Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Mas que belo fim-de-semana para ir a Nova York

Nas duas últimas empresas Americanas para que trabalhei tive a oportunidade de ir visitar a sede logo nos primeiros meses na empresa, mas desta vez, demoraram 6 meses até essa oportunidade aparecer. Eu que comecei a trabalhar ali em Julho, bem que tinha sido uma boa ideia ir ao escritório de Nova York por alturas de Setembro quando ainda se está recentemente na empresa e é uma boa oportunidade para conhecer todos, além de que também estaria a temperatura perfeita. Mas não, nada disso. Esperei até Janeiro para fazer a tal visita e, não é que decido escolher exactamente o fim-de-semana em que está a cair um nevão daqueles grandes em Nova York? Inicialmente tinha marcado o vôo para hoje à tarde. Assim chegava lá ao início da noite e ainda tinha tempo para descansar bem e fazer um bocadinho de turismo no Domingo. O problema é que com o aviso do nevão eminente, tive que trocar o voo para amanhã. Marcação estava para as 8:50h, mas com todos os vôos cancelados de hoje, a vôo já atrasou para as 11:50h. A ver se se vai conseguir manter a essa hora ou não vou ter tempo nenhum para fazer qualquer tipo de turismo que seja. Estive a dar uma vista de olhos pelas fotos que os Nova Iorquinos têm andado a postar no Instagram, e este é o resultado:

 

@diografic

 

@msyoleecom

 

E enquanto estava a selecionar estas fotos, recebo uma mensagem a informar-me de que o vôo de amanhã foi cancelado 

Marquei outro para segunda. A ver se vai dar...

 

 

Festival das luzes - Lumiere Festival em Londres

Este fim-de-semana decorreu o Lumiére Festival, que contava com instalações de arte e projeções de luz por várias zonas da cidade. Fui ver as luzes de Trafalgar Square e Kings Cross e este foi o resultado:

 

IMG_0436.JPG

 Trafalgar Square - Centre Point representado 

 

IMG_0433.JPG

Trafalgar Square - iluminação de garrafas plásticas na água

 

IMG_0444.JPG

Kings Cross - As palavras ditadas pelas pessoas apresentavam-se escritas no painel luminoso

 

IMG_0449.JPG

Kings Cross - Vestido luminoso com aparência de criatura monstruosa?

 

IMG_0450.JPG

Kings Cross - Show de luzes projectado no edifício da Universidade Central Saint Martin's em Granary Square (também em baixo em vídeo)

 

 

 

IMG_0452.JPG

 Kings Cross - Instalação de ar satélite espacial em Granary Square

 

 

 

O Bolo de Rei versão Francesa

Com o meu grupo de amigos temos algumas tradições anuais e uma delas involve comer a 'Galette des Rois' o bolo que se come no Dia dos Reis (ou no nosso caso, no sábado seguinte) e, como não podia deixar de ser, é uma noite organizada por uma amiga Francesa. À semelhança do nosso Bolo Rei (ou como o nosso Bolo Rei costumava de ser, antes de vir a AZAE ou quem quer que tenha sido que se lembrou que a prenda no bolo é perigosa), tem um pequeno brinde escondido. Quem o encontrar fica reconhecido como o Rei ou Rainha da noite, simbolizado com uma coroa de papel que é apresentada sempre com o bolo, tem sorte e prosperidade para o resto do ano (diz a tradição), e vai ter que ser a próxima pessoa a organizar a celebração da 'Galette des Rois' no ano seguinte. 

 

Devo-vos dizer que apesar de ser um bolo consideravelmente mais fácil e rápido de fazer que o Bolo Rei Português (principalmente se comprarem a massa folhada), na minha opinião é também mais saboroso. Basicamente cobre-se uma base de tarte com a massa folhada. Mistura-se muito bem 100g de manteiga, 100g de açucar, 100g de amêndoa triturada e um ovo, coloca-se essa mistura por cima da massa folhada, e fecha-se o bolo com outra camada de massa folhada por cima e, voilá, passado 30minutos no forno, está feita. E aqui fica o resultado da 'Galette' de ontem à noite:

 

galette_rois.PNG

 

Eu acabei por achar o brinde na minha fatia por isso fui Rainha por uma noite. Nada mau 

 

O top 7 dos desafios a evitar este Janeiro

Ahh, Janeiro, o mês das resoluções que vão mudar a vossa vida, o mês em que os donos de todos os ginásios vão a rir para o banco, o mês do relax e das dietas, o mês em que se diz não ao alcóol e não às gorduras. É um mês cheio de boas intenções e de novas ideias, mas também o mês mais deprimente para colocar em prática todas as restrições que muitos decidem fazer depois dos exageros da quadra Natalícia. Está frio, está tudo sem dinheiro e não se sai muito de casa à noite. Acabaram de reflectir seriamente sobre a vossa vida e o que ainda não conseguiram atingir,... Ora sem dúvida que não podia haver pior mês para se poder deixar de beber e comer coisas boas, não acham!? Pois mas é isso mesmo que os Londrinos adoram fazer no mês de Janeiro. Até existem websites para incentivar todo o tipo de práticas de restrição. Ora fica aqui o meu top das restrições de Janeiro que não deveriam ser tomadas neste mês:

detox.jpg

Dry January: Ou, por outras palavras, o Janeiro seco, sequinho de uma gota de alcoól que seja.

Veganuary: Tornar-se vegan durante Janeiro. nada de carne ou peixe, nada de lacticínios ou outros derivados dos animais.

Joy #StartToday Cleanse: Limpeza interior que vos faz retirar 4 grupos de comida da vossa alimentação para ajudar na perca de peso.

Sugar Detox: Este desintoxica-vos de tudo o que é alimentação que contenha açucar

Alkaline Cleanse: Para fazer uma limpeza dos órgãos ao consumirem apenas sumos, sopas e snacks saudáveis.

Big January Juice Challenge: Dexintoxica-vos de tudo e mais alguma coisa porque a única coisa que são permitidos colocar no corpo é sumo de frutas e verduras.

30 Days of Change: Baseado numa série de exercícios físicos para aumentar a força e a flexibilidade.

 

Querem fazer um detox, uma dieta, um plano de exercício, façam-no, mas não o façam porque é Janeiro, e porque os outros fazem. Façam-no numa altura em que não haja a pressão do início do ano, quando tudo e todos estão a competir numa série de desafios para ver quem resiste mais tempo (ou quem desiste mais tarde). 

O que fazer em Londres em Janeiro 2016

fazer-janeiro-2016.jpg

  

Ora o novo ano já entrou em grande e, se quiserem seguir alguns dos conselhos de resoluções indicadas no post anterior, podem começar por aproveitar alguns dos eventos e actividades que Londres oferece aos seus habitantes e residentes este mês. 

 

London Short Film Festival O que é? Apresentações de curtas metragens. Conta também com eventos de networking relacionados com as apresentações e uma cerimónia de prémios. Quando? De 8 a 17 de Janeiro. Quanto? De £7 a £11. Onde? Vários locais. Ver site para detalhes. 

 

La Soiree O que é? Espéctaculo de Cabaret que conta com actos de controcionismo, circo, comédia e outros. Fui ver no inverno passado (2014) e devo dizer que foi muito bom. Quando? Até 10 de Janeiro. Quanto? Entre £15 a £47.  Onde? Southbank. Estação? Waterloo.

 

Lumiere Festival O que é? Festival de luzes que vai iluminar edifícios de Londres com shows de luz e 3D durante quatro noites. Quando? De 14 a 17 de Janeiro. Quanto? Entrada gratuita. Onde? Em vários locais no West End e Kings Cross. 

 

Burns Night O que é? Todos os anos o aniversário do reconhecido poeta Escocês Robert Burns é celebrado com recitais de poesia ou eventos de dança Escocesa Ceilidh. Existem vários eventos pela cidade em celebração organizados por bares, restaurantes Escoceses e grupos de dança Ceilidh. Quando? 25 de Janeiro.

 

Big Bang Data O que é? Exposição que explora a importância da manipulação de 'Big Data' no mundo hoje em dia, desde às instituições governamentais, às empresas, investigação de saúde e mais, assim como a forma como esta nos tem beneficiado. Quando? Até 28 de Fevereiro. Quanto? £12.50. Onde? Somerset House. Estação? Charing Cross.

 

Brick Lane Japan Film Festival O que é? Apresentações de filme Japonês de grande variedade. Visualização de cada filme custa £4 e o bilhete inclui um Sake. Quando? 29 a 31 de Janeiro. Quanto? £4 por filme. Onde? The 5th base Gallery. Estação? Liverpool Street.

 

Pop-Up Painting O que é? Um pop-up para ensinar a pintar o reconhecido quadro 'The Kiss' do Klimt. O evento incluí vinho e tutorial para iniciados. Quando? 30 de Janeiro. Quanto? £35 Onde? Trafalgar. Estação? Charing Cross.