Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tuga em Londres

A vida de uma Lisboeta recentemente Londrina.

A semana do pequeno-almoço

Esta semana celebra-se a 'Semana do Pequeno-Almoço' ou a 'Breakfast Week' como forma de relembrar-nos da refeição mais importante do dia. Eu sou fã de pequeno-almoço e não sinto que começo bem o dia sem tomar um bom pequeno-almoço que geralmente remete-se a cereais e café durante os dias de semana e a um pequeno-almoço mais reforçado ou brunch ao fim-de-semana. Londres está cheio de óptimos locais onde tomar um bom pequeno-almoço por isso passo aqui a indicar 6 locais dos meus favoritos incluíndo dois em que, apesar de ainda não ter lá ido, tenho ouvido falar muito bem e quero ir experimentar. Se tiverem outras boas sugestões de pequeno-almoço por favor indiquem nos comentários. Quantos mais, melhor!

 

The Breakfast Club: Tem a grande desvantagem de que encontram sempre imensas filas em qualquer Breakfast Club a que vão quer seja de dia de semana ou fim-de-semana, mas se um dia tiverem tempo vale bem a pena lá ir para um brunch reforçado. A comida é realmente muito boa e os pratos vêm bem servidos. No The Breakfast Club em Liverpool Street existe também um bar secreto que acedem através do frigorífico. Onde: Angel, Liverpool Street, Hoxton Square, Soho, London Bridge, Clapham Junction.

 

brunch-breakfast-club.jpg

 

Breads Etcetera: Este café tem o conceito de "do-it-yourself". Como o nome indica é especializado em pão, e pão bom. Pagam um preço fixo para comerem a quantidade de pão que quizerem e que voçês próprios vão cortar no päo e quantidades que preferirem. Se pedirem só o pão DIY, este é acompanhado com manteiga e doce, mas têm um grande menu de diferentes opções com variados pratos de brunch também. E adoro o facto de que cada mesa tem uma torradeira para que possam torrar as variadas fatias de pão à vossa vontade. Onde: Clapham High Street.

 

breads.jpg

 

Muriel's Kitchen: para além da boa comida com ingredientes frescos, o que gosto muito neste local é a decoração. Lá dentro sentem-se como se estivessem a tomar o pequeno-almoço num banco de jardim num dia solarengo. O espaço está mesmo muito bem conseguido e vale a pena a visita. Onde: Soho, South Kensington e Leicester Square.

 

muriels2.jpg

 

The Book Club: Este café estilizado em ambiente Sueco apresenta um espaço confortável, com alguns sofás onde podem ficar confortavelmente sentados a manhã toda a ler o jornal. A comida é boa e se vos apetecer queimar as calorias após o pequeno-almoço também podem ir jogar ping pong na sala que eles têm dedicada a isso mesmo. Onde: Old Street.

 

BOOKCLUB-detail_full_for_exchange.jpg

 

Arepa & Co: Este ainda não visitei mas estou muito curiosa para experimentar já que ouvi falar muito bem. É um café e restaurante Argentino, por isso esperem um pequeno-almoço diferente do que estão habituados. Fica localizado mesmo oposto ao Regent's Canal próximo da saída de Kingsland Road. A localização não é óbvia mas se entrarem no canal em Kingsland Rd e forem na direcção de Angel (para a direita), encontram-no um pouco à frente, mesmo antes do Towpath Café junto a umas escadas. Onde: De Beauvoir Town

 

arepa.jpg

 

Cereal Killer Café: Este café tal como o nome indica, serve cereais. mas não são cereais quaisquer. Aqui encontram cereais de todos os cantos do mundo com variedades que podem nunca ter imagino. Este novo conceito de café abriu recentemente no final do ano passado e, tem sido um sucesso tão grande, que na semana passada, os seus dois fundadores anunciaram que querem levar o conceito internacionalmente e abrir mais cafés em diferentes partes do mundo. Talvez vá um para Lisboa ou Porto um dia destes. Também ainda não tive a oportunidade de lá ir mas sem dúvida que estou curiosa. Onde: Brick Lane

 

CerealKillers.jpg

 

A festa da troca das roupas

Ontem participei numa 'clothes swap' pela quarta vez. Isto de se trocarem roupas está mesmo no auge porque, não só é uma boa forma de se verem livres de roupa de que gostam mas que já não usam e têm pena de deitar fora como também é uma boa oportunidade para renovarem o vosso guarda-roupa. Para quem não conhece o conceito, uma 'clothes swap party' é mesmo, tal como o nome indica, uma festa organizada para troca de roupas, maioritariamente popular entre a audiência feminina.

 

swap-evabstyle.jpg

 

 

Como funciona:

  • Cada pessoa leva roupa, acessórios, sapatos e até decoração para a casa se quizerem, com o intuito de doarem todos esses bens durante o encontro.
  • Colocam as peças de roupa num monte e os acessórios e outras coisas num monte separado e misturam tudo muito bem. 
  • Uma das participantes vai apresentando cada peça uma a uma e indicando o tamanho, a marca e fazendo de modelo, vestindo a própria peça se fôr necessário (geralmente vai-se rodando quem apresenta as peças). Todos os que estão interessados na peça dizem nesse momento. Se só houver uma pessoa interessada, fica logo com a peça. Se houver mais que uma pessoa interessada, essa peça de roupa vai para o 'fight pile', ou seja, forma-se um novo monte de roupa a ser discutido ao fim.
  • Quaisquer peças que ninguém queira vão para um saco que a organizadora depois vai dar a uma loja de caridade.
  • No fim de apresentadas todas as peças começa então a parte em que as pessoas que disseram que queriam certa peça vão experimentá-la para ver se lhes fica bem. Caso ainda mais do que uma pessoa estejam interessadas em determinada peça, tira-se então à sorte quem vai ficar com a peça. Geralmente isso é feito com um baralho de cartas e, quem tirar a carta mais alta ganha. 

 

Claro que há sempre alguém que fica mais satisfeito dependendo do resultado das cartas, mas de forma geral, todas as participantes saem do encontro felizes e contentes com o conjunto de coisas novas que receberam. É uma boa forma de se renovar o guarda-roupa sem gastar dinheiro e pássa-se uma tarde ou noite bem agradável com as amigas, visto que geralmente estes encontros também são recheados de conversa animada, chá ou champagne e bolos. 

 

Com 10 pessoas, começámos por volta das 14h e só terminámos pelas 19h, portanto se pretenderem organizar também um evento destes com os vossos amigos tenham em consideração que vai demorar algumas horas. Vale a pena!

Ahh, os homens - muito paleio e pouca acção

Podem pensar pelo título que vou fazer generalizações neste post, e é que vou mesmo. OK, nem todos são assim. Mas são assim, muitos!! Passo a explicar - ora tenho este colega no trabalho, um Nova Zelandês giro, engraçado, inteligente e muito simpático que é solteiro. Durante muito tempo fiquei convencida que era um garanhão de primeira. Fala nesta e naquela, daquele encontro e do outro. De tantas histórias que ele tem, nós até tínhamos conversado um dia sobre a possibilidade de ele criar um canal no YouTube onde ia colocar vídeos com os momento das suas primeiras linhas de engate que seriam secretamente filmados por um amigo. Com tanta história concerteza o seu canal ia ser um sucesso no YouTube. 

 

pickupline.jpg

Fonte: Pinterest @weheardit.com

 

 

Ele nunca chegou a fazer o tal canal no YouTube, mas entretanto os meses passavam e, apesar de tantas histórias ainda não tinha uma namorada. Será que ele queria ser o típico solteiro que só quer 'one night stands' e que não está preparado para uma relação? O facto é que, segundo ele, não é nada disso que ele queria. Efectivamente ele ia a cada encontro com a esperança que essa fosse a sua futura ex-mulher (palavras dele), mas nunca se aproximou da parte do casamento nem pouco mais ou menos. 

 

Na nossa festa de Natal da empresa acabámos num bar a dançar. Ora nesse bar estava também uma rapariga que aproximou-se dele, veio dançar um bocadinho, falou um bocadinho. Mesmo assim não havia grande proximidade e ele não lhe dava muita conversa o que eu até que achei estranho já que ele também parecia interessado. Mas ela não desistiu e, passado um pouco, quando ele estava no bar, ela foi também ao bar pedir uma bebida ao lado dele. Mesmo assim ele não lhe deu grande conversa e, assim que pagou a sua bebida foi lá para fora fumar com outro colega. Quando voltou ela já lá não estava. Notou-se que ele andou a olhar pela pista como se à procura dela e pareceu um pouco desapontado. Pegou nas suas coisas e foi-se embora. (E sim, eu posso falar dos pormenores porque eu e outra colega minha estávamos atentas ao desenvolver de toda a situação). 

 

Passado um bocado ela voltou. "Ahhh, e ele agora foi-se embora e não trocou número com a tal rapariga". Mas a situação era óbvia. Ambos estavam interessados, ele amedrontou-se e não lhe pediu o número. Ele pensou que ela se tinha ido embora e foi-se embora também. Afinal ela ainda ali estava por isso eu fiz aquilo que achei que qualquer colega, como boa amiga também, deveria fazer - eu pedi o número da rapariga para lhe dar a ele. Ela concordou de imediato e perguntou-me se ele era solteiro e que idade tinha e depois disse algo do género "pode ser que corra bem". Portanto confirma-se, ela sem dúvida que estava interessada. 

 

Uns dias depois quando tive a oportunidade, falei com ele sobre o assunto e dei-lhe o número dela. Ele ficou todo contente mas disse que pensou que ela não estivesse interessada. - What???? Como é que ela não estava interessada? Homens - se uma mulher começar a vir dançar com vocês e for para o bar colocando-se convenientemente ao vosso lado quando lá estão, é um sinal de que ela está interessada!! Mas isso não é mais que óbvio? De acordo com ele, não era nada óbvio e ficou muito surpreso que ela tenha dado o número mas disse que claro que a ía contactar. 

 

Passado uns dias perguntei-lhe como é que iam as coisas - "ah, não cheguei a mandar-lhe mensagem". 

- "humm?! Mas porque é que não lhe mandas-te uma mensagem? 

- "já tinham passado muitos dias e ela de certeza que já não se ia lembrar de mim e blá blá blá"

 

Então mas este que é o garanhão, afinal é só garanhão através do Tinder, e não consegue tomar uma iniciativa simples como mandar uma mensagem a uma rapariga da qual ele gostou, que demonstrou que também estava interessada nele, quando ele diz que quer mesmo encontrar alguém com material de potencial namorada? 

 

Essa história passou e umas semanas depois estávamos no pub ele começou a conversar com outra rapariga que estava ali connosco mas que ele conheceu nessa noite pela primeira vez. Novamente, parecia interessado, mas notei que a sua conversa envolvia muito expressões do género "eu sou parvo", "eu não sou capaz de fazer isto ou aquilo", etc. Ou seja, estava a ter uma conversa nada representativa do tipo de pessoa que ele normalmente é, visto que geralmente é sempre super divertido e bem-disposto, e pelo contrário estava ali a apresentar-se negativamente junto a uma rapariga que ele acabou de conhecer e pela qual parecia interessado. É este o tipo de comportamento que ele tem sempre que está interessado em alguém?

 

Fez-me lembrar outros amigos que têm atitudes semelhantes - gostam imenso de falar sobre os muitos encontros que têm e tudo mais, mas no fundo, quando o momento da verdade aparece, ou sentem-se nervosos, ou não sei bem porque será, mas parece que se sentem desconfortáveis e não conseguem fazer com que a coisa ande para a frente. É pena porque estes que tenho em mente são todos muito boas pessoas que de certeza que muitas raparigas iam adorar ter como namorados, mas como infelizmente o que eles têm é muito paleio, pouca acção. 

 

Tirar o passaporte em Londres

Ora o meu passaporte já expirou no passado mês de Outubro. Bem sei que já devia ter tratado da renovação mais cedo, mas sinceramente não me estava nada a apetecer ter mais uma experiência no Consulado de Portugal em Londres. Lembrava-me de que era preciso marcar com antecedência antes de lá ir por isso dirigi-me ao website do consulado, cliquei na secção que dizia Passaporte e....humm... "ora então agora, como é que faço a tal marcação?" Não havia informação sobre isso na página. Acabei por ir aos contactos e tentei telefonar para lá cujo número é o 020 7291 3770. Estava impedido constantemente por isso optei por enviar um email para mail@cglon.dgaccp.pt

 

Ora isso passou-se à duas semanas atrás. Uma semana depois ainda não tinha obtido qualquer resposta ao meu email. Decidi então voltar a telefonar. Novamente ocupado. Mandei novo email. Mais uma semana passou e nada. Telefonei - ocupado! Impressionante! 

 

Ok, que remédio tinha eu senão ir lá mesmo ao Consulado em pessoa e tentar tratar do assunto. Ao chegar, e apesar de só faltarem dois números para o meu, ainda tive que esperar uma meia-hora antes de ser atendida para as informações. Ao explicar que queria fazer a marcação para o passaporte indicaram-me que tenho que marcar através do website deles. Ora que esta..... Devem estar mas é a gozar comigo. Só pode! Segundo eles a marcação tem mesmo que ser feita através do website porque têm agora um sistema de marcação automático que indica logo todas as datas vagas para marcação. E a tal página indicada para marcação da renovação do passaporte e outros documentos é a seguinte www.secomunidades.pt/web/guest/agendamentos Agora, perguntam-me vocês porque é que eu não consegui logo ver esta página quando fiz a minha pesquisa inicial? Ora não consegui porque simplesmente não está indicada em nenhum local óbvio. O mais lógico seria terem algures na página referente ao passaporte o link para o agendamento. Mas claro que eles gostam de fazer a pesquisa muito mais interessante e que percamos ali de que tempos a olhar para as páginas todas até encontrar o link. É tipo o 'Onde está o Wally?' dos agendamentos. Os tipos que criaram o website são uns brincalhões e querem-nos divertir assim bastante. 

 

Sarcasmo à parte, sinceramente, não percebo como é que, com tanto Português web designer à procura de emprego, o Consulado de Portugal não me muda aquele website para um que efectivamente seja de fácil acesso ao utilizador?!? Não é um investimento assim tão grande e ía tornar tudo tão mais simples que os utilizadores não teriam que telefonar tanto para o Consulado, logo as linhas estariam mais livres, nem mandar tantos emails, logo talvez conseguissem responder em menos de uma semana aos emails. O aumento de eficiência de forma geral iria compensar os custos da criação de um novo webite em muito pouco tempo.

 

Ao menos através do agendamento consegui marcar mas o problema é que a próxima data disponível é só para Março, ou seja daqui a dois meses! Portanto já sabem, se quizerem renovar documentos a partir de Londres, façam-no com bastante antecedência!

 

 

Uma prova de vinhos com um twist

Há cerca de um ano que dois amigos que gostam muito da zona de Shoreditch no Este de Londres decidiram criar uma aplicação para o telemóvel intitulada ShoreditchHype que permite aos seus utilizadores descobrirem eventos interessantes, novos restaurantes, novos pop-ups, galerias de arte, etc. a decorrer na zona de Shoreditch no mesmo dia ou nos próximos dias. 

 

Para além da informação providenciada através da aplicação, o ShoreditchHype também organiza vários eventos que dão uma boa oportunidade para os envolvidos de ficarem a conhecer melhor a zona de Shoreditch enquanto passam uma tarde divertida com um grupo de novos conhecidos. Os eventos incluem noites de cinema, passeios pelo Regent's Canal, passeios de arte em Shoreditch, provas de vinho entre outros. Já tenho comunidado alguns desses eventos através do Twitter e da página de Facebook do TugaemLondres mas também podem seguir directamente a conta do @ShoreditchHype. E o melhor é que, muitos desses eventos são gratuitos.

 

Este fim-de-semana fui pela primeira vez a um dos seus eventos tendo optado pela prova de vinhos. Acabou por ser um pouco mais do que a prova de vinhos que eu esperava. Ao nos encontrarmos na loja especialista em vinhos italianos, Passione Vino em Leonard Street, e após uma pequena apresentação do grupo, fomos fazer uma visita a uma galeria de street art local, na mesma rua, que tinha peças interessantes apresentadas numa nova galeria na cave muito bem apresentada. Ficam algumas fotos para terem uma ideia da galeria. 

 

hyper5.JPG

hype4.JPG

hype3.JPG

Depois dirigimo-nos à Passione Vino onde fomos levados para a prova na cave. Ali, decorrem regularmente eventos de provas de vinhos, jantares e, até recentemente, houve um homem que decidiu surpreender a namorada ao levá-la ali para um jantar e prova de vinho exclusiva para os dois.

Experimentámos 2 vinhos e 1 prosecco, enquanto um dos fundadores do Passione Vino explicou-nos detalhadamente sobre o processo de fabrico de cada um deles. Notava-se que ele tem uma paixão por aquilo que faz e um profundo conhecimento sobre a indústria de vinhos, por isso a experiência foi, não só agradável em termos do paladar, mas em termos de aprendizagem.

 

hype2.JPG

 

Após a prova de vinhos ainda fomos a um bar local onde nos ensinaram a fazer cocktails, o que também foi interessante e uma boa oportuidade para conversar mais com as outras pessoas que também ali estavam. O bilhete para participar no evento foi gratuito mas não saí da Passione Vino sem comprar uma garrafa de tinto que levei para um jantar que tinha nessa noite e que, por sinal, foi muito bem recebida :-)

A nova estação de Tottenham Court Road

A nova estação de Tottenham Court Road abriu na semana passada e foi na sexta-feira que tive oportunidade de passar por lá. A estação ainda continua com muitas obras relacionadas com a CrossRail que só tem planos para abrir em finais de 2016, mas para já, a saída de metro já é diferente e mais espaçosa proporcionando melhores acessos em hora de ponta. A desvantagem é que os comboios da Central Line de momento não param em Tottenham Court Road e esta estação só vai reabrir para a Central Line em Dezembro de 2015. 

 

Entretanto, ficam aqui com as fotos da nova estação:

photo 5.JPG

Primeiras escadas rolantes para quem vem do metro

 

photo 3.JPG

O Hall principal/ Zona das bilheteiras

 

photo 2.JPG

As escadas rolantes para a rua

 

photo 1.JPG

 

O acesso à rua

 

 

 

A liberdade de expressão

Gosto muito do que a equipa do sapo decidiu fazer hoje ao transformar a sua homepage com um visual cartonista como referência à recente tragédia do ataque terrorista à equipa da publicação de humor satírico Charlie Ebdo em Paris.

 

sapo_cartonista.png

 

Claramente indicado no topo da pagina, esta transformação de visual pretende comunicar o nosso direito universal à liberdade de expressão.

 

O ataque a Charlie Ebdo segue o evento no final do ano passado em que a Sony Pictures também decidiu cancelar a exibição do seu novo filme 'A Entrevista', seguidas ameaças de terrorismo pela Coreia do Norte. Alguns dias depois, o filme acabou por ser exibido mas não deixa de representar outra situação de ataque à liberdade de expressão.

 

Após a Sony Pictures ter anunciado o cancelamento da exibição do filme nos cinemas, o presidente Americano Barack Obama comentou o seu desagrado pela decisão afirmando que a empresa não se devia ter deixado sucumbir a ameaças.

 

O editor e cartoonistas da Charlie Ebdo já tinham recebido várias ameaças de morte ao longo dos últimos anos devido às suas sátiras do profeta Maomé, mas eles simplesmente não se deixaram influenciar pelas ameaças e continuaram a produzir o conteúdo que bem entendiam exercendo o seu direito à liberdade de expressão. Infelizmente a sua persistência e coragem custou-lhes o preço mais caro, com as suas vidas, mas concerteza serão recordados na história como uma referência à luta dos direitos de liberdade de expressão.

 

Após a tragédia, cartoonistas de todo o mundo têm interpretado o acontecimento satíricamente em resposta ao ataque. Ficam alguns dos desenhos apresentados:

 

charlie7.jpg

 

 

charlie5.jpg

 

charlie3.jpg

 

 

charlie2.jpg 

 

charlie1.jpg

 

charlie6.jpg

  

Uma noite de comédia

Lembro-me da primeira vez que fui a uma noite de stand-up comedy aqui em Londres, logo num dos primeiros anos em que cá estive e, lembro-me de não ter achado muita piada à coisa, apesar do resto do público se fartar de rir. 

 

Fiquei com a ideia de que eu simplesmente não era grande fã de comédia stand up e não tive interesse em voltar a ver outros shows - até ontem. 

 

Uma amiga minha trabalha para uma organização de caridade que organiza uma noite de comédia anual com o intuito de angariar fundos para a organização e, como tal, achei que seria uma boa ideia ir ver o tal show com os amigos e também apoiar a organização. Devo dizer que a minha opinião sobre comédia stand-up ficou completamente alterada da que tive durante a minha primeira experiência. Poderá ser que simplesmente eu não me relacionei com as piadas que os artistas da primeira vez colocaram, ou talvez porque simplesmente eu não as percebi bem visto que estava há pouco tempo no país e ainda não compreendia certas expreções em Inglês ou não compreendia o sarcasmo de muitas piadas. Independentemente de ter sido uma dessas razões ou se foi porque simplesmente os artistas não eram muito engraçados, o facto é que achei muitos dos artistas que actuaram ontem hilariantes. Houve uma delas em particular, que me fez rir de tal forma que eu quase rebolava na cadeira de tanta gargalhada. 

 

Gostei, e agora quero mais. Como tal, decidi fazer uma pesquisa para ver o que há por aí de casas de comédia, e passo a partilhar com os interessados também:

 

comedy_store.png

Comedy Store: É quase impossível passar por Leicester Square e não receber um panfleto com uma oferta para se ver um show na Comedy Store. Têm comédia todas as noites e é um dos clubes de comédia mais conhecidos.Preço: Ronda £15.

 

Soho Theatre: Conta com várias noites de comédia, incluíndo uma noite de comédia para crianças. Preço: Varia, mas facilmente encontram por cerca de £10.

 

Angel Comedy: Localizado no topo do pub Camden Head com noites de comédia regulares e, o melhor, é que todos os shows são gratuitos. Preço: £0

 

Knock2Bag: Têm uma noite em Shepperds Bush e outra no Rich Mix em Bethnal Green. Apresenta shows muito frequentes e os preços são em conta a £8 se comprados em avanço.

 

Freedom Fridge: Todas as quintas-feiras em Kentish Town. Preço: £0

 

Amused Moose: Têm shows em vários locais incluíndo Leicester Square, Highbury & Islington, great Portland Street e Kennington. Preço: Cerca de £15 mas conseguem mais barato se marcado com antecedência.

 

Live at the Chapel: Esta é uma noite irregular mas frequente na Union Chapel em Highbury & Islington. Preço: Varia mas ronda as £17

O que fazer em Londres em Janeiro 2015

fazer_janeiro.png

 

 

Pode estar um frio de rachar, ninguém ter muito dinheiro depois de ter gastado tudo em prendas e estarem todos numa onda de não beber álcool durante Janeiro para se desintoxicarem dos excessos de Dezembro, mas mesmo assim ainda existem coisas que podem fazer fora de casa. De actividades relaxantes a culturais, grátis a baratas, só porque este é um mês de levar a vida com calma, não significa que tenham que ficar fechados em casa por isso aqui ficam algumas sugestões:

 

Noite de Kizomba  O que é? Para quem gosta de Kizomba, esta noite conta com aulas de Kizomba e Salsa mais dança até às 6h da manhã. Quando? 9 de Janeiro. Quanto? £7 por uma aula ou £5 para a noite de dança sem aula. Onde? Equilibrio Club. Estação? Stockwell.

 

Four London Poets O que é? Quatro poetas Britânicos vão apresentar o seu trabalho para quem o quizer conhecer. Quando? 10 de Janeiro. Quanto? Gratuito. Onde? Rick Mix Cinema. Estação? Liverpool Street.

 

Video Game Democracy O que é? Os fans de jogos de vídeo vão ficar contentes em saber deste evento que incluí jogar muitos e diveros jogos durante a noite, com a vantagem de que a escolha dos jogos a serem jogados segue o voto da maioria. Quando? 16 de Janeiro. Quanto? £5.46. Onde? 2 Bethnal Green Road. Estação? Liverpool Street ou Shoreditch High Street station.

 

Lights of Soho presents God's Own Junkyard O que é? Exibição dos 40 anos de trabalho em neon do artista Chris Bracey, que tem decorado vários pontos da cidade de Londres, muitos deles localizados no Soho, com sinais luminosos de todos os estilos e feitios. Quando? Até 18 de Janeiro. Quanto? Gratuito. Onde? Lights of Soho, 35 Brewer Street. Estação? Leicester Square ou Tottenham Court Road.

 

Pillow Cinema O que é? Ideal para os casais em que uma das partes quer ficar em casa, e o outro quer ir sair. O conceito é que estão a ver um filme num cinema pop-up enquanto deitados numa comfortável almofada gigante. Todos os dias passa um filme diferente. Quando? A decorrer até dia 18 de Janeiro. Quanto? £10 por pessoa. Onde? Antiga Estação de metro de Shoreditch. Estação? Old Street.

 

London Short Film Festival O que é? Conta com apresentações de vários curtas metragens no cinema em que cada sessão conta com a apresentação de filmes que têm algo em comum entre eles. Quando? De 9 a 18 de Janeiro. Quanto? Cerca de £10 por pessoa. Onde? Vários cinemas. Ver no site para detalhes.

 

Exibição do Sherlock Holmes O que é? Uma exposição que explora o trabalho e inspiração de Sir Arthur Conan Doyle na sua criação de Sherlock Holmes. Quando? A decorrer de momento e até ao dia 12 de Abril. Quanto? £12.55. Onde? Museum of London. Estação? Barbican.

 

Winter Lights Festival O que é? Festival para toda a família que conta com várias instalações interactivas de luz de várias formas e tamanhos em diferentes áreas de Canary Wharf. Quando? De 9 a 11 de Janeiro. Quanto? Grátis. Onde? Canary Wharf. 

 

Exibição do 800º aniversário da Carta Magna O que é? Para comemorar o 800º aniversário de criação da Carta Magna, a Corporação da City of London apresenta uma exibição de diferentes artefactos que geralmente não estão expostos ao público incluíndo a Carta Magna que selou muitos dos privilégios e direitos a que temos direito hoje em dia no Reino Unido. Quando? A exposição, que está temporáriamente fechada, vai reabrir de 15 a 29 de Janeiro. Depois voltará a estar apresentada ao público durante as celebrações a decorrer durante o verão. Quanto? Grátis. Onde? Guildhall Art Gallery. Estação? Bank.

 

Exibição do Instituto de Sexologia  O que é? Esperem ver nesta exibição objectos de arte, fotografia, erótica, apresentados de forma que apresentam aos visitantes uma diferente perspectiva ao sexo, à perversidade, à luxúria e à normalidade, com eventos como discussões e performances que acompanham a exibição de objectos de carácter sexual. Quando? A decorrer de momento e até ao dia 20 de Setembro. Quanto? Grátis. Onde? Wellcome Collection. Estação? Euston. 

 

 

Novo chefe

Acabei de reparar que o Blog dos Blogs do Sapo escreveu um post com uma seleção de posts de 2014 de vários bloguistas e um dos posts do Tuga em Londres está destacado como um dos posts que os chocou mais este ano.  Foi um post que escrevi à quase um ano atrás sobre a minha chefe na altura. Bem me lembro o desespero com que andava por alturas de Novembro e Dezembro de 2013 quando queria desesperadamente sair daquela empresa...

 

 

Um ano depois, felizmente já não tenho problemas com chefes e estou a trabalhar com uma equipa de pessoas que, além de competentes, são simpáticas e agradáveis de se trabalhar de forma geral, o que sem dúvida faz uma diferença enorme ao nosso bem-estar no trabalho.

 

Agora até que tenho um novo chefe que é um colega que foi promovido no final de Dezembro perante a saída do nosso chefe anterior. Sempre nos demos muito bem como colegas, e até agora, durante estes primeiros dias no seu novo posto, ele não parece ter demonstrado grandes mudanças de comportamento relativamente a nós. Só com o decorrer dos meses se vai ver melhor se a nova posição lhe vai afectar o comportamento de forma negativa, mas espero que não e acredito que não o afecte. Até que ele ainda nem sequer se mudou da secretária onde sempre esteve para o escritório ao qual efectivamente ele agora tem direito de utilizar. Tenho que concordar que agrada-me essa sua atitude porque assim, ajuda a não criar o distanciamento que eventualmente começariamos a ter caso ele se mudasse para o escritório. Mas, ainda estamos no início e, talvez ele ainda se decida a mudar para lá, talvez ele mude a sua atitude um pouco se começar a tiver pressão dos executivos para alcançar objectivos, etc., mas para já, tudo bem. A ver vamos...

 

Fonte: toonpool.com

 

Analytics