Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Portugal não vai à Expo 2015?

Este fim-de-semana, ainda em modos de celebração do meu aniversário, encontrei-me com a família em Milão para passarmos esse tempo juntos e descobrir-mos uma nova cidade. 

 

Devo dizer que a cidade de Milão surpreendeu-me pela positiva. É mais bonita e tem mais para ver do que aquilo que imaginava. E agora, como se está a preparar para a Expo Mundial de 2015, ainda está a embelezar-se mais, especialmente em certas zonas da cidade, tais como o Navigli District, junto aos canais. O grande acontecimento da Expo para o próximo ano não passará despercebido por ninguém que passe por Milão nesta altura, já que está bem anunciada por toda a cidade. As bandeiras dos países participantes decoram ruas e edifícios e, foi ao olhar para essas bandeiras que reparei - "mas onde está a bandeira Portuguesa?" Não estava. 

 

 

Hoje quando liguei a Internet, queria tirar a dúvida. No site da Expo 2015, indicam que Portugal é um dos países que não assinaram contrato para a participação na Expo. Esse artigo já parece ter sido escrito no início do ano já que se referiam à possibilidade de assinatura dos EUA aquando da visita do Presidente Barack Obama a Roma em Março. Entre as bandeiras que lá se apresentavam, efectivamente a bandeira Americana encontrava-se lá por isso imagino que o contrato efectivamente se tenha dado nessa data. 

 

A exposição, cujo tema vai ser "alimentar o planeta, energia para a vida", vai decorrer de 1 de Maio a 31 de Outubro e vai contar com mais de 25 Milhões de visitantes. Sem dúvida uma boa oportunidade para Portugal exibir o que temos feito em termos da produção da energia aeólica, por exemplo, já que somos um dos maiores produtores Europeus deste tipo de energia, a qual providencia energia suficiente para a produção de certos produtos alimentares de uma forma sustentável que depois serão exportados para outras partes do mundo. Também poderíamos exibir o que temos feito relativamente à pesca sustentável e depois associar tudo isso à nossa tradição gastronómica. 

 

Talvez a razão pela qual as entidades responsáveis decidiram não participar estará relacionado com o investimento necessário para a participação, mas será que não seria possível passar esses custos para as empresas Portuguesas que de certa forma estejam relacionadas com o tema e que queiram expôr o seu trabalho assim como o trabalho da respectiva indústria? Parece-me uma oportunidade desperdiçada de atrair maior exportação de produtos alimentares Portugueses, e turismo de forma em geral.

 

Em procura pela Internet sobre as razões pelas quais Portugal não se encontra incluído na Expo 2015 não consegui encontrar nada para além de eventuais artigos que indicavam que Portugal ainda não tinha assinado presença. Gostaria de saber o que O Turismo de Portugal tem a dizer sobre o assunto. Não sei se a responsabilidade da nossa participação vem deles, mas concerteza estarão bem a par do assunto. Vou-lhes mandar um Tweet a ver se respondem. Se estiverem interessados na conversa (caso exista resposta) podem segui-la aqui no Twitter do @tugaemlondres.

8 comentários

Comentar post