Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Por vezes ter housemates é tal como na série Friends

Tinha que acontecer, e foi esta semana que a notícia chegou aos ouvidos de mim e dos restantes cá de casa - um de nós, após mais de 1 ano a vivermos juntos vai mudar de casa. E é mesmo o Austriaco no. 2, aquele que mete a música alta (ver "viver com housemates não é bem como se vê na série Friends - Parte 2" no arquivo de Agosto).

Pois é, ele quer ir viver numa espécie de armazém convertido em casa assim muito design ali para os lados de Hackney, onde vai ficar a partilhar com mais um amigo, por isso, lá terá que ser.

 

Não posso dizer que não fiquei um bocado triste. Tudo bem ele é um bocado barulhento por vezes, e tal, mas mesmo assim o rapaz é espectacular. Sempre tudo "peace and love", nunca discute com nada, para ele está sempre tudo bem. Agora vai ser dificil encontrar outro igual.

 

Como ele já vai daqui a uma semana fomos ontem fazer uma noitada de despedida, todo o pessoal cá de casa. Lá lhe escrevemos o postalinho da praxe e dirigimo-nos para o primeiro pub que encontramos á frente, para começar a atestar os níveis de alcool acabandopor parar a noite numa espécie de bar/discoteca local que é basicamente "o nosso sítio". Practicamente de todas as vezes que fomos sair juntos acabamos por parar sempre lá, então ontem claro que não podia ser excepção.

 

E como de cada vez que saimos juntos, foi espectacular. Claro a acabar a noite com o pessoal mais para lá do que para cá que de tanto alcool ingerido que até andamos a conversar com os "Street Pastors" (nunca os tinha visto antes, mas basicamente andam a pregar a sua religião ao pessoal da noite). Ainda perguntei a um deles se de facto já conseguiu convencer muitas pessoas de que deveriam seguir uma vida mais religiosa. Ao que ele me respondeu, depois de uma pausa que, "ah e tal, às vezes consegue-se ter conversas interessantes, e quero acreditar que as pessoas com que falo ganham algo com isso,..." ou seja, a resposta é Não! Bem, mas de qualquer forma, eles lá estão a fazer o que gostam e se se sentem melhor consigo próprios por estar a falar com pessoas aleatórias no meio da rua à noite, isso é lá com eles.

 

Não fomos para casa sem antes ir ao belo do kebab, que isso já é uma tradição da casa. Rimos, divertimo-nos, a namorada do Inglês caiu no meio da estrada porque estava a tentar imitar o Austriaco no.1 que estava a cair para o lado de sono e bebedeira, mas claro, como ela própria não estava lá muito bem, ao tentar imitá-lo ela é que caiu mesmo.

 

Enfim, histórias que lá nos entreteram no caminho de volta para casa. De facto damo-nos muito bem quando vamos sair juntos, só é pena não o fazermos frequentemente.

 

Agora o Austriaco no.2 lá vai sair, e já estamos a começar na fase de tentar encontrar uma nova pessoa para se mudar. Desta vez já nem quero uma pessoa divertida para sair nem nada do género, que já há loucura que chegue cá em casa. Acho que vou anunciar a pedir para um rapariga jovem de boas familias, católica, que goste de fazer limpezas e preferencialmente bibliotecária vir para cá morar. Soa-me ao perfil de pessoa ideal neste momento. Se alguém conhecer uma pessoa com este perfil que esteja à procura de casa por favor diga.

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.