Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

O jogo bonito

É impossível não falar sobre a World Cup já que tem sido o centro de atenções do mundo nas últimas semanas e, Londres não tem sido excepção. 

 

Claro que o entusiasmo por cá era maior ainda quando a Inglaterra ainda estava em jogo, mas rapidamente os fãns esqueceram-se do insucesso da sua equipa nacional, culpando os grandes clubes de futebol que não investem o suficiente em novo talento local e preferem comprar jogadores estrangeiros já bem treinados, que vão depois jogar com as suas respectivas equipas nacionais quando eventos destes acontecem. 

 

Tenho seguido de forma mais ou menos regular os jogos e esta tem sido a minha experiência:

  • Nem todos os locais que anunciam que têm grandes ecrãs atraem um bom ambiente de futebol. Principalmente com os jogos tardios e sem a equipa nacional em jogo, quem gosta de ver futebol, vai aos locais onde sabe que, normalmente consegue ver um bom jogo. Então o Bar Kick em Shoreditch, Café Kick em Exmouth Market, Water Poet em Liverpool Street, The Corner Shop em Shoreditch ou até os restaurantes Portugueses como o Bar Estrela em Vauxhall, são dos melhores sítios que conheço. Sei também que a Exchange Square em Liverpool Street tem tido muitos espectadores e tem o espaço para manter por lá muitas pessoas, daí ser uma boa opção para ver a final no domingo.
  • Ver um jogo durante este mundial tem sido uma óptima forma de conhecer pessoas novas. Ao ir 2-3 vezes ao mesmo local, começam-se a reconhecer as caras. Os espectadores celebram, choram, comentam as faltas que não deviam ser faltas, e em pouco tempo cria-se uma certa cumplicidade com aquelas pessoas que antes não se conheciam.
  • Durante a primeira fase, estava eu em Amsterdão com colegas para uma conferência quando um deles me diz que vai ter que mudar o voo de volta. Porquê? - Pergunto eu com ar espantado. 'Porque o nosso voo é mesma na hora em que Inglaterra está a jogar e quero estar em Inglaterra a tempo de ver o jogo' - diz-me ele. Muda o voo e faz a empresa pagar pela mudança com a benção do chefe dele. {#emotions_dlg.confused} 
  • Quer exista algum espectador nacional de uma das equipas em jogo ou não, há sempre quem celebre quando um golo é marcado.
  • O jogo mais extremo de ver sabemos todos qual foi. Saiu-me no swepstake do trabalho a Alemanha para ganhar o campeonato, mas na Terça eu fui para apoiar o Brazil. Só me apetecia chorar ao final do número 4. Foi um jogo doloroso de ver, metade do pub saiu ao fim da primeira parte, mas uma coisa é verdade, a equipa Alemã estava a jogar impecavelmente. Não foi por acaso que Portugal também levou com 4-0. Passavam a bola a quem tinham que passar, estavam organizados na defesa, estavam organizados no ataque. A Argentina não vai ter um jogo nada fácil no domingo. 
  • A final está marcada para este próximo domingo às 20h. O Evening Standard publicou uma lista muito boa com sugestão de vários locais onde ver o jogo localizados um pouco por todas as zonas da cidade. Os interessados podem consultar esta lista aqui.

 

Benfiquistas celebram campeonato em Londres

Posso não ser clubista, mas mantenho a minha preferência pelo Benfica e vejo jogos de futebol quando se tratam de títulos mais importantes, o que foi o caso de ontem. Durante o dia vi as seguintes images a passar pelo Facebook partilhadas a partir desta página no Instagram, por isso também fiquei curiosa para estar presente num ambiente de celebração Português se o Benfica efectivamente fosse consagrado campeão após o jogo de ontem:

 

Londres reservada para celebrações Benfiquistas
 

Escolhi ir ver o jogo ao Bar Estrela em Stockwell, que estava à pinha de Benfiquistas com os seus cachecóis e camisas encarnados, e este foi o ambiente no final do jogo:

 
 

Falou-se em celebrações para Trafalgar Square, mas ainda não encontrei quaisquer fotos online relacionadas com isso, por isso imagino que se alguns fans foram para lá celebrar, foram poucos. Era ali em Little Portugal, a zona onde fica situado o Bar Estrela, que as outras pessoas iriam perceber a razão da celebração, por isso ali era dos melhores locais para estarem em festejo com outros que partilham da mesma alegria. 

Acho que devia ter ido antes dançar

E jogámos tão bem. Teria sido justo termos passado à final. Mas nada disso. A derrota foi apenas por uma questão de sorte. Lançamos ao poste e falhámos. Eles lançaram ao poste e marcaram. Coisas que acontecem.
Ao menos o ambiente no pub estava bom que, mesmo tudo o que era estrangeirada estava maioritariamente a torcer por Portugal.

Ora, mas tal como eu disse à 4 anos atràs e nos 4 antes disso,... vai ser para a próxima.

Amanhã até eu falto à dança

Quartas-feiras são "sagradas" para mim, reservadas especialmente para a minha aula de Lindy hop semanal. Adoro aquilo e só tenho falto em condições inevitáveis, tipo se não estiver em Londres ou tiver alguém de visita. Mas amanhã, até eu vou faltar à aula de dança para poder estar a ver a nossa semi-final contra os Espanhóis. Digamos que a esperança lá está, mas sem dúvida que tenho um pouco de receio da equipa Espanhola. Mas pode ser que seja desta. Há que confiar na perícia da nossa equipa. Como dizem eles "Até os comemos":

 


Portanto, vá lá pessoal, toca a apoiar a selecçao amanhã. Sendo semi-finais já se sabe que tudo o que é pub de desporto popular vai estar bem cheio, mas também são nesses bares e pubs onde há melhor ambiente para ver os jogos (desde que não seja um bar apoiante Espanhol, claro está). Aparentemente também há muito pessoal Inglês e de outras nacionalidades que prefere apoiar Espanha só porque não gostam do Cristiano Ronaldo. Já outros dizem preferir apoiar Portugal porque acham que os Espanhóis não jogam de uma forma atraente de se ver futebol. De qualquer forma, para a maioria dos Portugueses, independentemente das preferêncis pessoais que cada um tenha pelos jogadores ou dos desagrados com a economia ou outras coisas mais, quando toca ao Euro estamos cá para apoiar o nosso país e, a maioria de nós, bem que gostava que saíssemos vencedores deste Euro 2012. Afinal, "we are Portuguese and we know it":

Falta mais um

Uff, ao menos deste jogo conseguimos passar. Nem queria acreditar quando vi o 2-2, mas felizmente o 3º golo veio à última da hora para nos levantar os ânimos. Agora falta Portugal-Holanda. Ora vamos lá olhar para as probabilidades de passar para a fase seguinte:

 

Força nisso Portugal!

Lembro-me tão bem daquele dia em que fui ver o jogo Portugal-Grécia ao Sports Café com a minha amiga Grega, a Depi (foi ao casamento dela a que fui no ano passado). Estávamos em 2004. Foi durante o meu período de Erasmus por Londres, na época em que tínhamos todo o tempo do mundo para passar os dias a ver jogos de futebol e ainda era "cool" irmos ver os jogos ao Sports Café. Estávamos ambas vestidas com as respectivas cores de apoio aos respectivos países e eu tinha a certeza de que íamos ganhar à Grécia. Talvez por isso tenha-me custado tanto aceitar a derrota nesse dia e ter passado umas quantas horas sem quase dirigir palavra à minha amiga, como se fosse culpa dela que nós tivéssemos perdido. Uns dias depois desse jogo acabou o meu Erasmus e voltei de vez para Portugal. Ainda a tempo de ver o jogo final do Euro 2004 que estava a decorrer no nosso belo país. Novamente voltamos a encontrar-nos com a Grécia, e eu sabia, que sabia mesmo que era desta que nos íamos desforrar. Estava com um grande grupo de amigos na casa de uma amiga. Passámos a tarde em pré-festa, com o barbeque acesso e as cervejas bem fresquinhas. Foi uma daquelas tardes passadas em grupo mesmo divertidas. O ambiente era excelente e estávamos mesmo prontos para acabar uma noite em festa de arromba. Nunca me lembro de querer tanto que Portugal ganhasse um jogo de futebol como nesse dia. O resultado já todos sabemos qual foi... E o ambiente de festa daquela casa rapidamente transformou-se. Lembro-me do meu namorado (da altura) se ter distanciado do grupo e chorado. E ele não foi o único...

 

Este ano posso não estar com aquela esperança de ganharmos o Euro como tinha em 2004, principalmente após este primeiro resultado que já sabemos qual foi, mas ao menos,... ao menos queria que ganhássemos à Dinamarca na Quarta-feira. Desta vez estou rodeada com 3 Dinamarqueses no escritório, um dos directores e duas freelancers que trabalham comigo. Não sei bem porquê mas não queria mesmo, mesmo nada ter "a conversa do jogo" no dia seguinte com eles se perdermos. Se ganharmos, eu nem sequer lhes faço qualquer comentário, mas a nossa equipa é tipicamente mais forte que a Dinamarquesa por isso vai-me custar mais se não conseguirmos vencer este jogo. Vá lá equipa Portuguesa, eu sei que vocês são bons. Concentrem-se e força nisso!

E começam as apostas a rolar

A animação do Mundial de Futebol começou ontem lá pelo trabalho com as apostas! Ah pois é, e eu meti-me também nisso de apostar o meu dinheiro no clube vencedor. O único pormenor é que esta forma de apostas não tem estratégia nenhuma visto que fizemos o "tirar à sorte" de dentro de um chapéu.

 

No chapéu estavam papelinhos com o nome de todas as nacionalidades que vão participar no mundial. Ao pagarmos £2 tinhamos direito a tirar um papelinho à sorte. Calhou-me a Alemanha. Vá lá, podia ter sido pior, mas aparentemente o Ballack está lesionado, por isso talvez a Alemanha já não tenha assim grandes hipóteses de qualquer maneira.

 

Passado umas horas após o início das apostas, o meu colega que estava a organizá-las, mandou um e-mail geral a dizer que ainda não tinham calhado a ninguém Portugal, França, EUA e Inglaterra. Ao ler este mail, levantei-me logo da cadeira e fui ter à secretária dele com mais £2 na mão na expectativa de conseguir tirar o papelinho de Portugal. Não é que ele tira o chapéu da gaveta e ainda lá tinha uma grande quantidade de papéis?! Afinal aquilo no e-mail era mesmo só para chamar a atenção, mas devia era ter dito que faltavam aquelas equipas, entre outras...

Sem problema, tentei a minha sorte à mesma, mas desta vez saiu-me o Chile.

 

Mais para o final do dia, um outro colega Canadiano vem junto à minha secretária com um papel na mão "eu tenho Portugal, eu tenho Portugal!". Pedi-lhe logo para trocar ou para lho comprar, ao que ele respondeu "nem pensar. Eu fico com ele que eu quero ganhar".

Bem, posso não ter ficado com a aposta de Portugal, mas ao menos fiquei contente por saber que o meu colega acredita que tem boas hipóteses de ganhar o pote de dinheiro com a aposta de Portugal nas mãos. E sinceramente, eu também espero que seja ele o vencedor desta sessão de apostas.

E por cá também se celebra o campeonato

Eram 8:30h da manhã. Já estava atrasada para o trabalho e, ainda por cima, tinha que esperar que o sinal do trânsito passasse para vermelho para poder atravessar a estrada e entrar no metro. Quando finalmente fica verde para os peões olho para o automóvel que tinha acabado de parar em frente à passadeira e só vejo um cachecol do Benfica bem na parte de frente da janela, várias pessoas lá dentro, e duas delas com bonés de Benfiquista. Sinal que a victória também se celebrou em grande por estes lados a muitos kilómetros a Nordeste do Estádio da Luz.

Fim de semana Tuga

Este fim-de-semana foi mesmo o que eu posso chamar de um fim-de-semana Tuga.

Sábado á noite la fui ver e festejar a victória da nossa equipa ao Bar Estrela em Vauxhall onde uma grande concentracao de Portugueses e alguns estrangeiros se encontravam para assistir também ao jogo. Gostei de ter estado lá a ver o jogo visto que estes jogos de Portugal é melhor mesmo verem-se num ambiente Portugues. No entanto, tenho que confessar, que quando estava lá nesse dia, vieram-me uns flashes de memória de quando estava em Portugal com os meus amigos no café do Sr. Virgílio como era costume, a ver os jogos de futebol acompanhados dos tremocos, uma imperial para os homens e uma Green para as mulheres  Possivelmente no sábado também lá estava o pessoal do costume no Café do Sr. Virgílio a ver a bola. Estavam lá todos.. menos eu. 'As vezes batem-me assim estas saudades.

 

Já domingo, fui passar uma bela tarde de sol (foi de aproveitar já que nao há muitas por cá) ao Kennington Park onde estavam a decorrer as celebracoes antecipadas do Dia de Portugal, de Camoes e das Comunidades. Ali ao som do Trio Odemira e outros "talentos" nacionais menos conhecidos, com a apresentacao do José Figueiras e com muitas sardinhas e franguinho assado, passei ali uma tarde relaxada na relva na conversa no nosso bom Portugues.