Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Festas de rua do Jubileu de Diamante da Rainha

A Rainha celebra 60 anos de reinado este fim-de-semana e, como tal, não só vamos ter um fim-de-semana extra prolongado (o dia de celebração deste evento é feriado, e este ano moveram o último feriado de Maio também para este fim-de-semana para ficarmos com 4 dias seguidos de folga). Vao ser 4 dias de muitas celebrações, e sem dúvida que os eventos mais distintivos serão as festas de rua. Espalhadas um pouco por toda a cidade e por todo o país, é altamente provável que exista uma festa de rua a menos de 15 minutos de onde quer que estejam a viver em Londres. 

 

Para encontrarem as festas e eventos a decorrerem neste fim-de-semana aqui ficam alguns links úteis:

 

- Eventos e festas oficiais de celebração

 

- As melhores festas de rua, segundo Condé Nast Traveller 

 

- Encontrar festas de rua nos arredores de Londres 

 

E se quiserem encontrar festas de rua na vossa Junta de Freguesia, a forma de o fazerem é visitarem o site da mesma porque todas as festas de rua tiveram que ter uma licensa da Junta e, como tal são os websites dos "boroughs" onde viverem que têm as indicações de todas as festas que vão decorrer e quando.

 

Bons festejos! 

Queen's Diamond Jubilee

 

A cidade de Québec

E, tal como prometido, ficam aqui algumas fotos da bonita cidade de Québec, que sem dúvida vale a pena visitar:

 

Hotel Chateau Frontenac
Hotel Chatêau Frontenac
Fresco na zona do porto de Quebec
Fresco pintado na parte lateral de um edifício na zona do Porto de Québec
Muralha da cidade
Muralha da cidade de Québec
Rua dedicada ao comércio de pinturas
Rua no centro da cidade, dedicada aos pintores locais

Os Canadianos

Estou prestes a regressar a Londres. Neste momento no aeroporto de Québec 'a espera de embarcar. Como fiquei aqui durante o fim-de-semana tive a oportunidade de ficar a conhecer a cidade um pouco melhor, e devo dizer, que é linda! Pequena, sem dúvida. Vi todos os pontos principais da cidade (sem entrar em museus) em cerca de 5 horas entre ontem e hoje. Mas apesar de pequena, quem vier visitar o Canadá nao deve deixar de passar pela cidade de Québec. É a única cidade fortalizada da América do Norte, o que faz com que tenha características muito Europeias, mas ao mesmo tempo muito Norte Americana, em termos do aspecto das casas fora do centro da cidade e, claro está, dos hábitos das pessoas. 

 

Os Quebequianos (será que é assim que se escreve em Portugues?) sao pessoas extremamente simpáticas, mas acho que a simpatia se desfaz se tentarem comecar a falar com eles imediatamente em Ingles. Felizmente o meu nível de Frances ainda dá para manter umas conversas básicas, o que ajudou, e muito, em várias ocasioes, por exemplo no autocarro em que, o motorista ignorou totalmente quando eu me tentei explicar melhor ao dizer umas palavras em Ingles. Lá tive que continuar a explicar-me de uma forma bem mais complicada em Francotuga para me tentar fazer entender. É o que vale nas minhas tentativas de falar Frances, é mesmo o meu Portugues. Afinal, as línguas nao sao assim tao diferentes. Assim sendo, quando nao sei a palavra correspondente em Frances, digo-a em Portugues e espeto-lhe um "i" adicional ou algo que faca a palavra se assemelhar o mais possível ao sotaque Frances. Geralmente resulta {#emotions_dlg.happy}

 

Uma outra característica em particular que senti por cá, é que nao preciso de olhar para trás para verificar que ninguém com ar de que me quer ir assaltar está para vir. Aqui posso estar na rua sozinha a qualquer hora sem o mínimo de problema. Desde as ruas, 'as pessoas, parece que tudo tem bom aspecto. Muito agradável. Até ontem 'a noite, que decidi ir a um noite de danca Swing local verificar como funciona por aqui, e deixei a mala e o casaco a noite toda numa zona onde estavam todos os casacos, nao me tive que preocupar em ir lá verificar umas 5 vezes se tudo ainda estava lá (é geralmente o que faco quando vou a sitios onde deixo coisas fora do bengaleiro). Como aquilo ficava a meia hora do centro da cidade, numa zona muito residencial, onde nao há nada para alé de uma estrada e casas com grandes jardins espalhadas muito separadamente, também estava com receio de sair de lá tarde. Afinal estar sozinha 'a beira da estrada 'a espera de um autocarro num país e zona desconhecidas, onde falam uma língua que nao domino pela meia-noite, nao me pareceu que fosse uma opcao sensata. No entanto, estive a falar com uma rapariga que conheci por lá sobre o assunto e ela disse que nao havia o mínimo problema nunca. Que é super seguro andar sozinha na rua a qualquer hora e que nunca acontece nada de mal. Wow! Sem dúvida que fiquei impressionada, ja que já me tinha apercebido que a cidade era segura, mas nao pensei que fosse assim tanto. 

 

Entretanto estao a chamar para ir para a porta de embarque. Coloco fotos da cidade assim que poder. 

Estadia em Québec

Esta semana tenho estado no Canada numa conferncia, daí a minha ausencia de posts nos últimos dias. está a ser a minha primeira vez no Canada, mais precisamente na zona do Québec e estou a gostar da experiencia.

Estranhamente, apanhei com 30C nos primeiros dias, o que é muito fora do normal para esta época do ano no Québec. Logo na primeira noite deparei-me com uma manifestacao dos estudantes insatisfeitos com os aumentos das propinas no Québec; estive presente quando anunciaram que as cidades que vao passar 'a segunda fase de aplicacao para serem as escolhidas para os Jogos Olimpicos de 2020 sao Istanbul, Tokyo e Madrid, e ontem 'a noite tive a minha primeira refeicao de 15 pratos, um deles que incluía carne de foca. Sem dúvida foi muito estranho saber que estava a comer foca. Mas ao mesmo tempo nao podia deixar de experimentar. E sinceramente, a carne é deliciosa! Talvez tenha ajudado a forma como estava cozinhada mas a textura era macia, de cor escura, e sem dúvida muito saborosa. Uma vez nao sao vezes.

Ainda nao consegui ver muito da cidade que, maioritariamente tem sido trabalho do dia 'a noite mas fico por cá no sabado, quando quero ir tirar umas fotos e aproveitar para conhecer melhor a cidade do Québec que, para já, parece ser muito bonita. No proximo post coloco fotos.

 

  

Berlin, Berlin, Berlin

O ano passado só ouvia pessoas a comentar como Berlin é excelente e como adoram lá ir. Alguns até disseram-me que Berlin é melhor que Londres (esse é um comentário muito sério do qual dúvido a sua veracidade, mas nada como experimentar). Com tantos comentários eu claro que tenho andado cheia de curiosidade para visitar a cidade e saber o que afinal é toda essa maravilha de que tantas pessoas falam. 

Já marquei o bilhete à cerca de um mês atrás e a data da partida está prevista para meados de Junho. {#emotions_dlg.happy} Hoje estava a falar com uns amigos sobre esta viagem já que calhou em conversa visto que um este lá no fim-de-semana passado e outra vai para lá passar um mês, e perguntaram-me em que zona ía ficar. Isso relembrou-me que ainda não marquei sítio nenhum onde ficar!!! Ups! Nem eu nem a minha amiga com quem vou nos voltamos a lembrar do assunto desde que temos os voos marcados. Pequenos pormenores, ham?? Bem, ao menos já sei que devo de ficar na zona Este de Berlin porque essa é a zona "where it's at", segundo a opinião geral. Fui pesquisar no hostelbookers e verifiquei que há imensos hostels baratos na zona Este com boas recomendações, o que sem dúvida torna a escolha mais difícil. Por isso se alguém podesse recomendar um deles em que já tenha estado e que tenha gostado muito da experiência por favor diga já que sem dúvida que isso irá ajudar na decisão final. 

Inquérito sobre expatriados

Fui contactada por uma estudante de mestrado de Gestão de Recursos Humanos do ISEG, que está a fazer um estudo sobre os Portugueses expatriados, que me pediu para divulgar o inquérito. 

Devo dizer que já várias vezes me fizeram pedidos semelhantes e costumo responder eu própria aos inquéritos mas não tendo a criar posts sobre os mesmos porque, sinceramente, muitas vezes acho que a informação que eles pedem não vai dar resultados muito conclusívos. No entanto, no caso deste inquérito até que fiquei curiosa para saber os resultados do mesmo. Por isso aqui vai a sua divulgação. Em troca vou pedir a esta estudante que partilhe os resultados do questionário quando os tiver porque poderao dar um post interessante também para os expatriados que responderem ou não ao inquérito. 

 

Aqui fica o link: https://www.surveymonkey.com/s/ExpatriadosPortugueses2012 

 

O questionário também tem a vantagem de que é maioritariamente escolha múltipla e demorou-me menos de 10 minutos a responder por isso não irá tirar muito tempo a quem tiver a disponibilidade para ajudar esta estudante. 

 

 

 

 

O que fazer em Londres em Maio 2012

Maio começou este ano com muita chuva. Está previsto que esta ainda não acabou, mas ao menos este fim-de-semana o sol brilha e há que aproveitar ao máximo da forma que se poder. Ficam algumas dicas de coisas a acontecer em Londres este fim-de-semana e noutras datas ao longo deste mês:

 

Moonwalk O que é? Evento que consiste em andar em volta do Hyde Park à noite que junta milhares de mulheres vestidas com um sutiã cor-de-rosa. O objectivo do evento é angariar fundos para a pesquisa da cura do cancro da mama. Quando? Sábado 12 de Maio. Quanto? As entradas para participantes já estão encerradas mas o público pode ir ver o evento. Onde? Hyde Park. Estação? Hyde Park Corner.

 

London Wonderground O que é? Um novo festival em Londres que conta com eventos de circo, cabaret e comédia.  Quando? De 8 de Maio a 30 de Setmbro. Quanto? Os preços variam por show, mas rondam as £20 Onde? Southbank Centre Estação? Waterloo.

 

Museus à noite O que é? Vários museus ao longo do país vão manter as portas abertas até horas tardias  e contando com eventos especiais durante essas noites. Quando? De 18 a 20 de Maio. Quanto? Gratuito, mas poderão haver algumas exposições pagas. ver website para detalhes Onde? Em todo o país.

 

Filmes ao ar-livre O que é? As noites de verão em Londres sao preenchidas com muitas exposições de cinema ao ar-livre e existem inúmeros locais em Londres a fazer estas sessoes de cinema. Para a maioria é necessário reservar com antecedência. Quando? A partir de agora e durante os meses de verão em diferentes datas. Quanto? Vários preços. 

 

World Burlesque Games O que é? Evento de exibições de shows burlescas que conta com algumas das melhores performances a nível mundial. Quando? Até 13 de Maio. Quanto? Preços variados Onde? Uxbridge e Soho.

 

Passeios guiados a Mansion House O que é? Visita guiada a este edifício impoente que contou como o local onde se encontravam os primeiros Lord Mayors de Londres. Quanto? £6 Quando? 1, 8, 15 e 29 de Maio. Estação? Mansion House.

 

Leeds e Peak District

E neste fim-de-semana prolongado lá fui passar ao norte de Londres como planeado.
Leeds é uma cidade mais bonita do que pensava. Isto porque me tinham dito que era uma cidade tão industrial sem muito que ver ou fazer, que as minhas expectativas estavam mesmo em baixo. Como tal até tive uma boa surpresa. Leeds é uma cidade com um centro relativamente pequeno mas bonito. Tem muitos edifícios antigos e altos, bem conservados, uma zona agradável junto ao rio e zonas de comércio com grande actividade. O edifício principal a destacar penso que seja mesmo a câmara municipal. Não encontrei muitas coisas culturais para visitar, mas o ambiente é agradável e lá existe o que é aparentemente o maior mercado fechado da Europa.

Ainda passei meio da tarde num pub a ver a final da FA Cup, rodeada de Nortenhos não muito satisfeitos. Depois lá foi a vez do concerto, que se realizou ao ar-livre numa praça onde, aparentemente existem imensos concertos. Provavelmente por ser uma cidade fortemente estudantil, os concertos são um grande êxito entre a população local. Só foi pena é que ele não cantou a música que eu queria ouvir que coloquei aqui no post anterior, mas enfim... Pensei que até a tivesse a guardar para o encore (e se calhar até estava), mas não deu para descobrir, porque não houve encore!!! Acho que foi um dos poucos concertos a que fui até hoje onde o público não pediu por um encore. E não tem nada a haver com o facto do público não ter gostado porque até estava tudo ao rubro durante o concerto. Mas assim que acaba, viram todos costas e lá vão eles. Eu fiquei estupefacta com esta reacção, mas se calhar é uma coisa de pessoal do Norte de Inglaterra.

No dia seguinte lá fui em direcção ao Peak District, mais precisamente para a aldeia de Edale. Ou melhor, o hostel dizia que era localizado em Edale, mas afinal ficava a uns 2 kilómetros que tinham que ser percorridos pelo meio do prado, até lá chegar. Bem, foi da forma que começamos logo a fazer a nossa caminhada mesmo antes de estarmos instaladas.

Comprei um livrinho de passeios e lá fomos nós por mio de vales e prados à descoberta daquilo que nos indicava o livro. Andámos 12 kilómetros no primeiro dia e uns 10km no dia seguinte. Foi cansativo mas mais que valeu a pena. A paisagem era espectacular para qualquer lado que nos virássemos e poder respirar aquele ar puro durante os dois dias que lá estivemos fez toda a diferença. Assim é que dá para me aperceber como deve haver algo errado com o ar de Londres já que não sinto o mesma vontade de respirar fundo em Londres.

Na noite em que lá ficámos passámo-la no único pub que há na aldeia de Edale, que era bem agradável por sinal. Estava-nos a saber tão bem estar ali que só quando se aproximou da hora de fechar é que nos lembrámos que íamos ter que fazer aqules 2 km a pé no meio do mato às escuras. Quando perguntamos à empregada do pub se havia outra melhor alternativa para chegarmos ao hostel, mas ela disse que não e desejou-nos boa sorte. Ora isto claro que não nos trouxe muito mais coragem para fazer o percurso, mas lá teve que ser. Felizmente, ao contrário do que estava previsto, não esteve a chover, pelo contrário, estava o céu limpo, e com a luz da lua cheia lá dava para ver um pouco do percurso. Inevitavelmente enganámo-nos no sítio onde tinhamos que virar, mas eventualment acabámos por ir dar a uma estrada principal onde encontrámos um sinal com a indicação do hostel.

Se aconselho a visita ao Peak District? Sem dúvida, e tanto ficar em Edale como na aldeia de Castleton que é maior e mesmo muito linda, são ambas boas opções.

Bom fim-de-semana prolongado

E cá estamos novamente. Passam das 11h da noite. Amanhã tenho que estar em Kings Cross às 8:30h da manhã para apanhar o meu comboio para o norte e já devia estar a dormir, mas como acabei de chegar a casa, ainda aqui queria passar. Posso não ter tempo de escrever o post sobre o que fazer este mês hoje mas não queria deixar de dar uma dica para o que se fazer este fim-de-semana em Londres. Eu pelo menos iria a este festival de certeza absoluta se não estivesse no Peak District (sentada o dia todo no pub enquanto a chuva torrencial corre lá fora). Vale partilhar porque ao menos, se algum leitor fôr depois poderá deixar aqui um comentário a dizer como foi que estou muito curiosa com este festival. Chama-se Streetfest e vai decorrer num parque de estacionamento e armazém em Shoreditch no domingo. Trata-se de um festival dedicado à arte de rua como grafitti, rap, shows de skaters, breakdancers e com uma festa com DJs de Hip Hop e Drum & Bass. 

 

A decorrer durante o dia e noite de domingo 6 de Maio no Hearn St. Car Park, EC2A 3LS. 

 

Quanto a mim, ainda vou ver primeiro o cantor-rapper Example amanhã em Leeds e depois lá passo o meu Domingo à chuva no meio do Peak District que vai ser uma diversão. Ainda pensei em cancelar, mas lá decidi com a minha amiga que assim se tivermos mesmo no meio do nada à chuva é da forma que aproveitamos mesmo para descansar, ler um livro, etc., por isso vale a pena estar longe de Londres porque por cá já sabemos que não iriamos fazer nada relacionado com descanso. 

 

E já que estou numa onda de Example, aqui fica umas das músicas que estou ansiosa para ouvir amanhã:

 

 

 

E já são 11horas outra vez!

Os dias parece que me passam pela frente como um relâmpago. O único "me time" é mesmo quando chego a casa e estou sozinha a fazer as minhas coisas, ler e-mails, ouvir a minha música, postar no blog, etc. É nesses momentos em que estou sozinha em casa em que reparo bem nas horas e no pouco tempo que me resta de "me time" até me ter que ir deitar e ao recomeçar de um novo dia. O problema é que o "me time" está cada vez mais escasso, já que pouco estou em casa. Quando chego é por volta das 11h da noite e aí já são quase horas de ir dormir. Logo o tempo dedicado a mim própria anda cada vez mais inexistente. 

 

Tudo bem, que a grande maioria das vezes, acabo por chegar tarde a casa porque ando a fazer coisas de que gosto após o trabalho - ou tomar um copo com amigos, ou ir a uma abertura de uma galeria, ou a um evento de interesse, jantar fora, ir ás minhas aulas de dança, ginásio,... ou no caso de hoje, ficar a trabalhar até bastante mais tarde.

 

Todas as noites penso que nunca vai demorar muito, que hoje é que chego a casa e vou ter tempo para fazer coisas antes de ir dormir,... Mas quem é que eu quero enganar? Já são 11h da noite novamente.  

 

Sinceramente preciso de férias e de estar sem fazer nenhum durante uns dias!

 

Acho que os meus desejos vão ser realizados, mas não exactamente como queria. Este fim-de-semana que vem, como apanha um feriado, marquei com uma amiga para irmos fazer umas caminhadas para o meio do nada no Peak District, no norte de Inglaterra. Agora o pior é que estive a ver as previsões do tempo e está previsto 87% de precipitação durante os dias que lá vou estar! Ora com um caraças!!! Eu queria um bocado de paz e sucesso e fazer pouco, mas daí a não fazer mesmo nenhum para além de ficar enfiada num quarto de hotel ou sentada no único pub que existe na aldeia onde vou ficar, não é propriamente a ideia de descanso que tinha em mente. De certeza que vou passar o fim-de-semana a pensar na grande festa de sábado à noite de uns amigos meus e no festival do dia seguinte que vou perder aqui em Londres enquanto estou perdida no meio do nada a fazer nenhum enquanto chove a cântaros lá fora, mas ao menos é possível que fique tão farta da calma extrema que vai ser a minha vida neste fim-de-semana que tão cedo não me vou voltar a queixar de andar sempre a fazer qualquer coisa. 

 

Bem, enquanto não conseguir chegar um pouco antes das 11h não vou ter oportunidade de escrever o post sobre o que fazer em Londres este mês já que esse é sempre um post demorado de contruir. Acho que vou ter que cancelar a galeria onde queria ir amanhã para fazer umas coisas em casa, mas eu queria tanto ir à galeria!!! A ver o que consigo fazer.