Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Winter Wonderland vs Winterville

Este ano, o Este de Londres lançou a sua versão do Winter Wonderland com o Winterville em Victoria Park. Tinha estado no Winter Wonderland na terça-feira e fui ao Winterville na sexta-feira (dá para perceber que gosto de feiras de Natal? ) e a experiência foi significativamente diferente. 

 

O Winter Wonderland continua a ser maioritariamente um mercado temático aos mercados de Natal tipicamente Alemães, com muitos stands de vendas de artesanato e comes e bebes tradicionais Natalícios Alemães como as salsichas Frankfurters, Bratwurst, mulled wine, mulled cider, doces Natalícios e afins. Conta também com música Natalícia ou "de casamento", daquelas em que todos sabem as letras e são animadas para a rambóia. Além disso, conta com um ring de patinagem no gelo, muitos carroséis e diversões para adultos, daqueles em que te vomitas todo assim que sais de lá de tanta volta à cabeça (e ao estômago) que aquilo dá. 

 

Parece que estou a brincar, mas eu estava sinceramente com receio de que o homem que se sentou ao meu lado numa diversão fosse vomitar. Estavamos sentados numas cadeiras que rodeavam um pilar central e subiam a muitos metros de altura e que, depois de algum tempo parados no topo, repentinamente caiam a alta velocidade para simular a sensação de queda livre. Assim que vi o homem a tentar encontrar o bilhete para dar ao segurança vi logo que o homem estava podre de bêbado - cambaleava de um lado para o outro e não conseguia nem por nada encontrar o bilhete. Lá o encontrou e, apesar de a essa altura as cadeiras estarem quase todas vazias ele veiu-se sentar mesmo ao meu lado . Depois quando estavamos no ar parados ele faz um grande barulho com a garganta, como que a puxar vómito e dá uma grande cuspidela para o ar (OK, ao menos não vomitou, foi menos mal). Depois olha para mim assim meio desengonçado e diz "ah, desculpa. Eu tive um dia mau". Eu claro que disse que não havia problema mas não deixou de ser algo desconfortável (só conseguia pensar no espanto da possível pessoa que tenha apanhado com aquela cuspidela na cabeça). A certa altura ele também nos quiz tirar uma fotografia quando estavamos lá em cima e depois atirava umas palavras para o ar mas não percebia muito bem o que ele estava a dizer. O importante é que ao fim da experiência ele não vomitou por isso sempre é menos mal. 

 

winter_wonderland.jpg

 

Bem, mas continuando com a minha comparação dos mercados, o WinterVille, ao contrário do que imaginei até que é significativamente diferente do Winter Wonderland o que terá sido pensado também para se adequar melhor aos gostos do tipo de pessoas que vive no Este de Londres. Aqui havia mais um ambiente de festival do que propriamente de mercado de Natal. Em vez de stands de artesanato haviam tendas com música onde vários vendedores tinham expostos os seus produtos, desde roupas a acessórios e algum artesanato. A comida à venda é Street Food, com stands de todos os tipos de comida e não havia qualquer temática de mercado Alemão, sendo que havia apenas um stand a vender as tradicionais salsichas Bratwurst. Quanto à música, conta-se com DJs de House e, em vez de um ring de patinagem no gelo há uma roller disco. A única semelhança é que o WinterVille também tem vários carroséis e diversões se bem que numa escala muito mais pequena que o Winter Wonderland. 

 

Winterville-Image-009.jpg

 

O que prefiro? Continuo a preferir o Winter Wonderland. Gosto daquela sensação boa e comfortável que traz um mercado de Natal, com todas as suas características típicas, cheiro a pinheiro, mulled wine e música para a brincadeira, mas acho que o Winterville também tem um bom conceito e vale a pena visitar. 

 

8 comentários

Comentar post