Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Recomeça a época das "house parties"

Adoro a primavera em Londres! Adoro por causa das primeiras flores nos parques, do primeiro verde nas árvores, dos passarinhos a cantar e porque com os primeiros raios de sol vêm também as primeiras "house parties" do ano.

 

Para mim começou este fim-de-semana a primeira. Foi em casa de amigos de amigos onde não conhecia os residentes, mas agora já passei a conhecer. O que vale é que o pessoal que organiza estas festas quer é pessoas para encher daí mesmo que não conheçam metade das pessoas que vão isso não tem problema nenhum já que o importante é a casa estar cheia e a festa ser de arromba.

 

Teve a desvantagem que a casa ficava em Plaistow, que fica no cú de Judas na zona este de Londres. Resultado, a festa começou cedo porque os organizadores já sabiam queíam perder metade dos convidados quando dessem as doze badaladas equivalentes ao último metro que se podia apanhar a partir daquela estação.

 

Claro que há sempre o pessoal que se está a divertir tanto que não quer deixar a festa e ou volta para casa durante a madrugada tendo que apanhar uns 3 autocarros para chegar a casa ou fica lá a dormir algures num canto da casa até à manhã seguinte.

 

Eu fui mesmo pela opção de sair às doze badaladas. Isto também quanto mais tempo na festa, mais tempo estaria a beber alcool, logo pior seria o meu estado no dia seguinte. Assim saindo à meia-noite bebeu-se o suficiente, dorme-se a noite toda e no dia seguinte estamos como novos.

 

Bem, mas diga-se de passagem a festa estava muito boa e, se não fosse a distância, até ficava até mais tarde. Mas também como a época das house parties abriu e daqui a duas semanas já tenho marcada a próxima, isto não é preciso haver nada de exageros logo ao início.

 

Também já fiz várias "house parties" nas minhas casas anteriores (infelizmente nesta nova casa onde estou com a antipática da Inglesa, acho que não há grande ambiente para se fazerem festas) e de acordo com a minha experiência, os segredos para se ter uma boa festa em casa são os seguintes:

 

- os organizadores têm que ter a noção do tipo de festa que querem fazer para colocarem os controlos iniciais no número de pessoas que deverão ter em casa. Há sempre aquele pessoal que, se deixarem, traz 20 amigos atrás, que acabam por destruir a casa, por isso tenham em atenção o tipo de festa que querem ter;

 

- uma vez decidido se querem uma festa para a loucura "de partir a casa toda" ou uma festa calma mais "relax" facam todas as preparações nesse sentido;

 

- convidem mais pessoas do que o número limite que querem ter em casa porque haverão sempre pessoas que não podem vir;

 

- mandem os convites com pelo menos 2 semanas de antecedência, porque menos que isso as pessoas que querem que venham já podem ter outras coisas combinadas e o vosso número de convidados será mais reduzido;

 

- no convite (se for por e-mail ou facebook) peçam para cada pessoa responder se vai ou não e se traz algum amigo;

 

- no convite limitem o número de amigos que a pessoa pode trazer caso pretendam ter maior controlo sobre o número de pessoas;

 

- convém indicar no convite que as pessoas deverão trazer bebidas com elas porque caso não indiquem haverão sempre aqueles que se "esquecem";

 

- se tiverem a casa com carpete e não a queiram sujar convém indicar no convite que os sapatos vão ser deixados à entrada. Isto porque evita situações em que as pessoas não estavam preparadas para andar descalças e vieram para a festa com as meias routas ou sem meias, o que nunca é agradável;

 

- se a festa não for de aniversário inventem um tema qualquer para dar um maior interesse à festa. A última festa que fiz que foi a que teve maior sucesso foi a "festa do chapéu" em que cada pessoa teria que trazer um chapéu qualquer. De facto resultou e os convidados estavam entusiasmadíssimos a falar da festa dias antes de acontecer. O ideal será inventar um tema fácil de ser seguido. A festa do chapeu ou a festa dos óculos ou a festa da praia são sempre temas fáceis de serem seguidos pelos convidados.

 

- apesar dos convidados trazerem bebidas devem sempre preparar uma mesa bem recheada de bebidas para o início da festa. Bebidas tal como a sangria são fáceis de fazer, ficam baratas, podem-se fazer em grande quantidade e são sempre aprovadas pelos convidados. Cervejas, umas bebidas brancas e sumos para mistura são o suficiente para o começo. Claro que é também importante ter snacks e comidinha. Lembrem-se que quanto mais alcool fôr consumido de estômago vazio maior é a probabilidade de alguém vos vomitar para o vaso das plantas. Para evitar essas situações, convém terem a certeza de que os vossos convidados estão bem alimentados. Pão com alho, croquetes, rissóis, batatas fritas, Doritos com molhos e tarteletes são sempre uma boa opção.

 

- a música é fundamental. Convém escolher a música com antecedência para se ter a certeza que se tem disponível vários tipos musicais para diferentes gostos. De forma geral umas músicas mexidas comerciais são sempre uma opção segura. Convém também ter a certeza de que se tem um sistema de som potente que festa não é festa se não tiver a música com um som bem audível. Preferencialmente um computador ou portátil ligados a umas boas colunas são sempre uma opção preferível às aparelhagens com CD´s para se evitar os momentos de quebra em que é necessário trocar o CD.

 

- a decoração terá que ser ao nível do tema estabelecido porque isso irá logo criar melhor ambiente e ser motivo de conversa. Se, por exemplo fizerem a festa da praia, convém ter uns chapéus de palha pendurados, uns colares de flores tipo Hawaii, e estarem vestidos apropriadamente com calções, mini saias e havaianas.

 

- querem deixar que as pessoas fumem dentro de casa ou não? Têm que pensar nisso previamente para organizarem uma zona lá fora ou numa varanda caso não queiram a casa impestada a fumo no dia seguinte e com beatas por todo o lado; Pensem também no que os convidados podem utilizar como cinzeiros.

 

- os organizadores devem ter sempre à mão o número de um serviço de táxis local, e talvez uns locais provisórios na casa onde possam acomodar os infelizes coitados que no final da noite não serão capazes de ir para casa porque não se lembram de como chegam lá.  

 

- por fim, verifiquem antecipadamente que têm em casa todo o material necessário para limpar a casa em profundidade no dia seguinte e de que possuem medicamentos para a dôr-de-cabeça para vos ajudar a aguentar em pé enquanto fazem as limpezas no dia seguinte.

 

Boas festas em casa!

16 comentários

Comentar post