Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Um fim-de-semana prolongado sem planos que soube bem

E está o primeiro fim-de-semana prolongado do ano já quase a acabar. O fim-de-semana da Páscoa conta sempre com 4 dias seguidos de folga (a sexta e a segunda são feriados) para muitas pessoas. Uma grande parte das pessoas aproveitam estes 4 dias seguidos para viajar de forma a estar mais dias fora sem necessitar tirar dias de férias oficiais de trabalho. Não foi o meu caso este ano, e ainda bem que não marquei férias para fora porque a temperatura em Londres esteve simplesmente espectacular! Sinceramente, até que não tinha feito grandes planos para o fim-de-semana, mas isso permitiu-me fazer o que me apetecesse na altura e fazer planos de última hora que transformaram estes quatro dias numa delícia. Londres simplesmente é uma cidade inacreditável onde há sempre tantas oportunidades de estar envolvido com a cidade que quem não quiser estar aborrecido, pode encontrar sempre algo interessante. 

 

O fim-de-semana começou na quinta-feira à noite a celebrar o aniversário de um amigo no The Leyton Star. O pub é dos mesmos donos que o Star of Bethnal Green (o mais antigo e muito reconhecido pelas suas boas noites. É também um pub que organiza uma festa de rua todos os anos num dos feriados de Maio, portanto vejam no facebook do pub para detalhes), e o The Star of Hackney Downs que também é muito bom e fica junto ao parque que lhe dá o nome. O The Leyton Star tem um bom beer garden, um espaço para Karaoke e festas e é um pub muito descontraído. 

 

Para a Sexta-feira pesquisei por um passeio de bicicleta em Londres que fosse relativamente fácil, bonito, e não muito longo, para evitar ter que alugar uma 'road bike'. Entre uma lista de rotas criadas pela TimeOut encontrei uma que correspondia a todos os requisitos - o Wandle Trail - que começa em Wandsworth e vai até ao Wandle Park em Croydon. São 20km percorridos num percurso relativamente direito ao longo do rio Wandle e que passa por 10 parques diferentes. Muito bonito e agradável. 

 

IMG_9942.JPG

 

No Sábado fui fazer de 'modelo' para o vídeo-clip que uma amiga que é cantora, estava a fazer nesse dia. O seu nome artístico é Mee and the Band e ela precisava de mais pessoas para o vídeo-clip e como eu estava livre fui ajudar. Foi uma experiência engraçada participar nas filmagens e agora estou ansiosa para ver o resultado final a sair em Maio. Durante essa tarde ainda aproveitei para ir ler para o parque para aproveitar o sol maravilhoso e terminei o dia numa 'dinner party' em casa de amigos. 

 

IMG_9959.JPG

 

O Domingo foi dia de pic-nic no parque seguido de jantar com amigos e a Segunda-feira foi o dia que deixei para tarefas da casa e organização para o casamento, mas mesmo assim consegui ir ao parque durante umas poucas horas com amigas. Simplesmente tem estado calor demais para não estar no parque, então não havia hipótese. Adorei todos os momentos da acção no parque. 

 

IMG_9990.JPG

 

Este fim-de-semana descansado soube muito bem e sinto-me energizada para voltar ao dia-a-dia de trabalho amanhã 

As damas-de-honor e a busca do vestido

bridesmaids-movie.jpg

 

Convidei cinco amigas para serem as minhas damas-de-honor para o casamento. Em vez de juntar um grupo de amigas onde todas se conhecessem, preferi convidar um grupo de representantes de diferentes partes da minha vida. Assim sendo, uma é uma amiga de Portugal, que conheci através do meu grupo de dança hip-hop, passávamos muito tempo juntas, introduzimos os respectivos grupos de amigos, e após quase uma década e meia fora do país, ainda é das poucas amigas que tento ver sempre que volto a Portugal. É a representante da minha vida em Portugal.

 

As restantes damas-de-honor conheci já em Londres. Uma é também Portuguesa e conheci-a através do blog, talvez durante o primeiro ano de ‘vida’ do Tuga em Londres :-) Ela também tinha um blog na altura, e um dia, após ler um post que tinha escrito sobre uma festa a que tinha ido em Elephant & Castle, ela escreveu-me a dizer que também vivia ali na zona e a perguntar se quería ir tomar café. Fomos, e ficámos amigas a partir daí. É a representante do meu blog e uma das minhas coneções com Portugal e com a língua Portuguesa aqui em Londres.

 

A terceira, conheci alguns meses mais tarde, num encontro do grupo ‘New Girls in London’ do meetup.com. Acho que esse grupo específico já não existe, mas ainda há muitos outros semelhantes no site. Ela é Francesa e vivia na mesma zona que eu em Clapham. Decidimos voltar a encontrar-nos e ficámos muito amigas desde então. É a representante dos meus dias de festa, viagens, noitadas e afins.

 

A quarta e quinta damas são amigas Inglesas que conheci através do meu grupo de dança de Swing. O nosso grupo era muito regular e todas as quartas à noite nos encontrávamos no mesmo local para dançar e socializar. Aos poucos e poucos, começámos a encontrar-nos para outras ocasiões não relacionadas com a dança e, passados cerca de 6 anos ainda somos muito amigas e vemo-nos frequentemente (muito ocasionalmente ainda vamos dançar). São as minhas representantes da dança e da minha vida no Este de Londres. 

 

Assim está formado o grupinho de amigas que me fazem lembrar tantas partes e momentos diferentes da minha vida e que estou super entusiasmada por terem aceito ser minhas damas-de-honor.

 

Como a minha cor favorita é o amarelo, queria muito que elas se vestissem de amarelo no casamento, mas infelizmente o amarelo não é das cores mais populares para vestidos de damas-de-honor, pelo que tem sido complicado encontrar um de que todas gostem. Felizmente este ano até que a cor amarela está na moda, portanto ainda se encontra alguma coisa pelas lojas, mas não muito.

 

Começámos por experimentar comprar online, mas rapidamente descobrimos que os vestidos que parecem lindíssimos vindos da Ásia, nem sempre têm a qualidade que aparenta nas fotos. Por isso lá tive que fazer umas encomendas e imediatos retornos. O website da Asos até que tem vários vestidos amarelos, mas tentámos fazer a encomenda tarde demais porque já não havia os tamanhos mais comuns disponíveis no site quando fomos tentar encomendar.

 

Então decidimos ir ontem fazer a ronda das lojas em Oxford Street. Para evitar perdermos tempo, eu tinha pesquisado nos websites das lojas, quais as marcas que tinham vestidos amarelos com potencial para ser o nosso vestido de escolha. E foi logo na segunda loja que elas encontraram o seu vestido de escolha, que ficou bem a todas, apesar dos seus estilos de corpo e complexidade de pele serem diferentes. Ainda fomos ver mais umas lojas pelo sim, pelo não, mas não encontrámos mais nenhum de que gostássemos tanto, e portanto ficou o facto resolvido na volta à segunda loja. Acho que nenhuma de nós estava a contar efectivamente encontrar jontem o vestido, muito menos um mesmo vestido de que todas gostassem. Até pensei que teríamos que comprar vestidos diferentes, mas não foi necessário, o que é óptimo!

De vestidos tratados, agora falta ainda tratar de acessórios para cabelos etc., mas isso deverá ser fácil, espero.

 

Entretanto elas agora andam de muitos segredos a preparar a minha Despedida de Solteira, que vai ser já daqui a duas semanas! Só sei que vamos passar o fim-de-semana fora de casa, mas não sei onde. Perguntei-lhes o que eu devia preparar para levar vestido, mas elas disseram que eu não precisava de levar nada, o que me fez ficar um bocado assustada com a ideia de que me devem ir fazer vestir com uma fatiota qualquer. Até estou com um bocado de receio.  A ver…

 

O que fazer em Londres em Abril 2019

O que fazer em Londres-primavera.png

 

Desde novos locais para beber e comer ao ar-livre este verão, até eventos com a família esta Páscoa, e até a oportunidade de votarem na vossa obra de engenharia de Londres favorita, fica em baixo a minha selecção de eventos para este mês.

 

Vinegar Yard O que é? Um novo espaço de street food e mercado de artesanato que abriu este mês junto à estação de London Bridge em St. Thomas Street. Vai ficar aberto todos os dias ao longo do ano inteiro e conta com zona coberta e zona ao ar-livre. Imagino que vá ser bastante popular para ir tomar uma bebida ao ar-livre naqueles dias solarengos. Onde? London Bridge.

 

Corrida de barcos Oxford x Cambridge O que é? Tradicional corrida de barcos de remos entre os estudantes das universidades de Oxford e Cambridge no Rio Tamisa. Quando?  7 de Abril. Onde? Os espectadores podem ver a corrida na zona de Hammersmith e Putney.

 

Instalação - Tonight the WorldO que é? Instalação interactiva onde a artista retrata a experiência que a avó passou na Checoslováquia, na altura em que teve que fugir de sua casa durante a invasão Nazi. Quando? Até 7 de Abril. Quanto? Gratuito. Onde? Barbican Centre 

 

Underbelly Festival O que é? Quando começa o Underbelly Festival na Southbank, é sinal que o verão está a chegar. localizado junto ao Southbank Centre, o Underbelly Festival conta com uma tenda com teatro, comédia, performances burlescas, e um pátio ao ar-livre para comida e bebida ao longo de todo o verão. Quando? Até 29 de Setembro. Quanto? Preços de bilhetes dependem do evento. Onde? Southbank.

 

Em conversa com Michelle Obama O que é?  A antiga Primeira Dama dos Estados Unidos da América vem a Londres para falar da sua experiência de vida desde a sua infância até aos dias no Casa Branca e a sua influência no trabalho no país, na sua família, etc. Parece que vai ser uma palestra interessante para quem poder pagar o preço do bilhete. Quando? 14 de Abril. Quanto? De £96 a £486. Onde? O2 Arena em North Greenwich 

 

Dia de São George O que é? As celebrações do Santo Padroeiro de Inglaterra vão decorrer na Trafalgar Square e contam com performances de artes contemporâneas e tradicionais, incluindo performances dos cantores do West End, os finalistas do programa de televisão 'Greatest Dancer' vão dançar e, para além do palco principal, ainda podem contar com uma tenda para crianças, outra tenda de comédia, e outra ainda de dança e histórias. Quando? 20 de Abril. Quanto? Gratuito. Onde? Trafalgar Square.

 

Cerejeiras em Flor em Londres O que é?  Para quem segue @tugaemlondres no Instagram, deve ter reparado que no fim-de-semana passado andei a passear de bicicleta em busca de zonas com cerejeira em flor, que adoro vê-las. Ainda estão muitas bem abertas e outras ainda por abrir por isso conto que se mantenham por Londres pelo menos por mais umas duas semanas. No link indicado encontram um post da TimeOut que conta com as zonas mais prováveis para encontrar muita cerejeira em flor. No meu caso, na semana passada fui para a zona de Crouch End. 

 

Horniman Easter Fair O que é? para quem procura um fim-de-semana de Páscoa divertido com as crianças, o Horniman Museum é uma boa opção porque, para além do museu em si ser interessante, nos seus grandes jardins vai decorrer uma corrida aos ovos da Páscoa, vai haver uma peça de teatro para crianças, e vai haver também uma feira de Páscoa, para além doutras actividades. Quando? 20 e 21 de Abril. Quanto? Algumas actividades são gratuitas outras pagas, mas a preços simbólicos. Ver site para detalhes. Onde? Forest Hill.

 

Maratona de Londres O que é?  A maratona de Londres é sempre um evento importante que, muitos dos residentes de Londres, quer queiram ou não, acabam por ver passar, visto que o percurso passa por muitas das estradas do centro e Este de Londres, e inevitavelmente os transportes públicos ficam afectados. Para quem quer ir ver os corredores passar e dar apoio, as melhores zonas, são aquelas mais fora do centro, visto que no centro está sempre tanto público que é difícil de ver bem os corredores. Houve um ano que fizemos um placard de apoio para uma amiga que ía correr, mas como estávamos na zona de Tower Bridge onde havia tantas pessoas, ela nem sequer nos conseguiu ver.  Quando? 28 de Abril. Onde?  O percurso começa em Greenwich Park, vai até Woolwich, volta pela margem até Tower Bridge onde percorre até à Isle of Dogs e depois retorna novamente até terminar junto ao Buckingham Palace. 

 

Prémios de Engenharia Civil de Londres O que é? Não se trata de um evento, mas sim da oportunidade de envolver o público, ao contar com a sua opinião nos projectos de Engenharia Civil de Londres que trouxeram um impacto positivo para a cidade. Desde Coal Drops Yard, ao novo sistema de tratamento de esgotos de Londres, cada um dos projectos nomeados para o Voto do Público trazem muitos benefícios para Londres e para a comunidade envolvente. Podem votar no projecto que achem que merece ganhar no link indicado. Quando? Podem votar desde já até 28 de Abril.

Fim-de-semana no Peak District

Este fim-de-semana passado alugámos uma casa de campo com um grupo de amigos para lá relaxar, passear no Peak District, jogar jogos, e passar umas horas à lareira à conversa. Foi óptimo! Apenas a duas horas de Londres, e a sensação de estar numa zona tão calma sabe mesmo bem. 

 

Escolhemos o Peak District para poder aproveitar fazer um passeio que nos oferecesse uma daquelas paisagens de cortar a respiração, e conseguimos esse efeito ao chegar a Stanage Edge, localizado no topo de uma das montanhas onde estávamos rodeados de verdura. É também uma zona muito popular para escalada que as rochas nessa zona eram muito dramáticas e haviam imensos grupos de pessoas que estavam dedicadas a alcançar o topo pelas rochas. 

 

Ficam algumas fotos do fim-de-semana:

IMG_9678.JPG

IMG_9677.JPG

986de110-c38c-4cbd-a9ff-23bb4aed0b7a.jpg

IMG_9601.JPG

IMG_9638.JPG

IMG_9647.JPG

Preparações para o casamento - Parte II

Este fim-de-semana fui a Lisboa tratar dumas coisas para o casamento numa visita que não demorou nem 24 horas. Nem tinha bem reparado que ía tão de fugida até os meus pais fazerem mencionarem o assunto  Mas enfim, por vezes tem que ser. Então, assim que cheguei ao aeroporto, fui deixar o noivo para ir almoçar no Campo Pequeno, enquanto fui fazer a minha primeira prova do vestido.

 

O pequeno problema é que me tinham deixado o vestido apertadíssimo. Das duas uma - ou pensavam que eu precisava de emagrecer um bocadão até à data do casamento, ou tiraram mal as medidas, que aquilo estava tão apertado que até me saltou um botão 

 

Com as medidas voltadas a tirar, só me resta esperar que para a próxima prova, em Junho, a coisa já esteja certa. 

 

Em seguida foi a vez da visita à quinta, que o noivo ainda não tinha visto. Stress! Mas ele gostou muito e eu também até gostei mais de a ver desta vez do que da primeira vez que lá tinha ido. O que a visita me fez aperceber é que ainda tenho muitas mais coisas para tratar do que aquilo com que estava a contar. Mas nesse sentido, ainda bem que fui lá já em Março para não ter que deixar a coisa tudo muito para a última da hora. 

 

Agora uma parte que estou a achar um pouco mais complicada de decidir/saber bem o que fazer, do que o que inicialmente pensei, é a cerimónia em si. Nós vamos fazer uma cerimónia simbólica de casamento, e vai ser um amigo que nos vai ajudar a liderar a cerimónia, mas tenho conseguido encontrar menos informação sobre o que fazer/o que dizer do que aquilo que estava à espera. Encontro várias ideias de partes para a cerimónia, mas o passo a passo do que fazer em ordem e ideias sobre os textos a utilizar, está a ser mais complicado. Se alguém tiver feito ou visto alguma cerimónia do estilo, adorava saber como foi. 

 

via GIPHY

As últimas do Brexit - a saga continua

Os últimos votos no parlamento Britânico relativamente ao Brexit indicaram que os deputados não querem aceitar o acordo negociado pela Primeira Ministra mas também não querem sair sem um acordo.

 

Estamos a pouco mais de uma semana para a data em que temos de activar o processo de saída da união europeia, mas o parlamento votou a favor de prolongar essa data. No entanto, a Ministra insiste que quer que o governo aceite o acordo estabelecido por ela por isso vai lançar um terceiro voto ao seu acordo e até lá, vai tentar novamente convencer os seus deputados que essa é a melhor opção. A União Europeia, entretanto, está furiosa com a decisão de Theresa May, porque não lhe vai dar o tempo suficiente para fazer uma boa decisão relativa à permissão da extensão. Donald Tusk, Presidente do Concelho da Europa está disposto a oferecer ao Reino Unido uma longa extensão da sua saída da União Europeia para dar tempo aio Reino Unido para estabelecer unanimidade no país e repensar a sua posição relativamente à União Europeia, mas não estava preparado para que a Theresa May tentasse ganhar o voto do seu acordo uma terceira vez! 

 

Se Theresa May conseguir que os deputados acordem desta vez no seu acordo proposto, vai então pedir uma extensão do prazo de saída da saída da União Europeia para 30 de Junho apenas para preparar o actual acordo melhor antes da saída. Mas se os deputados não acordarem ou se o governo europeu não oferecer a extensão requerida, ainda estamos com a possibilidade de encarar uma saída a 29 de março sem qq acordo, ou então colocasse a opção do Reino Unido extender a data de saída da UE para uma data indefinida.

 

A União Europeia está a aconselhar que façamos outro referendo no Reino Unido relativamente à nossa presença na União Europeia. Na sexta-feira alguns dos deputados tentaram fazer com que votassem contra a total possibilidade de haver um segundo referendo mas felizmente o 'speaker' do parlamento evitou que isso acontecesse. Digo-vos, adorava que houvesse novo referendo relativo ao Brexit. E desta vez eu poderia votar! Assim como muitos mais Europeus que entretanto, como eu, também tiraram a cidadania Britânica. Mas a minha esperança que isso aconteça ainda é muito, muito pequena. A quantidade de tempo, dinheiro público e recursos em geral que têm sido gastos no Reino Unido nos últimos três anos para prepararem a saída do país da União Europeia tem sido imenso, e nem que seja pelo simples facto de orgulho do Partido Conservador, parece-me que nunca que eles vão dar o braço a torcer e deixar o povo votar novamente quando já investiram tanto no Brexit. Caso o voto desta vez fosse para permanência, o que eu acredito que fosse, este partido e Governo nunca seria esquecido na História do Reino Unido por todas as más razões. 

brexit-saga-continua.jpg

Imagem retirada do site theconversation.com

A data do Brexit está a chegar, e agora?

Absolute shambles! É a expressão a ser utilizada mais frequentemente pelos Britânicos em referência ao estado actual do Brexit. 

 

O referendo decorreu em Junho de 2016. Quase 3 anos mais tarde e, a 2 semanas da data final em que supostamente teriamos que começar o processo de saída da UE, ainda não foi alcançado qualquer acordo com a União Europeia sobre a nova relação entre o Reino Unido e a UE após Brexit. Em Janeiro, o acordo negociado pela Primeira Ministra foi altamente rejeitado pelo Parlamento, principalmente pelo facto de que o acordo näo ía garantir a paz entre Irlanda e a Irlanda do Norte por trazer barreiras entre os dois países. Entretanto a Primeira Ministra alcançou mais algumas mudanças no acordo com a UE e este acordo foi novamente a votos ontem. Como não podia deixar de ser, a proposta do seu acordo foi altamente rejeitada. 

 

Portanto, não temos acordo, mas a data de saída da UE está marcada para dia 29 de Março. Ora, isso levanta a pergunta - saímos da UE mesmo sem acordo? Isso levou a outro voto no Parlamento hoje, e a maioria dos deputados votaram a favor de não sairmos sem acordo. Surprendeu-me que esse voto não tenha tido uma margem maior do que a que teve, mas assim foi. 

 

Agora amanhã vai haver um outro voto no Parlamento relativamente a pedir a extensão da data para a saída da UE. Basicamente os votos terão que ser de acordo a pedir uma extensão, porque senão, com 2 semanas à frente, sem querer sair sem acordo, mas sem haver acordo nenhum possível para além daquele que a Primeira Ministra negociou, o que mais se poderá fazer? 

 

Shambles, é o que vos digo, a situação deste país está ridícula.

 

 

O que fazer em Londres em Março 2019

Fazer em Londres 2019.png

 

Este é o mês que celebra o Dia Internacional da Mulher, e muitas organizações em Londres estão a celebrar o dia com uma série de actividades, eventos e palestras no início do mês. Este mês seleccionei também uma mistura de eventos de arte, comida e sociais. Aqui ficam:

 

Is this Tomorrow O que é? Exibição de instalaçōes criadas por artistas e arquitectos com o intuito de representar várias situações da nossa vida no futuro. Quando?  Até 12 de Maio. Quanto? £12.95. Onde? Whitechapel Gallery.

 

International Women's Day - O que é? O dia existe com o intuito de celebrar as conquistas por mulheres ao longo dos anos na sociedade, economia, cultura, etc. e relembrar que a inequalidade ainda existe e que é preciso continuarmos a fazer com que essa inequalidade continue a ser reduzida até se tornar inexistente. No website podem encontrar inúmeros eventos organizados pela cidade que estão a decorrer durante a primeira semana de Março, incluindo várias palestras. Quando? 8 de Março. 

 

Pancake Day O que é?  No dia em que, em Portugal, celebramos o Carnaval, no Reino Unido comem-se panquecas. O início desta tradição está relacionado com a utilização dos restos de manteiga, ovos e leite que se tinha em casa, antes do início da Quaresma, visto que os lacticínios eram eliminados da alimentação durante esse período. Aqui indico o link para uma selecção do website The Nudge, para alguns dos melhores locais onde podem ir comer panquecas em Londres neste dia. Quando? 5 de Março. 

 

Brexit Through the Gift Shop O que é? Comédia stand-up sobre os possíveis resultados do Brexit antes do facto ser consumado, com o comediante Matt Forde. Quando? De 7 a 12 de Março. Quanto? £17.50. Onde? Southbank Centre.

 

Vegan Food Festival O que é? Festival de comida vegan desde salgados a sobremesas. Inclui workshops de cozinha para aprenderem a cozinhar comida vegan também em casa. Quando? 9 e 10 de Março. Quanto? £12 por 1 dia. Onde? Alexandra Palace.

 

St. Patrick's Day O que é?  O dia do Santo Padroeiro da Irlanda é o dia de Santos mais celebrado no Reino Unido, não porque os Britânicos sejam religiosos, mas porque os Irlandeses celebram o dia em grande, e os Britânicos adoram tudo o que é festa, principalmente quando envolve beber cerveja Guiness como se não houvesse o dia do amanhã. Para além das muitas celebrações em pubs por toda a cidade, a cidade celebra o dia com um cortejo pelo centro de Londres que termina em Trafalgar Square. Quando? 17 de Março. 

 

Final das Six Nations de Rugby O que é? Os fans de Rugby podem ver a última ronda dos jogos das Six Nations em inúmeros pubs e outros locais por toda a cidade. A TimeOut fez uma selecção dos melhores pubs para ver o Rugby. Quando? 16 de Março. 

 

Festival de Prosecco e Queijo O que é?  O nome diz tudo. Para os apreciadores destes dois, vão gostar de saber que o Spitafields Market está a organizar um dia dedicado a provas de prosecco e queijo. Cada bilhete inclui a oportunidade de provarem 125g de queijo, tanto prosecco quanto conseguirem beber durante 1 hora e meia e música jazz ao vivo.  Quando? 29 de Março. Quanto?  £30. Onde?  Spitafields Market.

A incompetência de não falar uma língua

Na semana passada fui a um evento em Paris organizado pela minha empresa. O evento foi totalmente em Françês e, apesar de eu ter tido 3 anos de Françês na escola, estou mais que enferrujada e consigo falar muito pouco. De forma geral, a maioria das pessoas fala Inglês, mas principalmente em França, há sempre alguém que não se sinta comfortável com o Inglês, e neste evento não foi excepção. 

 

IMG_7311.JPG

 

O resultado, é que a meio do evento me estáva a sentir mesmo muito ignorante. Isso porque o facto de não poder falar ou perceber comfortavelmente o que estava a acontecer no palco, fazia com que a minha mente estivesse em branco. Eu sabia que os profissionais de marketing e branding que estavam no palco de empresas como a L'Óreal, Air France, SNCF, entre outros, estavam a falar sobre assuntos que me interessavam, mas como não conseguia perceber o que diziam, não podia fazer perguntas, falar sobre o discutido em palco durante as pausas para networking, ou simplesmente pensar no assunto. Ou seja, senti-me como se tivesse voltado muitos anos atrás, antes da minha experiência profissional, antes do meu curso, voltando talvez, tão atrás, como se estivesse de volta no início da Escola preparatória quando ainda não tinha qualquer ideia do que eram marcas e marketing. É como se toda a minha educação desaparecesse, pelo simples facto de não conseguir falar a língua. 

 

Fez-me pensar de como difícil deve ser para emigrantes que decidem mudar-se para um país onde ainda não dominam a língua. Se já foi difícil para mim só um dia não conseguir falar sobre uma área com que estou normalmente comfortável, como deverá ser para pessoas que se sentem incapacitadas de trabalhar naquilo que são profissionais devido à falta do conhecimento da língua? 

 

A minha conclusão da experiência leva-me a sugerir a futuros emigrantes que se dediquem a aprender a língua antes de tomarem a decisão de emigrar.

A moda dos pratos pequenos nos restaurantes

Esta coisa dos restaurantes hipster que andam por aí agora stressa-me um bocado - porquê? Porque todos servem pratos pequenos! 

 

Empregado - "Bem-vindos! Já alguma vez vieram ao nosso restaurante?" 

Nós - "Não, é a primeira vez."

Empregado - "Então deixem-me explicar como funciona o menu no nosso restaurante - os pratos são pequenos, ideais para partilhar. Nós aconselhamos 5 pratos por cada 2 pessoas."

 

Pois amigo, está bem! Posso ainda não ter vindo a este restaurante, mas já fui a outros 50 restaurantes onde a lenga-lenga é sempre a mesma. Claro que são 5 pratos por cada 2 pessoas para se degustar bem a variedade da cozinha de excelência do chef! O problema, amigo, é que cada prato ronda as £8, ou seja, saio daqui a pagar £40 sem contar com bebida nenhuma. Depois, obviamente que os vinhos são do melhor vintage que há, ou um Argentino Malbec ou um Riesling da Áustria, porque obviamente quanto mais reconhecido em termos de qualidade ou menos comum for melhor, para se poder cobrar um preço exorbitante pela coisa.  

 

É que não há paciência! Sim, OK, eu posso tentar evitar estes restaurantes e ir aos restaurantes que têm uns pratos de um tamanho como deve de ser, mas sinceramente não são assim tantos. Ou se vai a uma pizzaria, ou hamburgueria onde se tem uma dose decente, ou então, são pratos pequenos para partilhar. Faz saudades daqueles restaurantes em Portugal onde se tem que pedir uma meia-dose porque a dose é grande demais. Isso por cá nunca acontece. Se fosse pedir a meia-dose de um prato por cá, em vez de receber um prato com 3 mexilhões, recebia um prato com mexilhão e meio 

 

Até os restaurantes Tugas mais recentes que há por cá são cheios de pieguices dos pratos pequenos - "- Já alguma vez vieram cá? Aqui servimos Petiscos à moda Portuguesa, que são pratos pequenos, perfeitos para partilharem. Aconselhamos 5 por cada duas pessoas..."

fullsizeoutput_2ede.jpeg