Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Raves em Londres

Um tipo de festa muito comum em Londres são as Raves. Sinceramente como nunca fui a nenhuma nem em Londres nem em Portugal não posso comparar entre as raves nos dois países. No entanto, conheço pessoal que já andou e muito em raves em Londres e por isso sei exactamente como a coisa funciona e acho que é interessante transmitir.

 

Uma das coisas que define as raves é que a sua localização é normalmente num local abandonado quer seja uma casa, um armazém, uma antiga fábrica, enfim, o que fôr. Obviamente não é permitido fazer festas num local abandonado, no entanto, se a rave fôr bem organizada, os organizadores vão ocupar e morar esse local algumas semanas antes da rave (não sei bem quantas semanas é necessário) porque segundo a lei britânica, os squatters (ocupantes de uma casa abandonado ou inabitada) têm direitos de posse sobre a propriedade depois de lá estarem a viver algum tempo, ou seja, podem legalmente fazer lá uma festa porque passam a ter direitos sobre a propriedade.

 

As raves são geralmente publicitadas pelo passa-palavra já que se forem publicitadas na internet geralmente são feitas numa discoteca mesmo. Mesmo sobre a lei dos squatters a polícia pode dar problemas relativamente à realização da festa por isso os organizadores não tornam a rave algo tão público quanto isso. Houve, por exemplo o caso de uma míuda inglesa que, à alguns meses atrás quando os país estavam em viagem, organizou uma rave numa casa próxima que estava inabitada mas que tinha donos. Como ela era apenas uma adolescente não pensou nas consequências e vai de anunciar no perfil dela do MySpace (site de networking tipo Hi5 que é mais conhecido em Portugal) essa rave. Basicamente o resultado é que os ravers destruiram muitas coisas da casa, os vizinhos avisaram a polícia que veio acabar com a festa e os pais da míuda acabaram por ficar com as despesas todas associadas à rave.

 

As raves também se definem muito pelo tipo de música que geralmente é Hardhouse, Transe, Hardcore, Techno, Drum&Bass,.. ou por outras palavras, como muita gente diria em Portugal - música para pastilhados.O que até tem a sua verdade já que nessas raves por serem organizadas nesse tipo de locais, não existe qualquer tipo de controlo sobre drogas por isso drogas é o que se leva para essas raves.

 

Por isso é que os locais acabam sempre completamente destruídos e com muito pessoal a parar ao hospital ou a serem expulsos da festa pela polícia. Afinal aquele tipo de música misturado com pessoal muito alucinado é o resultado que dá.

 

Bem, mas lá estas festas têm o seu interesse e não me importava nada de ir a uma para ver como é que é só que sem a parte das drogas que isso dispenso.

 

Aqui fica um vídeo tirado numa dessas raves num armazém qualquer algures em Londres: