Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Como ser uma 'lady of leisure'

Como esta semana estou de férias (ou desempregada - isto só depende da perspectiva com que se olha para a coisa), sou uma 'lady of leisure' durante uma semana, tal como me intitulou um amigo meu. Geralmente a expressão é utilizada em referência a mulheres que não têm responsabilidades de trabalho mas estão bem, muitas vezes a viver do fundo dos maridos ou de uma herança. Não é o meu caso, mas como estou só desempregada durante uma semana também dá para aproveitar as boas coisas da vida sem grandes stresses ou compromissos. Posso não estar a passar o meu tempo em chás e cabeleireiros como uma 'lady of leisure' de bom tom deveria fazer, mas sem dúvida que tenho aproveitado para fazer coisas de que gosto:

  • Já fui almoçar um dia com as minhas amigas freelancers (elas encontram-se de vez em quando para almoço, mas quando estou empregada não tenho tempo para estes almoços prolongados)
  • Pude ficar na minha noite semanal de dança swing até mesmo à última, quando nos mandaram dali para fora
  • Tenho tido tempo para ir dar passeios
  • Tive tempo para inscrever-me no médico de família local, tratar de seguros, mudar de ginásio e fazer essas coisas todas que demoram sempre tempo a tratar
  • Tenho tido tempo para ler sobre assuntos que me interessam a nível pessoal e profissional e estar mais informada sobre eles
  • Tenho tido tempo para estudar sobre a indústria para a qual vou trabalhar
  • E tenho tido tempo para conhecer novos locais

Os leitores mais atentos do blog sabem que adoro descobrir cafés com internet gratuita que sejam calmos e onde possa passar lá várias horas. Então, como uma boa 'lady of leisure', ontem fui visitar a última adição à rede de cafés de Londres, que segue um conceito de café completamente diferente do habitual - o Ziferblat. Ziferblat é um espaço localizado em cima do conhecido pub em Shoreditch Church "The Corner Shop", decorado como se de um apartamento se tratasse, com muitas mesas, cadeiras, sofás numa mistura de estilo entre o tradicional e art deco. Contam com um piano e leitor de discos que podem utilizar sempre que quiserem e também lá está disponível uma cozinha onde cada qual pode ir fazer o seu café, chá, torradas ou buscar umas bolachinhas tal como se estivessem em casa. O acesso é ilimitado e podem beber tantos cafés ou comer tantas torradas quantas quiserem (e houverem). Se preferirem, podem trazer comida de casa e aquecem lá no micro-ondas. O acesso à internet está disponível para todos e existem várias tomadas onde carregarem a bateria dos computadores. Para tudo isso só se paga £0.03 por minuto, ou seja, £1.80 por cada hora que lá estão a utilizar o espaço. Está aberto todos os dias das 10h às 24h e o staff é extremamente simpático. 

 

Ziferblat cafe

 

Com aquele tipo de espaço torna-se também fácil de conhecer as pessoas com quem se está a partilhar a mesa ou em conversa na cozinha. O ambiente é bom e agradável, e sem dúvida um óptimo conceito que penso que vá continuar a ter sucesso por cá. A meu ver, as duas únicas desvantagens é que estava demasiado cheio, o que torna o espaço mais barulhento e poderá não haver cadeiras disponíveis. Outra desvantagem é que a internet não estava muito estável, possivelmente pela grande quantidade de computadores ligados à mesma rede. De forma geral gostei, mas penso só utilizar o espaço nas horas mais tardias quando espero que não esteja tao cheio. 

 

Esta semana também fui ao tal almoço a que fui convidada para conhecer os meus novos colegas, e fiquei agradavelmente surpreendida. Eram muito simpáticos e também gostei do facto de ver o novo escritório que agora têm que é bastante mais agradável do que o escritório onde fui no dia da primeira entrevista. Boas perspectivas pela frente e, para já, vou continuar a aproveitar a minha semana de folga como uma boa 'lady of leisure'.