Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

A rainha do DIY

Era sábado de manha e estava farta de ter aquelas madeiras do roupeiro ali encostadas 'as paredes do meu quarto. Os meus flatmates não se levantavam e eu também não queria ter que esperar por eles. Voltei a pegar naquelas instruções quase incompreensíveis e tentei fazer algo com elas. Comecei por separar tudo o que era parafuso e afins para conseguir identifica-los pela foto consoante as quantidades. Pelo final da manha já tinha a estrutura de baixo montada e no domingo passei o dia a fazer o resto.

 

Sem dúvida que me de morou mais do que se tivesse um daqueles manuais passo a passo do IKEA já que houve muito tempo a tentar identificar o que é que era suposto enfiar onde, mas como já tinha montado outra mobília antes acho que isso também ajudou para conseguir identificar como aquilo se faz. A qualidade também não é das melhores mas é OK. Portanto, apesar das instruções reduzidas, até que aconselho quem esteja num budget para comprar mobília recorrer a estas empresas que anunciam no Gumtree. Para quem estiver interessado fico o número de telefone do meu contacto desta empresa - 078 2636 4509 e chama-se Billy.

 

Fica o resultado final:

 

Novo roupeiro

Em uma semana a vista da janela vai ser diferente

Afinal acabei por ter 5 pessoas marcadas para ir ver a casa ontem. Das 5, 3 deles confirmaram que queriam ficar com o quarto e oferecemo-lo a uma rapariga Inglesa muito simpática. Gostei mesmo de a ter conhecido e gostei ainda mais quando me telefonou a dizer que queria ficar com o quarto logo 10 minutos após ter saído de lá. De todos era a minha preferida e o meu flatmate também gostou igualmente dela portanto, está resolvido :-)

 

Espero que a primeira impressão não engane e que, efectivamente corra tudo bem a partilhar casa com ela. 

 

O contrato, esse só será assinado no dia em que nos mudarmos para a nova casa. Sinceramente, tendo ficado tão escaldada com a última casa, agora só fico mesmo descansada até ter o contrato assinado e estar a dormir na minha nova cama. Até lá, ainda não estou completamente descansada. 

 

Após ter mostrado a casa às várias pessoas ontem, aproveitei para ir com o meu flatmate dar uma voltinha pela rua principal da minha nova zona. Adorei! É ainda mais giro do que o que estava à espera. Tem imensos cafézinhos agradáveis, padarias (sim, até tem padarias, que é uma coisa não muito habitual de se ver por Londres), restaurantes, lojas de roupa vintage, uma loja independente de aluguer de filmes à qual me parece que irei fazer várias visitas, restaurantes,... É de facto uma rua bem mais longa do que aquilo que estava à espera já que pensava que tivesse só umas lojinhas e acabasse por aí mas, nada disso. A única coisa de que não gostei, que até era uma das razões pelas quais não queria ir viver para o Oeste de Londres, mas que pelos vistos há imenso por lá, são bébés. Aquela zona está cheia de novas famílias com as mães a passearam carrinhos de bébés por tudo quanto é lado. Não é propriamente o ambiente onde me apetecia estar nesta fase da vida, mas enfim,... Não se pode ter tudo. E depois prefiro estar assim numa zona calma e segura para poder voltar para casa à noite sozinha sem problemas, do que estar numa zona mais jovem mas onde tenho que estar a olhar sempre para trás não venha alguém a seguir-me. Só espero é que nas casas mais próximas da minha não hajam bébés nenhuns porque senão já sei que as festas não vão poder existir. 

 

Com crianças ou sem crianças agora estou muito entusiasmada com a mudança, embora também esteja já com imensa nostalgia por sair da minha casa e zona actuais. Será o começo de uma nova fase. 

Eu nao acredito!!!

Eu acho que ando com um azar impressionante! Nao é que me mudei no sábado para esta nova casa, falei um pouco com os novos "flatmates" e a inglesa deu logo assim os seus ares de antipatia desde o início e deu-me dicas de que esta é a casa dela (porque ela está lá a viver á mais de um ano, nao que a casa seja dela mesma) logo as coisas sao á maneira dela. Mesmo assim depois da conversa inicial a estabelecer as regras até pareceu mais simpática e deu-me até um bolo e tudo.

 

Hoje de manha acordei, vou á casa de banho e vejo que as minhas coisas (cremes, perfumes, etc.) foi tudo retirado do sítio onde os tinha colocado e posto a um canto. Depois fui á cozinha onde eu tenho a minha comida numa prateleira de baixo e essa comida tinha sido colocada uma prateleira mais acima para os copos virem para a prateleira de baixo (obviamente nao lhe dava jeito que os copos tivessem mais acima). Tipo, fez-me sentir que eu tinha violado o espaco dela ou assim. Saí logo de casa e vim para o ginásio de manha descarregar o stress. nao me apetecia mesma estar lá. Epá isto a sério que nao é nada normal.

 

Vou ter uma conversa com ela hoje á noite, mas esta atitude inicial nao me parece ser nada bom sinal.