Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

A rede social para encontrar casa em Londres

Enquanto esta história do trabalho anda e não anda queria aqui informar quem está à procura de casa em Londres que descobri um novo website muito interessante para encontrar quartos em casas partilhadas em Londres. Chama-se weroom.com e o conceito é permitir, não só fazer a listagem de todos os quartos dentro do vosso critério de pesquisa, mas fazer o "matchmaking" entre vocês e potenciais flatmates através de um conceito de rede social. 

 

Isto significa que, primeiro têm que criar uma conta com o vosso perfil indicando qual é o vosso orçamento mensal e zona de pesquisa. Isso irá permitir-vos receberem notificações por email sempre que um novo quarto dentro do vosso critério é anunciado. Depois escrevem sobre vocês incluíndo uma pequena descrição, línguas que falam, podem indicar cartas de referência e até podem verificar o vosso passaporte ou fazer a ligação com o vosso LinkedIn se quizerem. Isto porque o site quer evitar as situações de scam que se tem visto acontecer muito noutros sites e, ao verificarem o vosso documento de identificação com o site terão um selo de aprovação junto ao vosso perfil que ajuda a que os outros acreditem que vocês estão genuinamente à procura de quarto ou a alugar quarto. 

 

Uma vez que têm a conta criada podem então ver todos os anúncios de quartos incluíndo os perfis detalhados dos flatmates que vivem em cada casa, entrar em contacto com eles por mensagem ou directamente através dos comentários na listagem tal como numa rede social. O objectivo do site é colocar pessoas em quartos que pretendem lá resider a longo prazo mas também poderão fazer estadias mais curtas, dependendo das casas. 

 

Outra vantagem é que, através do sistem social do site, permite que formem um grupo de pessoas online para encontrarem uma casa inteira juntos. Também para ajudar a encontrar flatmates com quem se queira viver, o weroom.com organiza eventos todos os meses num bar no centro de Londres onde oferecem snacks e bebidas gratuitamente durante toda a noite e, onde tanto pessoas que têm um quarto, como pessoas que procuram quartos vão lá para tentar encontrar novos potenciais flatmates. Eu fui convidada para ir ao evento mensal deles que decorreu esta semana num bar no Soho e foi lá que descobri sobre os detalhes do website. Para saberem dos próximos eventos deles podem segui-los no Facebook. Tirei a foto em baixo no tal evento (era temática, daí a fatiota de Wally):

 

weroom.JPG

Está quase!

Comecei pelas 10:30h da manha e terminei pelas 20:30h. Ainda estou exausta, mas valeu a pena. O meu flatmate Ingles lá arrumou "quase tudo" da tralha que estava na parte lateral da casa do lado de fora, mas assim que acabou (passado cerca de uma hora) veiu para casa e disse que tinha que "chill out" porque estava demasiado cansado. Coitado! Tenho imensa pena dele que ficou tao extasiado com tanta arrumacao. {#emotions_dlg.barf} Enfim, o que é que se há-de fazer. Tambem nao me quero chatear com estas coisas. Quero é ter as grande limpezas feitas e depois o resto é uma questao de manutencao. Tudo o que era limpezas principais ficou feito. Agora só falta arrumar umas ultimas coisas e está tudo. Depois desta nao me quero voltar a mudar

Mais uma vez a viver de caixas

Já voltei de Glastonbury. Vim um dia mais cedo para ter a segunda-feira inteira para tratar das mudanças na nova casa. A parte positiva é que já lá estou a morar {#emotions_dlg.happy} Tornou-se uma realidade ao fim de tudo e para já, estou muito mais contente.

 

Nunca pensei que a casa onde se vive fizesse assim tanta diferença ao meu bem-estar de forma geral - mas faz. Quer dizer, claro que se fosse tivesse poucas condições claro que faria diferença a qualquer um. Mas no caso do apartamento onde estava, até que não era má. Apenas tinha algumas desvantagens que me faziam ficar meio triste. Agora ao menos saio e vou para a casa com um sorriso. Pago mais por isso o que era algo que não queria nada fazer, mas o bem estar geral é muito mais importante que as £70 extra que agora vou ter que pagar, por isso vale a pena.

 

O problema é que, claro, a casa ainda está um pandemónio. E assim vai estar durante todo o mes de Julho porque a minha amiga que saiu de lá só vai mudar para o novo apartamento em Agosto, por isso teve que deixar muitas das coisas dela (e ela tem mesmo muitas coisas).

 

Outra desvantagem é que eles não tinham cuidado muito bem da casa em termos de limpeza por isso já passei horas e horas a lavar a casa de banho, cozinha e paredes com lixívia para desinfectar aquilo tudo e livrar-me do bolor, etc. Ainda há tantas limpezas por fazer!!! Geralmente quando se vai para uma nova residencia a agencia faz uma limpeza geral antes que os novos inquilinos se mudem, mas como um dos inquilinos continua lá (agora somos 3), a agencia não considera esta nossa mudança como completamente novos inquilinos e por isso não nos fazem a limpeza. {#emotions_dlg.sad} Mas enfim, é mais trabalho, mas como desta vez estou num sítio de que gosto até que dá mais prazer fazer todas estas arrumações.

 

Entretanto, como ainda estou a viver de caixas não faço ideia de onde tenho os cabos da máquina fotográfica por isso para já ainda nao vou poder partilhar fotos do festival de Glastonbury, mas acho que tirei umas bem giras que vai valer a pena partilhar.

A vizinhança

São 11h da noite e estou no meu quarto com a janela aberta já que está um calorzinho hoje. Os vizinhos já estão à várias horas em pequena festa com um barbeque no seu jardim bem bonito. Ao que parece todos rondam os seus 40 anos ou assim. Quando vim para o quarto à cerca de umas 2 horas atrás já estavam em conversa animada entre um belo cheirinho a barbeque que me entrava pela janela. Depois começou a música e agora dou por mim a aperceber-me que a voz da canção está muito próxima. Olho pela janela e vejo o vulto de um senhora de cabelos volumosos e braços abertos a cantar sob o som da música de Jazz. Não conhecia esta canção antes mas é muito boa, e a voz dela é maravilhosa. Sinto quase como se fosse o meu concerto privado com a diferença que a cantora não se apercebe que está a ter esta espectadora da janela do 2º andar da casa oposta. Adoro.

Quem quer pagar 1300€ por mês por um pequeno T0 em Londres?

Hoje uma colega minha veiu ter comigo e perguntou-me se eu não me importava de ir com ela à assinatura do contrato de arrendamento do seu novo apartamento para fazer de testemunha, já que este era um requisito do senhorio. Eu claro que disse que não me importava e la fui eu encontrar-me com ela perto da estação de Vauxhall (por sinal esta é uma das zonas onde existe uma comunidade Portuguesa em Londres) para irmos lá à sua nova casa.

 

Ela já andava à procura de casa à quase dois meses e estava a ser extremamente dificil de encontrar algum sítio minimamente razoável e dentro de um preço aceitavel. Sim, é que ela já andava a viver à 1 ano num apartamento com 10 outras pessoas onde estava a alugar um quarto com a irmã e a pagar o balurdio de cerca de 800€ por mês!!!! E isto só a alugar o quarto, já que tudo o resto (pequena cozinha e casa de banho) era partilhado com as restantes pessoas da casa). Bem, aquilo devis ser uma balburdia. Enfim,se for para estudantes até é engraçado. Eu também quando era estudante queria era estar com muita gente e sempre em festa. Mas agora já a trabalhar e ainda ter que tar a viver com tanta gente, epá isso é que não é nada agradavel. Ainda mais pagando esse balurdio! Sim, até está dentro dos preços normais de Londres, mas não quando se está a viver naquelas condiçoes!

 

Bem, ela lá percebeu que aquilo viver assim não era nada boa ideia e decidiu ir procurar novo apartamento. Desta vez queria um apartamento de um quarto onde só ela e a irmã íam viver. Procurava por tudo o quanto era lado, quer dizer, também ela quer viver entre a zona 1 e 2 de Londres, ou seja, as zonas mais centrais de Londres, por isso claro que isso não ía ajudar nada no preço. Muito pelo contrário! E ela bem verificou isso, principalmente porque queria viver na zona norte do Tamisa, ou seja, relativamente mais segura e onde existem zonas melhores em termos de aspecto até das ruas, das casas, etc do que no sul. Portanto, também por isso a zona norte fica mais cara. 

 

Parece incrivel ospreços que pequenos apartamentos ou até pequenos estúdios conseguem atingir nestas zonas de Londres, mas por mais feio que fosse o pequeno apartamento ela não conseguiu encontrar nada abaixo das £240 por semana, ou seja, 355€ POR SEMANA!

 

Estava ela um dia a falar-me dos seus azares na procura por nova casa quando eu lhe sugeri para procurar em Vauxhall. É que Vauxhall ao menos continua na zona 1 do metro, logo bastante central. é imediatamente a sul to Tamisa logo, ainda tem influências do norte, não é uma zona muito perigosa, até tem grandes supermercados ali perto, bares, bons restaurantes Portugueses e tudo o que precisa ali ao pé, por isso a localização até é bastante boa e é definitivamente mais barato. Ela lá seguiu o meu conselho e fez uma pesquisa pela internet e o primeiro apartamento que viu anunciado em Vauxhall foi aquele que foi assinar contrato hoje comigo como sua testemunha.

 

O apartamento é grande o suficiente para as duas e até tem uma sala espaçosa. Talvez a decoração não seja das melhores, mas isso sempre se pode melhorar e ao menos fica pela módica quantia de cerca de 1300€ por mês. :-P Uma pechincha, heim? mas enfim, a dividir pelas duas irmãs fica menos mal. O pior é quando de facto é alugado a uma pessoa só! Isso é que deve ser complicado! E esta valor em libras chega a às 900 e tal, logo não soa tao mal como quando se pensa em Euros.

 

Resumo do blog de hoje para quem estiver interessado em procurar casa em Londres: pense duas vezes e se à segunda vez ainda quizer vir morar para cá que não tenha problemas de ir morar para as zonas 3, 4, 5 e 6 de Londres, porque a distância ao centro pode ser bastante mas o preço que se poupa na habitação compensa muitas vezes.