Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Os sustos da vizinhança

A principal desvantagem que encontro ao viver num edifício novo é que este parece ser mais apelativo a pessoas mal intencionadas. Vai fazer um ano neste próximo domingo que estou a viver no meu apartamento e, apesar de ainda não ter tido problemas pessoalmente, já apanhei uns quantos sustos através de informação recebida pelos meus vizinhos.

Por volta do início deste ano vi que as grades do portão da garagem estavam completamente abertas como se um carro se tivesse enfachado nas grandes. Não fazia ideia do que tinha acontecido por isso decidi criar um grupo no Facebook para o nosso edifício, e coloquei uma carta nas caixas de correios de cada vizinho para convidá-los a juntarem-se ao grupo. Resultou, e apesar de nem todos os vizinhos fazerem parte do grupo, a grande maioria está lá. Foi a partir daí que começamos a trocar informações sobre o que se passa no edifício, problemas a resolver, etc. E o que descobri é que o nosso edifício e os edifícios adjacentes têm sido target de ladrões e afins. É um pouco preocupante. Passo a listar:

  • Como todos os apartamentos têm janelas do chão ao tecto é muito fácil ver o que está dentro da casa, e num apartamento de rés-do-chão no edifício oposto ao meu, uma tarde uns gatunos tentaram quebrar os vidros de uma janela para entrar no apartamento. Felizmente os vidros são de qualidade e, apesar de conseguirem raxar o vidro, não foi suficiente para o partir.
  • Os apartamentos do nosso edifício têm acesso a uma área de bicicletas fechada numa zona na garagem, que portanto é relativamente difícil de aceder sem a chave de acesso, mas outros apartamentos da parte lateral do edifício têm uma área de bicicletas cujo acesso dá para a rua e já ouveram duas tentativas, uma delas com sucesso, de roubo de bicicletas.
  • Já desapareceram umas poucas encomendas da zona do hall de entrada.
  • No outro dia um vizinho encontra um rapaz adolescente sentado nas escadas. O vizinho pergunta-lhe o que está ali a fazer e se precisa de alguma ajuda. O rapaz diz que veio visitar a mãe dele que mora no apartamento 20 mas que ainda não está em casa por isso ele está à espera dela. O vizinho disse-lhe que ele tinha que esperar na rua que não o podia deixar ali. E ainda bem que o fez, porque assim que ele informou-nos do assunto no Grupo do Facebook um rapaz respondeu a dizer que ele vive sozinho no apartamento 20, logo o rapaz estava a mentir. Mas claro que estaria, e o meu vizinho sabia disso porque simplesmente não mora ninguém com idade de ser mãe de um adolescente neste edifício. É tudo pessoal relativamente jovem na casa dos 20 e 30 anos, e as únicas pessoas com filhos, têm filhos bebés. Não sabemos porque ele queria ficar sentado na escada do edifício, mas coisa boa não era.
  • O último, ontem mesmo, foi quando um vizinho informou que pela segunda vez reparou que um homem fica parado na nossa rua por muito tempo a olhar para os apartamentos, e quando o homem reparou que o meu vizinho estava a olhar para ele, começou a masturbar-se. O vizinho chamou a polícia e o homem fugiu. Quando ele colocou a informação no Facebook, outras pessoas disseram que também já tinham reparado nesse homem.

Parece inacreditável como em um ano, já tantos eventos ocorreram que retratam que existe perigo eminente aqui à volta. Mas pergunto-me se este tipo de perigo se encontra particularlmente por estes edifícios por serem novos, por esta zona especificamente, ou simplesmente, como temos este grupo, acabamos por saber e trocar mais informações do que em apartamentos onde vivi anteriormente, onde não tinha qualquer forma de comunicação com vizinhos para além de um 'bom dia' ocasional. Adorava saber se outras pessoas que vivam em Londres em edifícios ondem exista comunicação entre vizinhos, também têm conhecimento de semelhantes perigos?

Segurança em Londres

O facto da porta da minha casa ter sido arrombada é sem dúvida muito desconcertante, e não só não foi a primeira vez que me tentaram assaltar a casa como conheço várias pessoas que já tiveram situações semelhantes ou piores. Os piores casos foram:

  • Entraram pela janela da casa da minha amiga que vivia em Muswell Hill durante o dia e roubaram tudo, tudo, tudo que fosse de valor. Desde portáteis a máquinas fotográficas, roupa, dinheiro, etc. - exactamente a mesma situação aconteceu com um amigo que vivia em Putney (não sei como entraram no apartamento dele). 
  • Numa casa ao lado da minha quando morava em Camberwell, viviam lá 5 raparigas. 4 delas tinham ido sair à noite e a outra ficou em casa a dormir. Como uma delas tinha ficado em casa, as outras decidiram fechar a porta apenas no trinco. Os ladrões facilmente abriram a porta com um cartão ou algo semelhante que fez a porta abrir sem estragos ou barulho. Roubaram também tudo da casa expecto as coisas que estavam no quarto da 5ª rapariga que tinha ficado a dormir. Obviamente eles devem ter entrado no quarto, viram que estava a dormir e deixaram-na ficar. 'Sorte' a dela ter estado a dormir porque nunca se sabe o que fariam caso ela não estivesse. 
  • A pior de todas foi mesmo o assalto ao apartamento do amigo de um amigo que acordou a meio da noite no seu quarto, com um ladrão com uma arma apontada para ele enquanto o outro roubava o portátil.  -  Horrível mesmo!

 

Apesar de todas essas situações, quando me perguntam se Londres é uma cidade perigosa, eu respondo que não é propriamente perigosa. Sendo uma cidade grande, claro que vão haver pessoas mal intencionadas, mas de forma geral, é uma cidade onde se pode andar à noite sozinho sem problemas nas zonas movimentadas. Claro que se voltarem sozinhos para casa a meio da noite é sempre mais seguro apanhar um táxi, mas não é do tipo de cidades em que a probabilidade de que algo aconteça seja alta. Nestes 10 anos em Londres tenho voltado para casa sozinha à noite muitas vezes e fui assaltada uma vez. Além disso, se eu pensar nas minhas amigas próximas que estão em Londres há tanto ou mais tempo que eu, nunca sofreram nenhum assalto. 

 

Portanto, de forma geral, sim é preciso ter cuidado, tanto em casa como na rua com possíveis ladrões, mas de forma geral Londres não é uma cidade onde tenham que estar constantemente preocupados com a segurança. Ficam algumas sugestões de precaução:

 

Em casa:

  • Fechar sempre a porta de casa à fechadura mesmo quando estão em casa
  • Fechar as janelas quando não estão em casa para não dar oportunidades aos ladrões de entrarem nem de verem o que se encontra dentro da casa
  • Se forem de férias, vale a pena comprarem uma das luzes que se acendem automaticamente a certas horas do dia para parecer que a casa está ocupada

 

Na rua:

  • Não andar a falar com telemóveis na rua à noite
  • Cobrir sempre bem o PIN quando estão numa caixa multibanco e não utilizem a caixa se estiver alguém com ar suspeito ali próximo
  • Não andar com câmaras ao pescoço ou outro equipamento de alto valor que possa atrair as atenções
  • pelo sim, pelo não é aconselhável que apanhem um taxi para casa se voltarem sozinhos depois da meia-noite
  • Se tiverem uma bicicleta, certifiquem-se de que a prendem a um local apropriado sempre com pelos menos duas trancas, uma para cada roda, sendo que uma delas deve também trancar a estrutura da bicicleta

 

Para quem vive em Londres, se tiverem outras dicas que achem úteis na precaução de possíveis assaltantes, por favor indiquem nos comentários.

 

safety_first.jpg