Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Umas férias de verão que a verão pouco souberam

Voltada de férias de Portugal, devo dizer que nunca me lembro de ter passado o verão em Portugal com um clima tão mauzinho, mas também nunca tinha decidido antes ir passar parte das férias para Peniche. 

 

Os dois dias em Lisboa, de facto foram bons e solarengos, mas nem queria acreditar quando, no dia em que fui para Peniche, vi que cada vez mais me aproximava de uma grande nuvem cinzenta enquanto conduzia nessa direcção. Foi esta a minha receção quando cheguei à Ericeira para almoçar:

IMG_4442.JPG

 A coisa não estava lá muito melhor quando cheguei a Peniche, e nos três restantes dias em que estive por lá, só num deles é que fiquei pela zona na praia do Baleal (que por sinal é muito gira e mal posso acreditar que ainda nunca lá tinha ido), e os outros dias dias tive que escapar às nuvens e ao frio dirigindo-me para o interior do país. Num dos dias passei a tarde nas piscinas de Rio Maior, e no último dia passei a manhã nas piscinas de Santarém antes de fazer a viagem de volta para Lisboa. 

 

Claro que eu sabia que as praias do Oeste são sempre menos certas em termos de temperatura que as praias do Sul, mas achei que como estamos no meio do verão, a temperatura havia de estar boa por aqueles lados. Mas não. Fiquei mesmo chateada porque estava mesmo a querer sentir aquele calor bom de que tenho saudades, mas enfim. Fui tendo algum calor durante as minhas escapadelas fora de Peniche. É uma pena que a temperatua seja tão incerta porque de facto a zona é gira. Queria passar os dias de descanso a uma zona mais calma para fugir ao turismo exagerado do Sul, mas depois desta experiência já não vou voltar a arriscar férias de verão na zona. 

 

De qualquer forma, achei muito simpático e animado o ambiente que encontrei no Baleal, uma zona dedicada ao Surf, com bons bares de praia e bonita praia. 

IMG_4502.JPG

Agora de volta ao dia-a-dia normal, finalmente me vou poder dedicar a tentar transformar a nova casa num ambiente acolhedor que as caixas que ainda tenho espalhadas pela sala não me oferecem. Comprar mobília passa a ser a minha prioridade!

E terminaram as férias do verão

Tenho estado ausente. Não só do blog mas mesmo de casa e das minhas visitas de lazer à Internet. Nas últimas semanas tem sido um acontecimento atrás do outro. Primeiro com as férias em Portugal, depois com uma semana de trabalho de longas noites que pareciam não ter fim, chegar a casa estafada, e mais um fim-de-semana onde não parei um segundo,... Ufff!! Eu bem que gosto de estar ocupada, mas sinceramente já tinha saudades de simplesmente vir para casa após um dia de trabalho e não fazer mais nada a não ser comer, Internet e descansar. Quando se tem muitas dessas noites, tornam-se monótonas, mas quando passa tanto tempo sem as ter, a primeira oportunidade de passar uma noite em casa sabe que nem ginjas!

 

Bem, mas cá estou e, agora já não tenho a agenda tão carregada por isso já penso poder voltar ao meu ritmo normal pós férias. 

 

No post anterior tinha comentado sobre os meus primeiros dias em Portugal com a minha amiga Francesa. Ao fim de toda aquela semana ela ainda teve a oportunidade de ficar a conhecer as praias da Costa, Sesimbra, Sintra, Cascais, onde passou o dia inteiro no Guincho em aulas de Surf e também ficou a conhecer Tomar. Dei-lhe a conhecer algumas das nossas iguarias como os queijinhos, alguns dos doces mais tradicionais com que cresci (pastéis de belém, Queijadas de Sintra, Travesseiros de Sintra) e outros que eu própria experimentei pela primeira vez como os "Beija-me rápido" (acho que era assim que se chamavam) e uns doces de amêndoa de Tomar. 

 

Doces de Tomar
Ela também teve a oportunidade de provar uns quantos aperitivos e digestivos, e mais outras coisas boas da nossa culinária. Resultado, no último dia quando fui ao Pingo Doce para me fornecer das coisinhas essenciais que, como boa emigrante, gosto de trazer comigo cada vez que vou a Portugal, ela acabou de sair de lá com o cesto mais cheio que o meu. Comprou um vinho Alentejano, uma garrafa de Amêndoa Amarga, um queijinho amanteigado de Azeitão, e mais uma quantidade de outros queijos, enchidos, enlatados (é difícil encontrar um atum tão bom como o nosso "Bom Petisco" aqui por terras Britânicas) e doces. 
Foram umas belas de umas férias, a terminar em alta com o casamento de uma nossa amiga que lá nos trouxe um dia cheio de emoções - desde a lágrima no olho quando dentro igreja, à hora passada a comentar os vestidos durante a sessão de fotos, às risadas durante a boda e momentos de dança como se não houvesse o dia do amanhã pelas altas horas da noite. 
Foram umas belas de umas férias. Já terminaram, mas felizmente sinto-me satisfeita. Tenho saudades do meu dia-a-dia de Londres e de voltar a aproveitar tudo aquilo que tenho perdido enquanto estive de férias ou ocupada com outras coisas. Hoje senti como sendo o primeiro dia de volta à normalidade. Estou preparada para voltar a aproveitar mais do que Londres tem para oferecer!

 

O país está de branco e vermelho

Não, não tem nada a haver com a côr da bandeira política ou da bandeira, está mesmo relacionado com a côr das pessoas. Este fim-de-semana as temperaturas subiram para os 31ºC e, para qualquer lado que se olhe na rua as pessoas estão todas com a pele vermelha forte na pele exposta ao sol, e branquinhas como cal debaixo da t-shirt. Aiii, este pessoal nao está mesmo nada habituado ao sol. Não percebem que se devem proteger, que apenas uns raios são suficientes para lhes queimar a pele.


O que é pena é que este aumento na temperatura súbito não vai diminuir uns 4 ou 5 graus para termos um verão mais ameno durante uns dias. Nada disso. Vai diminuir uns 10ºC a partir de amanhã, o que significa que no próximo fim-de-semana, quando fôr tempo de celebrar o Carnaval de Nothing Hill, estão previstos 19ºC e chuva :-(

Enfim, é a desvantagem da temperatura imprevista Londrina. E isto só para relembrar que o carnaval de Notting Hill, o 2º maior carnaval do mundo, está para chegar. Vai decorrer em toda a zona de Nottingh Hill, Ladbroke Grove, Westbourne Grove e até Royal Oak. Para quem pretende visitar o carnaval, estejam atentos aos transportes antes de lá chegarem porque algumas estações, ou estão fechadas, ou vão ser apenas de saída. Podem planear a vossa visita a partir da informação indicada neste site http://www.thenottinghillcarnival.com/visitor.html

Aproveitar cada noite como se fosse a última

Alerta em Londres - Está calor! Parece inacreditável, mas após muitas semanas de chuva interminável e inundações finalmente está um tempo maravilhoso nesta cidade. Começou no Domingo em força e, de acordo com as previsões, vai durar mais dois dias. A partir de sexta voltam a chuva e as temperaturas amenas. Infelizmente é assim esta cidade em que vivo por isso, há que aceitar e aproveitar o melhor possível os poucos dias em que podemos aprovem eitar o sol glorioso. 

 

No Domingo, practicamente passei o dia entre o parque junto ao Flower market em Columbia Road e os jardins que faziam parte do Shoreditch Festival que decorreu ao longo deste passado fim-de-semana. 

 

Ontem, assim que acabei o trabalho fui logo para junto do Regent's Canal para fazer um pic-nic e hoje após ter finalmente comprado a minha bicicleta, ainda passei por London Fields. O interessante é ver que eu não sou a única a ter estas ideias. Muito pelo contrário. Durante estes dias, qualquer um dos sítios onde estive estava completamente cheio de pessoas que, tal como eu, queriam aproveitar os maravilhosos raios de sol. 

É tão interessante ver o comportamento dos Londrinos assim que existem estes dias solarengos. o London Fields hoje, ao final do dia, até mais parecia que estava em pleno Domingoà tarde, tal era a grande quantidade de BBQs que por ali estavam a ser feitos. Eraao final da tarde.        uma fumarada que se via à distância. E todas as pessoas estavam ali encafuadas numa zona específica do parue, dedicadas ao BBQ. Vou ter saudades destas noites assim que a chuvita voltar em força. 

 

Fica uma foto de London Fields, hoje ao final da tarde:

 

London Fields

Mercados nocturnos de verão

Como já disse aqui várias vezes, e os leitores mais frequentes concerteza já repararam, uma das coisas boas que esta cidade tem são os eventos e as actividades para desfruto do público. Muitos destes ao ar-livre, principalmente no verão. Desta vez queria ir a um dos mercados ao ar-livre nocturnos. Existem dois neste momento no Este de Londres, que eu conheça, e são eles o Red Market em Old Stret e o Street Feast em Dalston. O Red Market está aberto durante os dias do fim-de-semana enquanto que o Street Feast é mesmo só às sextas-feiras. Acabei por ir ao Red Market hoje e sem dúvida que gostei. Estão por lá cerca de umas 12 bancadas de comes e bebes onde os comerciantes locais vendem as amostras do que têm à venda nos seus bares e restaurantes - hamburgers, wraps, saladas, Indiano, Italiano, comida Espanhola, Austriaca, Vegan,... a variedade era boa e contava também com um stand de DJ e várias mesas compridas onde as pessoas podiam conversar e deliciar-se com as suas compras. Sendo mesas compridas, estilo cantina, propocionam também um bom sítio para conhecer as pessoas que estão a comer ao vosso lado. 

 

Agora aquilo que veiu fazer mesmo com que me estragasse um bocado o prazer de lá estar ao fim dos primeiros 45 minutos, foi mesmo a chuva. É que é inevitável não falar sobre o assunto chuva neste momento, porque efectivamente este está a ser o pior verão que tenho presenciado desde que estou em Londres. É que chove TODOS os dias! É impresssionante! Em Julho principalmente, têm havido pelo menos alguns minutos de chuva, todos os dias. É impossível não me queixar. A quantidade de eventos que este clima desfavorável tem afectado tem sido enorme. 

 

Mas como é "verão", as pessoas querem fazer actividades ao ar-livre forçosamente. Até tenho um BBQ em casa de amigos marcado para amanhã e outro marcado para o domingo. A ver se os BBQs se vão mesmo realizar ou se vamos ser forçados a ficar em casa e encomendar pizza. 

Pela primeira vez desde finais de Abril os Ingleses despem-se

Ah finalmente o sol voltou a brilhar na capital Londrina. Parece impossível que eu venha escrever um blog sobre o tempo, mas tenho passado em dois meses tão agonizantes sem sol nem calor, principalmente quando já estamos na primeira semana de Julho que tinha que desabafar!!

 

É que neste país não têm havido sol!!!! Ahhhhhh!! E eu adoro o sol! Adoro ir à Praia grande, ficar lá até ao pôr do sol, mais ao final da tarde é tão bom ir estar na conversa com amigos no bar do Guincho ou conduzir ao longo da marginal de Cascais, hummm, só de pensar nisso me dá umas saudades!! Depois à noite ir encontrar-me com uns amigos da minha zona, ficarmos cá fora na esplanada do café e mais à noite irmos até ao bar Albatroz (hum, Albatroz ou Alcatruz? Já não me lembro muito bem, mas fica ali prá zona de São Pedro ou São João do Estoril. Aquele barzinho ali mesmo virado para o mar é ideal para se estar na conversa numa noite de verão. Até as noites em Sintra sabem tão bem no verão quando o Café da Vila e as Caves estão cheios e vai o pessoal todo lá pra fora de copos na mão conversar prá escadaria do palácio!! Aiii, tenho saudades!

 

E aqui tenho andado esta semana todos os dias de chapéu de chuva na mão e não dá para ir combinar para ir sair a lado nenhum porque tão depressa está um bocadinho de sol como logo a seguir está a chover. Arghh. Hoje tem sido uma éxcepção à regra! Já há bastante tempo que o sol não se mantinha ao longo do dia todo. Achei uma piadão quando à bocado estava na rua e só se via Inglesas com mini vestidos, homens de t-shirts, toda a gente com calções e roupas curtas. Uii, parece que não se aguentavam mais e assim que vêm um cadinho de sol aproveitam logo para tentarem apanhar o belo do bronze. O que claro que não vai acontecer porque.. HEI it´s still cold brrrr. Pode estar sol mas tão prái uns 17 graus o que é OK mas não é nada tempo de andar já aí de manga curta e chinela. Enfim, esta gente às vezes é muito engraçada.

 

Agora é só esperar que de facto a temperatura aumente um pouco e que o sol se mantenha claro. É que já há 120 anos que Inglaterra não tinha um verão tão frio!!! 120 ANOS!!! E tenha que calhar logo este ano. Argghhh!

 

Bem há que esperar pelo melhor. E agora que já desabafei vou mas é à procura do meu protector solar ;-P