Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Tou que nem me aguento!

Hoje passei-me! Mas passei-me mesmo. Não estivesse eu no trabalho a não querer demonstrar a ninguém como o meu humor estava, começaria a partir tudo o que viesse à frente para descarregar a minha raiva. Raiva claro está devida a, não se esperaria outra coisa, falta de casa e o Austriaco Nazi que é o meu housemate.

 

Pois bem, sabendo eu que estou a ver a coisa um bocado preta para conseguir encontrar casa achei que se calhar não seria capaz de sair já este mês como queria e teria que pagar cá em casa mais o mês de Março para conseguir encontrar qualquer coisa como deve de ser. Ora então como eu sabia que o meu "querido" housemate Austriaco já tinha encontrado uma pessoa para me substituir para o meu quarto, eu decidi mandar-lhe um e-mail ontem a informar que ainda não tinha conseguido encontrar nova casa e, como tal, ele deveria informar a pessoa que encontrou dessa situação, já que a pessoa pode preferir procurar outra casa em vez de ficar à espera que eu encontre uma.

 

Respondeu-me hoje a dizer que essa pessoa já tinha dito ao senhorio que se ía embora no dia 1 de Março e também já pagou o depósito para ficar com o meu quarto mas disse-me para eu nãome preocupar porque ele não se importava de me acomodar aqui em casa durante mais uns dias se fôr necessário. Pois e foi nessa parte do e-mail que me passei completamente - OQUÊ?????? Ele não se importa de me acomodar cá em casa? Está ele a querer dizer que eu e as minhas malas podemos ficar durante uns dias a dormir no sofá da sala enquanto alguém está a dormir no MEU quarto?? Deve estar mas é a gozar comigo!!! É que está-se mesmo a ver eu sair do MEU quarto para ir dormir para a sala.

 

Claro que lhe mandei logo um e-mail com resposta torta e relatando os factos:

1º eu nunca dei uma data exacta do dia em que ía sair cá de cada. Disse que idealmente seria o dia 1 de Março mas como ainda não tinha encontrado nova casa ainda não tinha dado certezas da data;

2º quem é que lhe manda a ele ir procurar uma pessoa para me substituir antes de eu encontrar casa?

3º quem é ele para decidir quando é que eu saiu ou deixo de sair desta casa sem o meu concenso prévio?

 

Acabei o e-mail a afirmar que se eu não encontrar casa até dia 1 eu não saiu daqui de certeza, e que se ele tentar fazer com que eu saia vamos ter chatisses muito grandes.

 

Ainda bem que ele só volta da Aústria (onde esteve durante o fim-de-semana) hoje mais à noite que acho que se o visse ía haver aqui uma peixeirada muito grande aqui em casa. Assim, a peixeirada fica adiada para amanhã.

 

Não bastava o stress que tenho tido por estar farta de ver tantas casas e não encontrar nada de jeito ou não ser a pessoa escolhida para ficar com o quarto (isso aconteceu 2 vezes) como para juntar ao meu estado de estar à beira de um ataque de nervos ainda fico adicionalmente com a pressão de que tenho que sair de casa dentro de 1 semana e meia!!!