Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Nova flatmate e novo estagiário

A tal nova flatmate já se mudou cá para casa este fim-de-semana. Ainda não posso comunicar muito sobre a experiência de viver com ela porque, ao fim de 4 dias ainda só a vi 2 vezes no máximo durante 10 minutos ao todo. Algo me diz que esta vai-me sair parecida com a Caroline (a rapariga que ela vem substituir), ou seja, passa em casa practicamente só o tempo de ir dormir, e é quando passa. Mas se assim fôr devo dizer que não me importo mesmo nada. É que acho que essa até era uma das razões porque gostava tanto de viver com a Caroline - como nunca estava em casa também nunca fazia desarrumação, quando estava era super conversadora e simpática. Era impossível ter qualquer coisa de que me queixar dela. Além disso assim eu fico mais vezes com a casa para mim quando o meu outro flatmate também não está, o que de vez em quando também sabe bem. Esta também do pouco tempo que tive com ela foi muito simpática. Portanto, será mesmo uma questão de deixar o tempo passar para ver como será a experiência de viver com ela. 

 

Em simultâneo, no início deste mês também recebi um novo estagiário lá no trabalho. Nos últimos meses não tenho falado sobre a experiência com os actuais estagiários porque foram impecáveis e não eram mal-cheirosos como o outro. Coitado do rapaz, lá estou eu outra vez a falar do assunto após estes meses todos, mas efectivamente, a experiência a esse nível foi tão má que é difícil de esquecer.

 

Os dois estagiários dos últimos 6 meses eram ambos Franceses, um rapaz e uma rapariga. A rapariga era mais calada e dava-se bem com o trabalho e com os colegas, mas é o rapaz que sobressaiu muito. Ele só se vai embora no final do mês mas acho que para ele toda a gente do escritório vai ter pena ao despedir-se dele já que o rapaz é mesmo um amor de pessoa. Anda pelos seus 21 anos e tem uma carinha ainda meio adolescente, sempre com um sorriso de orelha a orelha. Também se tenta integrar em tudo o que é evento da empresa (tipo idas ao pub após o trabalho) e rapidamente ficou a conhecer todas as pessoas da empresa. Além de que agora já está um expert em tudo o que é actividade necessária e por isso, vai-me custar também vê-lo partir no fim do mês.

 

Quanto ao novo estagiário (também ele Francês) vem substituir a Beatrice que já terminou o estágio antes do Natal. Com este novo estagiário é que ainda não estou muito convencida. Mão sei não mas estou com receio de que desta vez tenha escolhido mal. Ele parece ser um bocadinho difícil. Diz que sim, que percebe, a tudo, mas depois quando termina as actividades reparo que ele afinal não percebeu assim tão bem. Mas faço figas para que esta só seja uma impressão inicial e que vá melhorar com o treino. O tempo dirá. Se eu não escrever mais sobre ele será um bom sinal, agora se ele fôr complicado, não vou ter escolha senão desabafar por aqui para deixar sair as frustrações.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.