Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Um dia por Peckham

No fim-de-semana passado decidi ir ao Frank's Cafe com umas amigas visto que já estávamos para lá ir à imenso tempo e daqui a pouco encerra com o final do verão, portanto esta seria um dos poucos fins-de-semana que ainda tinhamos livres para poder lá ir. 

 

O Frank's é um dos "sítios da moda" já há uns dois anos por isso queríamos saber o porquê dessa popularidade. É localizado no topo de um parque de automóveis em Peckham estrategicamente localizado que permite uma bela vista sobre a cidade. Também tinhamos ouvido dizer que servia um bom brunch, e foi com a comida em mente que lá fomos no passado domingo de manhã. Afinal de contas, ao conseguirmos descobrir como se chega lá acima (as indicações nāo eram das melhores, tal como era de esperar de um sítio meio 'hiptster' como aquele), verificamos que afinal não servem brunch e só começam a servir comida a partir das 15h. Ora como ainda era por volta do meio-dia não nos íamos começar a enfrascar em cerveja que era o que se vendia por ali àquela hora por isso optámos por tentar descobrir algum café bom para brunch localmente. De qualquer forma, a primeira impressão do Frank's foi muito boa. A vista é excelente, cobrindo o skyline de Londres, desde as Torres do Parlamento às torres de Canary Wharf. O espaço é muito grande, com imensos bancos e mesas. Imagino que fique cheio nos dias solarengos e que seja um local bem animado por isso ficámos com curiosidade para lá voltar num outro dia mais ao final do dia. 

 

Frank's Cafe
Frank's Cafe

 

O local para brunch que encontrámos apresentava muitas boas recomendações online chamado Cafe 67. Faz parte da South London Gallery, portanto um local perfeito para brunch e para visitar a respectiva galeria de arte moderna que, pelo menos, na semana passada tinha algumas instalações bem interessantes.

 

cafe 67
 
Cafe 67

 

A caminho do Cafe 67 ainda vimos um café que também parecia muito bom chamado Peckham Pelican. O ambiente era muito agradável, daquele tipo de cafés ideas para levar o portátil e ficar por lá a tarde toda, como eu gosto. Se fosse localizado a Este de Londres, concerteza que ía lá passar várias vezes. De qualquer forma, o menú de brunch deles não nos pareceu muito apelativo por isso decidimos continuar até ao Cafe 67. 

 

Peckham Pelican
 
The Peckham Pelican

 

Terminado o brunch e como já passavam das 14h e estava um dia tão agradável, voltámos para o Frank's, para aproveitar aquela vista mais um pouco. A meio da tarde, o Frank's já estava com muitas mais pessoas e, o facto das mesas serem compridas, torna o ambiente muito social, visto que é prático começar a falar com outras pessoas que estejam sentadas na mesma mesa. Sem dúvida quero voltar. 

 

A ideia era, após o Frank's, voltarmos para o Este de Londres, mas depois pensando melhor, achámos que, já que ali estávamos, mais valia ir descobrir mais do que aquela zona tem para oferecer. Peckham é uma zona que ainda conta com algum carácter negativo, dado ter sido uma daquelas zonas onde já houve vários problemas com gangs, etc., no entanto, na High Street encontram-se todo o tipo de lojas, com produtos baratos ou ecléticos que dão carácter ao local. Também já há muito que não ouço falar de violência na zona e, sem dúvida que tenho ouvido falar cada vez mais em Peckham como uma boa zona para se sair à noite e com bons bares e restaurantes. É uma daquelas zonas "up and coming" que são um bom local para onde, por exemplo, investir em comprar casa, visto que não dúvido que os preços das casas por ali só venham a aumentar nos próximos anos. Principalmente porque as ruas residenciais fora da high street são muito agradáveis e calmas e portanto apelativas. É só uma questão do comércio local evoluir mais um pouco e a zona vai ganhar imenso valor. 

 

Mas de volta ao passeio, pensámos então em ir dar uma vista de olhos por outro terraço-bar que conseguiamos ver oposto ao Frank's. Esse terraço fica no edifício do Bushy Building, que é um antigo armazém que, hoje em dia é utilizado como discoteca (muito boa por sinal, já pude comprovar) e também tem escritórios, uma igreja aos domingos (descobri nesse dia), estúdios de artistas, etc. Ao chegarmos ao terraço verificámos que este estava vazio porque parece ser apenas utilizado quando há ali sessões de cinema ao ar-livre, já que o espaço está assim organizado. Descobrimos que na cave do Bushy Building abriu também agora à pouco tempo um novo bar/restaurante e loja de discos de nome Rye Wax que está aberto todo o dia e vai ter vários gigs e eventos, assim como pista de dança sendo um potencial bom local para ir sair no inverno. 

 

Era então tempo de andar um pouco e fizemos um longo passeio pelas ruas de Peckham indo parar a East Dulwich, que não fica nada longe e é uma zona extremamente agradável com muitas lojinhas, cafés, bares e pubs muito simpáticos ao longo da rua principal. Acabámos por sair da zona ao final do dia. Um passeio inesperado para quem apenas queria ir tomar brunch ao Frank's Cafe, mas muito simpático. Sabe bem descobrir novos locais fora do nosso dia-a-dia e como Londres tem tantos bairros, há muito por onde escolher para um próximo dia de passeio. 

Acomodação grátis em Londres e no Reino Unido

Não, o título do post não está errado, e eu também não estou a oferecer dormida em minha casa para quem quizer fazer uma visita a Londres nem sugerir que vão dormir para debaixo da ponte. Existem efectivamente duas hipóteses que conheço para poderem viver temporariamente não só em Londres e no Reino Unido, mas em várias partes do mundo. Uma das opções será mais confortável que a outra, mas ambas têm a grande vantagem de serem grátis (ou practicamente grátis, no caso da opção mais confortável). 

 

Vou passar então a descrever as opções:

 

Opção 1: Trustedhousesitters - Este website permite que pessoas que vão de férias ou viagens durante certos períodos de tempo encontrem "housesitters", ou seja, pessoas que lhes tomem conta da casa e dos animais (caso tenham animais), enquanto estão ausentes. O conceito é simples - os interessados em ser "housesitters" colocam o seu perfil no site indicando o máximo de informação possível sobre eles, sobre o seu historial, com fotos e vídeos de forma a dar o máximo de informação sobre si que transmita credibilidade para os donos das casas que procuram um housesitter. O site em si, apenas permite fazer a comunicação entre os donos da casa e os "housesitters", sem ter qualquer responsabilidade em termos do "housesitter" escolhido. Por isso mesmo, geralmente os donos das casas irão pedir cópias dos passaportes aos "housesitters" e possivelmente prova de que não têm um registro policial. Geralmente também irão querer conversar com os "housesitters" através do skype, para poderem ter uma melhor noção do carácter das pessoas em questão e comprovar melhor que efectivamente elas são quem dizem ser no perfil. O que permite aos housesitters escolhidos é ficar instalados na casa em questão sem pagarem qualquer tipo de renda, dado que estão a dar o serviço de cuidar da casa e dos animais. O site foi votado como o website do ano de 2013 e já foi referenciado em vários jornais e publicações como um site de confiança.

 

Portanto, ficarão instalados numa casa confortável durante um período de tempo que pode durar desde dias a meses, sendo que algumas dessas casas são mesmo muito boas, e em troca apenas precisam de alimentar e passear os animais e manter a casa limpa e em segurança. Para dar um exemplo acabei de fazer uma pesquisa por Londres e existem imensas casas anunciadas, várias delas a procurar "housesitters" durante o período entre o Natal e o Ano Novo, portanto, sem dúvida uma boa possibilidade para quem quer vir passar férias de Natal a Londres sem os altos custos de acomodação. Também será uma boa opção para casais que pensam vir viver para Londres mas querem primeiro experimentar um pouco da cidade antes de tomar uma decisão de se mudarem ou precisam de um local temporário enquanto procuram algo mais permanente. Dou Londres como exemplo mas também existem no site casas anunciadas em várias partes do mundo. É só procurar e escolher.

 

Como esta é a opção mais confortável, é também a que incorre um pequeno custo, que é o custo de se registrarem no site Trustedhousesitters. Pagam £4.99 por mês, se se comprometerem a pagar os 12 meses em avanço, ou seja £59.88 ao ano, o que, diga-se de passagem, basta ficarem acomodados uma vez em qualquer casa, que esse valor compensa logo em comparação ao valor que pagariam numa pensão ou hotel. Também podem pagar pelos vossos perfis estarem no site só por 6 ou 3 meses se preferirem, mas o valor mensal será obviamente um pouco mais caro. 

 

 

Opção 2: Couchsurfing - Através deste site encontram pessoas que vivem em locais para onde querem viajar, que vos deixam ficar a dormir em casa deles (geralmente no sofá, mas muitos também têm camas extra) sem pagarem nada por isso. Este reconhecido site a nível mundial criou uma grande comunidade de couchsurfers, sendo que alguns viajam pelo mundo apenas considerando ficar acomodados nos sofás de outros. A vantagem para quem permite alojar outros é ter a companhia ocasional ou simplesmente porque também eles próprios costumam fazer couchsurfing e, como tal querem agradecer à comunidade, dando a oportunidade a outros de também ficarem alojados em sua casa. Para terem o direito de ficar alojados com alguém do couchsurfing não é necessário que também permitam que outros fiquem alojados em sua casa, mas será necessário que se ofereçam a encontrar-se com um couchsurfer que visite a vossa localização só para eles terem alguém com quem socializar ou alguém que se disponibilize a passear com eles e dar a conhecer um pouco da cidade/localidade. Isso não quer dizer que alguma vez efectivamente alguém vos contacte a pedir isso, mas é através desse conceito que a comunidade se foi criando. Existem também encontros regulares de couchsurfers em várias cidades que são ambos, uma boa forma das pessoas locais se conhecerem e também uma boa forma dos visitantes se encontrarem com um grupo de pessoas com quem sair (caso calhe estarem na tal localidade numa data em que decorra um dos encontros). Em Londres costumavam fazer encontros semanais. Não sei se ainda assim é, mas imagino que se continuem a encontrar regularmente. 

 

E ficam aqui estas duas opções para viverem gratuitamente em Londres durante algum tempo. Para quem experimentar, agradecia que deixassem um comentário com a vossa experiência para que outros também possam beneficiar do vosso testemunho. 

 

 

O Imperial War Museum reabre as portas

Após um longo período de trabalhos de restauração no valor de £40milhões, o Imperial War Museum em Lambeth reabriu este fim-de-semana com novas galerias, incluíndo uma entrada que, aparentemente é bastante impressionante, tendo sido desenhada pelos arquitectos Foster & Partners (os mesmos que desenharam o edifício com forma oval na 'City', conhecido como 'The Gherkin'). Segundo os media, as filas são muito grandes de momento, já que todos parecem querer ver o novo aspecto do museu por isso vou esperar mais alguns tempos para lá ir, mas lembro-me de que o museu era realmente muito bom da última vez que lá fui, já à cerca de 10 anos atrás. Sem dúvida que uma nova visita é devida e aconselho os visitantes a Londres a considerarem também este museu durante a vossa estadia.

 

 

Imperial War Museum new look

Passeios alternativos em Londres - De Canada Water a Liverpool Street

Este passeio é longo mas a qualquer ponto do caminho podem facilmente apanhar um autocarro ou encontram estações de DLR ou de metro.

 

Percurso: 11.4km

Duração: 6 horas com paragens para almoço, café, museu e fotos

 

Saiam na estação de Canada Water em direcção a Stave Hill Ecology Park. No topo de Stave Hill, podem apreciar a paisagem com vista para Canary Wharf de um lado, e the City para o outro. 

 

Canary Wharf vista de Stave Hill

 

 
 
The City vista de Stave Hill

 

Passem pelo meio do parque ecológico de Stave Hill para verem os lagos e vegetação e dirijam-se ao Hotel Hilton, onde podem apanhar o barco para atravessarem para Canary Wharf (podem utilizar o Oyster card neste barco).

 

Stave Hill Ecological Park

 

Stave Hill Ecological Park

 

 
 
View to Canary Wharf from Canada Water river front

 
 
Boat view

 

Uma vez em Canary Wharf têm por ali muitas hipóteses para almoço. Eu aconselho o restaurante flutuante Lotus para um Dim Sum Chinês, com vista para o canal e a preços convidativos.  

 

Ainda em Canary Wharf podem ir visitar o Docklands Museum para passarem a conhecer a história da zona onde se encontram nesse momento. 

 

Depois continuem o passeio ao longo do rio em direcção à City, passando por Wapping e parando nos pubs junto ao rio em Limehouse. 

 

Vista de Limehouse

 

 
 
Vista de Wapping

 
 
Tower Bridge

 
 
E aqui fica o mapa do percurso de Canada Water a Liverpool Street

 
Mapa de Canada Water a Liverpool Street

 

 

Passeios alternativos em Londres - De Chalk Farm a Hampstead

Durante o fim-de-semana passado, como os meus pais estiveram por cá, fomos passear. No entanto, como eles já vieram várias vezes a Londres não queria levá-los aos locais habituais no centro. Optei por passeios alternativos a zonas pouco visitadas por turistas. Vou passar a escrever posts sobre o título ´Passeios alternativos em Londres´ sempre que houver oportunidade. E para já, numa série de 2 posts, colocarei os do fim-de-semana passado. 

 

DE CHALK FARM A HAMPSTEAD HEAT PASSANDO POR PRIMROSE HILL

Percurso: 7km

Duração (com paragens para almoço, café, descanso): 6 horas

 

Saíndo da estação de Chalk Farm, virem para a direita e novamente na primeira à esquerda para darem início ao vosso passeio. Vão passar pela bonita High Street de Primrose Hill e, ao chegarem ao parque, subam ao topo para ver a vista de Londres. 

 

Primrose Hill

 

Continuem o passeio pelas bonitas ruas residenciais de Belsize Park até chegarem a Hampstead Heat, onde podem apreciar os bonitos lagos, subir ao topo do parque em ´Parliament Hill´ e visitar a Kenwood House, localizada no lado oposto do parque a 'Parliament Hill'. O café de Kenwood House é uma boa paragem para o almoço, e dentro desta casa da campo senhorial (a maior casa de campo dentro de Londres) podem apreciar a grande colecçao de pintura em exposição (a entrada é gratuita). 

 

 
 
Hampstead Heat

 
 
Parliament Hill

 
 
Kenwood House

 

Ao contornarem o resto de Hampstead Heat em direcção a Hampstead, irão passar pelas zonas mais "selvagens" do parque. Ao contrário da maioria dos parques de Londres, Hampstead Heat tem menos o ar cuidado que os outros parques, no sentido em que tem mais arvoredo e a sensação é de que se está mesmo no campo. 

 

Ao sairem do parque e chegarem a Hampstead aproveitem para ir tomar o Chá das 5 a um dos bonitos cafés que ali se encontram. Aconselho o Louis Hungarian Patisserie que tem uns bolos de aspecto delicioso e um ambiente e decoração muito agradáveis e com carácter. 

 

O passeio acaba na estação de Hampstead (metro) ou de Hampstead Heat (overground). 

 

Ficam os mapas do passeio:

 

Como não era possível copiar o mapa completo, copiei por partes com pedaços do mapa adjacente nos outros mapas, para ser mais fácil se situarem.

 

Chalk Farm to Hampstead - part 3

 

 
Chalk Farm to Hampstead - parte 2

 

 
Chalk Farm to Hampstead - part 1

 

39km de bicicleta

O dia estava previsto para ser muito solarengo com temperaturas de 17C, por isso quando um amigo sugeriu fazer um longo passeio de bicicleta na rota do Capital Ring, nem tive que pensar duas vezes. Eramos 8 ao todo. Apanhamos o comboio de London Bridge e saímos em Grove Park. A partir de lá, seguimos as indicações do Capital Ring que estão indicadas com setas ao longo de todo o percurso, e passamos por Becknham, Crystal Palace e fomos até Stretham onde terminava aquele percurso. Aproveitando já que ali estava tão perto do centro achei que o melhor seria simplesmente continuar até casa. No total foram 39km, o que, para o meu primeiro percurso longo de bicicleta acho que até que não está nada mau.

 

Gostei muito da experiência e aconselho quem tem bicicleta a experimentar um dos percursos do Capital Ring. Existem ao redor de toda a cidade e levam-vos maioritariamente por ruas com pouco trânsito nas zonas suburbanas de Londres que aparentam serem localizadas no meio da campo dada a ampla vegetação.

 

Ficam algumas fotos do passeio:

 

Dinosauros no parque de Crystal Palace
Dinosauros no parque de Crystal Palace 

 

Colegas ciclistas
Alguns dos meus colegas ciclistas em Crystal Palace
 
 
 
Tempo de descanso em Stretham Common
 
Tempo de descanço junto a Stretham Common

Cream Tea em Londres

Este sábado aproveitei o dia solarengo para fazer um passeio por Hyde Park com uma amiga. Atravessamos o parque de bicicleta e acabamos por nos encontrar na zona de Kensington Gardens onde se encontra a Orangery. Este café/restaurante junto ao Palácio de Kensington é conhecido pelo seu 'Cream Tea'. Para quem nao sabe, 'Cream Tea' é o nome dado ao tradicional 'chá das 5h' quando é acompanhado por scones, natas e doce. Quando é referido como 'Afternoon Tea' é porque, para além dos scones e notas, este chá inclui também sandes e outros bolos. Entramos na Orangery mas achamos caro o preço do Cream Tea que lá é servido a £27 por pessoa. Por isso procuramos um local alternativo e acabamos por descobrir um café local muito agradável, numa rua perpendicular a High Street Kensington, com uma decoração agradável, amplas janelas e um 'cream tea' delicioso por apenas £6, assim como uma boa selecção de outros bolos caseiros. Chama-se 'The Muffin Man Tea Shop' e fica localizado em Wright's Lane, muito próximo da estacão de High Street Kensington. 

 

afternoon_tea.jpg

 

 

Outros bons locais para 'Cream Tea' espalhados por Londres sao:

 

Fortnum & Mason - É uma das lojas mais reconhecidas de Londres. O tipo de local onde a Rainha poderia fazer compras de mercearia. Esta bonita loja, localizada em Picadilly conta com um elegante salao de Chá recentemente renovado. É um dos locais mais caros para se tomar um Chá das 5, mas os interessados podem ir lá tomar um pelo preco a partir das £40. 

 

Gilbert Scott no St. Pancras Renaissance Hotel em Kings Cross - este bar localizado no bonito hotel Renaissance de 5 estrelas serve sem dúvida um 'cream tea' para o lado dispendioso, mas quando é um evento especial penso que vale a pena. Eu já fui lá uma vez, e adorei todo o aparato da forma como os scones, bolinhos e sandes foram servidos. É uma experiencia que vale a pena uma vez ou outra. Precos a partir de £25 por pessoa. 

 

Tea Rooms em Stoke Newington - Uma loja de chá com ambiente familiar e que, efectivamente atrai muitos grupos maioritariamente de mães com filhotes a passarem lá as tardes na conversa. Nunca lá fui mas passo lá várias vezes e gosto bastante do aspecto do ambiente e decoração. Esta é uma loja de chá bastante conhecida e pessoas de diferentes zonas de Londres costumam ir lá tomar o Chá das 5. Como é um local popular é necessário marcar mesa com antecedência. Preços a partir de £20.

 

Orange Pekoe em Barnes - Este não conheço mas já ouvi dizer que é bom e é mais favorável para quem vive na zona do Sudoeste. O preço também é mais agradável a partir das £8 para um 'cream tea'. 

 

No website Afternoon Tea Online podem encontrar a maior listagem de locais que servem o 'cream tea' e 'afternoon tea' em Londres e outras cidades no Reino Unido, e lá podem também encontrar várias promoções especiais tipo 2 por 1, etc. 

 

 

Hotéis, Pousadas, Albergues em Londres, bons e baratos

Ultimamente tenho recebido vários comentários ou emails de pessoas a perguntarem-me sobre acomodação aconselhável onde ficar em Londres durante uma pequena estadia. Fui respondendo em vários comentários aqui e ali espalhados pelo blog por isso achei que, para o fácil acesso geral a essa informação seria boa ideia colocar um post sobre o assunto.

 

Vou aqui indicar alguns sites que conheço (e alguns deles já testei) que têm acomodação barata em Londres, mas primeiro vou dar umas pequenas dicas sobre o que procurarem nesses sites para tornar a pesquisa mais fácil:

 

- A zona: Qualquer localidade que esteja dentro da zona 1 do metro de Londres é favorável, por ser mais fácil de chegarem aos pontos importantes da cidade em pouco tempo. Se tiverem dúvidas sobre as localidades que se encontram dentro da zona 1, procurem no mapa da zona 1 do metro de Londres abaixo, para terem a certeza da sua localização.

 

 

De entre as localidades da zona 1, as que são mais aconselháveis serão Bayswater e Queensway que são zonas muito bonitas, bem centrais, perto de Oxford Street e de Nothing Hill e junto ao Hyde Park, para além de terem hotéis bem em conta. Também se encontra acomodação a preços razoáveis em Victoria e Pimlico assim como London Bridge, Waterloo, South Kensington e Russell Square.

Provavelmente também vão encontrar vários hóteis baratos em Kings Cross por ser um pouco mais longe do que as principais atracções turísticas do que as outras zonas anteriormente mencionadas e por ser menos agradável. No entanto, para quem vier do aeroporto de Luton será conveniente ficarem na zona de Kings Cross ou em Russell Square já que o comboio do aeroporto vem directo até à estacao de Kings Cross St. Pancras.

 

Se vierem do aeroporto de Stanstead de comboio irão ter a Liverpool Street Station e, nesse caso será mais fácil ficarem acomodados ali pela zona ou por Shoreditch/Old Street (não é uma zona turística bonita mas é das melhores zonas para sair à noite), Tower Hill (junto ao rio e às atracções da Ponte e Torre de Londres), London Bridge ou Angel (zona agradável e bonita com boas lojas e restaurantes), que são localidades próximas dessa estação e onde também existem vários hóteis.

 

Nas vossas pesquisas por acomodação entendam que por "Hotels" se entendem "Hotéis" e que por "Hostels" se entendem "Albergues ou pousadas da juventude" e que por "Bed & Breakfast" se entende "Pousada".

 

Tendo isto em conta, aqui ficam alguns bons websites onde encontram facilmente acomodação barata (ou não muito cara) em Londres:

 
Hotels.com: Este é um dos sites mais reconhecidos para pesquisa de hóteis no mundo e têm uma página dedicada a ofertas de última hora e outra dedicada a hóteis promocionais que estão sempre a mudar.

 

- Hóteis até £49 com a Expedia: A Expedia tem uma selecção específica de hotéis baratos no seu site que também vale a pena pesquisar. 

 

Hostelbookers.com: Este site é o ideal para quem quer ficar em acomodação o mais barata possível nos chamados "hostels". Neste tipo de pousadas podem encontrar quartos partilhados com outras pessoas mas também quartos duplos. Depende das pousadas, mas verifiquem esses detalhes durante a pesquisa. Este website permite também fazer reservas para pequenos ou grande grupos.

 

- St. Christopher's Inn: Este é uma rede de albergues tipo pousada da juventude onde geralmente se tem que partilhar o quarto com pessoas desconhecidas mas é talvez o sítio mais barato e melhor que conheço para se ficar em Londres. Hostels desta cadeia sao ideais para pessoal jovem que está de viagem já que vão aqui encontrar muitos outros jovens dos mais variados países com os quais geralmente se criam amizades porque todos que estão lá hospedados querem conhecer pessoas e divertirem-se. Esta é uma rede de albergues que está espalhada um pouco por toda a cidade com boas condições e quartos simples mas limpos. Uma grande vantagem é que têm sempre junto a este albergue um bar chamado Belushi´s bar que tem bom ambiente, comida e bebida barata e fazem várias festas por lá. Entre a rede de hostels St. Christophers podem encontrar os seguintes no centro de Londres onde podem alugar cama a partir de £10.49/noite:

- YHA (Youth Hostel Accommodation): Esta é uma rede internacional de pousadas da juventude onde, dado ser uma cadeia reconhecida, podem contar com alguma seguranca em termos dos niveis de limpeza e condicoes dos hostels. Encontrem em baixo a indicacao daqueles que sao mais centrais onde podem encontrar precos por cama a partir de £17.95/noite:

- Access Apartments: Ideal para grupos a partir de 3 pessoas em que podem alugar um apartamento inteiro só para voces pagando a partir de £10 por pessoa. Existem vários apartamentos de 2, 3 ou mais quartos em diferentes zonas da cidade e aqui fica a indicacao dos mais centrais:

 

- Tube Hotels: este website é bom porque efectua a pesquisa de hóteis mais próximos da estação de metro desejada, comparando os melhores precos entre vários websites de acomodação. 

 

- Budget Places : este site tem a característica principal de que toda a acomodação listada conta com preços mais baixos do que os dos típicos hóteis mais reconhecidos, a rondar as £30 por noite. Encontram aqui uma variedade de hóteis, pensões e Bed & breakfasts e podem fazer a pesquisa através de um mapa interactivo para vos dar melhor ideia da localização, distância ao metro e pontos de interesse da cidade. 

 

Julgo que através desta variedade de websites vão conseguir encontrar acomodação dentro do vosso budget e com as características pretendidas.


 Nota: Este post foi actualizado no dia 22 de Setembro de 2013

Como encontrar voos baratos

Depois da última vez em que decidi marcar já tardiamente o meu voo para Portugal e me deparei com o preço abusivo de cerca de £300 para conseguir um lugar por alturas do Natal, andei numa pesquisa incessante pela Internet para encontrar o voo o mais barato possível para as datas pretendidas. Utilizei alguns dos websites que costumo usar sempre nas minhas pesquisas e descobri outros quantos novos que apresentavam boas ofertas de voos e preços especiais.

 

Acabei por conseguir encontrar um voo para as datas que queria por £170 o que, sem dúvida, fez com que o tempo perdido na pesquisa tenha valido bem a pena. Vou então com a companhia aérea Ibéria. Tem a desvantagem que tenho que fazer escala em Madrid e ficar lá umas 3 horas à espera do avião para Lisboa mas por £130 poupados, claro que compensa.
Durante a pesquisa, o truque é não depender só de um website porque enquanto numa determinada altura um certo site pode apresentar os melhores preços, passado algum tempo já poderá ser mais fácil encontrar preços descontados noutro website qualquer. É o meu caso visto que dantes utilizava sempre o Kayak.com como o primeiro motor de pesquisa de voos já que ali encontrava preços muito bons, mas ao longo dos últimos meses isso já não tem acontecido pelo que tenho pesquisado mais noutros sites alternativos.
Existem três tipos fundamentais de websites para efectuarem as pesquisas:
  • Websites de comparação de preços
  • Agências de viagens online
  • Directamente com as companhias aéreas
- Websites de comparação de preços: Os lugares nos voos não são vendidos directamente através destes sites. Eles simplesmente pesquisam em toda a rede de websites com os quais têm parcerias (apesar deles indicarem que estão a pesquisar pela Internet inteira todos os preços, isso não é verdade. Pesquisam apenas pelos websites com os quais têm parcerias. Portanto os que tiverem geralmente parcerias com um maior número de agências de viagens e companhias aéreas irão provavelmente apresentar os melhores preços). Quando a pesquisa é efectuada, estes sites de comparação de voos apresentam toda a listagem de voos para as datas indicadas. Se forem websites bem construídos irão também dar-vos a hipótese de verem os resultados uns dias atrás ou à frente das datas pelas quais pesquisaram. Ao clicarem nos detalhes dos voos aos preços e condições que mais vos interessam serão redireccionados para os respectivos websites das empresas a partir dos quais poderão efectuar o pagamento dos voos.
Os websites de comparação de preços que costumo utilizar e que costumam apresentar, de forma geral, bons resultados sao os seguintes:
 

Skyscanner

 

Vantagens do Skyscanner: Este site é bastante bom porque não só pesquisa os voos dentro de uma rede muito grande como também faz combinações automáticas dos voos de ida e volta por companhias diferentes caso a combinação apresente um preço final mais barato.

Desvantagens do Skyscanner: O facto de apresentar voos combinatórios efectuados por companhias aéreas diferentes (isso não acontece em todos os casos) faz com que tenham que comprá-los separadamente através dos respectivos websites onde foram encontrados o que significa que se esses websites cobrarem taxas por pagamento com certos cartões, então vão estar a pagar essas taxas mais do que uma vez o que obviamente poderá aumentar significativamente o custo do voo de forma a não ser a opção mais barata. Além disso, outra desvantagem de comprar voos através de sites diferentes é que poderá acontecer o caso de um dos websites esgotar os bilhetes para o voo que queriam antes de completarem o processo de pagamento nele mas já terem comprado o primeiro voo. Por exemplo, imaginem que encontraram um voo muito barato de Lisboa para Londres com escala em Barcelona. Nesse trajecto de hipótese, de Lisboa para Barcelona viajam com a Vueling e de Barcelona para Londres viajam com a Easyjet. Ora agora imaginem que começam por comprar o bilhete da Vueling e depois quando vão efectuar o pagamento para o voo da Easyjet aparece no ecrã que esse voo entretanto já está esgotado e todos os lugares foram vendidos (é possível que alguém tenha comprado o último bilhete disponível entretanto). Já tendo pago o voo para Barcelona significa que irão ter que encontrar outro voo qualquer que faca Barcelona -Londres o que poderá apresentar-se como uma hipótese muito cara, caso não encontrem nada mais barato. De qualquer forma isto não é comum acontecer.
 
Vantagens do Cheapflights: tem parcerias com um largo número de agências de viagens e companhias aéreas, mesmo das que não são tão conhecidas e, como tal, consegue pesquisar por muito bons preços entre todos esses websites.
Desvantagens do cheapflights: sendo uma empresa Britânica apenas podem comprar voos a partir do Reino Unido ou Irlanda. Existem outras versões para outros países, mas Portugal ainda não está incluído na listagem de momento.
 
- Agências de viagens online: Este tipo de sites podem funcionar apenas para venda de voos mas também para venda de pacotes de viagem com hotel, aluguer de automóveis, etc. A vantagem deste tipo de agências é que podem combinar voos entre diferentes companhias aéreas aos preços mais baixos dentro da network de companhias aéreas parceiras que possuem, e estes sites permitem-vos efectuar o pagamento dos voos directamente a partir do seu site, pagando apenas uma vez pelos voos independentemente de serem ou não operados pela mesma companhia aérea. A desvantagem é que, obviamente apenas têm acesso aos preços operados por essa agência logo, convém olhar para algumas delas antes de se tomar uma decisão relativamente ao voo a comprar. É de notar que pelo mesmo voo as agências de viagens podem cobrar valores diferentes dependendo da comissão que elas querem para elas e também dependendo do preço a que conseguiram negociar os bilhetes com a companhia aérea. É perfeitamente habitual que as agências tenham até melhores preços do que as próprias companhias aéreas caso tenham conseguido negociar um bom preço com a companhia para datas específicas.
Algumas das melhores agências que considero existirem no momento são as seguintes:
 
Expedia UK
Vantagens da Expedia: Fácil de pesquisar e muitas vezes oferece pacotes de viagens incluindo hotel em que oferecem uma noite de estadia gratuita ou apresenta outras ofertas semelhantes.
Desvantagens da Expedia: As pesquisas geralmente apresentam resultados através das companhias aéreas mais conhecidas, mas nao é muito frequente apresentarem resultados para companhias aéreas “low cost” tipo Ryanair ou Easyjet.
 

Opodo

 

Vantagens do Opodo: Site muito bom que geralmente apresenta bons preços com uma grande quantidade de companhias aéreas e também vos permite efectuar pesquisas por múltiplos destinos e através de datas flexíveis.

Desvantagens do Opodo: Nem sempre é o mais barato pelo que convém sempre comparar com outros websites.
 
Lowcostholidays
Vantagens da Lowcostholidays: Sendo uma empresa Europeia, apresenta pesquisas não só com grandes companhias aéreas mas também com pequenas companhias aéreas Europeias sobre as quais à partida não se pensaria, logo apresentando novas opções de voo que não são muito fáceis de encontrar a partir de outros websites. É também fácil de pesquisar e geralmente apresenta bons preços.
Desvantagens da Lowcostholidays: Muitas vezes nos resultados da pesquisa apenas apresenta um número muito limitado de voos em vez de dar uma grande quantidade de opções. Possivelmente apresentam apenas os voos que encontram mais baratos, mas isso torna-se um pouco limitado caso os horários não sejam convenientes para o viajante.
 
- Directamente com as companhias aéreas: É um mito o facto de que se consegue sempre comprar bilhetes de avião mais baratos directamente com a companhia aérea. Isso pode ou não ser verdade. A razão pela qual agências podem apresentar bilhetes de avião mais baratos que as próprias companhias aéreas apesar da sua comissão, está relacionado com o facto de que os preços dos bilhetes para certas datas serem negociados previamente com as companhias aéreas. Com o intuito de manterem-se competitivas, as agências de viagens podem optar por não aumentar muito o preço dos bilhetes até próximo da data do voo, enquanto que a companhia aérea poderá decidir ir aumentando o seu valor sucessivamente, o que fará com que, eventualmente o preço oferecido pela agência atinja valores inferiores ao fornecido pela companhia aérea. Nenhum dos casos é certo por isso, aconselho que após encontrarem um voo óptimo através das agências, verifiquem junto do website da própria companhia se não conseguem encontrar ainda mais barato directamente através do seu website.
Fica a listagem de algumas companhias aéreas que costumo pesquisar no percurso Reino Unido-Portugal. Algumas vezes fica mais barato fazer escala em Espanha por isso também coloco aqui as companhias Espanholas com preços mínimos entre Portugal e Espanha. De Espanha para Inglaterra existem mais companhias “low cost” com preços mais em conta do que os voos directos para Portugal por isso de vez em quando compensa o tempo perdido na escala:
British Airways - Não precisa de introduções. A principal companhia aérea do Reino Unido, por vezes pode ter preços mais elevdos, especialmente se comprados os bilhetes em cima da hora, mas com antecedência muitas vezes é ou mais barato ou ao mesmo valor que outras companhias. E mesmo quando é um bocadinho mais caro, vale a pena pela experência de voo que geralmente é mais agradável do que uma Easyjet, e os voos partem dos principais aeroportos de Londres.
TAP
Vueling Esta é uma companhia aérea Espanhola “low cost” que permite preços mesmo muito baixos entre Espanha e Portugal.
Easyjet: Sendo uma “low cost” a Easyjet também gosta das suas taxas extra tais como £10 por cada bagagem extra apresentada no aeroporto ou £5 caso indiquem online que vão levar uma segunda. Também existe um custo extra por bagagem colocada no porão de £10.
Ryanair A Ryan Air efectua voos a partir dos aeroportos de Faro e Porto em Portugal. É de estar alerta com a Ryanair porque esta companhia cobra custos extra por tudo, inclusive para efectuar check-in online. O check-in online da Ryanair custa £5; se efectuarem check -in no aeroporto custa £20; se quiserem colocar mala no porão custa-vos £9,50. Por cada quilo extra de bagagem que levarem cobram-vos £15 e se levarem equipamento desportivo ou musical o custo extra é de £60. Portanto basicamente os voos da Ryanair compensam para viagens de poucos dias em que levem pouco mais do que uma mochila às costas. Ahh, e notem que no momento em que confirmam a compra do bilhete a Ryanair não vos apresenta descriminado o valor de £5 do check-in. Só depois do pagamento ser efectuado é que esse valor aparece.
Iberia : Companhia aérea Espanhola que costuma apresentar uma boa alternativa para as viagens Londres-Lisboa quando os voos directos se encontram demasiado caros.

Lufthansa: por vezes viajar com a Lufthansa também compensa mas tem a desvantagem de necessitarem fazer escala noutro país, geralmente na Alemanha.

 
Assim a sugestão é, sempre que pesquisarem bilhetes de avião, quer sejam para Londres, para Lisboa ou para outro destino qualquer, primeiro façam uma pesquisa em 2 ou 3 bons sites de comparação de preços de voos que vos irão dar uma boa noção dos preços disponíveis no momento. Sigam o link da oferta que vos parecer melhor quer seja direccionado para o site de uma agência de viagens ou de uma companhia aérea. Depois pesquisem em mais uma ou duas agências de viagens que ainda não tenham encontrado a partir dos resultados dos sites de comparação de preço e, finalmente, ao encontrarem os voos do vosso interesse, antes de efectuarem a compra pesquisem pelo site da própria companhia aérea para ver se não encontram um preço melhor ainda.
Por vezes as diferenças de preço são pequenas entre diferentes websites pelo que vale a pena verificar se algum deles tem custos adicionais como taxas do cartão de crédito utilizado ou de alocação de lugar, bagagem no porão ou outro custo qualquer (caso frequente da Easyjet e Ryanair por exemplo) que façam com que o preço altere bastante.
Para este género de marcações de voos online duas notas que são importantes. Primeiro, apenas coloquem os vossos dados do cartão para pagamento se verificarem que no endereço do website em vez de estar escrito http://.... Está escrito https://... O “s” adicional assegura que aquele pagamento está a ser efectuado por uma plataforma de pagamentos legítima. Caso não tenha o “s” de “seguranca” NAO coloquem os vossos dados. Esse site será uma cópia do site oficial em que tudo aparentemente é idêntico, mas é de facto apenas uma forma de pirataria na Internet.
Segunda nota é que, se houverem taxas extra para pagamento com cartões, o pagamento efectuado com cartão Visa Electron é geralmente o único que não tem taxas extra.

Os musicais em Londres

Foi ontem anunciado que Andrew Lloyd Webber, o compositor do famoso musical "O Fantasma da Ópera" vai lancar uma sequela deste musical com uma nova peca intitulada de "Love Never Dies". Nesta sequela, o fantasma da ópera irá reaparecer, nao na Casa da Ópera de Paris, como na producao original, mas em Coney Island, em Nova York, que na época do virar do século, era conhecida como a 8a maravilha do mundo em termos de animacao, teatro e espectáculo.

Faz hoje, dia 9 de Outubro de 2009 exactamente 23 anos que o "Fantasma da Ópera" foi primeiro apresentado em Londres e, desde entao nunca mais tem parado os seus espéctaculos, o que indica o óbvio sucesso deste musical.

"Love never dies" irá ter estreia mundial em Londres no "Adelphi Theatre" no dia 9 de Marco de 2010 e os bilhetes estao neste momento já 'a venda.

 

Infelizmente ainda nao foram muitos os musicais que tive a oportunidade de ver, mas dentro dos que eu vi, e como sugestao para leitores do "Tuga em Londres" que possam estar também interessados em ver um (ou vários) dos musicais que se encontram em Londres, aqui ficam, por ordem de preferencia, os que vi e aconselho:

 

1 - "O Fantasma da Ópera" - Sem dúvida nenhuma o melhor musical que vi até hoje. Simplesmente adorei. Tudo, desde os personagens, as músicas, o enredo, o palco, estava tudo perfeito. A actriz Portuguesa Sofia Escobar tem estado a actuar no papel principal de Christine mas agora, aparentemente, e segundo um post dela no myspace, estar'a agora a actuar no papel de Maria em West Side Story.

 

2 - "Blood Brothers" ou "Irmaos de Sangue" - Sinceramente, antes de ter visto este musical nao dava nada por ele. O logotipo e o nome do musical nao me atraiam nada mas, uma amiga já tinha visto este musical duas vezes e queria ver uma terceira vez por isso convenceu-me a ir. Sinceramente, ainda bem que fui porque foi espectacular! Muito bom mesmo! Nao vou explicar a sensacao que tive ao ver o musical porque acho que é ideal ir sem ter uma ideia certa do que se vai passar mas a história é mesmo intensa, de grande qualidade, óptimas músicas e muito bem encenado. Este musical já existe ha 28 anos e sem dúvida que vai continuar. Convém é que consigam perceber o sotaque de LIverpool que é de lá que este musical tem origem e a cena passa-se em Liverpool por alturas dos anos 60-70, se nao estou em erro. Altamente aconselhável.

 

3 - "Chicago" - Melhor que o filme, muito animado, muito empolgante. Sem dúvida um show que vale a pena ver para quem gosta de muito show, danca e música.

 

4 - "Dirty Dancing" ou "Danca Comigo" - Como adoro o filme nao podia deixar de ver o musical, no entanto, devo dizer que foi o único que me decepcionou um pouco. Os actores sao melhores bailarinos do que actores e, apesar de estar bem feito, considero-o consideravelmente inferior ao filme. Acabou por ser o musical mais caro a que fui e o mais decepcionante também. De qualquer forma, para quem gosta do filme e prefere ver shows ao vivo, esta será uma boa opcao já que as coreografias e todos os movimentos de danca sao óptimos.

 

Se alguém tiver outras sugestoes de bons musicais que valham a pena ver, por favor indique nos comentários.

 

Para comprar bilhetes encontram inúmeros locais onde possam faze-lo mas o meu conselho vai para o TKTS que é uma "casinha" em Leicester Square que vende os melhores lugares disponíveis para o próprio dia a precos descontados até 50%. Portanto, parte do número de bilhetes que nao tiverem sido vendidos com antecedencia para os musicais sao disponibilizados no próprio dia (e apenas para o próprio dia de compra) no TKTS. Como sao geralmente os bilhetes mais caros aqueles que sobram, significa que podem conseguir um lugar nas filas da frente por um preco muito mais reduzido do que o seu original. O único problema com isto é que podem nao haver bilhetes no dia em que pretendem ir para o musical que preferem (geralmente os bilhetes para os musicais mais populares esgotam com antecedencia), mas se nao tiverem nenhuma preferencia em especial, vale a pena lá ir comprá-los. O TKTS abre todos os dias 'as 10h da manha, por isso convém que estejam lá um pouco antes já que as filas podem ser muito grandes. E notem que existem duas filas, uma para compra de bilhetes para as sessoes da matiné (da parte da tarde) e outra fila para a compra de bilhetes para as sessoes da noite (que geralmente sao mais caros que os da matiné). O TKTS é uma casinha branca localizada no centro de Leicester Square que podem identificar através da foto em baixo:

 

TKTS

 

Para quem nao quer estar em filas nem quer arriscar ficar sem bilhete para o musical que pretendem ver, há outra forma de comprar bilhetes a preco bastante descontado que é através do site Theatre Tickets Direct. Vao ver ao site que lá encontram uma listagem de todos os shows com bilhetes a precos mesmo muito bons e assim já ficam descansados por ter os bilhetes reservados com antecedencia.

 

Enjoy the show!