Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Vintage Festival

Este fim-de-semana abri uma excepção ao meu estudo normal para poder ir ao Vintage festival no Southbank Centre no domingo. 

 

Pela primeira vez o Southbank Centre foi completamente fechado ao público, sendo que apenas era permitida a entrada a pessoas com bilhete. Apesar de falhar com as suas normas habituais, parece-me que o Southbank Centre fez uma boa escolha ao ter ocupado todo o seu espaço com este festival porque de facto fê-lo muito bem. Com várias pistas de dança, cada qual com música de uma década; uma pista principal onde decorreram as passagens de modelos de vestuário vintage; havia uma cave com decoração à armazém abandonado onde passava música rave dos anos 80 e uma varanda no topo do edifício com música techno também da década de 80; zonas para aprender a bordar e cozer; zonas onde maquiavam as pessoas com características de uma época à sua escolha; salão de jogos com máquinas de flippers, juke box e pacman, um museu; exposições, fotografia; concertos de reconhecidos cantores que tiveram os seus singles de sucesso nas décadas de 70, 80 e 90; com certeza não faltaram coisas para se fazer naquele festival. Mas uma das características mais interessantes foi mesmo o facto de que a larga maioria das pessoas estavam vestidas à ocasião com vestuário da sua década de escolha. Tinhamos desde saias pelo joelho rodadas dos anos 50 às meninas e meninos "groovy" da década de 70. Havia mesmo de tudo e sem dúvida que a larga maioria das pessoas fez um esforço para estar o melhor que podia com a sua vestimenta e acessórios. 

 

Eu fui vestida à década de 70 com um vestido que efectivamente era dessa época (nada dessas imitações modernas que agora há por aí). Era um vestido que a minha mãe fez para ela própria quando tinha os seus 20 e poucos anos, e que agora é meu. Adoro-o. E provavelmente por ter sido feito pela minha mãe adoro-o ainda mais já que tem todo o valor acrescentado. Calcei os sapatos e coloquei os acessórios que tinha que ficavam melhor enquadrados na época, usei o meu baton vermelho carregado, e estava pronta para o Vintage Festival. Muito gira a experiência. Gostei mesmo. 

 

Para quem não foi fica com um pouquinho de uma dança com que os swingers do festival se entreteram:

 

2 comentários

Comentar post