Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

Tuga na California - parte II

Ontem, depois do pequeno-almoco la fui perguntar 'a rapariga da recepcao como 'e que eu podia fazer para chegar ao centro da cidade. Ela rapidamente saca-me do mapa para me explicar as estradas que devo seguir - "Ah, mas eu nao tenho carro," digo-lhe eu."Nao tem carro?" repete ela, como se fosse a coisa mais estranha do mundo. Sugeriu-me entao a opcao do taxi ao "pequeno" custo de $60. Ouch!!!! Perguntei-lhe se nao havia antes algum transporte publico, ao que ela me respondeu que havia o autocarro mas que eu nao queria ir de autocarro porque 'e demasiado inconveniente. Eu la lhe disse que nao fazia mal que fosse inconveniente e que eu preferia a opcao do autocarro. Ela entao ai 'e que olhou para mim como se fosse mesmo muito estranha, mas la me imprimiu uma pagina com as indicacoes para chegar ao centro de autocarro e indicou-me onde era a paragem. Ao la chegar olho bem para a descricao e o proximo autocarro era 'as 10:35h (e naquele momento eram 9:45h).Depois eu teria que trocar de autocarro duas vezes e so chegaria ao centro da cidade pelas 11:50h.

 

OK, pensei, acho que me vou ter mesmo que redimir 'a hipotese do taxi. 'E bastante caro mas como aquele seria o 'unico dia que 'ia ter oportunidade de ir visitar o centro da cidade entao achei por bem aproveitar o tempo que tinha ao maximo. Assim, antes das 10:30h ja estava eu no centro.

 

Comecei a visita pela zona do porto onde havia um grande navio-museu da II Guerra Mundial. A zona ao longo do porto estava toda muito bem conservada e ajardinada com esta tuas alusivas 'a grande guerra tambem muito interessantes (coloco fotos quando voltar a Londres).Mais 'a frente havia uma zona chamada de Seaport Village que basicamente 'e uma 'area cheia de lojinhas e restaurantes de aspecto muito castico, e onde a maioria das lojas eram de roupa relacionada com surf.Muito gira essa zona e acabei por passar l'a o resto da manha. 

 

Durante a tarde continuei a andar pelo centro da cidade. As ruas sao todas bem organizadas paralelas e perpendiculares tal como tinha ouvido falar que Nova York tambem 'e. E muitas tambem estao numeradas com 4a avenida, 5a avenida, etc. por ordem.

 

A rua principal com animacao 'e a 5a avenida, parte do Lamp District. Basicamente 'e uma rua muito comprida cheia de restaurantes, bares e lojas. Muitos dos restaurantes, como nao podia deixar de ser, dada a proximidade ao Mexico, sao restaurantes de comida Mexicana, mas tamb'em haviam varios de comida tradicional Americana (acho que se baseam em carne de vaca), casas de hamburgers e restaurantes Japoneses.

 

Passei tambem por uma zona onde estava a haver um festival do ano novo Chines o que tambem foi interressante, mas basicamente o festival concentrava-se apenas em duas ruas onde haviam comes e bebes assim como artesanato 'a venda e um palco com exibicoes de artes marciais, cantores, etc.

 

Um dos locais que a rapariga do hotel me tinha aconselhado tambem a visitar como a parte favorita dela da cidade era um centro comercial (hehehe!) chamado de Horton Plaza e que, curiosamente faz parte da rede de centros comerciais Westfield, que 'e tambem a rede do grande centro comercial de Londres com o mesmo nome. Aparentemente, Westfield 'e uma grande cadeia de centros comerciais de origem Australiana, de acordo com um dos meus colegas.

 

Acabei por fazer la umas comprinhas. Ha que aproveitar ja que o Dolar 'e bem mais fraco que a Libra. Uma das lojas que me causou alguma surpresa foi mesmo a Farmacia CSV. 'E que, se eu ja achava estranho a Boots em Londres ser uma farmacia que vende uma grande variedade de produtos inclusivie comida (tipo sandes e chocolates) e material fotografico, entao a CVS atinge niveis extremos de variedade de produtos em que vende ate alcool e roupa. Basicamente de farmacia tem mesmo so uma pequena zona num dos cantos mas tudo o resto 'e tal e qual como um supermercado s'o que vende menos comida que um supermercado.

 

O resto da cidade tinha varios edificios altos e ruas longas e espacosas, mas estava relativamente vazia em termos de outros pontos de interesse visto a cidade ser toda muito moderna. Sei que tambem ha a parte da cidade antiga, mas era consideravelmente mais longe e teria que ter um carro para la ir,por isso acabei por nao ver essa parte. Uma coisa que achei estranho 'e que para o final do dia na rua viam-se mais sem-abrigo que residentes a passear pelas ruas. Todos os sem-abrigo pareciam nao ser nada perigosos e apenas por la andavam a passear a acartar os seus bens de umlado para o outro. De facto, pensando bem, acho que para sem abrigos viver numa cidade como San Diego sera sempre uma melhor opcao do que em muitas outras cidades dado que a temperatura nunca 'e muito fria ao longo de todo o ano. Esta semana as temperaturas rondam os 15graus, por exemplo, e estamos no inverno.

 

Na 5a avenida, no entanto, j'a havia muita animacao de rua mesmo 'a noite e foi la que acabei o dia porque me encontrei com colegas para jantar num Japones, que depois me trouxeram ao hotel (ainda bem, que nao me estava mesmo nada a apetecer pagar novamente a um taxista).

 

Sao agora 5:46 da manha. Acordei 'a 1 hora atras visto que continuo sem sono. esta coisa da mudanca busca de horario nao 'e tao facil assim de adaptacao.

 

8 comentários

Comentar post