Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Amy

Não podia deixar de dedicar um post à Amy Winehouse. A sua vida era problemática, não há dúvida. Entre abuso de drogas e alcóol, uma vida jovem nas luzes da ribalta, casamento e divórcio relatado nas páginas dos jornais, problemas com a polícia, e uma voz que nos fazia e faz deslumbrar. 

 

Tendo crescido envolta em vozes de Jazz, que eram muito apreciadas pela família, aos 16 anos conseguiu o seu primeiro contrato com a Island Records como vocalista de Jazz. Em 2003, a mesma agência lança o seu primeiro album "Frank" quando ela tinha apenas 20 anos. 

 

Em 2006 ela já tinha vários problemas com o álcool, inclusívie não conseguindo fazer performances completas por estar demasiado embriagada. Nesse ano a agência que geria o seu contrato aconselhou-a a entrar em reabilitação. Em vez de ir para reabilitação, ela demitiu essa agência e lançou o single que a levou a sucesso mundial "Rehab", juntamente com o seu álbum "Back to Black". Com esse álbum foi nomeada para 6 Grammys e ganhou 5, o que fez com que fosse a primeira artista Britânica feminina a ganhar 5 Grammys. Ganhou um BRIT Award em 2007 como melhor artista feminina e ao longo da sua carreira ganhou 4 Ivor Novello Awards. 

 

ontem, a 23 de Julho de 2011, a Amy Winehouse é encontrada morta no seu apartamento em Camden Square, no norte de Londres, possivelmente devido a uma overdose de Ecstasy (ainda por confirmar), juntando-se ao "clube dos 27", conhecidos como as estrelas do rock (apesar de ela não ter sido uma cantora rock) que morreram aos 27 anos de idade - Brian Jones (em 1969), Jimi Hendrix (em 1970), Janis Joplin (em 1970), Jim Morrison (em 1971) e Kurt Cobain (em 1994). 

 

Como tributo à cantora fica aqui o seu primeiro single "Stronger than Me":

 

Os tops da música nacional

Hoje lembrei-me de ir pesquisar sobre o que se passa em termos de música em Portugal e o que é que anda nos tops. Afinal vou para Portugal já daqui a 3 dias por isso convém estar integrada no que se vai passar à minha volta. Lá fui ao site do cotonete e cliquei no top das 100 música mais pedidas o mês passado. Começo só a prestar atenção para o top 20 e o que vejo é o seguinte:

 

Em primeirissimo lugar Ricardo Azevedo em "Entre o Sol e a lua" que também ocupa a 17ª posição com "T2". Vejo depois em 4ºlugar o nome Xaile com "Até me encontrar", que ocupam também a 7ª, 9ª, 12ª, 13ª, 14ª, 17ª e 20ª posições com outras músicas. Saltam também à vista o "Xaque", que tem uma música com o Rui Veloso a ocupar a 3ª posição e sozinho consegue também ter músicas que ocupam a 5ª e a 19ª posições. Outros nomes Portugueses eram o Filipe Fontenelle e o José Lameiras.

 

Hum,....... Ricardo Azevedo, Xaile, Xaque (os nomes de bandas começadas com X estão obviamente em alta), Filipe Fontenelle e José Lameiras???? Who the hell are they? Primeiro foi a surpresa de ver que das ´20 músicas mais pedidas no cotonete durante o m~es de Novembro, 18 eram Portuguesas (ou 16 eram Portuguesas, porque entretanto já descobri que o Filipe Fontenelle é Brasileiro). Segundo, estive a ouvir algumas daquelas músicas e a coisa é muito má! Epá tá bem, as Xaile lá tiveram uma boa ideia e juntaram a música tradicional Portuguesa com uns ritmos celtas outros latinos e lá conseguiram atingir ali um nicho de mercado que estava mesmo a necessitar de uma banda assim. A ideia foi sem dúvida boa, e as raparigas até têm boas vozes e tal. Eu costumo sempre dizer que gosto de quase todos os géneros de música dependendo da minha disposição e não dúvido que haverão alturas em que me apeteça ouvir este quase novo género criado pelas Xaile. Acho que é daquele tipo de música que quanto mais se ouve mais se gosta, ou seja como ainda só ouvi uma ou duas músicas ainda não gosto assim muito. Bem, mas acho que devo partilhar com outros Portugueses que vivem no estrangeiro que tal como eu não faziam ideia que este grupo existia, uma das músicas delas (a que aparece mais vezes no You Tube já que imagino que seja a que tem mais sucesso). Aqui ficam com Xaile - Ai linda, ai linda

 

"

 

Então pronto, Xaile, ainda vá, mas agora Xaque?? Também só ouvi a música "Heróis do mar", mas tenham a santa paciência,.. meteram aquilo nos tops?? Não percebo. Com certeza que muitas pessoas discordam comigo, mas enfim, nem quero saber.

 

Já os outros lá está, é aquela música mais melosa, mais romântica que tem imenso sucesso entre as mulheres Portuguesas e que é o que faz as discográficas em portugal ganharem uns trocos valentes.

 

Engraçado que de todas aquelas músicas nenhuma é mesmo mexida. Tudo bem, uma ou outra são dançáveis, mas estou a falar daquelas que assim que se ouve apetece saltar logo da cadeira e ir dançar. Aliás, agora que penso nisso não consigo lembrar-me de nenhuma música Portuguesa que de facto me faço sair a saltar da cadeira a dizer "não posso perder esta música, tenho que a dançar" tipo a "My hips don't lie" da Shakira.

Será que me estou a esquecer de alguma música importante portuguesa que tem esse factor de saltar da cadeira? Não me consigo mesmo lembrar se é que essa música existe. Acho que a nossa língua é mesmo ideal para a balada, o fado, as músicas calmas, até rock, mas músicas mesmo muito dançaveis não estou a ver. Acho que vou ficar a pensar nisso. Aqui fica um apelo para que me digam quais são essas músicas Portuguesas.

 

E com isto, fico por aqui com a minha música Britânica favorita do momento "Valérie" de Mark Ronson ft Amy Winehouse (corrigido a partir do comentario do Gustavo).

 

"