Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

O meu primeiro furo

No domingo lá ía eu na minha Bobbin, quando de repente a bicicleta que está à minha frente faz ricochete num arame que estava na estrada que me vem parar mesmo à frente da bicicleta. Tarde demais para me desviar. Mais tarde nesse dia, cheguei à conclusão que esse arame foi o suficiente para me fazer um furo no pneu da bicicleta. O meu primeiro furo!! 

 

E ora o que é que se fazem nestas situações? Muda-se o pneu? Como? Sem ferramentas eu não tinha lá grandes hipóteses para além de ir a uma oficina especializada. O facto é que eu estava mesmo a caminho do "Look Mum no Hands" que é basicamente um café com a temática às bicicletas que também tem uma workshop para arranjos. O único problema é que eu estava a ir para o café de Hackney que é relativamente novo e onde ainda nunca tinha ido. Não sabia é que esse não tinha uma workshop como o de Old Street. Resultado, não me poderam arranjar o pneu, mas emprestaram-me uma bomba para encher o pneu. Ao menos, se eu tinha dúvidas se aquilo seria realmente um furo ou era só o pneu que estava em baixo, rapidamente tirei essas dúvidas - estava mesmo furado. 

 

Como no dia seguinte (ontem), houve por cá um temporal, eu também não podia ter ido de bicicleta para o trabalho de qualquer manehira, por isso em termos de timing para a situação acontecer, até que não estava muito mau. Um amigo ofereceu ajuda para arranjar o furo, e aprendi com ele como fazê-lo ontem mesmo. 

 

Hoje de manhã lá volto toda contente a montar a bicicleta quando ouço - budum, budum, budum,... Havia qualquer coisa de errada à mesma. A roda agora estava cheia por isso não podia ser o furo. Reparei que colocamos mal uma pequena parte do pneu e que, por isso, a roda fazia aquele barulho ao tentar andar. Uff!Decidi ir com a bicicleta para o trabalho de qualquer forma. Pensei que talvez os meus colegas tivessem caixas de ferramentas já que eles andam sempre com bicicletas, mas nenhum deles tinha. Acabei por ter que deixá-la no trabalho e espero que amanhã consigo resolver o assunto

 

É estranho, mas só em 1 dia sem andar de bicicleta já sinto como se não andasse à imenso tempo. Já tenho saudades! Tenho que arranjá-la rapidamente! E para a próxima,.. bem espero que não haja uma próxima tão cedo. 

11 comentários

Comentar post