Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

E a pouco e pouco desespero...

Passaram já 3 semanas desde que comecei a procurar casa, practicamente todos os dias fui ver alguma casa, e em média vi 2 casas por dia, resultado, já vou em mais de 30 casas e apartamentos visitados sem nenhum resultado positivo.

 

Eu sei, eu sei, que parece esquesitisse minha, e talvez até seja um bocadinho. Ou melhor, não, não estou a ser esquisita com as casas, o facto é que não encontrei mesmo nenhum sítio que diga sem dúvidas nenhumas - "é aqui que eu quero morar!" E eu sei que também não posso estar há procura de nada espectacular já que afinal, tudo em Londres é muito caro. Mas eu não quero nada extraordinário. Apenas quero uma casa que seja pelo menos igualmente boa como esta onde vivo agora (não quero mudar para pior, claro está); em que tenha espaço no quarto e não seja um daqueles quartos minúsculos que vi na grande maioria das casas em que a cama está encostada de uma parede à outra; que a casa tenha evidências de que é limpa com alguma frequência; sem ter paredes rachadas ou tinta do tecto a saltar; e que seja localizada numa zona de Londres relativamente segura; sem que chegue a custar £700 ao mês como a maioria dos sítios que se vê por aí custam. Será que é pedir muito???

 

Nunca pensei que demorasse tanto tempo para encontrar nova casa. Esta é a terceira vez que estou à procura de casa aqui em Londres. Na primeira vez, quando cheguei ao país, vi umas poucas casas e, fiquei com a 6ª ou 7ª que vi. E era um apartamento espectacular onde eu tinha um quarto de tamanho ultra gigante que adorava. Infelizmente o senhorio decidiu vender essa casa e tive que mudar novamente. A primeira casa que vi foi a com que fiquei - esta onde vivo no momento. De ambas as vezes a casa foi encontrada através do site gumtree.com, e desta vez, por alguma razão que não consigo compreender, não consigo encontrar nada de maneira nenhuma.

 

Hoje desesperei. No final de ver as duas primeiras casas que lá tinham os problemas do costume, senti-me mesmo mal por não conseguir encontrar algo que goste. De certa forma tive a sensação de insucesso, de fracasso quando se quer muito alguma coisa e não se consegue atingir. E vejo mais e mais casas, mas a quantidade não importa se a qualidade não está lá. Já comecei a diversificar as localidades onde ando à procura, já aumentei o budget duas vezes, mas independentemente do preço as casas continuam a ter os mesmos problemas ou outros. No final do dia vi uma terceira casa, para a qual já não ía com expectativas nenhumas, e fiz bem, porque mais uma vez deparei-me com um quarto cuja cama se encontrava encostada a 3 paredes. 

 

Voltei para casa com o passo lento e olhar no vazio. Não quero mais viver onde vivo mas também não consigo encontrar uma alternativa melhor. Já visitei aparentemente todas as casas anunciadas no gumtree que correspondem aos meus interesses e agora resta-me esperar que outras pessoas decidam anunciar novas casas. O dia 1 de Março está-se a aproximar e ainda não encontrei nada para onde me consiga mudar nesse dia. A Mags e o Richard vão-se mudar cá de casa no fim do mês e é essa a altura ideal para eu sair também. Mas vejo o tempo a passar e nada,... E NADA!!!! 

 

Resta-me continuar a olhar para os sites onde se anuncia partilhas de casa e esperar que em algum deles apareça algo de que goste. Mas o entusiasmo é pouco, só espero continuar com a energia que tenho tido que me leva a ir todos os dias a seguir ao trabalho a ver casas, andar à noite em zonas desconhecidas à procura de ruas que não conheço e bater à porta de casa de pessoas que nunca vi, voltando a casa todas as noites por volta das 22h para que no dia seguinte faça exactamente o mesmo outra vez...

9 comentários

Comentar post