Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Devido aos resultados da noite passada não há verão 2008 para Inglaterra

Já o mundo inteiro sabe que Inglaterra não ficou apurada para o Euro 2008 depois de ter sido derrotada ontem pela equipa da Croácia. Pela Croácia!! Parece incrível, mas enfim, os Croatas até jogaram bem e mereceram a victória. Desde haverem choros cá por casa às notícias não terem falado de outra coisa o dia todo, eu não pensava era que a derrota de Inglaterra ía criar tal reboliço como o que aconteceu hoje lá no escritório.

 

Logo de manhãzinha, quando olho para a porta do escritório dos Alemães (temos lá uns quantos Alemães a trabalhar na empresa e desterramo-os todos para o mesmo escritório, daí o nome) vejo um recorte de jornal afixado na porta:

 

 

 

Como a imagem está um pouco desfocada transcrevo: "Due to last night results summer 2008 is cancelled".

 

Ora estando a porta deles virada para o corredor principal e bem perto da cozinha, onde toda a gente passa, claro que estava ali bem para se ver. E o efeito que eles queriam resultou porque as pessoas paravam junto à porta para ler o artigo. Ora mas os problemas começam quando o departamento de Recursos Humanos não acha piada à brincadeira e manda um e-mail para a empresa toda a dizer algo do género "A nossa empresa tem pessoas de várias nacionalidades e, como tal, não parece correcto que sejam feitas insinuações descriminatórias com os colegas Ingleses relativas ao Euro 2008 como está o artigo do escritório no.X e que a pessoa responsável faça o favor de o retirar."  A mensagem era muito mais longa do que isto mas resumidamente era algo desse género. Ora mas ninguém tirava o papel da porta e passado pouco tempo ficou o caldo entornado quando um dos Alemães respondeu ao email também fazendo cópia para a empresa inteira a dizer que estava negativamente surpreendido com o email que a(s) pessoa(s) responsáveis tinham mandado já que obviamente essas pessoas não percebiam o verdadeiro espírito do futebol e que as pessoas para as quais o artigo era direccionado perceberam a ideia e que esse artigo tinha sido publicado nessa manhã num jornal Inglês pelo que, as acusações de descriminação eram completamente descabidas e demasiado sérias. Disse também que se o departamento de RH tinha algum problema com o artigo deveriam ter ido falar pessoalmente sem ser necessário fazer passar o mail pela empresa inteira.

 

Uuuiii, pois é, aquilo foi ali uma discussão valente, mas claro que os emails pararam por ali e depois lá resolveram a situação entre eles. Enfim, a confusão que aquilo criou durante toda a manhã foi impressionante. Acho que os Alemães nunca mais vão ter ideias de colocar o que quer que seja afixado à porta mas na minha opinião os Recursos Humanos também exajeraram na dose.

 

Aparte das chatísses associadas ao futebol Inglês, hoje foi também o dia de acender as luzes de natal de Bond Street. Este é provavelmente o acontecimento de acender luzes de natal mais publicitado de Londres este ano por isso, e já que até não é longe do trabalho, passei por lá para dar uma vista de olhos.

 

 

A rua estava cheia de gente e bem decorada, não tanto pelas luzes principais da rua mas mais pelas decorações das próprias lojas que, como se sabe correspondem a todas a marcas de designers famosos, joalharias, sapatarias onde o sapato mais barato é uma chinela de £150, entre outras tantas variedades de lojas.

 

 

Desde músicos nas ruas que tocavam baladas de natal ou músicas clássicas, a manequins vivos nas lojas como era o caso da Emporio Armani que colocou nas montras 2 pessoas em cada montra. Numa das montras o casal estava a brincar com a neve e atirá-la para o ar. Na segunda montra estavam um rapaz e uma rapariga empose quase de estátua, ele com uma snowboard na mão e ela como a acompanhante. Já na montra da Boucheron os manequins (um masculino e outro feminino) estavam a aproveitar a sua sensualidade atrair o público para dentro da loja.

 

 

Estava sem dúvida interessante e o toque de estar a "nevar" ao longo de toda a rua veiu sem dúvida aumentar o espírito natalício de todos os visitantes à rua.

 

Ah, já me ía esquecendo, a rapariga que era para ficar com o quarto cá em casa, afinal fica a viver com o namorado. Ou seja lá tivemos que voltar quase à escala zero, mas felizmente ontem à noite encontramos novamente a pessoa que deveria ficar com o quarto que, na minha opinião suspeito que irá ser ainda um melhor housemate do que a rapariga. Este é um Inglês, de 34 anos que trabalha em desenvolvimento de negócio para uma empresa de creativos e impressão, muito simpático e calmo que parece irá ser muito arrumadinho também. Ou pelo menos espero que assim seja. Como também é mais velho do que o restante pessoal cá de casa, deverá também ser mais responsável portanto estou a contar com isso.

 

Ahh não acredito, agora mesmo, já ía eu fechar o post, recebi uma mensagem dessa rapariga que era suposto ficar com o quarto a dizer que afinal já não vai ficar a viver com o namorado e quer saber se ainda tem o quarto disponível. Arghh, não! Também com esta história toda de primeiro dizer que sim, depois diz que não, depois diz que sim novamente, também não parece ser de grande confiança por isso também já não queria que ela viesse viver para cá. Bem, cá ficamos com o rapazito então, a que vou chamar aqui no blog como o Inglês no.2. 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.