Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

O que se encontra nos cestos de supermercado dos Londrinos

Às vezes quando estou na fila da caixa de supermercado olho por curiosidade para os produtos que os outros vão comprar e já reparei que existem certos padrões de consumidores aqui por Londres que reflectem um pouco o tipo de pessoa que está a fazer as compras. São estes os padrões que identifiquei:

 

O Londrino Tradicional

traditional_shopper.jpg

 

Geralmente com idade a partir dos 35 e com família dadas as quantidades mais avultadas de produtos que compra. Aos domingos vêm-no a passar Yorkshire puddings congelados pela caixa, conjuntamente com o frango, nabo, bróculos, um pacote de gravy em pó e, como não podia deixar de ser, Cherivia (tive que ir ver ao dicionário como traduzir o parsnip já que nunca tinha visto esse vegetal em Portugal). Dentro do cesto também vai um frasco de arando e molho de maça para acompanhar o Roast Dinner que vai cozinhar nessse dia. Compra também um pacote de papas de aveia e um frasco de Marmite para o pequeno-almoço que a última já acabou, uns crumpets e doce de laranja (marmelade) para os dias em que não lhe apetece comer papas de aveia; um pacote de salsichas frescas originárias de Cumberland, uma lata de Spam (carne enlatada de origem indefinida), Empadas da Cornualha, pacotes de tiras de Bacon para fritar, uma lata de molho de curry para fazer uma Tikka Masala que, afinal é um dos pratos mais tradicionais Britânicos, chá 'English breakfast' e bolachas de manteiga 'shortbread'. 

 

O Hipster Free From

free_from_Shoppin_basket_4.jpg

  

Está na moda ser cuidadoso com a comida e, como tal, há pessoal que leva o cuidado ao extremo. Olho para o cesto das compras do 'hipster' que se encontra ao meu lado na fila do Sainsbury's de Dalston e lá dentro tem ele uma embalagem de Tofu, um pacote de leite de arroz, uma água de côco, uma embalagem de pão de centeio tipo Alemão, iogurtes de soja, fruta e vegetais orgânicos. Só não tinha lá dentro produtos 'slow food' ou vinhos naturais porque estamos no Sainsbury's e esses produtos ainda não estão lá à venda. Até estou admirada que ele não tivesse ido antes à loja de comida biológica e afins mais acima na mesma rua, onde podia encontrar disso tudo e muita mais variedade. Mas se calhar ele também prefere não ir lá muito porque os preços são de se subir às paredes. 

 

O Adorador do Tesco Value 

Everyday-Value-by-Tesco.jpg

 

Há aqueles que simplesmente compram baseados no preço. E eu bem que os percebo porque também já fui uma compradora Tesco Value, Sainsbury's Basics, Asda Smart Price e os equivalentes produtos genéricos que os supermercados fornecem a preços consideravelmente mais baratos que as marcas. O que os produtos são, isso não interessa muito. O Adorador do Tesco Value vai para o supermercado sem objectivos e com a mentalidade aberta visto que só decide o que vai fazer para o jantar quando lá chegar e vir os preços dos diferentes produtos. Aqueles que estiverem em promoção, são esses mesmos a ser transformados em jantar nessa noite. 

 

O Orientado pela Carreira

ready meals uk.jpg

 

O típico homem ou mulher orientado pela carreira é uma pessoa ocupada que vai muitas vezes jantar fora em negócios ou com amigos, visto que o jantar é uma das poucas oportunidades de socializar. Se come em casa, chega a casa tarde e, como tal, apenas tem tempo de fazer qualquer coisa rápida. É este o tipo de pessoas que se vê no supermercado pelas 21h na zona dos frigoríficos. Levam poucas coisas de cada vez, porque preferem comprar só para a refeição do dia já que não sabem bem quando voltam a comer em casa e não vale a pena comprar comida para estragar. O tipo de coisas que compram tendem a ser refeições semi-preparadas de carácter saudável que só falta levar ao forno ou ao micro-ondas, vegetais para stir fry ou outro tipo de comida que se consegue cozinhar em poucos minutos. 

 

O Afixionado do Ginásio

post-workout-foods_0.jpg

 

Aquele que gosta de cuidar do corpo por dentro e por fora, preocupa-se com a quantidade de proteinas e outros nutrientes que consome e, como tal, o seu cesto costuma ter grandes nacos de carne e postas de peixe, feijão e outras leguminosas, verduras (e também dão preferência às verduras biológicas, ovos, leite e arroz. 

 

O Consumidor Little Britain

little britain basket.jpg

 

Little Britain é um programa de televisão que retrata o estereótipo da classe trabalhadora Britânica e, como tal, o consumidor Little Britain vai ter hábitos de compra semelhantes dos personagens deste programa. São eles que compram as pizzas congeladas, os hambúrgueres no pão que já estão assim preparados numa caixa plástica nos frigoríficos dos supermercados, os doces e bolos (com quanto mais açucar, melhor), as gasosas, as cervejas, e tudo aquilo que tenha a menor associação a comida saudável e a maior associação a preparação fácil, para não ter que haver muito trabalho entre o preparar da comida e o momento em que se a está a comer em frente à televisão. 

 

É interessante como existem padrões de consumidores tão distintos entre si, mas de facto se pararem e olharem para os cestos vão notar também essas tendências. Possivelmente até notam outras tendências de que ainda não reparei? 

A dificuldade de encontrar candidatos a um emprego

Estou a recrutar pela primeira vez para uma posição permanente, mas isto é muito mais difícil do que pensava. E porquê, quando há tantas pessoas à procura de empregos? Possivelmente uma das razões é por não ter investido o suficiente em publicidade, mas principalmente porque simplesmente parece que as pessoas candidatam-se a qualquer emprego sem ter qualquer tipo de experiência relevante para o que é pedido. Eu preciso de um profissional com experiência específica incluíndo bons conhecimentos práticos a trabalhar com o software de automação de marketing - Marketo, para além de experiência com Salesforce, HTML, alguns conhecimentos de design para poder criar os emails e páginas de web e boa qualidade de escrita. Quase todas as empresas B2B hoje em dia têm alguém neste tipo de função por isso não devia ser assim tão difícil, mas já recebi CVs de candidatos que não têm conhecimento de nada do que é pedido. Se precisam de ganhar experiência então devem-se candidatar a um tipo de função mais júnior, não será? Achei que devia comentar aqui sobre o assunto porque caso andem à procura de emprego, aconselho a que tenham isso em consideração e simplesmente evitem perder o vosso tempo e o tempo dos empregadores ao candidatarem-se para empregos que não se adequem de forma alguma à experiência ou qualificações que têm. Quando querem mudar de área a solução passa por tirarem um curso relacionado ou ganhar experiência através de voluntariado nessa área antes de começarem a canditar-se a empregos da área. Se se candidatarem apenas aos empregos relevantes, cujos requerimentos se assemelham muito à vossa experiência, e enviarem uma boa carta de apresentação que indica a razão pela qual são os melhores candidatos para a função, vão ver que vão ter muito maior sucesso na taxa de respostas.  

 

Recruitment1.jpg

 Fonte da image: www.networks3r.com

 

No entanto, e já que estou aqui a falar sobre este emprego, se conhecerem alguém com o tipo de experiência indicada em cima por favor enviem-me um email (o email está no perfil) com o CV que eu envio de volta mais informação sobre o cargo em questão. 

 

 

França, o mundo racional está contigo

 

Uma grande amiga minha esteve em Paris no fim-de-semana passado no mesmo Distrito onde decorreram os atentados. E se tivesse ido uma semana mais tarde? E se tivesse acontecido com ela? Quando alguém próximo de nós está em risco pensamos em terríveis ataques terroristas como este que decorreu ontem em Paris ainda com mais rancor e como mais 'reais'. Estes ataques não são só algo que se vê na televisão que parecem um filme. Este ataques são verdadeiros atos irracionais de terror absoluto que infelizmente nos indicam que, enquanto vivermos no mesmo mundo que estas pessoas, ninguém está seguro. Mas que este não seja um momento para nos amedrontarmos. É um momento para nos apoiarmos uns aos outros e continuar a lutar conjuntamente contra estes extremistas Islamicos, sendo isso mesmo que simbolizou o iluminar dos muitos edifícios icónicos ao longo do mundo. 

 

Oa líderes mundias já expressaram a sua opinião e passo a citar alguns:

 

barack_obama_quote_parisattacks.jpg

 

passos_coelho_quote_parisattacks.jpg

david_cameron_quote_parisattacks.jpg

 

 

 

8 horas sem telemóvel

O meu telemóvel já teve melhores dias. É um iphone 5C e tenho-o há 1 ano e 9 meses, o que significa que não é assim tão velho, mas começou por falhar-lhe a bateria até chegar ao ponto de não o conseguir manter aceso sem estar a carregar. Comprei uma bateria nova há cerca de 3-4 semanas que me custou £60. Desde então o telefone tem-se aguentado mais tempo mas não o posso deixar desligar porque se isso acontece, demora cerca de 1 hora enquanto está a carregar até efectivamente estar activo e poder utilizá-lo. Ou pelo menos era isso que acontecia até ontem. Foi-se abaixo e ficou-se. Não voltou a ligar de todo. Fui à Apple Store a seguir ao trabalho para ver se o conseguiam arranjar, mas como não podia deixar de se esperar, já não havia consultas para ontem e a única hipótese seria voltar hoje de manhã, preferencialmente antes da loja abrir, para ficar na fila para conseguir uma consulta para hoje. Ou isso ou tinha que marcar uma consulta em avanço que só poderia ser marcada lá para o fim da próxima semana. 

 

Parece inacreditável como não existe outro local official onde me possam arranjar um iphone. Existem 4 lojas Apple na zona mais central de Londres (Westfield Shepperd's Bush, Regents Street, Convent Garden e Westfield Stratford) que são as lojas de acesso relativamente mais fácil para mim. Tal como eu, existem milhares de outras pessoas que também têm um produto Apple que precisa de ser arranjado e que apenas têm acesso fácil a estas 4 lojas. E a Apple apenas nos "deixa" arranjar os seus produtos em lojas oficiais para manter a garantia, mas também não nos facilita nada quando não oferece lojas suficientes para arranjos. E mesmo quando marcamos uma hora com antecedência, que foi o caso de quando mudei a bateria, ainda tive que ficar lá 45 minutos à espera antes que alguém me podesse atender. 

 

Claro que poderia ter comprado um telemóvel novo, mas se existir a possibilidade de arranjar o que eu tenho ou substituirem-me este telefone por um igual, bem que preferia essa hipótese. 

 

Resultado, saí da Apple Store ontem à noite sem um telefone a funcionar e sem forma de contactar uma amiga com quem tinha combinado encontrar-me nessa noite. O que vale é que eu sei onde ela mora e tive a atitude muito 'old-school' de ir lá tocar à campainha dela. Lembrou-me que quando era pequena e combinava encontrar-me com os meus amigos, geralmente era um de nós que ía bater à porta do outro. Assim evitava-se esperas sem saber onde a outra pessoa estava. Hoje em dia já nunca faço isso a não ser que o objectivo seja mesmo ir a casa dessa pessoa. Mas sem um telemóvel e ela sem saber a que horas eu me ía poder encontrar, a opção de lhe tocar à porta pareceu a mais sensata. 

 

Depois começo a pensar em tudo o resto. Ía-me encontrar hoje com outro amigo mas não sei onde ele mora e a única forma de contacto que tenho é mesmo o número de telemóvel. Como é que ía fazer para combinar para nos encontrarmos? E as minhas fotos? Ainda não as tinha passado para o Facebook e as últimas que tinha no iPhotos tinham sido tiradas em Junho. E todas as outras fotos que tinha tirado entretanto, da minha viagem a Edinburgo, do meu aniversário,... íam desaparecer?

 

Todas as minhas mensagens e restantes contactos íam estar na iCloud, certo? Mas será que os backups têm sido feitos recentemente? Não tinha certeza. E se não tivessem sido feitos? Bem me lembro de que nos tempos do meu Nokia 3310 eu tinha que estar constantemente a apagar mensagens porque o telefone estava constantemente cheio. Mas hoje em dia não tenho que fazer isso portanto a ideia das muitas longas conversas desaparecerem não é propriamente agradável. É stressante como o facto de estar sem telemóvel hoje em dia é tão importante. 

 

Quando cheguei a casa fiz o que a rapariga da loja da Apple tinha sugerido - ligá-lo ao computador com o itunes ligado, e carregar simultâneamente no botão de ligar e no botão home durante uns 20 segundos para forçar um reset. Quando apareceu no ecrã do computador a questão - "Ao fazer o reset, vai apagar todos os dados do seu telemóvel. Tem a certeza de que quer fazer um reset?" - Não! Claro que não tenho certeza, mas também não parece que tenha outra hipótese! :-( Carreguei que Sim.

 

O telefone voltou a funcionar e todos os meus dados, fotos e contactos estão lá. Uff!!!! Safou-me de uma longa manhã na fila da Apple Store mas vou ter que marcar consulta de qualquer maneira para me verem o telemóvel porque não é ideal estar constantemente com a possibilidade de o telefone falhar-me a qualquer momento. 

 

Yellow-iPhone-5c.jpg

 

O que fazer em Londres em Novembro 2015

fazer_londres_novembro15.jpg

Desde a noite de dia 31 até à manhã de dia 2 que a cidade de Londres tem esteve imersa em nevoeiro. Este ambiente traz um ar de mistério às ruas e é uma boa forma de introduzir a ideia de que estamos na estação Outonal. O Outono em Londres não é necessariamente sinónimo de dias e noites passados entre quatro paredes e isso vai-se verificar principalmente nos próximos dias em que os Londrinos vão passar várias noites nas ruas para ver os fogos de artifício relacionados com a 'bonfire night'. 

 

Bonfire Night O que é? A noite que celebra o final da tentativa de Guy Fawkes de explodir as Torres do Parlamento sem sucesso. A TimeOut criou uma boa listagens dos diferentes fogos de artifício a decorrer de quinta a sábado um pouco por toda a cidade. para alguns dos shows de fogos de artifício precisam de marcar bilhete com antecedência por isso vejam os detalhes antes de irem. Quando? Noite oficial a 5 de Novembro. Quanto? Maioria gratuitos mas alguns pagos. Onde? Em parques de toda a cidade. 

 

Luzes de Natal de Londres O que é? Sempre que as principais ruas de Londres iniciam o seu período de luminosidade, é razão para uma festa de abertura. Na maioria dos casos celebridades são convidadas para a ocasião, bandas ou poderão até ouvir alguns discursos relacionados com o evento (ou com os patrocinadores). O Londonist criou uma lista com as datas dos diferentes eventos do acender das luzes de Natal.

 

25º Aniversário Le Pain Quotidien O que é? Este não é tipicamente o tipo de evento que coloco aqui, mas o Le Pain Quotidien vai vender cafés a 25p todo o dia durante o dia 6 em celebração do seu aniversário por isso achei que valia a pena dar-vos a conhecer também. Quando? Sexta-feira, 6 de Novembro. Quanto? Cafés para take-away a 25p. Onde? Em todas as lojas Le Pain au Quotidien. 

 

London Jazz Festival O que é? Mais de 2000 artistas de jazz vão deliciar os seus ouvintes em mais de 50 locais espalhados pela cidade durante 10 dias de muita música. Quando? 13 a 22 de Novembro. Quanto? Variados preços e alguns concertos gratuitos. Onde? Por toda a cidade. 

 

Lord Mayor's Show O que é? Todos os anos, em celebração do Lord Mayor de Londres decorre uma grande procissão pelas ruas de Londres com muita pompa e circunstância tal como nos tempos antigos. A procissão começa às 11h. Pelas 15h os membros do público podem-se juntar aos vários passeios guiados gratuitos pela cidade de Londres onde podem ouvir um pouco da história da cidade, especialmente organizados para este dia. Depois às 17h decorrem os fogos de artifício no Tamisa e a melhor zona para vê-los é localizada entre Waterloo Bridge e Blackfriars Bridge. Quando? 14 de Novembro. Quanto? Gratuito. Onde? City e Bankside

 

Winter Wonderland O que é? A grande feira de Natal temática Alemã decorre novamente em Hyde Park este inverno. Quer seja para irem lá em casais, com os amigos ou a família, o Winter Wonderland é altamente aconselhável de visitar. Visito todos os anos e há sempre algo de diferente. Quando? De 20 de Novembro a 3 de Janeiro. Quanto? Gratuito. Onde? Hyde Park.