Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

E lá começam os problemas com os flatmates outra vez

Eu tenho tido um azar impressionante nos últimos tempos com a situacao da casa. Já não aguentava mais viver na oura casa por causa do Austriaco Nazi e da namorada que não pagava, tive imensos problemas para encontrar nova casa e agora que encontrei já começaram os problemas com a Inglesa que vive por cá.

 

O perfil desta espécime Inglesa é o seguinte: cabelo louro pintado; vegetariana que farta-se de queixar com o cheiro cada vez que eu ou o Holandês cozinhamos carne; gosta muito de falar de que gosta de ver as coisas limpas mas deixa sempre os pratos por lavar no lava loiça e tem o quarto mais desarrumado que alguma vez vi; gosta muito de se queixar e todos os dias arranja um assunto diferente; o namorado tem estado em férias na neve o que a levou a aproveitar a oportunidade e trazer 4 amigos diferentes para passarem a noite cá em casa no espaço de 10 dias; como tem o quarto num pandemónio não gosta de estar lá e passa o tempo todo a usar a sala.

 

Agora o que me tem chateado é exactamente esse facto de ela estar constantemente na sala e quando digo constantemente isso envolve DORMIR na sala!! Apercebi-me disto só esta semana em que na primeira noite que a apanhei na sala ela disse "ah e tal adormeci", na segunda noite "ah eu durmo na sala hoje porque amanhã preciso de acordar muito cedo e é para não vos acordar", hoje abro a porta da sala de manhã para ir tomar o meu pequeno almoço e lá a encontro novamente a dormir. Passei-me! Tive que comer em pé na cozinha já que não temos lá mesa e à noite assim que cheguei a casa fui logo falar com ela. Então mas ela pensa que isto é a casa da Joana ou oquê? Quero lá saber se ela está cá a viver à mais tempo. Eu pago uma pipa de massa para viver aqui por isso quero ter um local onde possa estar confortavelmente instalada enquanto tomo o meu pequeno-alomoço.

 

Assim que a confrontei com a situação ela primeiro disse que "aiii não me estava a sentir bem e nem devo ter reparado que fiquei a dormir na sala". Yá claro, que género de desculpa mais parva. As pessoas que não se sentem bem ficam a dormir na sala para se sentirem melhor, é? Lá continuei a dizer-lhe que não é correcto e tal, e depois ela afinal decide mudar a desculpa e diz que a razão pela qual ela dorme na sala é porque é o local onde consegue dormir melhor porque no quarto dela a luz da manhã bate na janela e acorda-a  Ao que eu respondo: "então compra umas cortinas." Depois ela disse que assim que o namorado dela voltasse de férias (no sábado) ela pedia-lhe ajuda para mudar a posição da cama no quarto para que não apanhe a luz do sol.

 

Pois filha, isso a mim só me cheira a mais desculpas para ficares a dormir na sala mais uns dias. Mas ela disse que eu não me preocupe com ela a dormir e que posso ir lá tomar o pequeno-almoço. Ai é? Pois ela que não saia de lá que vai ver a barulheira que faço todos os dias de manhã.

 

A tipa é mesmo egoísta! E ainda por cima ela até tem um quarto grande e uma televisão no quarto. É mesmo é preguiçosa do arrumar e por isso não quer ficar lá.

 

Porra, isto é difícil encontrar flatmates como deve de ser. Bem, quanto ao Holandês de facto não tenho nenhuma razão de queixa. O rapaz é uma simpatia e do género que não faz mal a uma mosca. Por isso mesmo ele também nunca vai confrontar a Louisa com nada que o desagrade mas eu bem reparo que quando ela não está em casa ele está na sala comigo mas assim que ela chega ele vai-se embora para o quarto.

 

Resultado, não estou contente em viver aqui e já estou a pensar em mudar novamente, se bem que tenho que ficar pelo menos mais uns tempos por cá primeiro por causa do contrato. Com isto tudo aprendi que o tamanho do quarto e a localização nãosão as coisas mais importantes como eu pensava que eram. O que é mais importante são mesmo as pessoas com quem se vive já que são elas que determinam o ambiente da casa. Aprendi a lição de que não devo voltar a alugar casa com pessoas desconhecidas.