Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Onde jantar quando não se pode jantar em casa

Voltei da viagem de trabalho na quinta à noite e pouca diferença notei na cozinha. O chão está finalmente colocado mas foi a única coisa que fizeram naqueles 3 dias que estive fora. Não pensei que um chão num espaço tão pequeno demorasse assim tanto a colocar. Enfim, vou ter que aguentar mais algum tempo. 

 

Um dos problemas associados a esta falta de cozinha, é que a minha alimentação não tem sido da melhor. Simplesmente não tenho comido nenhuma refeição em casa. O pequeno-almoço não faz grande diferença visto que já comia os meus cereais no trabalho e acaba por ser uma desculpa para ir tomar o pequeno-almoço com amigos aos fins-de-semana. Mas o jantar é que tem sido mais chato porque fica caro ir jantar fora todos os dias portanto tenho tentado diversificar os meus jantares:

 

Take-away: Nunca tinha mandado vir um takeaway só para mim, mas houve uma das noites em que me sentia um pouco adoentada, logo não queria jantar fora mas queria comer uma sopa quente. Foi nesta minha pesquisa de takeaways que reparei que a maioria dos restaurantes apenas facilita o takeaway através de empresas externas de takeaway tais como o JUST EAT, o Takeaway.com ou o HungryHouse. Eu só queria uma sopa, mas o que reparei é que muitos dos restaurantes através destes sites requerem um consumo mínimo de £12 a £15 de forma geral. Optei pelo HungryHouse porque oferecia um desconto de £5 a novos utilizadores, o que foi menos mau porque assim a entrega acabou por me ficar a £10, mas tive à mesma que consumir o suficiente para atingir o mínimo de £13 que era o caso do restaurante de onde encomendei, mais as £2 de taxa do site. Enfim, pode ser útil poder mandar vir um takeaway, mas só para uma pessoa não compensa muito. 

 

Descontos de final de dia do Itsu e Abokado: Todos os restaurantes/snack-bars Itsu, meia-hora antes de fecharem, vendem toda a comida do frigorífico (de sushi a saladas) a 50% de desconto e os restaurantes/snack-bars Abokado vendem tudo a 1/3 do preço a partir das 17h, portanto há que aproveitar, e já aproveitei várias vezes.

 

Taste Card e The Gourmet Society: Estes são cartões pelos quais se paga um valor anual que ronda as £70 no seu valor oficial, mas consegue-se sempre comprar os cartões em versão "trial" descontados. Ao apresentarem esses cartões numa grande variedade de restaurantes recebem cerca de 50% de desconto do valor da comida pelo que vale bastante a pena por isso tenho utilizado o cartão que tenho sempre que possível.

 

Descontos de supermercado: Todos os dias o supermercado têm comida descontada ao fim do dia. O problema é que como não ando a utilizar talheres, pratos etc., tenho comprado apenas ou saladas ou sandes. Não é ideal, por isso não posso comer isso todos os dias, mas de vez em quando, vá. 

 

No caso de hoje, passei a tarde num restaurante/bar junto ao Regents Canal e acabei por jantar por aqui também. Fui para o tradicional Sunday Roast. Geralmente não vou para grandes jantares quando estou sozinha, mas hoje apeteceu-me. Até porque agora para o final da tarde começaram a tocar jazz no piano e sabe tão bem estar aqui que decidi aproveitar e deliciar-me com um bom jantar  

 

chicken_roast.jpg

 

9 comentários

Comentar post