Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Uma noite de dança

Adorei a noite do baile de Sábado. Desde os preparativos a arranjar cabelos e maquilhagem, aos minutos nervosos antes de entrar em palco, até à pós festa, tudo fez daquela uma noite muito agradável. 

 

Uma das coisas deste pessoal do Lindy Hop que acho interessantes, é que conseguem estar horas e horas seguidas a dançar, practicamente só a beber água ou sumo já que dançarinos não bebem muito álcool porque não se dança lá muito bem quando se está de cabeça aluada. E conseguem, estar assim a dançar continuamente como se o cansaço não existisse. Eu até me espanto comigo própria porque às vezes quando estou a dançar penso que quero que a música acabe rapidamente que estou super cansada, mas uma vez que paro, passado 2 minutos já estou com o bichinho para querer dançar novamente.

 

Comparando o baile deste ano com o do ano passado, sinto que gostei muito mais da experiência deste ano, até porque agora conheço melhor as pessoas, não só aquelas com quem danço regularmente, mas também outros dançarinos, que acabo por ver regularmente entre um evento social ou outro ao longo do ano. Inevitavelmente, mesmo que nunca tenha dançado com certas pessoas, acabo por reconhecer as caras.

 

Acho que agora também estou mesmo numa fase em que me apetece estar frequentemente em eventos de dança e, não só volto a dançar amanhã à noite no meu local habitual, mas no sábado também já tenho bilhetes para uma festa vintage que também vai contar com muita dança Swing.

 

É um daqueles hobbies viciantes que são mesmo agradáveis, principalmente quando se está "dentro" do ambiente de dança Swing. Não foi propriamente fácil durante o período de iniciação já que há sempre muitos grupos que já estão formados, talvez o facto de ser parte da minoria de estrangeiros dentro que dançam Swing aqui por Londres também não ajudou à ambientação inicial, mas aos poucos e poucos, finalmente já me sinto parte da "comunidade", o que é óptimo. 

 

Na pré-festa antes do baile, tivemos a ajuda de uma rapariga para fazer-nos o penteado para a festa, e a mim ela até que fez um apanhado bem original de que gostei. Aqui está o resultado:

 

penteado
E agora também já fiz upload do vídeo da coreografia em que participei com o meu grupo. Fica aqui ele. Parece fácil mas acreditem que durou muitos treinos para conseguirmos chegar a esta fase.

8 comentários

Comentar post