Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Abaixo assinado às Kebab Shops

Ora tinha eu ali um "wine bar" com serviço de restaurante mesmo ao pé da saída do metro, que aquilo era uma maravilha. Com um ar muito castiço, dava um óptimo aspecto à rua e trazia também um ambiente engraçado à zona. OK, é verdade que nunca lá cheguei a ir. Não tive oportunidade. Mas cada vez que lá passava dizia sempre que tinha que ir lá qualquer dia e estava mesmo com vontade de ir experimentar uns quantos vinhos bons por lá. Além disso gostava de ter ali um "wine bar" tão perto de casa. Só a ideia de ele lá estar sabia-me bem. 

Isto, claro está, até ao dia em que passei por lá e estava tudo fechado com sinais a dizer "closure". "Não!!! O meu Wine bar da zona foi um dos muitos que fechou com a "credit crunch", e eu ainda nem nunca lá tinha ido". Fiquei mais que chateada com a situação, mas enfim, também em parte fui uma das culpadas por aquilo ter fechado. Se eu, e outros como eu, tivessemos efectivamente lá ido, em vez de só pensarmos em ir lá, talvez o tal "wine bar" ainda se tivesse conseguido manter em negócio até hoje. 

 

Durante uns meses o local daquele "wine bar" manteve-se vazio e fechado sem que nenhum outro negócio o ocupasse. E assim se manteve até à cerca de umas 3 semanas atrás quando começo a ver construções no local. Cada dia que lá passava havia algo de novo, até ao dia em que vejo a bancada comprida em alumínio com uns vidros por cima onde, obviamente seria para estar comida ou aquecida ou refrigerada dentro, para que os clientes a pudessem ver. Eu só pensei - "ohhh não. Outra "Fish & Chips shop" não!"

 

Como todos sabem o "Fish & Chips" é um prato muito popular por estas bandas. Basicamente o peixe é o mesmo que o bacalhau, só que é fresco (sem ser seco em sal) e frito em farinha e ovo. Serve-se assim com batatas fritas ou batatas congeladas previamente fritas mas que depois são colocadas no forno (o tipo de batatas que vos dão depende dos locais onde forem servidos), com o peixe e as batatas enroladas num cone feito de folha de jornal ou noutro papel qualquer (isto se a AZAE andasse por cá claro que não havia papel de jornal para ninguém). Embora o Fish & Chips se sirva também em pubs, é muito comum haverem estas lojas de comida take-away que vende maioritariamente ou unicamente Fish & Chips.  

 

Passado uns dias a tal loja abre e, para minha surpresa pela negativa, afinal a loja não era uma Fish & Chips shop. Era uma Kebab Shop que também vende Fish & Chips!! Arghh! É que de facto as Fish & Chip shops ainda vá, mas as Kebab Shops são do piorio. Isto é uma praga que há nesta cidade onde em cada canto há uma Kebab Shop. Só no caso desta zona já é muito mau porque do outro lado da saída da estação já haviam duas Kebab Shops, por isso esta será a terceira, ali a apanhar também as pessoas que se dirigem para o lado oposto da rua. Inacreditável!!! E eu que estava toda contente com o meu "Wine bar" que dava um ar tão agradável à rua, e agora vêm-me os tipos abrir uma Kebab Shop para estragar o ambiente todo. Mas porque raio é que a câmara deixa que abram esta quantidade toda de sítios destes que têm sempre um péssimo aspecto e fazem a rua ficar com aquele cheiro de comida gordurenta. Devia-se fazer um baixo assinado contra estas Kebab Shops todas que aparecem nas ruas como se fossem cogumelos.

 

Tudo bem que essas lojas trazem a vantagem que costumam estar abertas ou 24h ou quase a noite toda para satisfazerem os desejos do pessoal esfomeado que vem da noite. E tenho que admitir que também já me chegaram a dar jeito naquelas noites em que tinha mesmo muita fome, mas sinceramente, este hábito que o pessoal tem de vir da noite e ir comer sempre aquela porcaria, é muito mau. Principalmente é mau quando me refiro ao Doner Kebab que é aquela carne espetada num pau comprido giratório e que vai cozendo ao longo do dia todo. Aquela porcaria é feita em fábrica com uma mistura de carnes das partes dos animais que geralmente não são aproveitadas para mais nada. Mistura-se a carne de diferentes animais que são processadas em fábrica e, na Kebab shop esta mistura de carnes é regada com uma gordura ao logo do tempo que vai estando espetada no tal pau que é para se ir mantendo húmida e durar o dia todo até conseguirem vender todo o conteúdo da carne que estava no tal pau. 

 

 

Por acaso nesse aspecto o pessoal por cá está mesmo muito mal habituado. Cada vez que os meus amigos querem ir matar a fome depois da noitada a uma dessas casas de Kebab, eu só me lembro dos bons tempos em que ía à Av. 24 de Julho depois da discoteca comer um caldinho verde e um pão com chouriço acabado de sair do forno. Hummm, que bom! Ou então das vezes em que o pessoal ía à fábrica dos bolos comprá-los acabadinhos de fazer a metade do preço. Que bem que sabiam! Agora Kebabs! Este pessoal que viveu sempre por cá não sabe o que é bom. 

22 comentários

Comentar post