Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Passeios em Londres: Lee Valley

Hoje estava um dia lindíssimo por isso aproveitei para ir visitar uma parte de Londres, por onde já tinha passado várias vezes e visto que tinha aparência de ser uma zona interessante para passear, mas onde ainda nunca tinha estado - o Lea Valley. 

 

O Lee Valley  é muito extenso e vai desde Londres até Essex e Hertfordshire. Hoje fui para a zona do Lee Valey que fica junto a Clapton, a Nordeste de Londres, na zona 3 do metro de Londres (se bem que não há estações de metro ali perto). Apesar de ainda ser relativamente central a Londres, faz-nos sentir como se tivessemos no campo porque é estendido por kilómetros de arvoredo, o rio, canais e parques. 

 

Existe um site dedicado ao Lee Valey, que incluí vários passeios, e foi lá que também encontrei o de hoje. Optei por um de 5 Milhas (= 8 kilómetros) que começou na junção do Lea River com a Lea Bridge Road. De lá, andei ao longo do Rio Lea até chegar a Springfield Park, dei a volta e passeio por um reservatório natural mais a norte, andando até Hackney Marshes, e voltando depois pelo lado sul do rio de volta até Lea Bridge Road. O passeio escolhido era chamado 'Filtering Back in Time', e devo dizer que vale mesmo muito a pena. Por isso para quem apetece dar um passeio na natureza mas que não queira ir para muito longe, esta é uma óptima opção. O caminho percorrido tem uma combinação de zonas selvagens e outras cuidadas, amplos campos, percursos históricos e passam até por esculturas de artistas também.

 

Para chegarem lá, o caminho mais fácil será irem de comboio até à estação de Clapton, Hackney Downs ou Hackney Central e a partir daí apanharem um autocarro que vá para Lea Bridge Road. Ficam algumas fotos do passeio:

 

leevalley3.JPG

leevalley1.JPG

leevalley2.JPG

leevalley4.JPG

 

Passeios guiados em Londres e Berlim

Na semana passada estive em Berlim. Tinha uma conferência durante a semana por isso aproveitei e fui logo no sábado para fazer um pouco de turismo durante o fim-de-semana. No primeiro dia andei de um lado para o outro e fiquei um pouco frustrada porque fartei-me de andar e vi apenas uma pequena parte de Kreuzberg. Eu sabia que a zona tem muitos locais interessantes, mas o que me apercebi é que, sem saber ao certo do que estou à procura, é muito difícil conseguir identificar os tais locais. 

 

Então no domingo, optei por fazer um passeio guiado que, por um lado, pensei ao início que talvez fosse um pouco turístico demais, mas afinal adorei e foi a melhor decisão que tomei. Visitei e fiquei a conhecer coisas que de outra forma não saberia. Foi um passeio intitulado "Berlim Moderno" onde nos levaram a ver as zonas mais interessantes com arte de rua, falaram-nos sobre os artistas e a história da zona, fiquei a saber muito mais sobre Berlim e alguns factos interessantes dos quais não fazia ideia. 

 

Isso fez-me pesquisar por opções de passeios guiados por Londres que imagino que também venham a ser igualmente úteis para quem passe por Londres em turismo ou que viva cá e queira ver uma nova perspectiva da cidade. 

 

Encontrei uma companhia que faz passeios variados em Português por ter sido fundada por um Brasileiro. São os passeios do Guri em Londres e têm óptimas reviews no TripAdvisor. As opções de passeios incluem:

 

- Pub Crawl Histórico: Passam por 15 pubs, parando em quatro deles (ou cinco, no inverno) pra beber, olhar o pub por dentro e conversar. A diferença é que mistura muita história desde o Grande Incêndio até a Segunda Guerra Mundial.
* Terças às 17h
 
- Let's Rock!: O tour do rock britânico! Passam por locais relacionados com a história do rock britânico nos bairros do Soho e Camden Town e um pouco de Covent Garden. É mais voltado para a década de 60, mas também fala sobre bandas mais recentes como Oasis e Amy Winehouse. 
* Quintas às 17h
 
- Beatles Tour: Quem pensa que Londres não tem muita história do quarteto de Liverpool está enganado. A banda mudou-se pra Londres por volta de 1964/65 e existem muitos locais em Londres que ficaram marcados na história com a presença dos Beatles. 
* Segundas às 13h
 
​- Harry Potter Tour: ​Neste passeio fala-se de locais que inspiraram a autora a escrever a série, passa-se por locais onde foram efetuadas filmagens e por vários pontos de interesse turístico pelo caminho.
* Segudas às 10h.
 
Os tours acontecem semanalmente e o bilhete inclui 1 passeio para o titular da reserva e acompanhante isento de taxa de reserva e inscrição;
 
​Não inclui transporte até o ponto de encontro nem deslocamento durante o passeio (necessário no "Beatles tour" e no "Let's Rock!").
 
Para mais informação, identificar quais os passeios que vão decorrer no vosso dia de preferência, e reservarem bilhetes selecionem a data neste calendário .
 
 

DSC_1677.JPG

 

 

E o Cambodja é assim

Estou de volta a Londres e estou contente por estar de volta. Sem dúvida gostei da minha primeira experiência na Ásia, mas também depois de vários dias num ambiente tão diferente a que estou habituada, sabe bem voltar a casa e ao dia-a-dia. 

 

Aprendi imenso sobre a cultura, os hábitos e o país em sim. Sendo um dos países mais pobres do Sudeste Asiático, algumas das suas características chocam um pouco. No entanto, para um país que teve que recomeçar do zero apenas à cerca de 40 anos atrás quando o Governo ditaturial do Khmer Rouge destruio o país e assassinou todas as pessoas que tinham algum nível de educação, seria difícil estar noutro tipo de situação. 

 

Algumas das coisas que me chocaram incluío ver as crianças a trabalharem em todo o lado; muitas pessoas a pedir esmola; muito lixo nas ruas, principalmente na capital Pnhom Penh; muita prostituição de adolescentes; a falta de controlo no trânsito onde era 'todos ao molho e fé em Deus' nos cruzamentos. A realidade com que os nacionais do Cambodja vivem fez-me apreciar e agradecer muito o facto de ter crescido num país desevolvido, onde, as crianças têm a oportunidade de ser educadas e poderem ter escolhas para o seu futuro. No Cambodja, a maioria das pessoas simplesmente não têm escolha. As suas decisões são motivadas pela sobrevivência e as condições locais da zona onde nasceram tendem a ditar aquilo que vão fazer para o resto da vida. 

 

Fiquei a conhecer essa parte da realidade do Cambodja, mas também fiquei a conhecer zonas muito interessantes com um tipo de beleza que nunca antes tinha visto. A zona de Siem Riep onde são localizados os principais templos do país é mais turística e agradável em termos de ambiente de rua do que a capital, e a visita aos templos, principalmente tendo a possibilidade de vê-los ao nascer do sol, é espectacular. Se bem que a minha visita favorita foi mesmo à ilha de Koh Rong, que era paradisíaca. Adorei!

 

Ficam algumas fotos da viagem:

phnom_penh_promenade.jpg

 Zona ribeirinha Phnom Penh

 

boat_trip.jpg

Passeio de barco Phnom Penh

 

insectos_venda.jpg

Venda de insectos - aranhas, larvas, e outras coisas mais

 

ankor_wat.jpg

Ankor Wat

 

koh_rong_vista.jpg

Ilha Koh Rong

 

praia_koh_rong.jpg

Praia Koh Rong

Teatro experimental em Londres

Para quem costuma seguir o blog nas redes sociais pode ter visto que coloquei umas fotos na quarta-feira quando estava no Heartbreak Hotel. O Hearthbreak Hotel é uma produção de teatro experimental ou teatro imersivo (se é que se pode dizer assim em Português) onde o público faz parte da produção e segue os actores como se estivessem num ambiente real em vez de simplesmente estar sentado numa plateia a olhar para um palco. 

 

O teatro experimental tem crescido bastante nos últimos anos e, cada vez se vêm mais companhias a surgir com ideias para produções imersivas. 

 

O caso do Heartbreak Hotel, que está localizado num pontão em North Greenwich junto ao centro de espéctaculos da O2, é umas das muitas produções de teatro experimental que estão planeadas para decorrer ali naquele local, intitulado de Jetty. Não vou dizer muito para não estragar a surpresa aos que planeiam lá ir, mas a experiência envolve aperceberem-se das histórias de amores e desamores que decorrem no espaço do mesmo hotel. Está muito bem conseguido e faz-vos pensar nas vossas próprias situações dado o envolvimento do público na peça. Os bilhetes são baratos e, até ao final de Julho, a TimeOut está a fazer uma promoção de venda de bilhetes a £10.

 

hearrtbreakhotel2.JPG

 Foto tirada no terraço do Heartbreak Hotel

 

Depois temos o caso de peças como o You Me Bum Bum Train. Eles fazem um imenso mistério sobre a experiência mas envolve uma percentagem muito grande de envolvimento de cada membro do público com a própria peça. Cada ano decorre uma nova peça e, quando os bilhetes para este ano foram lançados, ficaram esgotados no próprio dia. Eu planeava comprar bilhetes, mas já não fui a tempo. No entanto recebi um email a indicar que eu ainda poderia participar como voluntária para o evento deste ano. Pareceu-me uma ideia interessante e já fui a um open day de voluntários perceber como a peça funciona e que oportunidades de voluntariado estão disponíveis. O meu objectivo será mesmo participar na peça como actriz figurante alguns dos dias o que poderá ou não vir a acontecer dependendo das suas necessidades e castings. Como eles recebem interesse de centenas de voluntários é possível ser voluntário apenas um dia se se quizer e existem inúmeras oportunidades envolvidas na produção do show para voluntários. Esta é também uma boa oportunidade para quem quer entrar no mundo do teatro porque pode conhecer muitas pessoas do meio para além de obter experiência de produção. Os interessados ainda se podem voluntariar para o evento deste ano aqui.

 

Outras companhias de teatro experimental contam com

  • Punch Drunk que actualmente tem em produção uma peça que é principalmente direccionada para crianças e famílias. Já tinha escrito um post no ano passado sobre a minha experiência na peça deles que estava a decorrer na altura. 
  • RIFT cuja produção actual decorre num prédio abandonado em Tottenham Hale.
  • Differencengine no ano passado criaram uma produção que fazia com que grupos de 7 pessoas tivessem o objectivo de roubar certas peças num certo quarto num edifício de 6 andares e voltarem a sair sem serem descobertos. Não é evidente pelo website qual a sua próxima produção do género mas podem segui-los no facebook para novidades.
  • DreamThinkSpeak vai lançar uma nova produção este Agosto na cave do Shoreditch Town Hall onde o público vai seguir a acção num labirinto do cenas.

Nada como experimentar...

Hóteis em Londres para todas as ocasiões e bolsas

Já há algum tempo que escrevi um post sobre acomodação barata em Londres. Apesar de esse post continuar actual, tenho recebido vários emails a perguntarem-me sobre outro tipo de acomodação que seja mais adequada para diferentes ocasiões, tais como viagens românticas, em família, de negócios, etc. Assim sendo, aqui fica um post com algumas dicas de hóteis, apartóteis e outro tipo de acomodação que posso sugerir para o diferente tipo de viagem na vossa próxima visita a Londres.

 

Estadias de Luxo/Ocasiões Especiais em Londres

Langham Hotel London: Reconhecido como o primeiro 'Grand Hotel' da Europa, o Langham conta em 2015 com o seu 150º aniversário e fica localizado no topo de Regents Street, bem no centro de Londres. Sofreu recentemente uma renovação de £7.5Milhões e está novamente aberto ao público em todo o seu esplendor, mantendo características dos seus muitos anos de história.

hotels_langham.jpg

 

Guoman: Reconhecido hotel de luxo pelas suas bonitas localizações, especialmente o Guoman Tower com vista para a Tower Bridge e o The Royal Horseguards Hotel com vista para o Tamisa. Conta com 5 hóteis em Londres, sendo que o Royal Horseguards Hotel é o mais tradicional e grandioso e o Cumberland o mais moderno. A cadeia conta com o seu hotel em Charing Cross gerido sobre o nome de Amba Hotel, por ser um hótel mais práctico de 4 estrelas. 

hotels_guoman.jpg

 

Estadias Românticas em Londres

The Montcalm: Boutique hotel que conta com 6 hóteis localizados em diferentes locais no centro de Londres inclusívie em Marble Arch, City of London e Shoreditch. Testemunhos nos diferentes sites online indicam uma experiência maioritariamente positiva para casais que ali ficaram, sendo que alguns mencionaram ter recebido upgrades gratuitos para a suite presidencial em aniversários. 

hoteis_montcalm.PNG

 

The Shaftesbury: Colecção de 18 hóteis de 4 estrelas localizados em zonas centrais de Londres. A cadeia de hóteis conta com aqueles mais tradicionais e boutique aos mais modernos e elite. Acho particularmente romântica a arquitectura do Shaftesbury Grand Royale London Hyde Park, por isso deixo aqui a foto da entrada desse edifício. 

hotels_grand_royale_london_hyde_park_02.jpg

 

Estadias em Família em Londres

Best Western Hotels: Esta cadeia de hóteis conta com 32 hóteis espalhados um pouco por Londres inteira e tem no total 270 hóteis no Reino Unido. Cada um tem o seu carácter variado, mas neste tipo de hóteis poderão encontrar boas opções mais em conta para famílias enquanto ficam num hótel de qualidade, reconhecido pelo seu bom serviço. 

hotel_bestwestern.jpg

  

Toprooms: A partir deste site podem encontram hóteis, guesthouses e Bed & Breakfasts que, geralmente ficam mais em conta para famílias. 

hotels_toprooms.PNG

 

HomeAway.co.uk - London rentals: Através deste site podem alugar apartamentos e casas inteiras através de senhorios privados. Este tipo de acomodação não só é mais barata como também muito comfortável em termos de terem tudo o que precisam para se sentirem em casa e podem experimentar viver temporariamente em edifícios tipicamente Londrinos.

hotels_homeaway3.PNG

 

Estadias de Negócios em Londres

Hilton: O Hilton conta com 43 hóteis em Londres espalhados por vários locais da cidade para fácil acesso a diferentes zonas de negócios e de turismo. Embora cada um dos hóteis tenha o seu carácter específico, muitos deles são dedicados principalmente a uma audiência de hóspedes que viajam em trabalho. 

hotels_hilton.jpg

  

Radisson Blu: Com 15 hóteis espalhados pela cidade, estes são hóteis de qualidade, com bom serviço e prácticos para viagens de negócios e eventos profissionais.

hotels_radisson.jpg

 

Estadias baratas em Londres

Budget Places : Através deste site conseguem encontrar quartos em hóteis, apartamentos, bed & breakfasts e hostels a preços a partir de £19 por pessoa por noite. 

hotels_budgetplaces.PNG

 

Hostel World: Website dedicado a acomodação para jovens e estudantes nos chamados hostels ou pousadas da juventude. Alguns têm quartos partilhados e outros providenciam quartos privativos tais como num hotel.

hotels_hostelworld.jpg

Para outras alternativas de acomodação em Londres para quem não quer gastar muito, aconselho a lerem o post "Acomodação grátis em Londres e no Reino Unido". 

 

Relativamente às zonas onde procurarem acomodação, no primeiro post que escrevi sobre acomodação boa e barata em Londres, fiz indicação das melhores zonas onde ficarem de fácil acesso aos locais de interesse turístico.

 

Para quem procura por acomodação a prazo mais longo ou permanente, aconselho pesquisarem através dos sites indicados no post "Viver em Londres - Onde, Como e Quanto", que actualizei em Maio de 2015.

 

Se já tiverem ficado noutros hóteis que queiram aconselhar também, por favor indiquem o nome do hotel nos comentários. Boa pesquisa e boa acomodação em Londres!

Bilhetes baratos para museus e atracções de Londres

Estou entusiasmada por anunciar que a partir de agora podem comprar bilhetes para as mais variadas atracções de Londres, museus e passeios guiados, muitos deles a preços descontados, através do Tuga em Londres, graças a uma nova parceria com o Ticketbar. 

 

Encontram o novo link para "Bilhetes" na barra do menú do blog e a partir de lá podem comprar os vossos bilhetes para a mais variedade de atracções e actividades a visitar durante os vossos dias em Londres. 

 

Para perceberem que bilhetes compensam mais comprar dependendo do vosso tempo em Londres e interesses, passo a explicá-los:

 

  • Preço de carregamento de Oyster Card suficiente para 1 dia de viagens ilimitadas nas zonas 1-2 (centro): £6.40 +£5 de depósito pelo cartão (total €15,69). Mais informações sobre transportes em Londres neste post.

 

Portanto, o London Pass compensa logo se visitarem 3 atracções no mesmo dia tais como as 3 acima indicadas dado que são todas próximas e podem fazê-las todas calmamente num dia. No entanto podem visitar todas as atracções que quizerem e conseguirem num mesmo dia. Mais atracções incluídas no London Pass aqui.

 

Relativamente ao London Pass com transporte parece que só compensa mais pela conveniência de se ter tudo num só cartão em vez de se andar com dois cartões, mas segundo os cálculos, o London Pass cobra mais €3.41 se comprarem com o transporte incorporado.

 

O London Pass também compensa mais quantos mais dias o comprarem, portanto convém fazerem primeiro a lista de todos os monumentos e atracções que querem ver para poderem julgar melhor quantos dias vos compensa comprar.

  

Através do Google Maps, podem pesquisar por "London Tourist Attractions" e irá aparecer-vos todos os pontos principais representados com pontos vermelhos. Podem colocar uma marca nos locais que vos interessam mais visitar para se aperceberem melhor das distâncias de forma a julgarem melhor quantas atracções vão conseguir visitar nos dias em que estiverem em Londres.  

 

london_tourist_attractions_map.PNG

 

Uma das coisas que gosto nesta nova página, para além de poderem comprar bilhetes para o London Pass, atracções turísticas e museus, é que podem também comprar passeios, tais como o autocarro turístico Hop on Hop off, uma visita guiada ao estádio de futebol do Chelsea, caminhadas temáticas para ver a troca da guarda, locais de referência do Rock n' Roll Britânico ou os locais por onde actuou o Jack o Estripador, ou até um Pub Crawl em Camden Town, onde vão conhecer os vários pubs com um grupo de pessoas com quem socializar.

 

Espero que gostem desta nova adição ao Tuga em Londres! 

 

 

A semana do pequeno-almoço

Esta semana celebra-se a 'Semana do Pequeno-Almoço' ou a 'Breakfast Week' como forma de relembrar-nos da refeição mais importante do dia. Eu sou fã de pequeno-almoço e não sinto que começo bem o dia sem tomar um bom pequeno-almoço que geralmente remete-se a cereais e café durante os dias de semana e a um pequeno-almoço mais reforçado ou brunch ao fim-de-semana. Londres está cheio de óptimos locais onde tomar um bom pequeno-almoço por isso passo aqui a indicar 6 locais dos meus favoritos incluíndo dois em que, apesar de ainda não ter lá ido, tenho ouvido falar muito bem e quero ir experimentar. Se tiverem outras boas sugestões de pequeno-almoço por favor indiquem nos comentários. Quantos mais, melhor!

 

The Breakfast Club: Tem a grande desvantagem de que encontram sempre imensas filas em qualquer Breakfast Club a que vão quer seja de dia de semana ou fim-de-semana, mas se um dia tiverem tempo vale bem a pena lá ir para um brunch reforçado. A comida é realmente muito boa e os pratos vêm bem servidos. No The Breakfast Club em Liverpool Street existe também um bar secreto que acedem através do frigorífico. Onde: Angel, Liverpool Street, Hoxton Square, Soho, London Bridge, Clapham Junction.

 

brunch-breakfast-club.jpg

 

Breads Etcetera: Este café tem o conceito de "do-it-yourself". Como o nome indica é especializado em pão, e pão bom. Pagam um preço fixo para comerem a quantidade de pão que quizerem e que voçês próprios vão cortar no päo e quantidades que preferirem. Se pedirem só o pão DIY, este é acompanhado com manteiga e doce, mas têm um grande menu de diferentes opções com variados pratos de brunch também. E adoro o facto de que cada mesa tem uma torradeira para que possam torrar as variadas fatias de pão à vossa vontade. Onde: Clapham High Street.

 

breads.jpg

 

Muriel's Kitchen: para além da boa comida com ingredientes frescos, o que gosto muito neste local é a decoração. Lá dentro sentem-se como se estivessem a tomar o pequeno-almoço num banco de jardim num dia solarengo. O espaço está mesmo muito bem conseguido e vale a pena a visita. Onde: Soho, South Kensington e Leicester Square.

 

muriels2.jpg

 

The Book Club: Este café estilizado em ambiente Sueco apresenta um espaço confortável, com alguns sofás onde podem ficar confortavelmente sentados a manhã toda a ler o jornal. A comida é boa e se vos apetecer queimar as calorias após o pequeno-almoço também podem ir jogar ping pong na sala que eles têm dedicada a isso mesmo. Onde: Old Street.

 

BOOKCLUB-detail_full_for_exchange.jpg

 

Arepa & Co: Este ainda não visitei mas estou muito curiosa para experimentar já que ouvi falar muito bem. É um café e restaurante Argentino, por isso esperem um pequeno-almoço diferente do que estão habituados. Fica localizado mesmo oposto ao Regent's Canal próximo da saída de Kingsland Road. A localização não é óbvia mas se entrarem no canal em Kingsland Rd e forem na direcção de Angel (para a direita), encontram-no um pouco à frente, mesmo antes do Towpath Café junto a umas escadas. Onde: De Beauvoir Town

 

arepa.jpg

 

Cereal Killer Café: Este café tal como o nome indica, serve cereais. mas não são cereais quaisquer. Aqui encontram cereais de todos os cantos do mundo com variedades que podem nunca ter imagino. Este novo conceito de café abriu recentemente no final do ano passado e, tem sido um sucesso tão grande, que na semana passada, os seus dois fundadores anunciaram que querem levar o conceito internacionalmente e abrir mais cafés em diferentes partes do mundo. Talvez vá um para Lisboa ou Porto um dia destes. Também ainda não tive a oportunidade de lá ir mas sem dúvida que estou curiosa. Onde: Brick Lane

 

CerealKillers.jpg

 

A nova estação de Tottenham Court Road

A nova estação de Tottenham Court Road abriu na semana passada e foi na sexta-feira que tive oportunidade de passar por lá. A estação ainda continua com muitas obras relacionadas com a CrossRail que só tem planos para abrir em finais de 2016, mas para já, a saída de metro já é diferente e mais espaçosa proporcionando melhores acessos em hora de ponta. A desvantagem é que os comboios da Central Line de momento não param em Tottenham Court Road e esta estação só vai reabrir para a Central Line em Dezembro de 2015. 

 

Entretanto, ficam aqui com as fotos da nova estação:

photo 5.JPG

Primeiras escadas rolantes para quem vem do metro

 

photo 3.JPG

O Hall principal/ Zona das bilheteiras

 

photo 2.JPG

As escadas rolantes para a rua

 

photo 1.JPG

 

O acesso à rua

 

 

 

Cidades e aldeias de Inglaterra a visitar neste Natal

Este fim-de-semana que passou fui passá-lo com um grupo de amigas a Arundel em West Sussex. Arundel é uma pequena vila medieval com um grande castelo, ruas simpáticas, lojinhas bonitas em que apetece comprar de tudo, rodeada de campos ideais para se ir dar longos passeios e um ambiente já muito Natalício. Vai ser no entanto, a dia 6 de Dezembro que as celebrações de Natal da vila vão decorrer nesta vila por isso achei que podia ser útil para alguns dos leitores que estejam interessados em passar um fim-de-semana fora nesta época Natalícia, ficarem com algumas ideias de onde podem ir.

 

photo (2).JPG

 

photo (3).JPG

 

 

 

Fiz uma pequena pesquisa per mercados e festejos Natalícios por localidades bonitas de Inglaterra e aqui ficam algumas ideias:

 

Arundel Oquê? Arundel by Candlelight vai contar com mercado de Natal, cortejos e celebrações a partir do final da tarde de dia 6 de Dezembro. Onde? West Sussex. Distância de Londres? 1:45h de comboio. 

 

Rye Oquê? Rye conta com vários eventos de Natal cuja lista encontram no link indicado mas o principal dia dos cortejos de Natal vai ser no Sábado 13 de Dezembro. Onde? East Sussex. Distância de Londres? 1:12h de comboio.

 

Lavenham O quê? Esta vila, considerada a mais medieval de Suffolk vai celebrar o início do seu mercado de Natal de 5 a 7 de Dezembro com vários eventos, mas o mercado irá continuar também nos dias seguintes até ao Natal. Onde? Suffolk. Distância de Londres? 1:20h até a estação mais próxima em Sudbury e daí apanhar autocarro ou taxi.

 

Castle Comb O quê? Mercado de Natal nesta aldeia que já foi nomeada como uma das mais bonitas de Inglaterra. Onde? Whiltshire. Distância de Londres? 1:20h até a estação mais próxima em Chippenham e daí apanhar táxi.

 

Lymington O quê? Evento para o acender das luzes de Natal que também conta com mercado e animação. Esta vila é tipicamente Georgiana e baseada à beira-mar. Onde? Hampshire. Distância de Londres? 1:48h

 

Lincoln O quê? Lincoln já é uma cidade, mas se procuram um sítio com um grande mercado, esta cidade-catedral conta com 250 stands e vários eventos durante o fim-de-semana de 4 a 7 de Dezembro. Onde? Lincolnshire. Distância de Londres? 2:18h.

 

Se souberem de outras localidades bonitas com bons mercados ou festividades de Natal por favor indiquem nos comentários.

Passeios pelo campo

No fim-de-semana passado convidei uns amigos a irmos ao campo fazer um dia de "hiking". Como não queriamos ir para muito longe de Londres optámos por um passeio a partir de uma zona ainda acessível pelo metro, mesmo no final da zona 8 de Londres. O percurso foi de Chorleywood até Chesham (neste momento em que escrevo a descrição do passeio no site não está correcta por isso convém sempre verificar isso, caso hajam problemas destes no site como parecem haver agora), percorrendo 15km por entre grandes campos, passando junto a um rio, lagos e montes. Já tinha feito alguns passeios semelhantes antes, geralmente para mais longe de Londres, mas sinceramente a paisagem não muda muito por isso até que foi uma muito boa ideia ter ficado tão perto de Londres, sendo que estávamos na mesma totalmente rodeados pelo ar fresco do campo. 

 

Aconselho vivamente a quem ainda nunca fez tais passeios, a dedicar-se a isso um dia porque a experiência é óptima e, só o facto de se estar fora de Londres durante um dia, traz a sensação de que estivemos fora durante mais tempo que isso, dada a diferença entre o reboliço de Londres e a calma do campo serem tão grandes. 

 

Existem guias de passeios muito bons e detalhados que facilmente encontram em vários websites. Imprimam o passo-a-passo do passeio e, hoje em dia, em vários sites, também vos permitem que façam o download do mapa para os smartphones que vos vai ajudar bastante nos eventuais momentos em que se sentirem perdidos. 

 

O website do WalkingClub por exemplo, é bastante bom e podem encontrar passeios um pouco por todo o país e até em alguns outros países. Curiosamente, o primeiro que aparece na lista do link que indiquei até é um passeio por Vale de Engenhos no Algarve. 

 

Up hill

 

 
 
Esculturas esculpidas nas árvores em Chorleywood House Estate

 Esculturas esculpidas nas árvores em Chorleywood House Estate

 

 

Lamas
Uns amigos Lamas que encontrámos pelo caminho
 

 

Latimer
Vista de Latimer House
 

Latimer House
Latimer House