Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Lulu? Oui c'est moi!

Se alguma vez viajarem de Eurostar e tiverem intenções de trocar de comboios em Paris para chegarem a outro destino qualquer, tentem evitar ter que trocar de estações de comboio e, se o tiverem que fazer, certefiquem-se de que têm pelo menos 1h15m entre cada um dos comboios e não apenas 45 minutos como eu tive. É que primeiro que tudo têm que dar tempo de encontrarem a estação de metro (não é muito difícil, mas também não é obvio já que o metro Parisiense está indicado pelas siglas RER). Depois têm que encontrar a forma mais rápida de ir ter à outra estação de comboios o que pode não ser das coisas mais facéis já que, para além das linhas numeradas do 1 ao 14, eles ainda têm linhas de metro com letras e umas têm larguras diferentes das outras sem se conseguir perceber bem porquê. Finalmente o mapa do metro é de facto apresentado geograficamente em vez de ser com linhas quase rectos como estou habituada aos metros de Lisboa e de Londres. Logo, mais uma complicação para achar a linha, mas uff,.. com jeitinho lá vão. Só não tenham é tão pouco de intervalo entre os comboios senão perdem o segundo comboio tal como aconteceu comigo. Pior tive que pagar o preço inteiro de um bilhete para ir no próximo comboio. Não tinha alterntiva, porque se voltasse para Londres, esse bilhete ficava ao dobro do preço, se ficasse em paris tinha k pagar hotel por aquelas 4 noites até ao dia do Eurostar marcado de volta para Londres, por isso logo outro dinheirão. A única hipótese era mesmo continuar com o plano e ir passar uns dias em Nice. E lá fomos nós. A cidade é linda, só é pena a praia ser de seixos em vez de areia mas as pessoas pareciam estar confortavelmente lá deitadas. Vale bem a pena visitar, desde a "Promedade des Anglais", um longo calçadão bem junto à praia, ao centro da cidade antiga e com vistas espectaculares do castelo, Nice é sem dúvida uma cidade bem típica da Riviera Francesa com todas as características que se espera desta zona. Bem, mas esses belos dias já foram a semana passada e agora.. resta-me a volta ao trabalho e a rotina diária, mas tem que ser. Também se não tivessemos a maior parte do tempo a trabalhar também não íamos aproveitar as férias tão bem.