou seja, simplesmente grandes aparelhagens que alguns residentes tinham em casa e colocaram a tocar com o volume no máximo, para que as pessoas podessem concentrar-se em frente 'as suas casas a dancar e a festa continuar. Um desses "sound systems domésticos" com que me deparei foi super divertido até porque as pessoas estavam a dancar aquela coreografia que se costumava dancar em Portugal há uns anos atras sempre que dava uma música com uns sons Africanos nas discotecas. Difícil de explicar que coreografia estou a falar porque acho que nao tem qualquer nome em específico, mas todos dancavam aquela coreografia 'a uns anos atrás (nao sei se ainda é habitual ou nao, mas imagino que ocasionalmente se dance). A polícia bem que vinha a estes "sound dystems domésticos" para tentar parar com eles. Eles nao pareciam estar muito motivados para que a festa continuasse. Claro que as pessoas nao queriam obedecer e os polícias tiveram que baixar guarda um pouco, mas afinal, é Carnaval, ninguém leva a mal.

 

 

Carnaval de Notting Hill

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.