Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

O rancho folclórico vai à festa

Como todos os anos, este ano vou voltar a celebrar a minha festa de aniversário com uma festa temática. Decidi o tema durante as minhas férias em Portugal na noite antes de voltar para Londres. Na manhã seguinte, falei sobre o tema da festa com os meus pais quando íamos a caminho para o aeroporto - o tema é "round the world", ou seja, os convidados devem vir vestidos com roupas representativas de um país ou região algures no mundo. Escolhi este tema porque, não só é um tema divertido que pode dar asas à imaginação de muitas pessoas, como também é um tema fácil já que existem inúmeras possibilidades. Aliás, muitas pessoas já vão ter algo para vestir de festas anteriores. por exemplo, se já alguma vez foram a uma festa de indíos e cowboys, podem usar isso, ou se foram a uma festa havaiana, podem usar essa roupa; se foram ao October Fest devem ter um lederhosen, etc. Muito fácil! Eu com todo o meu entusiasmo inicial, e talvez por estar em Portugal nessa altura, achei por bem vestir-me para a festa com uma roupa tradicional Portuguesa de rancho folclórico. Mencionei isso com a minha mãe e perguntei se me podia ajudar a arranjar a roupa já que só tinha pensado nisso à última da hora da minha estadia e concerteza não iria conseguir arranjar a roupa facilmente em Londres. A minha mãe achou tudo muito bem e disse que me ajudava. 

 

Entretanto vim para Londres e, assim que pensei melhor no assunto, é claro que desisti logo da ideia de ir vestida ao rancho folclórico. Então eu, a aniversariante, ía-me vestir com aquelas roupas tradicionais de saias compridas, camisas até ao pescoço e lenço na cabeça?!? Devia estar mas era doida! Esqueci essa ideia, e fui encomendar um fato de belly dancer - muito mais sexy e exótico que é sempre mais interessante e ajuda a receber os comentários do "ah estás tão gira e tal", o que faz sempre bem ao ego, principalmente quando se está um ano mais velha!

 

No dia a seguir a ter encomendado o meu fato de belly dancer a minha mãe pergunta-me no skype pela medida da minha saia - "hum??? mas porque é que queres a medida da minha saia?" - pergunto eu. 

- "É para a saia do traje do rancho que estou mesmo a acabar" - diz a minha mãe.

Ups!!! Dessa não estava eu à espera. É que como nunca mais tinha falado no assunto, nem sequer considerei a hipótese da minha mãe ter levado com o meu pedido adiante. Mas claro que, conhecendo a minha mãe, que é a pessoa mais querida que conheço, claro que ela ía fazer-me a saia!! Como é que eu não pensei em dizer-lhe que tinha mudado de ideias em relação à roupa da festa? E mais, é que ela não tinha só a saia Saloia (nome dado às meninas de Sintra) que ela tinha feito à mão. Tinha também comprado uma camisinha Madeirense, um avental de Viana, umas meias daquelas brancas arrendadas e uns brincos de Viana! Tinha tudo! Eu nem sabia bem o que dizer com a surpresa - se sorrir ou se chorar. Mas claro que com toda a dedicação da minha mae em preparar-me este fato do rancho, é que nem pensar eu ir vestida à belly dancer depois disto. É claro que iria usar o traje que a minha mãe me preparou.

 

Vá lá consegui devolver o fato da belly dancer que tinha comprado no ebay. Ainda o cheguei a experimentar e estava a desejar para que me ficasse mal, mas não é que ficava mesmo bem! {#emotions_dlg.nostalgic} 

 

Entretanto chegou ontem o meu traje do rancho no correio. Ao início quando peguei na saia só pensei que era demasiado comprida, mas depois quando experimentei vi que afinal é assim toda rodada, o que vai dar um óptimo efeito se eu dançar alguma música de swing durante a festa (ou de rancho folclórico, dependendo da minha disposição na altura. Hehe!). Mas efectivamente, e felizmente, fica-me bem e agora até que estou toda empolgada de ir vestida com uma roupa tradicional Portuguesa. Entretanto descobri que tenho pelo menos mais uma amiga que também teve a ideia de ir de belly dancer por isso, ao menos vou mais original. De certeza que mais ninguém me vai copiar na ideia do rancho folclórico Português. Hehe!

Não vai ser fácil superar esta festa

Este fim-de-semana fui a uma festa de aniversário que foi daquelas para as quais se ansia que chegue, e durante a noite simplesmente não se quer que acabe nunca. Foram dois amigos do meu grupo de dança que celebraram os seus respectivos 30º aniversários (fazem os dois anos com apenas 1 dia de diferença). Sendo dois, decidiram partilhar os custos e organisar uma festa de arromba - num armazém em Hackney que tinha mesmo só o espaço e um sofá. Não há bar, não há nada. Só mesmo um óptimo espaço para se dançar a noite fora. Melhor ainda, eles contrataram uma banda de swing para ir lá tocar durante as primeiras horas da noite, e o resto foram uns amigos que são DJs amadores que lá foram passar o resto das músicas. 

 

Foi um espectáculo. Transmitiu a sensação de uma house party mas num espaço de discoteca. Tinha o melhor dos dois tipos de festa. O espaço para os dançarinos de Swing andarem por ali a dar-lhe nos passos grandes, sem deixar de ter um ambiente comfortável para se iniciar conversas com quem ainda não se conhece. Foi óptima. Adorei a festa. 

 

Agora com esta é que fiquei a começar a pensar na minha próxima festa de aniversário. Ainda faltam 6 meses (ainda bem), mas como agora vivo numa casa mais pequeno já não vou ter o espaço para as grandes festanças habituais. E depois também queria fazer algo diferente do habitual. Já faço festas temáticas em casa à uns 5 anos por isso agora é tempo de mudar. Nao sou grande fã de fazer a minha festa de anos em bares ou discotecas misturados com tantas outras pessoas por isso acho que seria ideal organizar algo semelhante quanto o que eles fizeram. No entanto também não quero fazer no mesmo sítio. E queria algo um pouco mais pequeno do que o local ondes eles organisaram.  Vou começar na saga da procura do armazém (ou espaço num outro qualquer edifício em que possa fazer uma festa privada). Se alguém tiver alguma ideia de algum local com características semelhantes, por favor indique nos comentários que ficaria muito agradecida.  

Fim de ano em Londres

Para todos aqueles que vão ter a oportunidade de passar a passagem de ano em Londres mas ainda não sabem bem como passar a noite por lá, ficam aqui algumas opções dependendo daquilo que preferirem fazer. O que quer que decidam, aconselha-se a viajarem para o vosso destino com antecedência para evitarem zonas congestionadas nas ruas e metros a abarrotar. Todos os transportes públicos em Londres incluíndo o metro são gratuitos e estão abertos desde as 23:45h de dia 31 às 4:30h de dia 1. Depois voltam ao seu percurso e preço habitual por volta das 5h de dia 1. Para mais informações sobre os transportes ver a brochura informativa da TFL. Aconselho também a comprarem o quanto antes bilhetes para a vossa festa de escolha, caso optem por uma que necessite de compra de bilhetes, para evitarem filas e desilusões de ter bilhetes esgotados na própria noite.

 

Fogos de artifício junto ao Big Ben Oquê? Cerca de 250,000 outras pessoas têm a mesma ideia de ir ver os fogos de artifício do Big Ben todos os anos, portanto se querem lá estar é aconselhado entrarem na zona da Southbank/ Waterloo até às 22:30h no máximo. Depois dessa hora, geralmente é atingida a capacidade da zona e esta é fechada até depois da meia-noite. Para quem não conseguir entrar na zona pode ainda ver os fogos através de um ecrã gigante colocado em Trafalgar Square ou se se afastarem do London Eye e forem mais para o lado da Tate Modern talvez consigam estar com menos multidão à volta, apesar dos fogos também estarem um pouco mais distantes. Quanto? Fogos de artifício são públicos e gratuitos Estação?Waterloo


Ver os fogos enquanto jantam e/ou dançam Oquê? Para quem não quer estar no meio da multidão ao ar-livre, pode pagar para estar comfortavelmente num jantar ou festa num local onde se vejam os fogos de artifício. Entre as opções encontram-se:

  • Founders Arms e o Dogget's Coat and Badge são ambos pubs localizados na Southbank, o primeiro oposto à Tate Modern e o segundo junto à ponte de Blackfriars onde podem ver os fogos de artifício comfortavelmente com vista directa para o rio. O preço para entrar em qualquer um destes pubs é muito provavelmente gratuito. 
  • Oxo Tower, tem um ambiente exclusivo e a música da festa vai ser jazz dos anos 20. O menú é gourmet e a vista, apesar de não ser tão abrangente quanto o SkyBar também é muito boa para a zona norte do rio, St. paul's Cathedral e, claro está, os fogos de artifício. Pacotes disponíveis a partir dos £125.
  • London Sky Bar, localizado no Altitude, no topo da Millbank Tower, o Sky Bar oferece um pacote completo de bebidas incluíndo champagne, jantar, DJ e pequeno-almoço de dia 1 desde as 16h de dia 31 às 6h de dia 1 de Janeiro. Custa £145 comprado adiantado até dia 28 ou £185 depois dessa data. 

Festas em discotecas Oquê? Existe uma variedade enorme de discotecas em Londres com música para todos os gostos. Abaixo indico uma combinação de algumas opções baseada nos diferentes tipos de música:
  • Bass/Electronica/Techno: Beat Dimension NYE num armazém em local secreto a indicar apenas aos que comprarem bilhete. Bilhetes a £20. Faster NYE na discoteca Cable em Bermondsey, promete ter a entrada de ano com os sons mais fortes de Drum&Bass. Bilhetes em avanço a £25. Dollop NYE com o DJ Julio Bashmore a realizar-se no bonito edifício art-deco Troxy em Limehouse. Bilhetes a £40. UKF Bass Culture conta com os DJ headliners Chase & Status e DJ Fresh, mas muitos outros vão estar presentes nesta noite na O2 Academy Brixton. Bilhetes disponíveis a £67.50.  
  • House/Disco: Loft Studios NYE apresenta Guy William's underground disco paradise 45. Localizado em Kensal Green, este é ideal para quem vive mais para Oeste da cidade. Bilhetes a £20. Simian Mobile Disco NYE vai ser no reconhecido bar onde algumas das melhores bandas tocam ao longo do ano, XOYO em Old Street. Bilhetes a £20. Slide and Get Diverted NYE na Brixton Clubhouse. Para além dos famosos beats de Greg Wilson, vai ainda contar com uma Silent Disco a partir da meia-noite no terraço aquecido desta discoteca. Bilhetes disponíveis na noite a £25.
  • Indie/Pop: Propaganda NYE carnival Spectacular no O2 Empire de Sheperd's Bush conta com música de bandas Indie pop, bebidas a preços razoáveis, acrobatas, malabaristas, decoração carnavalesca e a entrada incluí entradas gratuitas para outras festas propaganda durante o mês de Janeiro. Bilhetes a partir de £10. Koko NYE Ball conta com uma banda indie pop seguido de música animada que irá contar com os habituais clássicos Pop. Bilhetes a £15.

Festas temáticas/de máscaras Oquê? existe uma variedade de festas temáticas para celebração do ano novo. Desde as mais dedicadas à palhaçada até às mais formais. Fica aqui também uma pequena selecção do que podem encontrar:
  • Popstarz - Cowboy/girl themed: Com duas salas, uma com música mais Pop desde os anos 60 e o segundo com música indie e Country. A grande temática vai ser "country" e, como tal, todos devem estar vestidos como se estivessem saídos de um filme Western. A festa é em Islington e os bilhetes custam £10. 
  • Twisted Circus: Pensem em circo, comedores de fogo, shows burlescos e bandas ao vivo, e é isso o que vos vai trazer o Proud Camden. Bilhetes a partir de £19 antes da meia-noite e £5 a partir da 1h. 
  • Beauty and the Geek in 1985: Uma noite temática aos anos 80, que vai contar com os clássicos da década. vestuário apropriado ao tema é imprescindívil. Esta festa realisa-se nos 4 Adventure Bar que existem em Londres, em Convent Garden, Clapham Junction, Clapham high Street e East Dulwich. Bilhetes a partir de £20.
  • Secret Agents Ball NYE: Vistam-se como o James Bond para dar a entrada ao novo ano no "The Driver" em King's Cross. Bilhetes custam £25 sem jantar ou £40 com jantar.
  • Festas vintage: Existem várias à escolha incluíndo a Blitz Party onde fui no mês passado e sobre a qual já falei aqui no blog. Irá realizar-se em Shoreditch e os bilhetes custam £40. A Vintage New Year's Eve party no Southbank Centre que pode contar com jantar tem bilhetes à venda a partir das £100.

Noite de comédia Oquê? Para quem não se interessa pelas festas de discotecas e prefere um ambiente alternativo em plena diversão pode optar por ir a uma noite de comédia para celebrar o novo ano. Ficam algumas opções:

  • Angel Comedy localizado no Camden Head pub apresenta novos talentos da comédia na noite de Ano Novo. E o que é melhor? É gratuito!
  • Amused Moose no Soho conta com um line-up de 4 comediantes reconhecidos. Bilhetes custam entre £22.50 e £35.
  • Comedy Carnival no Clapham Grand conta com um dos melhores line-ups de comediantes, segundo a Time Out, que irão actuar das 19h até às 22h e a partir daí a pista abre com DJs a tocar alguns dos melhores clássicos das noites de discoteca até às 4h. Bilhetes a £25.


Festas de ano novo gratuitas Oquê? Sim, é verdade, ainda há alguns sítios onde não se cobra entrada para a festa. Infelizmente não é o caso da maioria, mas ficam aqui algumas sugestões:

  • Black and Gold NYE party: O tema é o preto e o dourado, a música contém os clássicos de festa e, para além da entrada ser gratuita, quem escolher este pub localizado em frente ao Battersea Park para celebrar o novo ano, terá direito a um copo de punch e uma sandes de bacon pelas 00:30h gratuitamente. A festa terá lugar no pub Prince Albert.
  • Casino Empire NYE: Este famoso Casino de Leicester Square terá entrada gratuita e um copo de espumante à entrada oferecido para todos aqueles que optarem pelo Empire para passarem ali a sua passagem de ano. O Empire, para além dos habituais jogos e máquinas, vai ter entretenimento especial durante toda a noite e a sua discoteca estará aberta até às 3h. 
  • Camino NYE Special: Localizado em King's Cross, este reconhecido bar de tapas Espanhol, tem um grande espaço incluíndo um pátio interior agradável, e desta vez irá dar o que prometem ser uma festa de arromba ao som de vários DJs e tipos de música. O que é melhor é que tudo isso é gratuito.
  • NYE @ Mother Bar: O Mother Bar em Shoreditch oferece uma noite de festa gratuita. No entanto, devido à capacidade limitada, os interessados devem ir ao Mother Bar pedir bilhetes para poderem entrar nessa noite. Bilhetes disponíveis já das 20-22h todos os dias até ao dia 31 (se ainda existirem alguns bilhetes no dia, ainda poderão ter sorte de encontrar lugar se chegarem cedo).

Boa escolha para a vossa festa da passagem de ano e um feliz 2013!

The Blitz Party

Neste fim-de-semana passado fui pela primeira vez à reconhecida Blitz Party! Esta festa consiste em trazer o ambiente do pós Guerra no Reino Unido durante os anos 40 ao espaço da festa. Todos os presentes vestem-se adequadamente à ocasião, usando desde as fardas de militares, a roupas de civis que se usavam durante o dia ou em ambiente de festa. A variedade é mais que muita no vestuário, mas todos estão o mais "à anos 40" possível. Como não podia deixar de ser, também toda a decoração do espaço é adequada ao evento, tal como a música colocada por DJs e tocada pelas 2 bandas que lá estiverem. 

 

Esta festa costumava realizar-se de poucos em poucos meses, mas tornou-se tão popular que agora decorre todos os meses em Shoreditch. Está aberta a todos, mas têm que comprar bilhete em avanço já que os bilhetes esgotam rapidamente. E a próxima vai ser mesmo no Ano Novo. os bilhetes geralmente rondam as £20, mas no ano novo vão estar a £40, para os interessados. 

 

Fotos da festa deste sábado:

 


band at Blitz party
Crowd at blitz party

O que fazer em Londres em Junho 2012

E pimbas, o ano já vai a meio! Também começa agora a fase de eventos de verão (apesar da chuva que não quer parar) e a época do futebol com o Euro 2012 que se iniciou ontem (e hoje já com o primeiro jogo de Portugal a bombar). Vamos ver então o que é que Londres tem reservado para nós este mês:

 

Dia de Portugal O que é? Encontro com comida, bebida, música, dança e animação no nosso bom Português. Há rumores de que o evento vai ser cancelado, mas para já ainda não vi nada oficial que confirme isso. Quando? Domingo, 10 de Junho. Quanto? Gratuito. Onde? Kennington Park. Estação? Oval ou Kennington.

 

Festival of the World O que é? Festival de música, dança, comida e arte em geral proveniente de várias partes do mundo. Eventos diferentes ao longo de todo o festival. Ver no site para mais detalhes. Quando? De 1 de Junho a 9 de Setembro. Quanto? Alguns eventos gratuitos tais como o festival de comida do mundo, mas outros pagos Onde? Southbank Centre Estação? Waterloo.

 

Aniversário da Rainha O que é? No fim-de-semana passado foi o Jubileu do seu reinado e já para o próximo a Rainha tem novas celebrações com o seu aniversário. Festejos a decorrerem junto ao Buckingham palace com paradas militares dos guardas da Rainha. Quando? 16 de Junho. Quanto? Gratuito mas vão cedo para conseguir um bom lugar. Onde? Buckingham Palace e The Mall. Estação? Green Park.

 

World Pride festival O que é? Festival de celebração da vida e cultura Gay, Lesbiano, Bisexual e transexual de Londres com eventos que contam com paradas, palestras, festas, etc. Quando? De 17 de Junho a 8 de Julho sendo que a parada principal decorre no dia 7 de Julho. Onde? Por Londres. Ver site para mais detalhes

 

BT Art Box O que é? vai lançar este verão uma exibição de arte ao ar-livre nas ruas de Londres com cabines telefónicas decoradas por vários artistas. Vale a pena aproveitar esta exibição para tirar fotos um tanto ou quanto diferentes da típica foto com a cabine telefónica Londrina. Esta exposição pretende também apoiar a caridade Childline. Quando? 18 de Junho a 19 de Julho. Quanto? Gratuito.  Onde? Vários locais em Londres. Ver no site mais detalhes. 

 

Festival de Arquitectura de Londres O que é? Este evento pretende juntar os arquitectos e arquitecturas desta bela cidade em sintonia. O tema deste ano é "The Playful City" que pretende fazer a ligação da cidade com os Jogos Olímpicos e paralímpicos que caracterizam a cidade de Londres este ano. O festival conta com vários eventos. Desde a possibilidade de pessoas ou empresas com projectos de arquitectura em mente poderem conhecer vários designers em pouco tempo numa espécie de speed dating, até exibições que retratam temas específicos, existe muito de interesse para ver e ter parte neste festival. Quando? De 23 de Junho a 8 de Julho. Quanto? Ver website Onde? Vários locais em Londres.

 

West End Live em Trafalgar Square O que é? Artistas dos variados musicais do West End de Londres vão fazer performances ao vivo em Trafalgar Square. Quando? 23 e 24 de Junho. Quanto? Gratuito. Onde? Trafalgar Square. Estação? Charing Cross ou Leicester Square. 

Back to the 50's

E acabou o meu fim-de-semana prolongado de celebrações de aniversário. Soube-me tão bem que nem tenho pensado no facto de ter ficado um ano mais velha (ou um ano mais experiente, isto depende do ponto de vista). 

Sinceramente, coisa que não gosto é que o meu aniversário passe despercebido. Já é negativo o suficiente a parte de ter que adicionar mais um número à minha idade, portanto sentir-me sozinha nessa dia é coisa que não gosto mesmo. Então uns dias antes do aniversário já tinha convidado as pessoas do trabalho para reservarem a hora de almoço para irmos almoçar juntos. Não deu para irmos todos mas ainda uns 14 colegas se juntaram o que foi muito agradável e ajuda a quebrar um pouco mais a normalidade do dia de trabalho. 

Já nessa noite tinha convidado uns amigos mais próximos para jantarmos. Estava à que tempos com vontade de ir à Pizza East em Shoreditch e foi mesmo lá que reservei para o jantar. Este é um restaurante pizzaria com uma decoração diferente do habitual com um ar muito castiço, os seus presuntos e carnes curadas penduradas no tecto e as grandes janelas e paredes de tijolo, visto ficar localizado num antigo armazém. Gostei bastante do ambiente e atendimento, apesar de que é um pouco mais barulhento do que aquilo que gostaria que fosse.

 

Como é habitual, também fiz festa no fim-de-semana e, desta vez, esta amiga aproveitou a ocasião para vir cá fazer uma visita, recordar os bons velhos tempos e festejar também comigo. Fiquei toda contente que ela tivesse vindo nesta altura, como é óbvio, e acabei por passar a maior parte do tempo com ela, com a excepção da tarde de sábado em que tive que andar às voltas com os preparativos da festa. 

 

Para quem já segue aqui o blog à algum tempo sabe como eu gosto de festas temáticas logo, esta vez não seria excepção. O tema escolhido foi "Back to the 50's" e cada um dos convidados deveria vir vestido à moda dos anos 50. O meu vestuário foi algo ali entre o rockabilly e uma das secretárias da série Mad Men. Tinha um vestido preto pelos joelhos rodado, um cinto grosso vermelho que combinava com os sapatos, lencinho ao pescoço, unhas e baton. Já o cabelo, fiz eu mesma com ajuda de uma amiga e com o prestável auxílio de um tutorial no youtube que demonstrava como conseguir os penteados à anos 50. Coloquei a franja enrolada para dentro como se fosse um canudo, e o resto do cabelo apanhei em trança num dos lados e enrolei-a como um tótó lateral. Com muita música da época e os amigos, fez-se uma festa muito boa que durou até à manhã seguinte. 

 

 

A celebração do aniversário continuou no domingo em Camden Town num terraço de um bar aproveitando o maravilhoso sol com que o fim de semana nos presenteou por Londres.  

Depois de tanta animação diga-se de passagem que ainda estou bem cansada do fim-de-semana, mas se valeu a pena? Isso valeu {#emotions_dlg.happy}

 

 

House Warming Party

E neste sábado fiz com os meus flatmates a festa de casa nova (acho que não existe expressão idêntica a house warming em Português), mas, para quem não conheça a expressão, é uma festa de boas vindas à casa nova. 

 

Foi não só uma boa forma de conhecer os amigos da minha nova flatmate e vice versa, uma forma de apresentar a nova casa aos amigos, mas também uma boa desculpa para fazer uma festa {#emotions_dlg.happy}

 

A festa estava marcada para começar às 20h, e como não podia deixar de ser, os amigos Ingleses da minha flatmate chegaram bem a horas, o que não foi o caso dos meus convidados e dos convidados do meu outro flatmate que são de todo o tipo de nacionalidades. Sem dúvida que do nosso lado também vi que foram os Americanos e os da Europa do norte a chegar primeiro, enquanto que os Tugas, Espanhóis, Italianos e afins começaram a chegar em força a partir das 23h. Outra coisa não seria de esperar. 

 

A casa estava bem cheia por volta da 1h e digamos que foi daquelas festas sempre a bombar que só acabou já passavam das 5h. O engraçado foi que na casa imediatamente oposta à nossa estava a haver também outra festa, por isso acabaram uns quantos da outra festa por vir parar à nossa e uns quantos da minha festa a ir parar à deles também,... inclusívé eu. E não, claro que não era porque a minha festa estava a ser aborrecida, mas é daquelas coisas que é sempre bom confraternizar com os vizinhos e manter uma boa relação. A meio da noite só fui à festa oposta durante cerca de uns 10 minutos já que obviamente queria era estar com os meus amigos. Mas como estava à porta da minha casa e conheci lá um pessoal da festa oposta que convidou para lá entrar,... porque não? Há que ser simpática. Entretanto uns quantos também passaram pela nossa festa e estavam a dizer que a nossa era muito melhor porque estavamos todos a dançar enquanto na festa oposta o ambiente era mais chill out.

 

No entanto, eu e mais alguns amigos, quando a nossa festa acabou, ainda passamos pela dos vizinhos e eles ainda tinham lá umas 15 pessoas em casa apesar de já ser de manhãzinha portanto, foram bem mais resistentes que nós. Não sei bem como a festa deles foi durante a noite, mas quando lá cheguei de manhã estavam a dançar ao som do Rock n' roll dos anos 50 e tudo estava bem animado. Pessoal bastante simpático até, mas sem dúvida que a festa deles tinha um ambiente um bocado diferente da minha já que a deles tinha todas as características de uma East London party. Desde a forma como as pessoas estavam vestidas ao tipo de som que passaram, o ambiente boémio,... tudo era muito East London. Lembram-se de eu ter falado desta festa? Pois a dos vizinhos era do mesmo estilo em termos do ambiente. Gostei. Tenho que ver se arranjo mais umas destas. 

 

E estando em modo de festa, ficam aqui com a minha música Britânica do momento (já há uns tempos que não colocava a música do momento por isso aqui vai) - Darling Buds of May da banda originária de Slough, Brother. Vão actuar no festival de Glastonbury. Mal posso esperar!

 

 

Noites aleatórias

Adoro quando uma saída à noite toma um rumo diferente daquilo que esperava. Principalmente em casos como, o que não passava de uma curta saída para ver uma banda tocar, se transforma numa noitada terminada em festa em casa do vocalista da banda com uma quantidade de pessoal simpático que na maioria não conhecia antes.

Estes Australianos...

O dia da Austrália pode ser só no dia 26 de Janeiro, mas isso não impediu os muitos Australianos e amigos de começarem já hoje, domingo, as celebrações em grande.

 

Estava eu a ir para o supermercado hoje por volta das 11:30h da manhã fazer as compritas da semana quando reparo que está um grande conglomerado de pessoas junto a uma das discotecas locais. Achei estranho, e ao olhar melhor vejo que efectivamente estavam a fazer fila para entrar na discoteca. Todos estavam vestidos com algum tipo de máscara, sendo que a maioria tinha um chapéu ou algo alusivo à bandeira Australiana. Daí me ter lembrado que o Dia da Austrália está para breve. Obviamente eram celebrações dedicados a esse dia. Mas, eu já mencionei que eram 11:30h da manhã, não já? Este pessoal não pára!

 

Depois de pesquisar online, descobri que foi efectivamente uma festa de celebração do Dia da Austrália organisada pela revista dedicada às comunidades Australiana, Nova Zelandesa e Sul Africana residentes em Londres, a TNT Magazine. Aparentemente este foi um evento gratuito que já tinha sido organizado o ano passado tendo contado com 4000 pessoas e, este ano, esperavam que o número viesse a aumentar ainda mais. No cartaz da festa indica que tinha início às 10h da manhã e que durava até muito tarde. Muito provavelmente neste momento em que escrevo a festa ainda deve estar a decorrer nesta discoteca.

 

Sem dúvida uma forma muito diferente de como os Portugueses celebram o Dia de Portugal cá por Londres.